Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Como é viajar para Buenos Aires com bebê?

Vamos contar pra vocês, porque a primeira viagem internacional e de avião da nossa #TuristaProfBaby foi justamente para Buenos Aires, quando tinha ainda 3 meses e alguns dias!

Muitas pessoas acharam que era uma “loucura” viajar com um bebê tão novo e que poderia ser muito trabalhoso, mas a verdade se mostrou outra: foi super tranquilo!

A princípio, eu não achava que a cidade fosse a mais amigável para os pequenos, por conta de detalhes que falarei mais abaixo, como algumas falhas no transporte, por exemplo. Mas descobrimos que está muito longe de ser um destino impossível, muito pelo contrário, achei a viagem ótima e voltaria!

Importante => Seguro viagem para Argentina (com desconto)

argentina com bebê checker - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Pesquise opções de hospedagem em Buenos Aires aqui!

Mas vamos aos fatos:

Como é uma viagem para Buenos Aires com bebê?

☛ Leia também: Viagem de avião com bebê

Nos transportes públicos de Buenos Aires

Os ônibus da cidade não têm um espaço específico para você deixar o carrinho de bebê aberto, apenas para cadeirantes. De qualquer forma, eles costumam andar cheios, o que praticamente te obriga a entrar com ele fechado e você pode deixá-lo no local destinado ao cadeirante, se vazio.

Por outro lado, diferentemente dos brasileiros, eles têm o piso baixo e não têm roleta, então, para entrar é muito fácil.

No metrô de Buenos Aires, em geral, há escadas-rolantes e eventualmente elevador, mas nem sempre. Então, algumas vezes eu e meu marido tivemos que subir/descer escadas normais com o carrinho aberto e a baby dentro (pois estava dormindo), um segurando na frente e o outro atrás.

Confira => Passeios em Buenos Aires e arredores

viajar com bebê - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Já no táxi ou uber, que é uma alternativa relativamente barata, o carrinho é transportado (fechado, claro) no banco da frente e o motorista é obrigado a levar e não cobrar nada a mais por isso. Usamos muitos e em nenhum tivemos qualquer aborrecimento.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 20% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços garantidos, pague no boleto, pix ou em até 12 vezes no cartão. Aproveite e ganhe até 20% de desconto, é só clicar no botão abaixo.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI! >>>


Nos restaurantes

Aqui foi onde encontrei o maior problema para a mãe que vai para Buenos Aires com bebê: quase não há trocadores nos banheiros e, por vezes, nem uma mesinha ou balcão que possamos adaptar. Inclusive tive, uma vez, que trocar minha filha no chão… por sorte tenho um trocador bem grande, então, ela não teve qualquer contato, mas foi um sufoco e nada agradável!

Em outros lugares tive que usar o balcão da pia e em apenas um lugar encontrei o dito trocador e, mesmo assim, apenas no banheiro feminino. Desta forma, se meu marido ou outro pai estivesse sozinho, não teria onde fazer a troca da fralda confortavelmente.

Com relação ao atendimento, em todos os lugares que fomos ela foi super bem recebida pelos garçons e em quase todos havia cadeirinha para bebês, ainda que ela fosse pequena demais para usar, mas no caso de bebês mais velhos, havia essa opção.

Imperdível => Show Piazzolla Tango

bebê em buenos aires1 - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Nas calçadas

As calçadas em alguns pontos são esburacadas (nada grave) e na hora de descer da calçada para atravessar uma rua, por exemplo, nem sempre há uma rampa, nos obrigando a “pular” com o carrinho do bebê para lá e para cá.

Mas na maior parte da cidade elas estão ok e tem rampas, então, é tranquilo!

dicas de viagem com bebê - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

dicas de buenos aires - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Nas atrações de Buenos Aires

Neste aspecto a cidade está bem preparada, pois em geral há rampas (até mesmo por causa de cadeirantes) e elevadores, como por exemplo, no Malba (Museu de Arte Latino-Americana).

Alimentação

Caso seu bebê já coma, saiba que é fácil encontrar papinhas prontas em mercados e farmácias. Outra opção é comprar frutas frescas. Já se você pensa em preparar a comida, terá que cogitar se hospedar em um apartamento de temporada em Buenos Aires, que tem cozinha, pois em hotéis dificilmente encontrará facilidades para isso.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR + 10% DE DESCONTO

Que tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da American Chip tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 200 países. Bom, né?!

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Amamentação em público

Amamentei muito nossa filha em público (restaurantes, museus, praças, ônibus, táxis…), até porque com 3 meses ela só mamava no peito e toda hora. Achei a situação tranquilíssima! Em absolutamente nenhum lugar me senti constrangida ou percebi olhares reprovadores.

Transporte => Transfer privativo de/para o aeroporto Ezeiza

buenos aires com bebê - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Hotéis

Ficamos em 2 lugares diferentes durante esta viagem: primeiro em um hotel, o Meliá Recoleta Plaza e depois num apartamento para temporada.

Ambos foram ótimas escolhas e tinham nos quartos um berço para nossa filha, com roupa de cama e tudo mais. Os funcionários sempre muito gentis com ela.

