Home / Itália / Saia do lugar comum e visite as catacumbas de Roma
Comparar

Saia do lugar comum e visite as catacumbas de Roma

Você já pensou em visitar as Catacumbas de Roma? Não? Vamos resolver isso!

Eu sei que, quando se fala em catacumbas, a provável imagem que se associa são lugares no fundo da terra, escuros e sombrios, certo?! E é isso mesmo!

Mas vamos tirar a parte sinistra de tudo isso, pois as catacumbas de Roma são praticamente uma passagem para o passado na história da humanidade e carregam grandes símbolos de uma época antiga e da história do Cristianismo.

Elas são, definitivamente, uma visita muito interessante e fora do roteiro tradicional de Roma: recomendamos muito que conheça pelo menos uma delas!

O que são as catacumbas de Roma?

A grosso modo, as catacumbas são galerias subterrâneas de muitos quilômetros de extensão que começaram a ser construídas no século II. Elas eram utilizadas como cemitério para judeus, pagãos e todas as pessoas que viviam em Roma, na época em que o Cristianismo estava começando a tomar forma.

Catacumbas de RomaShutterstock

As catacumbas surgiram por conta da situação social em que vivia a grande maioria dos cristãos naquela época, ou seja, a pobreza. Sem ter dinheiro para enterrar seus entes queridos e sendo contra a prática de incinerar os corpos, como os pagãos faziam, os cristão acabaram criando os corredores embaixo da terra.

O termo “catacumba” significa “perto do vazio”, indicando justamente a localização mais afastada da cidade deste tipo de cemitério.

Além de cemitério – onde os corpos das pessoas eram enrolados em lençóis e colocados nas covas (grandes buracos nas paredes), que posteriormente eram fechadas com mármore ou barro – as catacumbas eram também locais de esconderijo. Naquela época, o cristianismo ainda estava tomando forma e não era a religião dominante, ou seja, quem era cristão precisava esconder sua fé para não ser perseguido e morto.

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer estar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.

Arte e símbolos das catacumbas de Roma

Repletas de simbolismo religioso, as catacumbas são um dos grandes exemplares do início do Cristianismo, quando as crenças cristãs ainda se misturavam com as pagãs. Os desenhos nas catacumbas de Roma apresentam vários acontecimentos e personagens que aparecem nas Sagradas Escrituras, como Noé, Abraão, Jonas, Lázaro e milagres de Jesus Cristo.

Entrar nas Catacumbas de Roma é, literalmente, mergulhar na história da Cristandade. Alguns símbolos bastante encontrados são a pomba, a cruz (tanto normal quanto invertida) e letras gregas. Destaque também para o símbolo do peixe, representando Jesus Cristo.

A identificação da lápide dos mortos ficava na tampa, juntamente com algum símbolo cristão. Os símbolos das lápides e os desenhos encontrados são um forte indicativo de que as catacumbas também eram locais de peregrinação e adoração aos mártires cristãos sepultados ali.

Após o imperador Constantino I tornar o Cristianismo a religião oficial de Roma e começar a construir diversos Templos Cristãos, as catacumbas não se viram mais necessárias, mas continuaram ainda a ser usadas durante um tempo. Atualmente, somente algumas estão conservadas e abertas à visitação e você confere aqui como visitá-las.

Pesquise opções de hospedagem em Roma aqui!

√ Catacumba de São Calisto

É uma das mais importantes Catacumbas de Roma e abrigou as tumbas de mais de 16 papas, além de mártires cristãos em seus 20 km de extensão.

A origem desta catacumba data do século II e ela era administrada pelo diácono São Calisto, que tempos depois, ao se tornar Papa, mandou aumentar o local, fazendo dele o cemitério oficial da Igreja na época.

A entrada na Catacumba de São Calixto ocorre pela Cripta dos Papas, pela cripta de Santa Cecília (que possui afrescos dos séculos III, VII e VIII) ou pela cripta do Papa Eusébio. Toda a visita é guiada por um padre e existe a opção de ser em português, pois há uma padre brasileiro lá, que, antes de entrar na catacumba, explica tudo ainda do lado de fora.

  • Endereço: Via Appia Antica, 110/126
  • Funcionamento: de quinta a terça, das 9h às 12h e das 14h às 17h
  • Custo: € 8
  • Site: http://www.catacombe.roma.it/it/index.php
  • Como chegar: ônibus números 118, 218

Catacumbas de Roma

√ Catacumba de Domitila

Com mais de 15 km de extensão, a Catacumba de Domitila tem este nome devido ao fato de ter sido doada aos cristãos por Flavia Domitilla, sobrinha do cônsul Flavio Clemente, após ela e a tia terem sido exiladas por conta da simpatia com o Cristianismo.

Os afrescos encontrados nesta catacumba são dos mais importantes do século II e IV e é possível também encontrar alguns ossos, sendo essa catacumba uma das poucas onde ainda há restos mortais dos sepultados. Estima-se que existam lá cerca de 17.000 túmulos e, em seu interior, ainda há uma basílica subterrânea, em cujo altar estão as tumbas de São Petronilla e dos mártires Nereu e Aquileu.

  • Endereço: Via delle Sette Chiese, 280
  • Funcionamento: De quarta a segunda, das 9h às 12h e das 14h às 17h
  • Custo: € 8
  • Site: http://www.domitilla.info/
  • Como chegar: ônibus número 714, 30 ou 60

√ Catacumba de Priscilla

Com entrada pelo convento das Irmãs Beneditinas de Priscilla, é na Catacumba de Priscila que estão as primeiras representações da Virgem Maria de que se tem registro. Além disso, ela também é considerada a Rainha das Catacumbas, por conta dos muitos mártires enterrados ali, em seus 13 km de comprimento e vários níveis de profundidade.

