Home / Turquia / Top 7 – as principais atrações de Istambul

Top 7 – as principais atrações de Istambul

Quando fui a Istambul pela primeira vez, em 2008, fiquei impressionado. Tive uma surpresa e não imaginei que gostaria tanto. Agora, em 2014, quando voltei, mantive a impressão e reafirmei minha admiração pela cidade.

São muitas as atrações de cair o queixo. Isso não é fruto de mega construções atuais, mas sim de séculos, aliás, milênios de história. Istambul, que já se chamou Constantinopla e Bizancio, tem em suas ruas vários reinados e impérios que passaram por ali.

As principais atrações são próximas umas das outras. Se voce tiver disposição, dá até pra fazer a pé.

Apresento aqui as principais, com algumas fotos e algumas informações. Maiores detalhes sobre cada uma você pode conferir nos posts individuais, na categoria Turquia.

>> Santa Sofia (Hagia Sophia)

A construção da Basílica de Santa Sofia começou no dia 23 de fevereiro de 532 e foi concluída em aproximadamente 6 anos. É um dos monumentos mais famosos e visitados do mundo. Foi usado como igreja por 916 anos, mas, após a conquista de Istambul, foi convertida em mesquita, assim usada por 482 anos. Em 1935, foi convertida em museu. Podem-se ver ainda, em boas condições lindos mosaicos bizantinos que foram restaurados.

– Funcionamento: está aberto para visita todos os dias, exceto às segundas-feiras, das 9h às 17h (inverno) e das 9h às 19h (verão).

– Custo:25,00 TL (cerca de US$ 12,00)

– Site: http://www.ayasofyamuzesi.gov.tr/

dicas de Istambul

>> Mesquita Azul

Mesquita do período otomano, foi construída entre 1609 e 1616. Situa-se em frente à Basílica de Santa Sofia. No meio da grande praça que as separa pode-se ver uma e outra em cada canto. À noite, é ainda mais especial. Ao entrar na Mesquita é necessário tirar os sapatos (eles oferecem sacos plásticos para carregá-los) e mulheres devem cobrir a cabeça com um véu (emprestado às visitantes na entrada).

– Funcionamento: os turistas podem entrar quando não estão acontecendo as orações, que ocorrem cinco vezes ao dia. A primeira chamada (ouve-se o cântico ao longe) é ao nascer do sol, a última, ao pôr do sol.

– Custo: gratuito

– Site: http://www.bluemosque.co/

Mesquita Azul

>> Cisterna da Basílica (Yerebatan Sarnici)

Enorme cisterna da época bizantina (construída no ano 532 e utilizada como cisterna até finais do século XIV), está situada perto da Basílica Santa Sofia e tem números impressionantes: ocupa uma área de cerca de 10.000 m²,  com comprimento de 140 metros e largura de 70 metros; tem 9 metros de altura e utiliza nada menos do que 336 colunas romanas para sustentação de seu teto, com 12 linhas de 28 colunas em intervalos de 4,80 metros entre elas. Com certeza caminhamos por algumas partes da cidade sem saber que estamos acima dela.

– Funcionamento: aberto todos os dias da semana, das 9h às 17h.

– Custo: 10,00 TL (cerca de US$ 4,70)

– Site: http://yerebatan.com/

o que fazer em Istambul

>> Palácio de Topkapi

O Palácio de Topkapi teve sua construção iniciada no ano 1460 e foi concluída em 1478. Foi o centro administrativo, educacional e artístico do império otomano por quase 400 anos, servindo de morada a muitos sultões. Após o estabelecimento da República foi transformado em museu, em 03 de abril de 1924.

– Funcionamento: aberto todos os dias da semana, exceto às terças-feiras, das 9h às 18h (até às 16h no inverno).

– Custo: 30,00 TL (cerca de US$ 14,00)

– Site: http://www.topkapisarayi.gov.tr/

o que ver em Istambul

>> Palácio Dolmabahçe 

Construído no século 19, foi o centro administrativo do Império Otomano como residência do último dos sultões otomanos. Após a fundação da República da Turquia, as funções do governo foram transferidas para a para a capital, em Ancara. Este palácio tem um grande significado para o povo turco, pois o supremo líder Mustafa Kemal Ataturk o usou como residência, passando lá o período mais grave de sua doença, vindo a falecer ali no dia 10 de novembro de 1938, às em 9:05. Todos os relógios no palácio estão parados neste momento. Depois, foi transformado em um museu.

– Funcionamento: fecha às segundas e quintas-feiras. Abre das 9h às 16h.

– Custo: 40,00 TL (cerca de US$ 18,80) – entrada junto com o harém.

– Site: http://www.dolmabahcepalace.com/

roteiro em Istambul

>> Grande Bazar (Kapalicarsi)

Um dos maiores mercados cobertos do mundo, esta atração imperdível da cidade também tem números impressionantes: são 60 ruas e 5.000 lojas que atraem de 250.000 e 400.000 visitantes por dia! Lá podemos encontrar de todas os tipos de mercadorias e artes turcas: jóias, cerâmicas pintadas à mão, tapetes, bordados, especiarias, lojas de antiguidades, de couro e muitas outras.

– Funcionamento: De segunda a sábado das 9h às 19h. Fecha aos domingos e feriados.

– Custo: gratuito (só se paga o que comprar, claro! rs…)

– Site: http://www.grandbazaaristanbul.org/

 roteiro

>> Mercado de especiarias

É assim chamado, logicamente, porque a maioria de suas mercadorias são ervas e temperos. Também é chamado de “Bazar Egípcio”, pois as mercadorias eram importadas via Egito. Recentemente novas lojas começaram a aparecer, vendendo lanches e aperitivos, frutas, plantas, ervas curativas, azeitonas, frutas secas, queijos, artesanatos e outras. Fora do Bazar, encontram-se outras muitas quitandas, lanchonetes, peixarias e bancas de flores.

– Funcionamento: diariamente, das 8h às 19:30h. Fecha dia 29 de outubro e nos feriados religiosos.

– Custo: gratuito

– Site: http://www.misircarsisi.org/

 como chegar

E então, é ou não é uma cidade cheia de mistérios? 

E eu garanto que tem muito mais coisas!

E na hora de começar a organizar o seu roteiro, não deixe de ler todas as nossas outras dicas de Istambul e da Turquia e nem de verificar os passeios e ingressos que poderá comprar com desconto antes de embarcar para lá.

Boa viagem!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Declev Dib-Ferreira

Declev Reynier Dib-Ferreira é fotógrafo e editor do blog Turista Profissional, acompanhando de perto todas as aventuras e histórias contadas aqui. É professor de ciências e doutor em Meio Ambiente. Mantém também o blog Diário do Professor, sobre educação.

Leia também

Visitando a Basílica Santa Sofia em Istambul

Em janeiro de 2014 eu e meus amigos fizemos uma viagem de férias à Turquia, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *