Dicas de Seul: tudo o que você precisa saber

Atualizado em 28/07/2019

Este post com dicas de Seul é fundamental para quem pretende visitar a Coreia do Sul, porque Seul é a primeira cidade quando se pensa em turismo na Coreia do Sul.

Um dos motivos é porque ela é a capital e também a maior cidade do país, mas não só isso. A cidade é uma metrópole e, como todo grande centro urbano, quase nunca para!

No entanto, apesar de grande e cosmopolita, Seul é uma cidade muito segura e é bem tranquilo andar pelas madrugadas em suas ruas.

E, como muitas cidades asiáticas, em Seul você verá uma mistura de tradição com modernidade.

Foi lá que surgiu, por exemplo, o hit “Gangnam Style”, com um clipe gravado nas ruas do bairro e que fez enorme sucesso no Youtube, trazendo a cultura K-pop e Seul para a mira do mundo.

=> Importante: Seguro Viagem mais Barato (com desconto)

bairro Gangnan em Seul

Definitivamente, não era um destino que estava na nossa wish list, mas em uma viagem para a Ásia, se fizéssemos uma conexão lá, o nosso voo ficaria muuuuiiito mais barato, então pensamos: “já que temos que passar por lá, por que não aproveitar para conhecer?!”.

E assim passamos uma semana em Seul e não nos arrependemos, pois a cidade foi uma agradabilíssima surpresa!

Na época, quase não conseguimos encontrar dicas de Seul em português, pois praticamente ninguém tinha ido. Fomos na cara e na coragem e, detalhe, eu estava grávida e ainda levamos nossa filha de 2 anos junto, em pleno inverno coreano!

Então, já que ‘desbravamos’ a cidade, vamos compartilhar com vocês as nossas dicas, caso queira sair do lugar comum e conhecer um lugar diferente e bem legal!

Neste post vamos dar as seguintes dicas de Seul:

  • Como chegar a Seul?
  • Quais são os documentos necessários para viajar para Seul
  • Qual é a moeda usada na Coreia do Sul?
  • Como sair do aeroporto de Seul
  • Como é o clima em Seul?
  • Qual é a melhor época para viajar para Seul?
  • Quantos dias ficar em Seul?
  • Onde ficar em Seul?
  • Compras em Seul
  • O que e onde comer em Seul?
  • Preços e melhor maneira de se locomover em Seul
  • O que fazer em Seul?
  • O que visitar nos arredores de Seul
  • Dá para visitar a Coréia do Norte a partir de Seul?

Dicas de viagem para Seul

Dicas de Seul

Como chegar a Seul?

Seul fica na Coreia do Sul, continente asiático e, portanto, bem longe do Brasil. Tenha em mente que qualquer voo vai ter uma escala (ou mais), já que é impossível ir direto pra lá.

O aeroporto internacional de Seul fica a cerca de 55 km do centro cidade e se chama Incheon. Geralmente atendido pela cia Korean Airlines, que é parceira de outras cias, muito provavelmente você vai chegar por ele. Isso porque, na verdade, há outro aeroporto internacional chamado Gimpo, mas é menos movimentado.

Prepare-se para mais se 24 horas de viagem. É cansativo, mas olha, vale o esforço!

Viagem para a Coréia do Sul
Bukchon Hanok Village

Quais são os documentos necessários para viajar para Seul

Para quem vai a turismo, não há necessidade de visto se o tempo máximo em Seul for de até 90 dias. Então, vá com o passaporte com data de validade de até pelo menos seis meses depois da viagem. Isso é meio que uma regra de segurança geral para qualquer viagem, assim como documentos que provem sua intenção de retorno ao Brasil.

É sempre bom garantir e levar comprovante de hospedagem, passagem de volta, seguro viagem e etc.

Outro item importante é a comprovação da vacina da febre amarela. Isso porque, no final de 2018, passou a ser obrigatório que qualquer pessoa que tenha passado pelo Brasil comprove que tomou a vacina. Pode ser que a regra mude a qualquer momento e essa exigência caia, mas na dúvida é bom garantir, né?

Agora, sobre o seguro viagem – que é também uma das dicas que sempre damos aqui -, apesar de não ser obrigatório para entrar no país, não viaje para Seul sem o serviço contratado.

Você não vai querer arriscar passar um perrengue do outro lado do mundo e não estar bem assegurado, né?!

O que visitar em Seul
Palácio Gyeongbokgung

Qual é a moeda usada na Coréia do Sul?

A moeda do país é o won sul-coreano, então vai ser essa a moeda que você vai usar em Seul.

Leve dólares para serem trocados por wons nas casas de câmbio.

A dica de Seul é também levar cartão de crédito, inclusive porque há alguns lugares que não aceitam dinheiro e só trabalham com cartão, então tenha sempre um para esses casos.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Chip de viagemQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 210 países, e de voz para EUA, México, Canadá e Europa. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe o frete grátis

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Como sair do aeroporto de Seul

É bastante tranquilo ir para o centro de Seul com transporte público. Como o aeroporto fica longe da cidade, pegar um táxi pode sair bem caro.

Uma das melhores maneiras é usar o trem Airport Railroad Express (empresa AREX), que sai do aeroporto e vai direto para a Seoul Station, que fica no centro da capital.

Outra opção é pegar o All Stop Train, também da AREX, com a diferença que esse transporte faz paradas em outras estações, como se fosse um metrô.

A desvantagem é que ambos os transportes sobre trilhos não funcionam 24 horas, diferente dos ônibus, que acabam sendo a opção mais barata para quem chega de madrugada.

E não se preocupe com a segurança, pois Seul é uma cidade muito segura. É só ir à área de “Airport Bus Ticket”, verificar as rotas e comprar o bilhete dos ônibus, que são de ótima qualidade.

Nós pegamos o ônibus, que eles chamam lá de limousines. Verifique com o seu hotel se algum deles passa perto, pois esses ônibus (tipo executivos, muito bons) fazem a ligação do aeroporto com vários hotéis da cidade, mas cada rota vai para um determinado bairro.

No nosso caso, o ônibus parava na porta do hotel (o President, muito bom, aliás!), uma maravilha! Usamos na chegada e na saída, pois ele é super pontual.

como chegar a Seul

O táxi só é indicado para quem quiser o conforto de chegar após uma viagem cansativa e ser deixado diretamente na porta da acomodação, sem estresse. Se estiver com mais pessoas, pode ser que valha a pena, já que eles são caros. Procure pegar os táxis internacionais, que funcionam com preço tabelado e funcionários que falam inglês.

Como é o clima em Seul?

O clima em Seul varia bastante, mas as estações são bem definidas, o que facilita a vida do viajante.

Os meses de verão acontecem ao contrário do Brasil, ou seja, entre junho e agosto, e é um período de muito calor, bastante abafado.

Já o inverno, entre dezembro e fevereiro, é bastante frio, com neve e temperaturas abaixo de zero. Em quase todos os dias que estivemos lá (final de janeiro), enfrentamos temperaturas entre -8º e -14º. Usar roupas adequadas é fundamental.

As estações intermediárias são mais tranquilas, com temperaturas amenas, sem neve e com poucas chuvas.

Pontos turísticos de Seul - Coréia do Sul
The Korean War Memorial Hall

Qual é a melhor época para viajar para Seul?

A estação da primavera, entre abril e maio, é o período mais indicado para se visitar Seul.

Visitar a Coreia do Sul no outono também é uma das nossas dicas de Seul, principalmente porque nessas duas estações há menos turistas, menos muvuca e as temperaturas estão mais agradáveis.

A alta temporada acontece nos meses de junho a agosto, igual aos países europeus e, além de ser o período mais quente, há mais chances de chuva.

O inverno, como dissemos, é bem rigoroso, com temperaturas abaixo de zero; então, se você não curte frio, evite essa época.

Clima em Seul, na Coréia do Sul

Quantos dias ficar em Seul?

Uma quantidade de dias bacana para conseguir conhecer Seul é de 5 dias. Mesmo assim, pode ser que faltem algumas atrações e vivências na cidade. Então, se puder, fique mais dias para aproveitar a capital da Coreia do Sul (até porque não é um destino que geralmente se vá sempre, né?).

Acredite em mim: tem muito o que fazer em Seul e, além do mais, como a cidade é bem grande, muitas atrações ficam distantes umas das outras.

Nós ficamos 7 dias, sendo que um para chegar e outro para sair, então, na prática, organizamos um roteiro de 5 dias em Seul. Deu para conhecer a maior parte das coisas que planejei visitar, mas faltaram muitas outras. No entanto, foi tempo suficiente para adorar a cidade.

o que ver em Seul
Dongdaemun Design Plaza
Prefeitura de Seul
Vista do nosso quarto para a Prefeitura de Seul

Onde ficar em Seul?