Como ela ainda não comia papinha, não precisei de serviço de copa no hotel, mas eles tinham, se precisássemos (como esquentar uma comida, água, leite…) e no apartamento teríamos a opção até de preparar a comida dela, se fosse o caso, pois eles têm cozinha.

hotel em buenos aires - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Na hora do banho, ou dávamos no chuveiro ou na banheira inflável que sempre levamos nas viagens. Se você pretende viajar bastante com o seu bebê, esse pode ser um bom item para levar na mala, pois é leve, pequenos e prático!

mala de viagem para bebê - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Como o povo recebe seu bebê?

A minha impressão foi de que eles recebem de forma bem neutra: não se derramam pela criança, fazendo brincadeirinhas ou puxando papo, mas também não são indiferentes a ela. São solícitos quando precisamos de alguma coisa, mas sem muita firula, digamos assim.

Portanto, se está em seus planos viajar para Buenos Aires com bebê, vá sem medo, pois já sabe um pouco do que te aguarda.

Dicas extras para organizar a sua viagem para Buenos Aires

Não vá sem o nosso "Roteiro de 7 dias em Buenos Aires e Arredores", pois é um roteiro completo pela cidade, com muitas informações importantes.

guia de Buenos Aires - Buenos Aires com bebê: dicas práticas

Outra coisa: não vá sem um bom Seguro Viagem, não dê espaço para os incidentes. Aqui a gente te dá desconto:

Compre o seu SEGURO VIAGEM para a Argentina com até 20% de desconto aqui!

Não deixe também de ler todas as nossas dicas de viagem para a Argentina e nem de conferir ingressos de atrações e passeios que poderá comprar antes de embarcar para lá.

Em matéria de hospedagem, antes de decidir leia o texto onde ficar em Buenos Aires (dicas de hotéis e os melhores bairros), que vai te ajudar bastante. 😉

✈ ✈ Confira aqui passagens aéreas baratas para Buenos Aires ✈ ✈

Boa viagem!

✈ Vai para Buenos Aires? Então, leia também:

-----------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitor do blog tem até 20% de desconto. Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO15.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser em quase todos os casos e ainda consegue os melhores preços.

17 comentários em “Buenos Aires com bebê: dicas práticas”

  1. Boa noite Ana,

    Vamos viajar para BsAs em maio com nossa bebê de 1 ano. Vimos que há um serviço de aluguel de carrinhos e outros acessórios para bebê na capital. Gostaria de saber se conhece e recomenda.

    Obrigada

    Responder
    • Oi Priscila, eu não utilizei, pois levei as minhas coisas, então, não sei te dizer se é bom ou não. Me conta depois. Boa viagem!

      Responder
    • Oi Priscila! Eu vou passar o Réveillon lá. Vc utilizou esse serviço de aluguel de carrinho por lá? Obrigada!

      Responder
  2. Olá boa noite, vou viajar nessa sexta (12/02) e acabei de saber que preciso ter a identidade do meu bebê para entrar na Argentina, mas demora muito pra sair, estou desesperada. Gostaria de confirmar quais documentos foram necessários para o seu bebê entrar lá. Desde já sou muito grata!

    Responder
  3. Olá Ana

    Amei o seu artigo. A minha bebê vai nascer em Fevereiro e no final de Maio estamos pensando em ir para Buenos Aires.
    Você escreveu sobre os taxis mas queria saber como vocês faziam para carregar a bebê no taxi, levavam no colo mesmo? Não precisa levar o bebê conforto?

    Muito Obrigada!

    Responder
  4. Olá. Será que alguém pode me ajudar com uma dúvida que tenho? Viajei com a Condor (companhia alemã) de Tel Aviv a Recife. Chegando a Recife percebi que minha mala havia sido extraviada (depois soube que isso aconteceu na conexão em Frankfurt). Enfim, ela foi entregue a mim apenas 1 semana depois e eu, que não moro em Recife, precisei comprar roupas, sapatos e uma mala nova durante este meio tempo (pois eu já estava indo para outro destino e ainda sem a minha mala). Conforme orientação da funcionária do aeroporto (que apenas presta serviço para algumas companhias estrangeiras como a Condor, sem ser empregada de nenhuma delas) eu poderia gastar até 1200 reais com itens de primeira necessidade, como vestuário. Gastei menos que isso até (depois eu fui ver no próprio site da condor que o limite é 1200 EUROS). Bom, depois mandei as notas para a Condor, mas agora eles só querem pagar 50% do valor, alegando que para itens que podem ser reutilizáveis, como roupas, os “tratados internacionais” estabelecem isso. Não sei que tratado é esse, olhei o acordo de Montreal e não achei nada. E o próprio site não menciona esse detalhe. O que posso fazer? Qual o procedimento geralmente adotado na União Europeia? Quais as leis que valem? As do Brasil (destino da viagem), Israel (origem) ou da Europa (onde a empresa está baseada e onde a mala foi perdida)?
    Obrigada!

    Responder
    • Até onde eu sei, você entra na justiça do seu pais de origem, pois a empresa, se presta serviços aí, tem que seguir as leis locais.

      Responder

Deixe um comentário