10 dicas da Nova Zelândia para quem vai a primeira vez

Hoje trazemos pra vocês 10 dicas da Nova Zelândia, país que, você vai ver, entrará para sua lista de prioridades! Com paisagens que vão desde praias maravilhosas a montanhas e neve, a Nova Zelândia é um destino que encanta principalmente aos amantes da natureza e esportes radicais.

O país é dividido em duas grandes principais ilhas: a do norte é a mais populosa e é onde você encontra as praias e atrações mais quentes e a do sul é onde as montanhas geladas predominam.

A Nova Zelândia é pequena, mas a infinidade de atrações faz com que o ideal seja passar pelo menos 15 dias no país. Lembrando que as atividades e passeios são mais ligadas à natureza e não ao urbanismo. Apesar de as capitais terem uma vida urbana bacana, esse não deve ser o foco da viagem, reserve isso para outro destino.

Agora confira nossas 10 dicas da Nova Zelândia para quem vai a primeira vez

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%


Dicas da Nova Zelândia

1. Qual é a melhor época para visitar a Nova Zelândia?

Igual ao Brasil, a Nova Zelândia é um país que fica ao sul do planeta, então, as estações são as mesmas daqui. Como é um país onde as atividades ao ar livre predominam, o verão é a melhor época e também a mais concorrida. Se quiser economizar e fugir da muvuca, prefira ir na primavera quando ainda tem um calorzinho.

primavera na Nova Zelândia

2. Como chegar na Nova Zelândia?

Não se engane se pensar que “é muito longe”, pois hoje em dia está cada vez mais fácil ir para lá. Há uma conexão direta, por exemplo, de Buenos Aires, que dura cerca de 13 horas, que é praticamente o mesmo que ir para a Europa ou Califórnia. Aposto que por essa você não esperava!

É a companhia aérea Air New Zealand que tem voos diretos para Nova Zelândia (partindo de Buenos Aires) e a LATAM tem voos de Santiago do Chile. Logo, para quem embarca aqui no Brasil, necessariamente terá que fazer uma conexão em uma dessas cidades e, então, seguir viagem até o país.

Outra opção é voar até Los Angeles, nos EUA, e de lá pegar um voo para o país.

nova zelândia dicas

E, um detalhe: quem vai a turismo não precisa de visto para entrar.

3. Como se locomover na Nova Zelândia?

A Nova Zelândia é um país pequeno, quase do tamanho do Rio Grande do Sul, portanto, a locomoção não é complicada e um voo interno leva no máximo duas horas.

As estradas são belíssimas e há hospedagem aos montes pelas rodovias, então, se você puder, alugue um carro. Por ser um país colonizado pelos ingleses, as estradas são de mão inglesa, o que pode confundir um pouco, fique atento!

Dá pra rodar o país de ônibus também e duas empresas oferecem opções bem bacanas: a Naked Bus tem tickets por 269 dólares neozelandeses que te permitem parar nos dez principais destinos do país; e a Kiwi Experience tem um passe com validade de um ano que você pode usar pra qualquer lugar, desde que não repita o trecho.

E tem a opção de transporte por trem pela empresa Kiwirail Scenic.

4. Quanto tempo é necessário para visitar a Nova Zelândia?

Isso é bem pessoal, mas eu diria que se for fazer apenas um roteiro básico, entre 7 e 10 dias, mas se quiser conhecer um pouco mais – e vale a pena! – pelo menos uns 15 dias.

SÓ HOJE 25% DE DESCONTO NO SEU CHIP DE CELULAR INTERNACIONAL

Que tal chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom RIPHERO quando for fechar o pagamento para ganhar 25% de desconto (somente hoje)Compre aqui!

5. O que fazer na Nova Zelândia?

  • Na ilha norte

Hobbiton

Não sei vocês, mas eu era fã de Senhor dos Anéis. Você sabia que toda a trilogia foi gravada na Nova Zelândia? Já pensou poder ver todas aquelas paisagens pessoalmente?

Pois isso é possível!

Nova Zelândia ficou tão famosa por conta do filme que existem tours especializados em te levar para os locais onde as filmagens ocorreram, distribuídos por todo o país.

Além das paisagens naturais, há um set em especial da ilha norte, que é destaque: Hobbiton, o famoso Condado dos Hobbits. Após o término das gravações de O Hobbit, a cidadezinha não foi desmontada, ficando aberta para visitação.

roteiro nova zelândia - hobbiton

Auckland

É a maior cidade do país e não pode ficar de fora das dicas da Nova Zelândia. Com um centro urbano ótimo para se fazer compras, tem também muitas opções de passeios naturais – claro, afinal estamos falando de Nova Zelândia!

dicas da Nova Zelândia

Auckland é uma região cheia de vulcões extintos e dormentes, fazendo com que piscinas de lama e gêiseres (zonas de erupção vulcânica de onde são lançados jorros de água quente e vapor) sejam encontramos nessa região.

nova zelândia roteiros

Você pode pegar a balsa e ir até o cume de Rangitoto, uma ilha vulcânica, ou caminhar até o topo do Mount Eden, que dá uma vista panorâmica da cidade. O Dolphin Explorer de Auckland faz safáris ecológicos para observação de mamíferos marinhos, como golfinhos e baleias. Tem também o Kelly Tarlton’s Antarctic Encounter & Underwater World que pode realizar seu sonho de se aproximar de tubarões (e pinguins também, para os mais medrosos).

Waitomo Caves

São as cavernas dos vermes brilhantes, localizadas em Waitomo, a três horas de Auckland de ônibus. Os vermes são bichinhos de luz azul que ficam fluorescentes na escuridão. São três cavernas que podem ser visitadas todas em um único dia: a Waitomo Glowworm, Ruakuri e Aranui.

caverna dos vermes brihlantes

Rotorua

É uma cidade pequena onde você pode vivenciar a Cultura Maori. Há uma vila ainda ativa dentro da cidade, chamada Ohinemutu, onde dá pra visitar um templo e algumas casas de reunião esculpidas com a arte desse povo.

rotorua

Se você quiser assistir uma apresentação da tradicional dança Maori, a Haka, vá até Te PuiaMitai Village ou Tamaki Village e, de quebra, ainda pode comer um prato típico.

Pra quem não conhece, a dança Haka é uma dança de guerra que tem características marcantes. Os homens batem os pés no chão muito forte, enquanto cantam e fazem caretas bem expressivas. A intenção das caretas é justamente assustar os inimigos e a coreografia demonstra unidade e força do grupo. A dança Haka é tão presente na Nova Zelândia que até o time de hugby neozelandês All Blacks costuma apresentá-la antes dos jogos.

o que fazer na Nova Zelândia

Wellington

É a capital da Nova Zelândia. Aconchegante e pequena, porém agitada, Wellington é conhecida por ter muitos bares e restaurantes e ser um bom local para desfrutar da gastronomia local, de forte influência britânica e que inclui muitos frutos do mar.

É em Wellington que você encontra: o museu interativo Te Papa; a catedral feita de madeiras nativas St Paul’s; um vale (Zealandia: A Karori Sanctuary Experience) que abriga os famosos animais neozelandeses kiwi (um tipo de pássaro) e a tuatara (um réptil); e o jardim botânico Otari-Wilton’s Bush.

o que visitar na Nova Zelândia

  • Ilha Sul

Fiorde Milford Sound

Situado no Fiordland National Park, Milford Sound é o fiorde mais visitado, justamente por ser um dos mais acessíveis entre os mais de 10 fiordes do parque. Seu acesso se dá por uma rodovia e há tours diários partindo de Queenstown. A vila de Milford Sound tem infraestrutura para caso queira pernoitar no local e aproveitar mais essa maravilha da Nova Zelândia.

fiordes na nova zelândia

Queenstown

Capital neozelandesa dos esportes radicais: essa é Queenstown. É uma cidade pequena e bastante turística, onde você pode praticar Bungee Jump, rapel, escalada, asa-delta, paraquedismo, entre outros.

esportes radicais na nova zelândia

As montanhas ao redor da cidade se tornam concorridas no inverno por conta das atividades nas estações de esqui, mas não se preocupe: se você for mais pacato, Queenstown tem atividades para todos os gostos. Passe nas lojinhas de turismo, pegue as infinidades de folhetos e escolha o melhor pra você.

dicas da nova zelândia

Mount Cook

Situada dentro do Mount Cook National Park (que pode ser chamado também de Aoraki National Park) é a montanha mais alta da Nova Zelândia e um excelente local para observação das estrelas, devido ao seu afastamento da cidade. Ótima para escaldada, a montanha também tem atrações para quem quer fazer só uma trilha básica e observar a paisagem.

maior montanha da Nova Zelandia - 10 dicas da Nova Zelândia para quem vai a primeira vez

Dunedin

Fugindo um pouco dos atrativos naturais, ao sul é possível encontrar a cidade de Dunedin, onde as arquiteturas góticas e vitorianas predominam. Faça visitas aos castelos e às casas antigas e aprecie o design da época. Antigas cervejarias, como a Speight’s Brewery também são encontradas na região.

dunedin

6. E para fugir do básico?

Localizadas na Península de Coromandel, ilha norte, estão duas praias que chamam a atenção. A Cathedral Cove é uma delas: uma praia belíssima de águas azuis e transparentes e areia branca. O nome é devido a um arco de rocha natural que fica bem no meio da praia, como se a dividindo em duas, e o formato lembra o teto de uma igreja. Para chegar até lá, é preciso estacionar o carro e percorrer uma trilhazinha de cerca de 40 minutos do local onde se estacionam os veículos.

A outra é a Hot Water Beach. Devido às erupções vulcânicas da ilha, essa praia tem águas quentes! Dependendo da maré, é possível ver a fumaça dos gêiseres brotando da areia.

7. Dá para fazer uma viagem barata para a Nova Zelândia?

As grandes atrações naturais são de graça, mas os esportes radicais e a locomoção pelo país geralmente aumentam bastante o custo da viagem. E, também, começa com a passagem aérea pra lá, que não é uma viagem barata.

O bom é que o dólar neozelandês vale menos que o americano, então, se você se planejar e ficar sempre de olho em promoções de voos, pode ser que nem fique tão cara assim. 😉

Uma dica pra economizar é comprar comida nos mercados locais ao invés de jantar nos restaurantes todos os dias e outra é procurar ficar em hostels, que são ótimos em todo o país.

8. É seguro viajar pela Nova Zelândia?

Sim! A Nova Zelândia é considerado um dos países mais seguros do mundo – ocupa a quarta posição, segundo o Global Peace Index 2016, realizado pelo Instituto de Economia e Paz (IEP), além de ocupar o nono lugar em relação ao Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

dicas da Nova Zelândia

9. Os neozelandeses são receptivos?

De forma geral, sim. A própria cultura do país é bem mista (nativos maori, europeus, asiáticos e pessoas da ilhas do pacífico); então, eles estão acostumados com diversidade. Não se preocupe que a recepção será amigável.

10. E para saber mais?

O site www.newzealand.com/br tem dicas de itinerários, passeios e muitas informações detalhadas em português.

Há também vários blogs excelentes de uma galera que já visitou ou morou na Nova Zelândia e lá você encontra bastante dicas. Alguns exemplos são: Vida Cigana, Viajoteca e Viajo Logo Existo, entre outros.

E aí, gostou das nossas dicas da Nova Zelândia?

O país é lindíssimo e, mesmo sendo tão longe, acho que deveria fazer dos seus planos futuros. Pense nisso!

Boa viagem!

* Texto de Luciana Console

Fotos: divulgação e Shutterstock

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotel Seguro viagem chios de internetingressos e passeios guias de viagempassagens aéreas mais baratas Guia de viagem turista profissional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here