Saber onde ficar em Seul foi um item que a princípio deu um nó na minha cabeça quando estava organizando a nossa viagem para a Coreia do Sul, pois Seul é uma cidade enorme e cara nesse quesito.

Depois de muito pesquisar, fiquei entre a região de Myeong-dong, onde cheguei a reservar um hotel, e Jung-Gu, que foi a nossa escolha final. As duas são uma ao lado da outra e bem centrais.

Por que optei por essa?

Consegui uma promoção no Hotel President, que era muito superior à minha opção anterior e ele tem um localização perfeita: fica em frente à prefeitura de Seul. Ele tem várias estações de metrô perto, muito comércio e ainda me permitiu visitar a pé várias das grandes atrações de Seul, como o Palácio Deoksugung.

Hotel em Seul, Coréia do Sul

Mas vamos às demais regiões. Quem gosta de agitação e facilidade pode tranquilamente ficar em Myeong-dong, considerado o centro mais famoso de Seul. Repleto de comércio, que praticamente não para, a desvantagem é o valor mais alto e a grande procura, ou seja, lotação. Reserve com antecedência.

Os estudantes geralmente ficam em Sinchon / Hongdae, que é conhecido, inclusive, por essa característica mesmo: ser um local frequentado por estudantes. Portanto, se procura bares e festas de jovens com valores acessíveis (estudante está sempre procurando economizar, né?) este é o point.

Ficar em Gangnam é recomendado para quem gosta de luxo, já que a região conta com lojas de grife e resorts, mas é uma parte da cidade mais afastada, então você pode acabar perdendo muito tempo em transporte.

Foi desta região que surgiu o famoso hit mundial Gangnam Style, lembra?

Pesquise outras opções de hospedagem em Seul aqui!

O que fazer em Seul?

Nem preciso dizer que há vários pontos turísticos em Seul, né?!

dicas de viagem para Seul
No Cheong-gye-cheon

Aqui vai uma lista das principais atrações da cidade, que vamos detalhar em outros posts:

  • Palácio Gyeongbokgung
  • Palácio Deoksung
  • Estátuas do Rei Sejong, o Grande, e super valentão Yi Sun-sin
  • Bukchon Hanok Village 
  • Região de Insadong
  • Portão Heunginjimun
  • Mercado de Gwangjang 
  • Dongdaemun Market
  • Dongdaemun Design Plaza
  • Córrego Cheong-gye-cheon 
  • Bairro Gangnam (visitar o WTC, COEX Mall e templo Bongeunsa)
  • Estação Central de Seul
  • Namdaemun Market 
  • Namsangol Hanok Village
  • N Seoul Tower 
  • The Korean War Memorial Hall
  • Lotte World (maior parque indoor do mundo)
  • bairro Myeongdong (compras e bom para ir de noite)
Seul com crianças
No Lotte World

viagem para Seul

Compras em Seul

Seul é considerado um destino para compras; então, outra das boas dicas de Seul é aproveitar o comércio.

Na cidade onde a tecnologia rola solta, há diversos shoppings, mercados e lojas para você dar uma passada, começando pela famosa área comercial chamada Mercado Namdaemun.

Tem também a região de Myeong-dong, que é referência em moda, assim como Itaewon, que possui várias lojas do ramo.

O bairro dos estudantes (Hongdae) entra na lista de lugares para compras por conta do viés mais alternativo e jovem.

Fique de olho, porque dentro de uma estação de metrô você também pode encontrar um excelente lugar para compras, como é o caso do Gangnam Station Underground Shopping Center (강남역 지하도상가).

Em Apgujeong-dong (압구정동) é o luxo que domina, então se busca lojas de grife, já sabe onde ir.

Uma coisa que não vai demorar para você perceber é uma série de shoppings e lojas da rede Lotte. Estão por toda parte!

dicas de compras em Seul

Já para comprar souveniers em Seul, você vai reparar que não se acha muito, mas onde encontrei muitas lojinhas – e com preços ótimos – foi na região de Insa-dong, pertinho do Palácio Deoksugung.

souvenier em Seul

O que e onde comer em Seul?

Só de imaginar um cardápio de culinária asiática já dá pra imaginar a variedade de coisas diferentes que vamos nos deparar, certo?

Mas não se decepcione, a culinária em Seul é composta por ingredientes bem conhecidos nossos como arroz, macarrão, carne e legumes.

