15 dicas de Dublin: tudo o que você precisa saber!

Atualizado em 12/02/2019

Procurando por dicas de Dublin, a capital da Irlanda?! Aqui vamos te dar várias delas!

A Irlanda é conhecida como a Ilha Esmeralda, por conta das paisagens lindíssimas onde o verde predomina. O mascote do país é inclusive um duende chamado de Leprechaun, cuja roupagem é também verdinha.

A união de cultura, arte, natureza, modernidade, diversidade e qualidade de vida fazem de Dublin um lugar que precisa estar na sua lista de cidades europeias a se visitar.

Nós tivemos a oportunidade de morar lá por um tempinho, quando fizemos o nosso intercâmbio em Dublin e amamos. Já tínhamos ido uma vez a passeio e depois de uns anos voltamos para essa temporada de estudos.  

Se você sonha em conhecer este super destino, confira aqui as principais dicas de Dublin para começar a organizar a sua viagem.

Dublin: dicas práticas!

dicas de Dublin
Mesmo no inverno tivemos lindos dias de sol em Dublin!

Como chegar em Dublin?

Para chegar à capital Irlandesa vindo do Brasil é necessário fazer conexão nas principais cidades europeias, geralmente com as companhias Lufthansa, Air France, KLM, TAP ou British Airways.

Depois, pega-se alguma companhia local. A mais comum é a própria irlandesa Aer Lingus.

 

Mas, como tudo por lá é pertinho, chegando no Velho Continente, a ida para Dublin é rápida.

Se você estiver na Inglaterra, ainda existe a opção de ir de trem e pegar um ferry para atravessar para a ilha irlandesa. O ferryboat parte da cidade de Holyhead, no Reino Unido, e leva diretamente até o porto de Dublin.

Agora, se já estiver na Irlanda e quiser chegar à capital, é possível fazer isso de ônibus e também de trem. Lembrando que a Irlanda é pequena e um trajeto de ônibus do extremo leste ao oeste (onde está Dublin) dura cerca de três horas somente.

aeroporto de Dublin

Como ir do aeroporto ao centro de Dublin?

Distante cerca de 10 km do centro, é fácil sair do Aeroporto Internacional de Dublin. Há diversos ônibus (chamados aircoach) que saem dos terminais 1 e 2 e vão direto a ruas famosas do centro da cidade, como a O’Connell Street.

Existem também ônibus normais, o Dublin Bus, que fazem paradas em pontos pela cidade.

Mas, fora o transporte público, existe sempre a opção de táxi e uber ou até mesmo um transfer contratado.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Chip de viagemQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 210 países, e de voz para EUA, México, Canadá e Europa. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe o frete grátis

COMPRE SEU CHIP AQUI!

 

Documentos necessários para viajar para Dublin

A regra de documentação para brasileiros que vão ao país segue aquela básica e bem comum em muitos países da Europa: não precisa de visto para quem for ficar até no máximo 90 dias. É o chamado carimbo de turismo.

Porém, além de um passaporte válido por até seis meses após a viagem (para garantir que não vai vencer durante sua estadia), é bom levar o comprovante de hospedagem (ou uma carta convite), comprovante de que tenha condições financeiras de ficar o período pretendido, seguro viagem (sempre!) e a passagem de volta.

documentos de viagem

Tudo isso talvez nem seja pedido na imigração, mas leve com você para mostrar que é um bom viajante e pretende retornar ao seu país de origem. Só para constar, nas duas vezes que fomos pediram para ver a reserva da hospedagem.

Que moeda levar para Dublin?

Dublin é a capital irlandesa e a Irlanda faz parte da União Europeia, portanto, euro é a moeda oficial do país. Porém, fique atento caso dê uma passadinha na Irlanda do Norte. Essa outra Irlanda trabalha com Libra Esterlina.

viagem para Dublin
Esculturas que encontramos pelas ruas de Dublin: tem várias pela cidade toda!

Como é o clima de Dublin?

Sabe o famoso clima londrino de dias nublados, pessoas com casacos e um chuvisco de leve? A Irlanda é bem parecida e esse é o clima padrão do ano inteiro.

A Irlanda sofre influência do Oceano Atlântico no clima, então, as temperaturas não são extremas iguais a outros países europeus, o que confere também uma certa estabilidade no clima.

Pode-se considerar uma média de 10ºC, o que pode ser bem frio pra muitos brasileiros! Mesmo assim, Dublin acaba sendo um pouco menos fria que outras cidades, como Galway, por exemplo, talvez por conta da proximidade com o continente europeu.

Mesmo durante o verão, quando é oficialmente o “ápice” do calor, os brasileiros acostumados com climas mais quentes vão sentir estranheza, já que o verão irlandês não se parece em nada com verão que estamos acostumados. É como se fosse um inverno mais leve pra gente, e os casacos nunca são abandonados.

A vantagem é que, quando o sol dá as caras, todos saem às ruas e se espalham por praças e gramados para aproveitar a raridade. Outra vantagem do verão é que os dias são mais longos e escurece por volta das 22h!

dicas de dublin

Já no inverno, além de dias mais curtos, com o sol começando a ir embora lá pelas 16h, é mais frio. A neve aparece às vezes, mas a chuva é mais constante e ‘para todos os lados’ por causa do vento. Então, vá com roupas apropriadas, capa de chuva e guarda-chuva.

Uma das dicas de Dublin é ter sempre uma bota impermeável ou um tênis mais resistente. Por conta das chuva que é presente o ano todo, você não vai querer andar com os pés úmidos por aí, né? 

Pelas ruas de Dublin

Melhor época para visitar Dublin

O verão (meses de junho a agosto) é o mais indicado por conta do sol se pôr bem mais tarde. É quase o dia inteiro de luz natural já que o astro rei só vai embora por volta das 10 horas da noite.

O clima também é mais ameno durante o verão. A desvantagem é ser temporada de férias e tudo estar mais cheio e mais caro.

Caso queira fugir disso, outras boas dicas de Dublin é procurar ir durante a primavera ou o outono, pois assim as temperaturas ainda estão mais amena, mas a muvuca já vai ter passado.

O que fazer em Dublin

Quanto tempo é necessário para visitar Dublin?

Em dois dias é possível conhecer rapidamente os principais pontos turísticos de Dublin. Até mesmo um dia inteiro de bate e volta, caso essa seja a sua única opção, vale a pena.

Mas o bacana mesmo é ficar pelo menos 4 dias na capital irlandesa para conseguir fazer as coisas com calma e curtir a vibe da cidade.

O que fazer em Dublin

O que visitar em Dublin?

Uma das nossas principais dicas de Dublin é não deixar a região do Temple Bar ficar fora da sua lista, principalmente o próprio pub com este mesmo nome.

Trinity College também é um dos destaques da cidade, assim como a sua antiga biblioteca.

Trinitty College em Dublin

Tem também a Guinness Storehouse, a Saint Patrick’s Cathedral, o Museu Viking Dublinia, o Castelo de Dublin, Rio Liffey e a ponte Ha’penny

Pubs na Irlanda

Castelo de Dublin
Interior do Castelo de Dublin

Catedral de Saint Patrick em Dublin - 15 dicas de Dublin: tudo o que você precisa saber!

O museu Kilmainham Gaol, Phoenix Park, Parlamento Lenister House, National Museum of Ireland – Archaeology, O’Connell Street  e The Brazen Head (o pub mais antigo de Dublin) também devem estar na sua listinha.

Onde ficar em Dublin?

Primeiramente, é preciso entender que Dublin é uma cidade dividida em regiões numeradas (D1, D2, etc), onde números ímpares ficam ao norte do Rio Liffey e números pares ficam ao sul.

D2 (Dublin 2) é onde está localizada a região do Temple Bar, ótima para quem curte o agito da noite, mas quem quiser fugir do barulho é só pegar uma acomodação nas ruas mais paralelas aos bares. Como também fica do lado do centro da cidade, é boa para fazer os passeios a pé. Então, uma das dicas de Dublin é ficar nesta região, que é um dos melhores bairros no sentido de localização, segurança e facilidade de acesso aos lugares.

Próximo ao Temple Bar fica o centro da cidade, em Dublin 1. Região bem localizada e com ótimas opções de transporte público, porém, um pouco mais “feia” que as demais e escura e vazia durante à noite.

Outro bairro vizinho ao Temple Bar é o St Stephen’s Green, localizado em D2. É uma região com ruas largas e comerciais, que são um meio termo entre o agito do Temple Bar e o vazio do centro.

Neste bairro fica a Grafton Street, que é conhecida por ser uma região mais cara. Apesar disso, uma vez ficamos lá, no Grafton Capital Hotel, que era super bem localizado, confortável e não foi nada caro.

onde ficar em Dublin

Pesquise aqui outras opções de hospedagem em Dublin

O que comer em Dublin?

Fish and Chips você vai ver por todo o lugar e uma das dicas de Dublin, se você não for vegetariano, é pedir um sempre que bater uma fominha e tiver dúvidas no que comer (é o famoso prato de peixe frito com batata, muito saboroso).

O que comer em Dublin

Outra coisa comum é o café da manhã deles, que pra gente mais parece um almoço/jantar já que conta com ovo, bacon, torradas e feijão.

Tem também um prato chamado Stew, que é uma espécie de ensopado de carne, cebola, cenoura, alho, batata e alguns vegetais.

comida irlandesa

Fora isso, lanches, café e chá também são facilmente encontrados em qualquer estabelecimento gastronômico pelas ruas de Dublin!

O café irlandês, apesar de não ser uma comida, tem que entrar na lista. Ele é feito com uísque irlandês, açúcar e chantilly.

Preços e melhor maneira para se locomover  em Dublin

Dependendo de onde você se hospedar, a pé será o melhor modo de locomoção. Tirando isso, o transporte público em Dublin funciona muito bem e é uma maneira ótima de perambular pela cidade. É composto pelos ônibus e o metrô de superfície (conhecido como Luas).

passeios em Dublin
O bom de Dublin é que dá para visitar quase tudo a pé

Se for utilizar bastante o transporte, é bacana adquirir o Leap Card, que é um cartão recarregável (tipo o bilhete único de São Paulo) para usar no pagamento das passagens.

Os ônibus (Dublin Bus) podem ser de dois andares (bom pra quem quiser aproveitar e admirar a cidade) e são acessíveis para deficientes e idosos. Os pontos possuem painéis digitais com as linhas e o tempo de chegada do ônibus, o que facilita bastante.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


Não existe cobrador, então, se você não tiver o cartão, tem que pagar ao motorista e precisa ser o valor exato e em moedas. Caso haja troco, ele te dá um papel pra você retirar depois na sede da empresa e o valor da passagem varia de acordo com a distância.

Até 3 paradas, com o Leap Card o valor fica €1,55 e em dinheiro é €2,15. De 4 a 13 paradas, com o Leap Card o valor fica €2,25 e em dinheiro é €3. Para trechos superiores a 13 paradas, com o Leap Card fica €2,50 e em dinheiro é €3,30.

Já o Luas se parece com um metrô, só que de superfície. Ele também passa em pontos específicos pela cidade e o ticket é comprado no próprio ponto, em máquinas instaladas lá.

Caso tenha o Leap Card, é só validá-lo nas máquinas ao invés de comprar a passagem. Ele é igual um metrô mesmo, então, as portas vão se abrir, você entra e pronto.

Transporte em Dublin

Dá pra entrar sem pagar já que não tem “cobrador nem motorista”? Dá, mas é arriscado, pois fiscais entram aleatoriamente e podem pedir o seu ticket para verificar se você pagou.

O valor mais caro que você vai pagar no Lua é €2,40, que é a distância de 5 zonas para cima.

Compras em Dublin

Uma loja muito famosa para compras em toda a Europa é a Penneys, que só tem esse nome na Irlanda, pois no resto da Europa ela é chamada de Primark.

Então, a dica de Dublin é dar uma passadinha em uma das filiais espalhadas pela cidade e aproveitar os preços baratíssimos para comprar roupas, calçados e acessórios. Muitos itens são encontrados facilmente por menos de €10.

O Ha’Penny Flea Market é indicado para compras mais ao estilo feira. A região do Temple Bar também é bacana, principalmente para quem busca souvenirs e produtos típicos irlandeses, o lugar está cheio de lojinhas deste tipo.

souveniers em Dublin

A Grafton Street é uma rua boa também para compras, cheia de comércio e perto da Henry Street, outra rua indicada para comprinhas.

Quais são os melhores pubs em Dublin?

Com certeza só de caminhar na região do Temple Bar você vai encontrar pubs maravilhosos e muitos deles históricos! O próprio pub de nome The Temple Bar fica ali mesmo.

O pub de esquina de paredes vermelhas é ponto turístico em Dublin e conta com a tradicional música irlandesa ao vivo (outros estilos também) e diversas opções de cerveja.

pubs irlandeses

O The Church é um pub interessante de se conhecer, já que o local é uma antiga igreja transformada em um pub com o ambiente ainda decorado como de um espaço religioso. Imagina só!

Outro pub que não pode faltar na lista é o The Brazen Head, que dizem ter sido o primeiro na cidade, datado do século XII e com as características medievais originais mantidas.

dicas de Dublin

O’Donoghe’s é um pub de 1934 e ótimo para beber e curtir música irlandesa e tem também o The Stag’s Head que até 1840 abrigava uma taberna.

Quais são os melhores passeios bate e volta  a partir de Dublin?

A Irlanda em si é um país pequeno. É possível atravessá-lo de leste a oeste em apenas 3 horas de ônibus, então, opções de bate e volta de Dublin é o que não faltam!

E na lista está incluso até mesmo o famoso Cliffs of Moher, localizado justamente no extremo oposto do país, na cidade de Galway. A viagem é cansativa, mas é super possível de fazer em um bate e volta, principalmente se você não tem tempo para se hospedar por lá e quer muito conhecer o lugar, pois vale a pena. Foi o que fizemos!

Leia também:

vista dos cliffs of moher

De Dublin também é possível fazer um tour até a Irlanda do Norte para visitar Belfast ou outra atração turística famosa: o Giant’s Causeway. Também um bate e volta longo e cansativo de um dia inteiro, mas que vale a pena.

Fora estes, existem diversos tours temáticos, como por exemplo os com tours com foco na cultura celta irlandesa ou então nas belas paisagens naturais do país.

castelo arredores Dublin
Paisagem típica da Irlanda

Empresas de tours é o que não faltam na cidade e muitos fazem vários pontos interessantes juntos. A vila medieval de Kilkenny é um deles. Tem também a região de Wicklow, com paisagens lindíssimas; o Trim Castle, construído em 1173 e que teve aparições no filme Coração Valente; a tumba celta, mais antiga do que as pirâmides do Egito, Newgrange, e por aí vai.

 

Vantagens de fazer intercâmbio em Dublin

Uma das principais vantagens é o preço. Estudar inglês em Dublin tem sido mais barato do que ir a outros destinos mais conhecidos do globo e muitos brasileiros têm feito essa escolha.

A Irlanda em si possui ótimas escolas em diversas cidades. A Irlanda também é um dos poucos destinos onde se é possível trabalhar com um visto de estudante.

Apesar de o inglês irlandês ser um pouco difícil de entender, a hospitalidade compensa tudo. O irlandês é super atencioso, chegando a ser comparado aos brasileiros neste quesito.

A beleza natural do país também é um ponto de vantagem, junto com a qualidade de vida. A proximidade com outros países da Europa também acaba se tornando um atrativo a mais e Dublin é perfeita para isso, já que fica ali pertinho do restante do grande continente europeu.

Além de tudo isso, como Dublin é a capital e a maior cidade da Irlanda, a diversidade é muito grande, fazendo com que o destino seja o escolhido na Ilha da Esmeralda por muitos que querem estudar inglês.

intercâmbio barato

Com estas dicas de Dublin acho que ficou um pouco mais fácil organizar a viagem, não é?!

Boa viagem!

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here