Por: Turista Profissional - Atualizado em 10/05/2020

Este post com dicas de Seul é fundamental para quem pretende visitar a Coreia do Sul, porque Seul é a primeira cidade quando se pensa em turismo na Coreia do Sul.

Um dos motivos é porque ela é a capital e também a maior cidade do país, mas não só isso. A cidade é uma metrópole e, como todo grande centro urbano, quase nunca para!

No entanto, apesar de grande e cosmopolita, Seul é uma cidade muito segura e é bem tranquilo andar pelas madrugadas em suas ruas.

E, como muitas cidades asiáticas, em Seul você verá uma mistura de tradição com modernidade.

Foi lá que surgiu, por exemplo, o hit “Gangnam Style”, com um clipe gravado nas ruas do bairro e que fez enorme sucesso no Youtube, trazendo a cultura K-pop e Seul para a mira do mundo.

=> Importante: Seguro Viagem mais Barato (com desconto)

Gangnan em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Definitivamente, não era um destino que estava na nossa wish list, mas em uma viagem para a Ásia, se fizéssemos uma conexão lá, o nosso voo ficaria muuuuiiito mais barato, então pensamos: “já que temos que passar por lá, por que não aproveitar para conhecer?!”.

E assim passamos uma semana em Seul e não nos arrependemos, pois a cidade foi uma agradabilíssima surpresa!

Na época, quase não conseguimos encontrar dicas de Seul em português, pois praticamente ninguém tinha ido. Fomos na cara e na coragem e, detalhe, eu estava grávida e ainda levamos nossa filha de 2 anos junto, em pleno inverno coreano!

Então, já que ‘desbravamos’ a cidade, vamos compartilhar com vocês as nossas dicas, caso queira sair do lugar comum e conhecer um lugar diferente e bem legal!

Neste post vamos dar as seguintes dicas de Seul:

  • Como chegar a Seul?
  • Quais são os documentos necessários para viajar para Seul
  • Qual é a moeda usada na Coreia do Sul?
  • Como sair do aeroporto de Seul
  • Como é o clima em Seul?
  • Qual é a melhor época para viajar para Seul?
  • Quantos dias ficar em Seul?
  • Onde ficar em Seul?
  • Compras em Seul
  • O que e onde comer em Seul?
  • Preços e melhor maneira de se locomover em Seul
  • O que fazer em Seul?
  • O que visitar nos arredores de Seul
  • Dá para visitar a Coréia do Norte a partir de Seul?

Dicas de viagem para Seul

O que fazer em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Como chegar a Seul?

Seul fica na Coreia do Sul, continente asiático e, portanto, bem longe do Brasil. Tenha em mente que qualquer voo vai ter uma escala (ou mais), já que é impossível ir direto pra lá.

O aeroporto internacional de Seul fica a cerca de 55 km do centro cidade e se chama Incheon. Geralmente atendido pela cia Korean Airlines, que é parceira de outras cias, muito provavelmente você vai chegar por ele. Isso porque, na verdade, há outro aeroporto internacional chamado Gimpo, mas é menos movimentado.

Prepare-se para mais se 24 horas de viagem. É cansativo, mas olha, vale o esforço!

Confira => Passeios em Seul e arredores

Viagem para a Coreia do Sul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber
Bukchon Hanok Village

Quais são os documentos necessários para viajar para Seul

Para quem vai a turismo, não há necessidade de visto se o tempo máximo em Seul for de até 90 dias. Então, vá com o passaporte com data de validade de até pelo menos seis meses depois da viagem. Isso é meio que uma regra de segurança geral para qualquer viagem, assim como documentos que provem sua intenção de retorno ao Brasil.

É sempre bom garantir e levar comprovante de hospedagem, passagem de volta, seguro viagem e etc.

Outro item importante é a comprovação da vacina da febre amarela. Isso porque, no final de 2018, passou a ser obrigatório que qualquer pessoa que tenha passado pelo Brasil comprove que tomou a vacina. Pode ser que a regra mude a qualquer momento e essa exigência caia, mas na dúvida é bom garantir, né?

Agora, sobre o seguro viagem – que é também uma das dicas que sempre damos aqui -, apesar de não ser obrigatório para entrar no país, não viaje para Seul sem o serviço contratado.

Você não vai querer arriscar passar um perrengue do outro lado do mundo e não estar bem assegurado, né?!

O que visitar em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber
Palácio Gyeongbokgung

Qual é a moeda usada na Coréia do Sul?

A moeda do país é o won sul-coreano, então vai ser essa a moeda que você vai usar em Seul.

Leve dólares para serem trocados por wons nas casas de câmbio.

A dica de Seul é também levar cartão de crédito, inclusive porque há alguns lugares que não aceitam dinheiro e só trabalham com cartão, então tenha sempre um para esses casos.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR + 5% DE DESCONTO

Chip de viagem - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Que tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da American Chip tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 200 países. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe 5% de desconto

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Como sair do aeroporto de Seul

É bastante tranquilo ir para o centro de Seul com transporte público. Como o aeroporto fica longe da cidade, pegar um táxi pode sair bem caro.

Uma das melhores maneiras é usar o trem Airport Railroad Express (empresa AREX), que sai do aeroporto e vai direto para a Seoul Station, que fica no centro da capital.

Outra opção é pegar o All Stop Train, também da AREX, com a diferença que esse transporte faz paradas em outras estações, como se fosse um metrô.

A desvantagem é que ambos os transportes sobre trilhos não funcionam 24 horas, diferente dos ônibus, que acabam sendo a opção mais barata para quem chega de madrugada.

E não se preocupe com a segurança, pois Seul é uma cidade muito segura. É só ir à área de “Airport Bus Ticket”, verificar as rotas e comprar o bilhete dos ônibus, que são de ótima qualidade.

Nós pegamos o ônibus, que eles chamam lá de limousines. Verifique com o seu hotel se algum deles passa perto, pois esses ônibus (tipo executivos, muito bons) fazem a ligação do aeroporto com vários hotéis da cidade, mas cada rota vai para um determinado bairro.

No nosso caso, o ônibus parava na porta do hotel (o President, muito bom, aliás!), uma maravilha! Usamos na chegada e na saída, pois ele é super pontual.

como chegar em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

O táxi só é indicado para quem quiser o conforto de chegar após uma viagem cansativa e ser deixado diretamente na porta da acomodação, sem estresse. Se estiver com mais pessoas, pode ser que valha a pena, já que eles são caros. Procure pegar os táxis internacionais, que funcionam com preço tabelado e funcionários que falam inglês.

Como é o clima em Seul?

O clima em Seul varia bastante, mas as estações são bem definidas, o que facilita a vida do viajante.

Os meses de verão acontecem ao contrário do Brasil, ou seja, entre junho e agosto, e é um período de muito calor, bastante abafado.

Já o inverno, entre dezembro e fevereiro, é bastante frio, com neve e temperaturas abaixo de zero. Em quase todos os dias que estivemos lá (final de janeiro), enfrentamos temperaturas entre -8º e -14º. Usar roupas adequadas é fundamental.

As estações intermediárias são mais tranquilas, com temperaturas amenas, sem neve e com poucas chuvas.

Dica => Excursão a Seorak, Fortaleza e Buda Gigante

Pontos turisticos de Seul Coreia do Sul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber
The Korean War Memorial Hall

Qual é a melhor época para viajar para Seul?

A estação da primavera, entre abril e maio, é o período mais indicado para se visitar Seul.

Visitar a Coreia do Sul no outono também é uma das nossas dicas de Seul, principalmente porque nessas duas estações há menos turistas, menos muvuca e as temperaturas estão mais agradáveis.

A alta temporada acontece nos meses de junho a agosto, igual aos países europeus e, além de ser o período mais quente, há mais chances de chuva.

O inverno, como dissemos, é bem rigoroso, com temperaturas abaixo de zero; então, se você não curte frio, evite essa época.

Inverno em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Quantos dias ficar em Seul?

Uma quantidade de dias bacana para conseguir conhecer Seul é de 5 dias. Mesmo assim, pode ser que faltem algumas atrações e vivências na cidade. Então, se puder, fique mais dias para aproveitar a capital da Coreia do Sul (até porque não é um destino que geralmente se vá sempre, né?).

Acredite em mim: tem muito o que fazer em Seul e, além do mais, como a cidade é bem grande, muitas atrações ficam distantes umas das outras.

Nós ficamos 7 dias, sendo que um para chegar e outro para sair, então, na prática, organizamos um roteiro de 5 dias em Seul. Deu para conhecer a maior parte das coisas que planejei visitar, mas faltaram muitas outras. No entanto, foi tempo suficiente para adorar a cidade.

Dica => Ingresso de 1 dia com desconto para o Parque e Aquário Lotte World

o que ver em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber
Dongdaemun Design Plaza
Prefeitura de Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber
Vista do nosso quarto para a Prefeitura de Seul

Onde ficar em Seul?

Saber onde ficar em Seul foi um item que a princípio deu um nó na minha cabeça quando estava organizando a nossa viagem para a Coreia do Sul, pois Seul é uma cidade enorme e cara nesse quesito.

Depois de muito pesquisar, fiquei entre a região de Myeong-dong, onde cheguei a reservar um hotel, e Jung-Gu, que foi a nossa escolha final. As duas são uma ao lado da outra e bem centrais.

Por que optei por essa?

Consegui uma promoção no Hotel President, que era muito superior à minha opção anterior e ele tem um localização perfeita: fica em frente à prefeitura de Seul. Ele tem várias estações de metrô perto, muito comércio e ainda me permitiu visitar a pé várias das grandes atrações de Seul, como o Palácio Deoksugung.

Onde ficar em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Mas vamos às demais regiões. Quem gosta de agitação e facilidade pode tranquilamente ficar em Myeong-dong, considerado o centro mais famoso de Seul. Repleto de comércio, que praticamente não para, a desvantagem é o valor mais alto e a grande procura, ou seja, lotação. Reserve com antecedência.

Os estudantes geralmente ficam em Sinchon / Hongdae, que é conhecido, inclusive, por essa característica mesmo: ser um local frequentado por estudantes. Portanto, se procura bares e festas de jovens com valores acessíveis (estudante está sempre procurando economizar, né?) este é o point.

Ficar em Gangnam é recomendado para quem gosta de luxo, já que a região conta com lojas de grife e resorts, mas é uma parte da cidade mais afastada, então você pode acabar perdendo muito tempo em transporte.

Foi desta região que surgiu o famoso hit mundial Gangnam Style, lembra?

Pesquise outras opções de hospedagem em Seul aqui!

O que fazer em Seul?

Nem preciso dizer que há vários pontos turísticos em Seul, né?!

dicas de Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber
No Cheong-gye-cheon

Aqui vai uma lista das principais atrações da cidade, que vamos detalhamos no post sobre o que fazer em Seul.

  • Palácio Gyeongbokgung
  • Palácio Deoksung
  • Estátuas do Rei Sejong, o Grande, e super valentão Yi Sun-sin
  • Bukchon Hanok Village 
  • Região de Insadong
  • Portão Heunginjimun
  • Mercado de Gwangjang 
  • Dongdaemun Market
  • Dongdaemun Design Plaza
  • Córrego Cheong-gye-cheon 
  • Bairro Gangnam (visitar o WTC, COEX Mall e templo Bongeunsa)
  • Estação Central de Seul
  • Namdaemun Market 
  • Namsangol Hanok Village
  • N Seoul Tower 
  • The Korean War Memorial Hall
  • Lotte World (maior parque indoor do mundo)
  • bairro Myeongdong (compras e bom para ir de noite)

Leia também: Parques da Coreia do Sul

Seul com crianca - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber
No Lotte World

viagem para Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Compras em Seul

Seul é considerado um destino para compras; então, outra das boas dicas de Seul é aproveitar o comércio.

Na cidade onde a tecnologia rola solta, há diversos shoppings, mercados e lojas para você dar uma passada, começando pela famosa área comercial chamada Mercado Namdaemun.

Tem também a região de Myeong-dong, que é referência em moda, assim como Itaewon, que possui várias lojas do ramo.

O bairro dos estudantes (Hongdae) entra na lista de lugares para compras por conta do viés mais alternativo e jovem.

Fique de olho, porque dentro de uma estação de metrô você também pode encontrar um excelente lugar para compras, como é o caso do Gangnam Station Underground Shopping Center (강남역 지하도상가).

Em Apgujeong-dong (압구정동) é o luxo que domina, então se busca lojas de grife, já sabe onde ir.

Uma coisa que não vai demorar para você perceber é uma série de shoppings e lojas da rede Lotte. Estão por toda parte!

Imperdível => Excursão de 1 dia pela cidade de Seul e opção de vila folclórica de Nanta

Compras em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Já para comprar souveniers em Seul, você vai reparar que não se acha muito, mas onde encontrei muitas lojinhas – e com preços ótimos – foi na região de Insa-dong, pertinho do Palácio Deoksugung.

souvenier em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

O que e onde comer em Seul?

Só de imaginar um cardápio de culinária asiática já dá pra imaginar a variedade de coisas diferentes que vamos nos deparar, certo?

Mas não se decepcione, a culinária em Seul é composta por ingredientes bem conhecidos nossos como arroz, macarrão, carne e legumes.

Um dos exemplos é o famoso kimchi, feito à base de repolho com especiarias. Tem também o Bibimbap, que é um arroz com vegetais e tiras de carne e um ovo para finalizar o prato.

Aliás, carne é algo que em Seul você vai encontrar com facilidade, qualidade e opção! É carne de boi, frango, peixe e variados outros frutos do mar.

O que comer em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Mercados em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Se tiver dúvidas de onde comer exatamente, procure a rede de restaurante Jayeon Byeolgok (자연별곡/Nature Kitchen) que oferece uma grande variedade de comida coreana.

Nas bebidas, não estranhe se vir derivados de arroz e batata-doce, é como se fosse a cerveja de Seul. Nesse estilo, você vai encontrar muito uma bebida chamada soju.

Agora, se estiver procurando algo exótico mesmo, claro que também vai encontrar! A dica é experimentar as porções de bicho-de-seda, isso mesmo! São vendidos em barraquinhas de rua como aperitivos.

Ou, se for beeeem corajoso, quem tal comer polvo vivo? Isso mesmo: vivo!!! Nós vimos por lá, mas nem chegamos perto, rsrsrs. Vai que aquilo agarra na garganta!!

Polvo Vivo na Coreia - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Preços e melhor maneira de se locomover em Seul

A maneira mais indicada de locomoção em Seul é utilizar o excelente metrô. A qualidade é ótima, a malha é enorme e atende praticamente toda a cidade e é muito barato para os padrões de Seul.

O metrô pode parecer um pouco confuso à primeira vista, com um mapa lotado de cores e símbolos em coreano, mas relaxe, porque as informações, tanto escritas quanto sonoras, vêm em inglês também.

Ele funciona pelo sistema de bilhete chamado T-Money, que é comprado por 500 Wons e paga-se de acordo com a distância percorrida. No final do dia, basta você colocar o seu cartão na máquina de novo e ela te devolve os 500 Wons.

Vale a pena => Passeio de Ônibus Hop-On Hop-Off 1 e 2 dias

metro de Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

transportes em Seul - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Nós não chegamos a usar o ônibus nenhuma vez, visto que achei que perderíamos muito tempo no trânsito, mas, claro, é uma opção válida.

O que visitar nos arredores de Seul?

A cerca de 4 horas de viagem de Seul existe a região de Pyeongchang, com diversas estações de esqui, então é bacana para quem vai no inverno e curte esportes da estação.

Já mais pertinho, a cerca de 2 horas de carro da capital sul-coreana, fica o vilarejo de Jeonju, onde é possível ver as tradicionais casas coreanas antigas. Ali mesmo, fica também a entrada para o Parque Nacional Maisan, cheio de templos.

Outro destino bem perto é a fronteira com a Coreia do Norte, que virou atração turística por ser conhecida como a Zona Desmilitarizada (DMZ) e a fronteira mais fortificada de todo mundo.

A tensão entre as duas Coreias é visível entre os guardas das bases do local. Nós fomos e achamos uma visita bem interessante!

Confira => Empresas que fazem o passeio para a DMZ

dmz 1 - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

tour dmz observatorio dora - Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Quem gosta de aventura pode dar um pulo na Montanha Bukhansan, pertinho de Seul e ainda acessada por transporte público. O Parque Nacional de Bukhansan tem opções de passeio de vários tipos de trilhas, é só escolher.

>>> Confira aqui alguns passeios que poderá fazer a partir de Seul <<<

 

Dá para visitar a Coreia do Norte a partir de Seul?

A Coreia do Norte é um destino bastante complicado de ser inserido no seu roteiro de férias. O país, considerado por muitos uma ditadura, passa há décadas por uma tensão diplomática com a Coreia do Sul, muitas vezes beirando a guerra. A fronteira entre os dois países é tão tensa que virou até destino turístico.

Então, ir para à Coreia do Norte saindo da Coreia do Sul, mesmo você sendo um estrangeiro, esquece! Não tem como passar pela fronteira, considerada a mais militarizada do mundo!

Se quiser ir ao norte, vá de outra forma, partindo de outro país e desembarcando direto lá, de preferência com agências para não dar problema!

SEGURO VIAGEM ÁSIA COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não viaje para a Ásia sem um ótimo seguro viagem. Imagine ter uma perrengue do outro lado do planeta?! Escolha a melhor opção de seguro para você aqui e ganhe até 10% de desconto usando o cupom TURISTAPRO5.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI!


Bom, acho que, com estas dicas de Seul, começar a organizar uma viagem para a capital da Coreia do Sul ficou um pouco mais fácil, né?

Nós adoramos! Se você tiver oportunidade, vá também!

Boa viagem!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Autor
Turista Profissional
Este texto foi escrito por mais de um ou mais membros da equipe do Turista Profissional, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.
8 Comentários
  1. Somente fui aos estados unidos, eu e minha filha vamos para tokio e seul em maio/2022 da para se virar so com o inglês intermediário? É tranquilo ir sem guia?

    1. Sim, sim, dá pra se virar bem. No primeiro dia a gente fica meio enroladinho, mas o transporte e tudo lá é muito organizado. No máximo, contrate alguns tour guiados para passeios em lugares próximos, se for o caso. Boa viagem!

  2. Estou planejando ir em maio 2021 com minha filha para Tokio e de lá para Seul, mas em uma viagem total de uma semana …não sei se vale apena….

    1. Tóquio e Seul em uma semana?! Não vale a pena. As duas cidades são enormes e tem muita coisa para visitar. Se tiver pelo menos uns 10 dias, aí sim, até daria. Boa viagem!

  3. Você indica uma seguradora? E quanto ao idioma? Encontrou dificuldade na comunicação? Estou planejando ir em novembro de 2020.

    1. Seguro viagem? Eu gosto muito da Travel Ace, mas em geral, todas são muito boas e com atendimento em português. Boa viagem!

  4. Estou planejando minha primeira viagem fora do Brasil para 2021. Decidi isso há alguns dias, e as suas dicas me ajudaram muito e deram uma noção do que devo preparar antes da viagem. Valeu mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *