Como tirar o visto para a China?

Atualizado em 30/07/2019

A China é dos poucos países que ainda exigem visto para brasileiros a turismo, fazendo-se necessário também para portugueses, que é o meu caso.

A pegadinha é que o visto para a China é obrigatório caso o países seja seu destino de viagem, mas se passar pelo país apenas numa conexão, não será preciso. Falaremos mais sobre isso abaixo.

Em tese, tirar o visto para a China é fácil e pode ser feito por você mesmo, embora para mim tenha sido um grande tormento, que contarei depois.

Vamos lá!

=> Importante: Seguro Viagem Para a China (com desconto)

Como tirar o visto para a China

A lista de documentos exigidas para dar entrada no processo é esta aqui:

– passaporte, com uma validade mínima de 6 meses e ao menos uma folha em branco, onde eles colarão o seu visto;

– um formulário devidamente preenchido. Não pode ter nenhuma rasura. Baixe ele aqui;

visto para a China

– comprovante de renda;

– cópia da passagem (ida e volta);

– cópia dos vouchers de hospedagem;

– uma fotografia 3 X 4 com fundo branco;

– roteiro da viagem;

– os estrangeiros residentes deverão apresentar o RNE [Registro Nacional de Estrangeiros] original e cópia;

O valor do visto para a Chinapode variar de R$ 460, 00  para múltiplas entradas com validade de 5 ano ou até vencer o seu passaporte (caso essa validade seja menor que 5 anos). No entanto, o pagamento só deverá ser efetuado após a entrega dos documentos, com um protocolo entregue por eles e necessariamente na boca do caixa, pois eles não aceitam o comprovante de depósito eletrônico e nem de caixa automático.

No Brasil existem 2 consulados (Rio de Janeiro e São Paulo) e a embaixada em Brasília. Cada um deles tem uma determinada jurisdição, portanto, só emitem vistos de quem mora dentro dela.

Aqui vai o endereço e a lista dos estados atendidos por cada uma:

– Consulado Geral da República Popular da China no Rio de Janeiro (atende Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Espírito Santo)

Endereço: Rua Muniz Barreto, No. 715, Botafogo, Rio de Janeiro. Tel: (21) 3237-6600, (21) 3237-6633, (21) 3237-6616, (21) 3237-6618

– Consulado Geral da República Popular da China em São Paulo (atende  São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul)

Endereço: Rua Estados Unidos 1071, Jardim América, São Paulo. Tel: (11) 3069-9877

– Embaixada da China no Brasil  em Brasília (atende todos os demais estados brasileiros)

Endereço: Av. das Nações, Quadra 813, Lote 51, Asa-Sul, Brasília. Tel: (61) 2195-8200

Se você não mora em uma dessas cidades ou próximo, entre em contato com o consulado para saber as novas regras de solicitação, pois mudaram, ou contrate um despachante autorizado.

Já para quem mora nessas cidades, saiba que uma outra pessoa pode levar os seus documentos, desde que tudo devidamente preenchido. Se estiver faltando qualquer mínimo detalhe, eles nem dão entrada ao processo, portanto, confira se está de fato tudo certo. Em geral, após 4 dias úteis você pode retornar e pegar o seu visto.

SEGURO VIAGEM ÁSIA COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não viaje para a Ásia sem um ótimo seguro viagem. Imagine ter uma perrengue do outro lado do planeta?! Escolha a melhor opção de seguro para você aqui e ganhe até 10% de desconto usando o cupom TURISTAPRO5.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI!


Viagem com até 144 horas sem a necessidade de visto para a China

Em 2013 o governo chinês facilitou um pouco a vida de pessoas de 53 países, entre elas, brasileiros e portugueses. Agora, se você não for ficar mais do que 6 dias dias lá, poderá viajar sem visto (visto de trânsito dado lá na hora), mas há algumas regras nisso, que são:

– a sua entrada no país deve ser única e exclusivamente pelos aeroportos de Pequim, Xangai, Tianjin e província de Hebei;

– o país de origem deve ser diferente do de destino, para que possa ficar caracterizado o trânsito;

– é preciso apresentar a passagem para o seu próximo destino;

– não é permitido que você saia dessas duas cidades.

Além desses lugares, existem outras cidades “menores” que permitem o visto de trânsito por até 72 horas.

Atenção, pois embora façam parte do território chinês, Macau, Hong Kong e Hainan não exigem visto de turismo de brasileiros.

Leia também: 

templos em Hong Kong
Olha eu Hong Kong também

Um pouco do meu drama pessoal

Bom, o meu caso foi bem mais complexo, me deu bastante dor de cabeça e por pouco não tive que cancelar a viagem.

Para brasileiros é tudo muito simples. Para estrangeiros residentes também. Mas, no meu caso, que sou estrangeira residente com igualdade de direitos, não.

Por quê?

Por conta da minha igualdade de direitos, não tenho mais uma RNE como os demais estrangeiros e sim uma identidade igual a de qualquer brasileiro, mas que tem uma indicação de que tal documento me foi concedido por uma determinada Portaria Ministerial. Pronto, aí começou a confusão!

A funcionária do consulado disse que queria a minha RNE (que eu não tenho mais, pois ao trocar de documento, ela ficou com a Polícia Federal).

Depois, então, ela queria o meu Certificado de Igualdade de Direitos, que obviamente eu não fazia ideia de onde estava, visto que já o tinha há mais de 10 anos.

Apresentei a ela tudo quanto foi documento, até título de eleitor (que só é dado a brasileiros ou para quem tem a igualdade, o que é o meu caso). Nada ela aceitava!

Resumo da história: liguei para um despachante de São Paulo especializado em China, que averiguou para mim e recebeu uma informação de que esse documento não era solicitado por lá, já que na minha identidade havia a tal Portaria Ministerial que me concedeu a Igualdade de Direitos.

Foi então que percebi que não adiantaria mais tentar pedir o visto pessoalmente. Numa última tentativa, contratei uma empresa especializada em tirar vistos, a Visa Mundo,  que foi a minha salvação, pois só eles, depois de muita conversa em quase 2 semanas, conseguiram resolver o meu caso, que, aliás, era inédito.

Aproveito aqui para agradecer a gerente Tatiana que foi super persistente. Super recomendo os serviços deles.

roteiro China

Bom, dramas à parte, em geral não é complicado conseguir o visto para China. Meu marido e amigos que viajaram comigo conseguiram de imediato, sem complicações.

Só fica a dica para os estrangeiros residentes, que devem apresentar o original do RNE e para quem tem a Igualdade de Direitos, melhor levar logo o Certificado, assim, evita ter que ir lá duas vezes, caso peçam.

Não deixe de ler todas as nossas dicas da China publicadas aqui no blog.

E atenção, as regras sobre vistos volta e meia mudam, por isso, antes de qualquer coisa, informe-se junto ao consulado se nada foi alterado.

Boa viagem!

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

 

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelchios de internet
Seguro viagem
ingressos e passeiospassagens aéreas mais baratas

51 COMENTÁRIOS

  1. Olá,

    Como devo proceder se vou para a China com uma excursão e não possuo os voucher dos hotéis?
    Será que o recibo de pagamento e o roteiro da viagem são suficientes?

    Obrigada e parabéns pelo site!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here