Home / Dicas de Viagem / Curiosidades / A romântica história irlandesa do anel de Claddagh

A romântica história irlandesa do anel de Claddagh

O anel de Claddagh é uma tradição na Irlanda e tem sua origem em uma lenda da região de Galway, oeste do país.

A história sobre o anel tem um fundo romântico, mas o uso dessa joia vai muito além de casais apaixonados: o anel simboliza tanto o amor, quando a amizade e lealdade. Justamente por seu significado ser a junção de elementos tão importantes para os relacionamentos entre as pessoas, o anel de Claddagh é usado também entre amigos, simbolizando a amizade verdadeira.

São duas mãos segurando um coração com uma coroa em cima. É assim que é o design do mais famoso anel irlandês. As mãos representam a amizade, o coração é o amor e a coroa significa lealdade. A forma como ele é colocado nos dedos (e inclusive em que mão é usado) representam o significado que a pessoa quer atribuir ao anel.

Anel de Claddagh - IrlandaImagem Shutterstock

A história do Anel de Claddagh

Claddagh é uma área localizada em Galway, onde antigamente se encontrava uma aldeia de pescadores. A origem da lenda veio de lá, por isso o anel acabou levando o nome da região.

Segundo as histórias (ou lendas), há cerca de 300 anos um pescador chamado Richard Joyce estava de casamento marcado, quando um incidente aconteceu com sua tripulação em um navio pesqueiro: todos foram capturados por piratas e os marinheiros vendidos como escravos. Richard foi vendido para um ourives turco e acabou aprendendo com ele a arte de confeccionar joias. Como não conseguia esquecer sua amada deixada em Galway, Richard fez o que é considerado o primeiro Anel de Claddagh, na esperança de entregá-lo para a moça quando eles se reencontrassem um dia.

Depois de anos, o marinheiro foi libertado e pôde voltar para sua cidade, encontrar sua noiva e enfim entregar o anel, que simbolizava todo o amor, amizade e a lealdade mantida por todos os anos em que ficaram separados.

Pesquise opções de hospedagem em Galway aqui!

Anel irlandes CladdaghCoroa para fora, na mão esquerda… 

Como usar o Anel de Claddagh

Claro que cada um usa a joia como bem entender, mas existe uma regrinha básica por conta do significado do Anel de Claddagh. Tem também a superstição de que o anel nunca deve ser comprado para si, mas, sim, ganhado de alguém – mas essa parte quase ninguém liga, afinal, o Anel de Claddagh faz parte da cultura da cidade e é muito comum os turistas comprarem um quando visitam a região.

Dá uma olhadinha no significado de acordo com o uso:

✓ coroa para dentro na mão direita significa que o coração da pessoa está disponível. Ela pode ser solteira ou então estar usando o anel como símbolo de amizade com alguém.

✓ coroa para fora na mão direita quer dizer que a pessoa é comprometida, seja em namoro ou noivado.

✓ na mão esquerda com a coroa para fora significa que a pessoa tem um amor infinito por alguém e é recíproco, ou seja, provavelmente ela está casada.

Curiosidade

Era comum na Europa durante a Idade Média o uso de anéis com as duas mãos se tocando e o coração no meio. O nome deste tipo de joia era Fede (nome italiano, pois a origem é romana) e as mãos simbolizavam o comprometimento, como se fosse um aperto de mão. O Anel de Claddagh tem o diferencial da coroa, representando a lealdade.

A nossa história com o Anel de Claddagh

Esse anel tem um significado muito especial para nós (Ana e Declev), pois ele é a nossa aliança de casamento e foi comprado em nossa primeira viagem para a Irlanda.

Quando estivemos lá em 2008 conhecemos o anel e sua história: nos encantamos! Como ele é muito comum por lá, não foi difícil comprar um e assim o fizemos.

Embora já estivéssemos juntos há 4 anos, ainda não usávamos uma aliança, pois não queríamos uma aliança comum, mas uma que tivesse um significado especial. Então, quando vimos o anel – que é lindo! – e soubemos a história, não tivemos dúvidas: era esse! E o fato de ser adquirido durante uma viagem, num lugar que queríamos tanto conhecer, tornou-o ainda mais especial.

Para completar, ao invés de fazermos a troca dos anéis lá, decidimos guardar e trocá-los em um outro lugar especial ara nós: Paris! Era meio clichê, eu sei, mas era como queríamos, rsrs. Então, uns dias depois estávamos na cidade e, com a Torre Eiffel ao fundo, fizemos a troca numa mini cerimônia. Já que estávamos com um dos meus melhores amigos, ele “dirigiu” tudo e proferiu lindas palavras para abençoar aquele momento.

casamento em ParisA nossa primeira foto temática com o anel

Depois disso, o anel virou uma “marca” nossa e em todos os lugares que visitamos tiramos sempre a mesma foto: a de nossas mãos com a paisagem ao fundo. Já são dezenas de fotos e abaixo você poderá ver apenas algumas, para ter uma ideia.

Gostou? Então, quando você for à Irlanda, já sabe que lá você encontra facilmente o Anel de Claddagh!

E você, tem algum objeto especial adquirido durante uma viagem? Conta pra gente!

Boa viagem!

✈️  Continue a sua viagem para a Irlanda aqui:

* Texto Luciana Console & Ana Catarina Portugal

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Turista Profissional

Este texto foi escrito por mais de um membro da equipe do Turista Profissional, ou pela nossa estagiária Luciana Console, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.

Leia também

dicas de Dublin

The Brazen Head, o pub mais antigo da Irlanda

Não tem como visitar Dublin e deixar de ir ao The Brazen Head, o pub …

Sem comentários

  1. Adorei a história… e já vi essas fotos das mãos de vocês, mas sempre achei que era um anel de casamento comum. adorei saber! 🙂

    • Ana Catarina Portugal

      É mesmo bem legal e virou nossa foto clássica de viagem! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *