Como superar o medo de avião

Apesar de estudos afirmarem que é um dos transportes mais seguros do mundo, muita gente ainda tem medo de avião.

A origem e os motivos desse sentimento são vários, mas o fato é que o medo pode prejudicar a rotina de uma pessoa. Imagine você ter que viajar do sul do Brasil para o norte e acabar indo de ônibus pelo único motivo de ter medo de entrar num avião?

Você vai gastar na viagem muitas horas a mais, até mesmo dias! Isso sem falar em destinos que não há outro jeito de ir senão voando, como, por exemplo, viajar para o Japão, já pensou?

Para conseguir lidar com a situação, um dos caminhos é tentar amenizar o que de fato causa o medo e ir trabalhando as questões emocionais para que o voo não seja um momento de tortura.

Vamos ver algumas técnicas que, talvez, possam te ajudar a superar esse medo.

☛ Leia também: 10 dicas práticas para quem vai fazer a primeira viagem

Dicas para superar o medo de avião

Como superar o medo de avião

Procure saber sobre o funcionamento dos aviões

Quanto mais conhecimento temos sobre algo, mais seguros ficamos. É isso que vai te ajudar a diminuir o medo de avião.

Busque informações sobre como as aeronaves se mantém no ar, as leis da física, como o transporte é construído, que materiais são usados, as tecnologias atuais etc. Você vai ver que, buscando essas respostas, a ansiedade e o medo podem diminuir e muita coisa vai se desmistificar.

É claro que nem sempre o medo é racional, mas ter esses conhecimentos pode ajudar a buscar caminhos para enfrentar o sentimento de medo.

Estatísticas são boas para esclarecer e amenizar o medo de avião

Viajar de avião é, de fato, utilizar um meio de transporte muito seguro; mas, se as informações técnicas sobre o veículo não forem o suficiente, que tal procurar estatísticas e comparações?

Por exemplo, a quantidade de acidentes de avião comparados com acidentes de carro é extremamente menor, ou seja, você corre muito mais risco de sofrer um acidente no caminho para o aeroporto, indo de carro ou ônibus, do que fazendo a viagem de avião em si.

Outra informação interessante: você sabia que as chances de morrer sendo atingido por um raio é maior do que morrer em um avião? Coisas que parecem simples como um tombo da cama ou intoxicação alimentar também entram na lista comparativa como situações mais arriscadas do que andar de avião.

E não somos nós que estamos falando, são estatísticas, números reais!

remédios no avião

Dê um cuidado especial para o emocional

Ao se munir de informações técnicas, se a ansiedade e o medo não sumirem, no mínimo não serão mais do mesmo tamanho de antes. De qualquer forma, é interessante prestar atenção nas suas emoções e já preparar recursos para lidar com elas, pois pode ser que, na hora da viagem, essas questões voltem.

Como superar o medo de aviãoNem sempre a gente consegue ligar o racional com o emocional, não é? Muitas vezes, por mais que a gente saiba de algo, o friozinho na barriga ainda aparece sorrateiro ali pra nos atrapalhar. Procure chegar com antecedência no aeroporto para já ir se familiarizando e evitar atrasos (ninguém precisa de mais um item para adicionar na lista do nervosismo).

Para o voo, busque se distrair e observe o que te faz relaxar. Levar um livro ou assistir algum filme (muitos aviões oferecem ótimas opções de entretenimento na telinha da poltrona) são opções boas para distrair.

Leve algumas distrações em seu celular ou tablet, como filmes ou jogos. Durante a decolagem ou aterrissagem, não se pode usá-los, mas durante o voo, sim.

Muitos métodos de respiração auxiliam a lidar com os medos e a ansiedade. Pode ser interessante também levar aquelas bolinhas anti-stress pra ficar apertando na hora de tensão ou se valer de algum recurso de aromaterapia, por exemplo, que além de ter um cheiro agradável, atua na parte psico-emocional.

Por fim, tomar algum remédio para dormir também é a saída encontrada para algumas pessoas, mas cuidado na automedicação, procure um médico para ele receitar a melhor opção no seu caso.

☛ Leia também: Como levar remédios no avião

Saiba o que fazer durante uma turbulência

Se você treme de medo só em pensar em pegar uma turbulência – fenômeno comum, mas que nem sempre acontece – saiba que há técnicas para minimizar o efeito.

Procure escolher uma poltrona em um ponto mais estável do avião (em cima das asas, por exemplo – não fique no fundo), saiba onde ficam as saídas de emergência, preste atenção nas orientações básicas (como colocar a máscara de oxigênio, por exemplo) etc.

☛ Leia também: SeatGuru: como escolher o melhor assento do avião

E entenda, principalmente, que turbulência é algo comum de acontecer, portanto, não precisa se desesperar, elas não derrubam o avião!

A turbulência acontece quando a aeronave atravessa uma área de pressões diferentes, fazendo com que aconteçam solavancos, que podem ser mais fortes ou menos fortes dependendo do caso. O avião balança como se fosse um carro passando por uma estrada com muitas pedrinhas e buracos.

O único perigo é você se machucar levando um tombo por conta do remelexo do avião ou, então, sendo atingido por alguma mala que caia do compartimento. Por isso, os comissários(as) ordenam que todos fiquem sentados e com o cinto de segurança afivelado, sem mexer em nada.

☛ Leia também: Como diminuir as chances de turbulência durante o voo

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


O medo de avião ainda persiste, e agora?

Em casos onde a fobia é grande, chegando a prejudicar o cotidiano da pessoa, buscar ajuda profissional é a melhor opção. Se você não conseguir lidar sozinho com o seu medo, um terapeuta ou psicólogo pode ajudar a se aprofundar nas questões que causam o medo de avião. Não hesite em procurar este tipo de auxílio.

No mais, tem um blog muito bacana que todo mundo que tem medo de avião deveria ler, que é o Rivotravel – viagens de tarja preta. Nome sugestivo, não?!

Boa viagem!

☛ Leia também: Regras de bagagem despachada em viagens internacionais

* Texto de Luciana Console / Fotos Shutterstock

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here