Um dos exemplos é o famoso kimchi, feito à base de repolho com especiarias. Tem também o Bibimbap, que é um arroz com vegetais e tiras de carne e um ovo para finalizar o prato.

Aliás, carne é algo que em Seul você vai encontrar com facilidade, qualidade e opção! É carne de boi, frango, peixe e variados outros frutos do mar.

Onde comer em Seul

Mercados em Seul

Se tiver dúvidas de onde comer exatamente, procure a rede de restaurante Jayeon Byeolgok (자연별곡/Nature Kitchen) que oferece uma grande variedade de comida coreana.

Nas bebidas, não estranhe se vir derivados de arroz e batata-doce, é como se fosse a cerveja de Seul. Nesse estilo, você vai encontrar muito uma bebida chamada soju.

Agora, se estiver procurando algo exótico mesmo, claro que também vai encontrar! A dica é experimentar as porções de bicho-de-seda, isso mesmo! São vendidos em barraquinhas de rua como aperitivos.

Ou, se for beeeem corajoso, quem tal comer polvo vivo? Isso mesmo: vivo!!! Nós vimos por lá, mas nem chegamos perto, rsrsrs. Vai que aquilo agarra na garganta!!

Polvo Vivo na Coréia do Sul

Preços e melhor maneira de se locomover em Seul

A maneira mais indicada de locomoção em Seul é utilizar o excelente metrô. A qualidade é ótima, a malha é enorme e atende praticamente toda a cidade e é muito barato para os padrões de Seul.

O metrô pode parecer um pouco confuso à primeira vista, com um mapa lotado de cores e símbolos em coreano, mas relaxe, porque as informações, tanto escritas quanto sonoras, vêm em inglês também.

Ele funciona pelo sistema de bilhete chamado T-Money, que é comprado por 500 Wons e paga-se de acordo com a distância percorrida. No final do dia, basta você colocar o seu cartão na máquina de novo e ela te devolve os 500 Wons.

como usar o metrô de Seul

transportes em Seul

Nós não chegamos a usar o ônibus nenhuma vez, visto que achei que perderíamos muito tempo no trânsito, mas, claro, é uma opção válida.

O que visitar nos arredores de Seul?

A cerca de 4 horas de viagem de Seul existe a região de Pyeongchang, com diversas estações de esqui, então é bacana para quem vai no inverno e curte esportes da estação.

Já mais pertinho, a cerca de 2 horas de carro da capital sul-coreana, fica o vilarejo de Jeonju, onde é possível ver as tradicionais casas coreanas antigas. Ali mesmo, fica também a entrada para o Parque Nacional Maisan, cheio de templos.

Outro destino bem perto é a fronteira com a Coreia do Norte, que virou atração turística por ser conhecida como a Zona Desmilitarizada (DMZ) e a fronteira mais fortificada de todo mundo.

A tensão entre as duas Coreias é visível entre os guardas das bases do local. Nós fomos e achamos uma visita bem interessante!

Passeio na DMZDMZ Tour observatório Dora

Quem gosta de aventura pode dar um pulo na Montanha Bukhansan, pertinho de Seul e ainda acessada por transporte público. O Parque Nacional de Bukhansan tem opções de passeio de vários tipos de trilhas, é só escolher.

>>> Confira aqui alguns passeios que poderá fazer a partir de Seul <<<

 

Dá para visitar a Coreia do Norte a partir de Seul?

A Coreia do Norte é um destino bastante complicado de ser inserido no seu roteiro de férias. O país, considerado por muitos uma ditadura, passa há décadas por uma tensão diplomática com a Coreia do Sul, muitas vezes beirando a guerra. A fronteira entre os dois países é tão tensa que virou até destino turístico.

Então, ir para à Coreia do Norte saindo da Coreia do Sul, mesmo você sendo um estrangeiro, esquece! Não tem como passar pela fronteira, considerada a mais militarizada do mundo!

Se quiser ir ao norte, vá de outra forma, partindo de outro país e desembarcando direto lá, de preferência com agências para não dar problema!

SEGURO VIAGEM ÁSIA COM 10% DE DESCONTO

Não viaje para a Ásia sem um ótimo seguro viagem. Imagine ter uma perrengue do outro lado do planeta?! Escolha a melhor opção de seguro para você aqui e ganhe 10% de desconto.

Bom, acho que, com estas dicas de Seul, começar a organizar uma viagem para a capital da Coreia do Sul ficou um pouco mais fácil, né?

Nós adoramos! Se você tiver oportunidade, vá também!

Boa viagem!

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here