Dicas de viagem em Bucovina – Romênia

Aqui vai mais uma dica de viagem, desta vez mandada pelo meu primo querido: João Pedro Portugal, também muito viajado e que agora está passando uma temporada na Romênia, terra do Conde Drácula. Aí vai:

“A maneira mais simples de chegar a esta região é através do comboio da Compania Natională de Căi de Ferate – CRF – cerca de 447km em seis horas por 20€ desde Bucuresti, a capital romena. É possível também chegar de avião, por pouco mais de uma hora, pela TAROM, por cerca de 130€, mas o gozo da paisagem perde-se pelo caminho…

Suceava é a cidade capital da Bucovina. Como grande parte das cidades romenas, desenvolve-se principalmente ao longo da estrada nacional, transformada numa imensa avenida. Os edifícios são escuros e degradados, quase todos construídos ainda do tempo de Ceaucescu, que numa tentativa de modernização da cidade mandou demolir grande parte dos edifícios antigos.

GetAttachmentEscaparam algumas das belas igrejas e mosteiros ortodoxos que pontilham toda a cidade e que são visita obrigatória, como o MănăstireaSf. Ioan cel Nou e a sua basílica, a Biserica Sf. Gheorghe din Mirauti, Biserica Sf. Dumitru ou o Mănăstirea Zamca, entre outras. Desde há dois anos a cidade tem recebido fortes investimentos privados que a vão dotando de modernos edifícios habitacionais e dois centros comerciais, Shopping City Suceava e o Iulius Mall Suceava, onde se podem encontrar as modernas marcas mundiais. Tradicionalmente, como toda a Roménia, os habitantes ainda fazem as suas compras no bazar: enorme, caminhos estreitos e apinhados, sortido com tudo, mesmo – um passeio a não perder.

Junto com a Cetatea de Scaun (ou a Cidadela do Trono), cujas ruínas proporcionam fantásticas vistas sobre a cidade e mesmo com os Muzeul Satului Bucovinean e o Muzeul de Etnografie Hanul Domnesc, óptimos museu etnográficos da região, todos estes antigos edifícios nos transportam ao tempo de Stefan Cel Mare şi Sfânt (Estêvão o Grande e Santo), que viveu no séc. XV, canonizado pela Igreja Ortodoxa Romena e considerado como o maior romeno de todos os tempos, e que é invocado em cada rua, em cada igreja por toda a região.

GetAttachment4O autocarro é um meio de transporte económico a considerar dentro da cidade, apesar o aspecto decrépito de alguns deles.

Mas Suceava tem que ser apenas um ponto de partida. O melhor será alugar um automóvel e partir à descoberta desta região de paisagens verdes e amplas, que lhe valeram o apelido de “a Suíça romena”.

Nas estradas é comum encontrar as típicas barcaças de quatro rodas puxadas a cavalo, sempre carregadas com madeira, areia, ferro velho, palha (quase tudo), e nas povoações não raro se encontram os típicos aldeãos de gorro de pele de ovelha enterrado até às orelhas e de pesada samarra de lã, ou as garridas ciganas de saiões muito coloridos e tranças compridas. Os campos são roliços e muito amplos, com plantações de cereais até perder de vista, bordejados lá muito atrás pelas famosas florestas de faia que deram o nome a esta região.

Para a descobrir, cumpra-se o circuito dos mosteiros pintados da Bucovina: Modovita, Voronet, Humor, Arbore, Patrauti e Probota, inscritos na lista do Património da Humanidade da UNESCO, entre outros que por si só merecem uma visita prolongada pela magnificência das suas pinturas interiores e exteriores, e devem servir de guia para percorrer a região.

Em Suceava, onde aconselho a regressar ao final de cada dia de passeio, pode procurar alojamento no Hotel Bucovina Severin (dez andares de quartos, de luxo durante o regime comunista, mas actualmente bastante decaídos) por cerca de 25€ por quarto duplo, incluindo um bom pequeno-almoço. O hotel tem restaurante, mas aproveite para conhecer o Latino ou o La Fitze, onde encontra os pratos da gastronomia bucoviana e as populares pastas e pizzas italianas. À noite, após um copo na disco Arena Club, é altura de retemperar forças de modo a começar o passeio do dia seguinte bem cedo, pois por aqui os dias são muito curtos.”

Por João Pedro Nogueira Portugal

GetAttachment1 GetAttachment2 GetAttachment3

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

7 COMENTÁRIOS

  1. Olá João! Gostei muito do seu texto e achei curioso alguém ter tido essa experiência de morar na Romênia… Além da região que apresentou, acha que a tão famosa Transilvânia vale à pena?
    Obrigado

  2. Olá, André. Bem, a Transilvânia é o coração da Roménia. Não só famosa por se respirar a atmosfera Vlad Dracula em cada pedra, mas também pelos estâncias de sky dos Montes Cárpatos aos pés da cidade de Brasov, pelo magnífico castelo de Peles (“talvez o mais bonito do mundo”), pelas cidadelas de Shighishoara e Sibiu, pelas igrejas fortificadas que pontilham um pouco por toda a parte. É a parte mais turística da Roménia e fica a pouco mais de 100km de Bucareste, muito conveniente para quem concentrar uma visita na cidade capital.

  3. Olá pessoal, em breve estarei indo morar na Romenia, alguem pode tirar algumas duvidas, estou ‘com medo’ da alfandega.

  4. Achei muito interessante sua experiência. Estou querendo fazer intercâmbio, mas estou tendo grande dificuldade em conseguir material que fale sobre a Romênia. Tenho uma dúvida, qual a média de custo de vida lá durante 1 mês?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here