  • Endereço: Via Salaria, 430
  • Funcionamento: De terça a domingo, das 9h às 12h e das 14h às 17h horas.
  • Custo: € 8
  • Site: http://www.catacombepriscilla.com/info_en.html
  • Como chegar: Ônibus linhas 63, 92 e 310 – Parada Priscilla; Metrô linha B1 – Parada Libia ou St.Agense/Annibaliano

Catacumbas de Roma

Catacumbas de RomaFotos oficiais

√ Catacumba de São Sebastião

São Sebastião foi um soldado que viveu no século III e acabou morrendo por conta de sua fé. Cristão, Sebastião espalhava os ensinamentos da religião e apoiava os cristãos presos, fornecendo inclusive sepultamento para aqueles que encaravam a morte. Porém, foi denunciado ao imperador da época, Maximiano, que ordenou sua morte por flechadas.

Atirado a um rio e resgatado por uma mulher, São Sebastião sobreviveu e continuou a pregar o Cristianismo, até ser pego novamente e finalmente assassinado.

Seu corpo foi sepultado na catacumba que hoje leva seu nome e que possui 12 km de extensão. O local também é dedicado aos santos Pedro e Paulo, por conta de supostamente estarem sepultados por lá.

Acima da catacumba, foi construída uma basílica a mando de Constantino I, imperador responsável por legalizar a religião cristã e acabar com a perseguição aos cristãos, e em seu interior está o túmulo de são Sebastião.

Embora a visita aqui, como em todas as demais catacumbas, também seja guiada, quando fomos não tinha um que falasse português, então, tivemos que fazer a visita em espanhol.

  • Endereço: Via Appia Antica, 136
  • Funcionamento: De segunda a sábado, das 9h às 12h e das 14h às 17h
  • Custo: € 8
  • Site: http://www.catacombe.org
  • Como chegar: Ônibus números 118, 218, 660

Basílica construída em cima da catacumba de São Sebastião

√ Catacumba de Santa Inês

A história de Santa Inês é marcada por tragédia e fé. Ela se tornou mártir após a morte, aos 13 anos, e por isso a homenagem na catacumba, onde foi enterrada.

Inês era uma jovem cristã muito cobiçada, mas que se dedicava à religiosidade. Por ter dito “não” a um pretendente importante, foi denunciada como cristã e levada a julgamento. Durante os castigos, diversos sinais de proteção divina apareciam para auxiliar a jovem, que acabou sentenciada à decapitação.

Em cima da catacumba de Santa Inês encontra-se a Basílica de Santa Inês Fora dos Muros e o Mausoléu de Santa Costanza, filha do imperador Constantino.

  • Endereço: Via Nomentana, 349
  • Funcionamento: das 9h às 12h e das 14h às 18h horas, fecha nas manhãs de domingo e tardes de segunda-feira.
  • Site: http://www.santagnese.org/catacombe.htm
  • Como chegar: ônibus números 90, 60, 36

Pesquise opções de hospedagem em Roma aqui!

√ Catacumba de Marcellino e Pedro

A catacumba de Marcelino e Pedro está entre as maiores de Roma e é famosa por conta da beleza das pinturas de cenas bíblicas em seu interior.

Os dois homens foram decapitados durante a perseguição aos cristãos e seus corpos foram levados às catacumbas por uma mulher de alta posição social chamada Lucilla. A catacumba já era um cemitério cristão (estimas-se que 15 mil pessoas foram enterradas ali) e, após a chegada dos corpos de Marcellino e Pedro, foi dedicada a eles que eram, respectivamente, um padre e um exorcista.

Devido ao alto número de fiéis que visitavam o local após o fim da perseguição aos cristãos, foi construída uma pequena basílica com diversas escadas de acesso acima desta catacumba.

  • Endereço: Via Casilina, 641
  • Funcionamento: os tours ocorrem aos sábados e domingos, às 10h, 11h, 14h e 16h
  • Custo: € 8
  • Site: https://www.santimarcellinoepietro.it/english/
  • Como chegar: De trem – direção Centocelle e descer na parada Berardi. De ônibus – número 105, descer na parada Berardi ou número 509 e descer na parada Torpignattara.

Catacumbas de RomaFoto oficial

Está vendo como não é nada tão mórbido ou complicado? Nós, toda vez que vamos visitamos uma das catacumbas de Roma, pois é uma passeio que nos fascina bastante. Muita gente evita porque pensa que é muito macabro, mas no fim das contas, nem é.

Então, se estiver planejando uma viagem para lá, cogite seriamente em colocar alguma das catacumbas de Roma no seu roteiro e temos certeza de que não irá se arrepender.

Guia de Roma Turista ProfissionalNão deixe de ler todas as nossas dicas da Itália antes de embarcar, ok?!

E também não deixe de conhecer o nosso guia de Roma, o Roteiro de 7 dias em Roma e arredores, que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia-a-dia.

SAIBA MAIS AQUI

Boa viagem!

✈️ Continue sua viagem para Roma aqui:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Turista Profissional

Este texto foi escrito por mais de um membro da equipe do Turista Profissional, ou pela nossa estagiária Luciana Console, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.

Leia também

metrô de Roma mapa

Metrô de Roma: tudo o que você precisa saber para usá-lo

Andar no metrô de Roma não é muito difícil, afinal, são pouquíssimas linhas, o que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *