10 dicas de Barbados para quem vai pela primeira vez

Barbados foi o destino que escolhemos para que a nossa filha, então com 10 meses, conhecesse a praia pela primeira vez e, definitivamente, foi uma ótima escolha!

Esta ilha caribenha de água azul esverdeada tem algumas daquelas paisagens que sempre idealizamos quando pensamos em Caribe.

Ela é linda, super turística, mas, apesar disso, ainda tem uma atmosfera muito natural e autêntica.

Então, se está começando a pensar em um roteiro de viagem para este paraíso, confira aqui 10 dicas de Barbados que poderão te ajudar no seu planejamento.

Dicas de Barbados

1. Qual a melhor época do ano para visitar Barbados?

Qualquer época do ano, pois a temperatura média gira entre os 23º e 28º durante todos os meses. O dito mês mais chuvoso é julho (mas geralmente são chuvas num dado momento do dia e logo passa).

A alta temporada acontece de metade de dezembro até a metade de abril, quando os preços podem estar um pouco mais altos.

praias de Barbados

2. Como chegar em Barbados?

Do Brasil, apenas a Gol tem voo direto para lá, partindo do aeroporto de Guarulhos (São Paulo). Ele sai sempre aos sábados (chega lá no fim da tarde) e retorna no domingo de manhã, o que te “obriga” a ficar uma semana na ilha.

Além disso, você pode optar por viajar, por exemplo, até os EUA e de lá pegar uma conexão até  Barbados, mas provavelmente vai ficar mais caro, além das muitas horas a mais de viagem.

vista aérea de Barbados

3. É preciso visto ou vacina?

Visto não, mas vacina sim, a da Febre Amarela e, atenção: eles pedem mesmo para ver o Certificado Internacional de Vacinação, por isso, melhor nem arriscar ir sem ele.

4. Como ir do aeroporto para qualquer parte da ilha?

Se você não tiver um transfer contratado ou não alugou um carro, o ideal é mesmo o táxi, que é tabelado, então, não se corre o risco de ser enrolado na tarifa. Logo na saída do desembarque há uma tabela com os preços para diferentes partes da ilha, assim, você já fica com uma ideia. Quando você chega do lado de fora, há uma espécie de guichê que diz para qual hotel vai e o atendente te informa o valor e te dá um papel, com este valor, que deverá ser entregue ao motorista.

Conosco aconteceu algo estranho (mas não é a regra geral): o valor até o nosso hotel era de 34 dólares barbadianos (US$ 17) e demos uma nota de 50 para pagar, mas o motorista “se fez de morto” e já estava indo embora sem dar o troco. Meu marido foi lá falar e ele disse que “pensou” que era a gorjeta. Então, sempre fique de olho!

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


5. Locomoção em Barbados: alugar carro/moto, táxi ou ônibus?

Em Barbados, a direção é em mão inglesa, então eu confesso que não tive coragem de alugar um carro (há quem prefira moto) para passear por lá, embora eu sei que teria sido sido muito bom, pois nos daria muita mais liberdade de ação. Por outro lado, a ilha não é assim tão grande e muita coisa é possível fazer de táxi sem ir a falência (o preço é fixo, então, pergunte antes de pegar), além, é claro, do bom e velho ônibus.

Nós usamos muito táxi, contratamos alguns passeios que já incluíam o transporte e também pegamos os 3 transportes públicos mais populares entre os barbadianos: ônibus, micro-ônibus e até van. Em alguns momentos a experiência foi bem “antropológica”, confesso! 🙂

Em geral, os ônibus rodam no sentido norte/sul e é bem fácil se localizar. Na dúvida, peça ajuda ao motorista que ele te deixa no lugar desejado.

como chegar Barbados

o que fazer em Barbados

6. Quanto tempo é necessário para conhecer a ilha?

Acho que uma semana é tempo suficiente para conhecer toda a ilha com calma e ainda poder dar uma relaxada.

pôr do sol em Barbados

7. Qual é a moeda de Barbados e o melhor lugar para fazer câmbio?

Eles usam o dólar barbadiano e a boa notícia é que o câmbio é fixo há anos. Um dólar americano vale dois dólares barbadianos em qualquer lugar, não tem variação cambial e em várias partes eles aceitam o pagamento direto em dólares.

Nós levamos dólares e euros. Com os dólares foi tranquilíssimo, já com os euros não era em qualquer lugar que conseguíamos trocar, então, se puder, privilegie levar o dólar americano. E se quiser já trocar o dinheiro no aeroporto, pode fazer, pois, como eu disse, o valor é igual na ilha toda.

8. Quais são as principais atrações turísticas de Barbados?

Como se trata de uma ilha caribenha, não preciso nem dizer que as praias são o que Barbados tem de melhor a oferecer, né?!

Entre as melhores praias de Barbados, no meu top 10 eu acho que estão a Carlisle Bay, Accra Beach, Dover Beach, Mullins Bay, Enterprise/Miami Beach, Crane Beach, Bathsheba, Cattlewash, Sandy Beach e North Point.

atrações de Barbados

Bom, mas além disso existem alguns passeios que eu acho que você tem que tentar fazer. São eles:

  • passeio de submarino;
  • passeio de barco com snorkel com as tartarugas;
  • Harrison’s Cave;
  • o mercado de Peixes de Oistins (sexta e sábado à noite);
  • Concorde Experience (infelizmente não conseguimos fazer esse 🙁 );
  • visitar a fábrica do rum Mount Gay;
  • passeio ao redor da ilha (espécie de ilha tour, caso não tenha alugado um carro);

dicas Barbados

o que visitar em Barbados

turista profissional

9. Qual o preço médio da alimentação?

Claro que isso é super relativo, pois vai depender do padrão de restaurante que você irá escolher, mas, de um modo geral, como acontece na maioria das ilhas, a alimentação é um item mais caro que a média de outros lugares. Então, anotamos alguns valores médios apenas para que você tenha uma noção de valores (lembrando que basta dividir por dois para se ter o valor em dólar):

  • um prato econômico: 35 Bds$
  • Coca-Cola: 2 Bds$
  • água: 1 Bds$
  • cerveja: 3 Bds$
  • sanduíche: 16 Bds$
  • fast-food (combo): 16 Bds$

o que comer em barbados

10. Onde se hospedar em Barbados?

Outra questão relativa, mas vamos lá!

A West Cost (parte sul), em especial, a região da St. Lawrence Gap é ideal para quem não vai alugar carro (foi onde ficamos nos primeiros 4 dias) e nem quer gastar muito. Ali você consegue unir praia e night na própria Gap ou em Oinstin, que é pertinho.

Algumas boas opções de hotéis são: o Divi South Winds, o Yellow Bird, o South Gap, o RostrevorInfinity on the Beach, o Dover Beach Hotel e o Time Out, o qual foi a nossa escolha (e tinha café, simples, mas tinha).

Tenha em mente que a maioria dos hotéis em Barbados tem uma pequena cozinha e não servem café da manhã, pois funcionam como uma espécie de apart-hotel.

Já na parte norte da West Cost (acima da capital) você encontra vários all-inclusives e hotéis de padrão superior. Nos nossos últimos dias nós ficamos nessa parte da ilha, no Waves Resort (post review), mas outras opções são a pousada Annabelle’s ou Treasure Beach.

dicas de BarbadosVaranda do Waves Resort em frente à praia exclusiva

Outra região bacana para quem quer ficar pertinho de praia, comércio, restaurantes e com preços moderados é em Rockley/Accra. Ali as boas opções ficam por conta do Accra Beach Hotel, do Blue Horizon, do Pirate’s Inn e do South Beach.

E já coladinho em Bridgetown (a capital) vale a pena conferir 0 Coconut Court, o Courtyard Bridgetown e o Hilton Barbados.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Que tal já chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e receba o seu chip em casa com frete grátisCompre aqui


Já para os amantes do surf, o ideal é ficar na East Cost, voltada para o Oceano Atlântico, em especial em Bathsheba, mas só considere essa região se estiver de carro e/ou se pretende surfar, pois é a área mais isolada da ilha e com menos opções de comércio e restaurantes. Digamos que é uma parte mais “selvagem” de Barbados (e linda!).

E então, animado para viajar agora que sabem o que visitar em Barbados?!

Mas antes não deixe de conferir ainda todas as outras dicas de Barbados que já temos publicadas aqui no blog, ok?!

Boa viagem!

O Turista Profissional viajou com o apoio do Visite Barbados.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here