Visitando o Museu do Louvre em Paris

Para os amantes da arte não há, talvez no mundo inteiro, passeio mais imperdível e fascinante do que uma visita ao Museu do Louvre em Paris. É uma experiência que te faz voltar no tempo, passear pela história e admirar as mais belas obras de arte dos maiores artistas de todos os tempos.

O prédio do Museu do Louvre teve origem em 1190, quando foi construída uma grande fortaleza às margens do Rio Sena. O castelo do rei Felipe Augusto possuía muralhas e grandes torres e, no século XIV, o rei Carlos V quis transformar todo esse complexo em uma residência real, com um ar menos espartano.

roteiro Paris

Com a mudança da corte para Versailles, o Louvre ficou degradado, em péssimo estado, sendo transformado em museu em 1793, durante a Revolução Francesa. A estrutura de palácio veio da vontade dos renascentistas Francisco I – que trouxe Leonardo da Vinci para a França, juntamente com sua Monalisa – e Henrique IV, que demoliram o castelo e abrigaram diversos artistas, que montaram ateliês em seus recintos

A área externa do museu já é por si só uma grande atração. A bela e antiga arquitetura dos prédios, aliada à moderna estrutura piramidal construída em vidro e metal, conferem ao local um charme característico que serviu de inspiração na construção de outros museus mundo afora, e tornou-se um ponto de referência para a cidade de Paris. A iluminação da pirâmide, à noite, encanta os visitantes e faz jus ao carinhoso apelido de Paris, a “cidade da luz”.

Pesquise opções de hospedagem em Paris aqui!

dicas Paris

São mais de 60 mil metros quadrados de área, com um acervo artístico de épocas variadas e diferentes culturas, fazendo-nos apreciar magníficas obras de arte e viajar por períodos nunca antes vivenciados. Paris dicasVisitar o Louvre é, sem dúvida, uma emoção indescritível! Lá encontramos obras de arte como a Monalisa, de Leonardo da Vinci, além de obras de Rembrandt, Michelangelo, Gericault, David, Delacroix, Ticiano, Rubens, Goya e também antiguidades egípcias, gregas e romanas.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Que tal já chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e receba o seu chip em casa com frete grátisCompre aqui


Há uma infinidade de belas e fascinantes obras de arte para o nosso deleite e para todos os gostos.  A curadoria do museu dividiu o acervo em sete coleções, dispostas em três seções principais: Sully, Richelieu e Denon. Todas elas possuem acesso através da pirâmide.

Os departamentos seguem um roteiro, espalhado por seus labirínticos corredores: antiguidades egípcias, gregas, romanas e etruscas, pinturas (principalmente europeias), antiguidades orientais (objetos do Oriente Médio, Mesopotâmia, Índia e norte da África), esculturas, arte decorativa, gravuras e desenhos (esboços e estudos de Leonardo e Rembrandt) e arte tribal.o que fazer em Paris

Dentre as inúmeras obras de arte presentes em exposição permanente no Louvre, podemos destacar: A Monalisa (La Gioconda), pintura de Leonardo da Vinci, do século XVI; Le Radeau de la Méduse, pintura de Théodore Géricault, do século XIX; A Vitória de Samotrácia, escultura grega de cerca de 190 a.C.; a coleção egípcia, em grande parte angariada por Napoleão Bonaparte, no século XIX; Vênus de Milo, escultura grega de cerca de 100 a.C.; A Liberdade Guiando o Povo, pintura francesa de Eugène Delacroix, do século XIX; A Coroação de Napoleão, pintura francesa de Jacques-Louis Davi, do século XIX, etc.o que visitar em ParisComo chegar no Louvreatrações turísticas Paris

Os viajantes que dispõem de mais tempo e que gostam de admirar as obras com calma e atenção, podem fazer a visita em mais dias, mas para quem tem pouco tempo, creio que em um dia inteiro consiga ver parte do acervo, que é enorme.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


Apesar de tanta beleza e encanto, o Louvre apresenta um pequeno problema estrutural, na minha opinião. Seu espaço interno é composto por um enorme pátio, um corredor central e as galerias, que se concentram nos corredores laterais. Para chegar até as exposições desejadas, é preciso caminhar pelos corredores centrais e passar por dentro de várias galerias. Ou seja, é uma longa caminhada. Porém, o museu tem a vantagem, ao contrário de muitos outros, de permitir a utilização de máquina fotográfica sem o uso do flash. roteiro em ParisPara ter maior praticidade e ganhar tempo, o ideal é pegar o guia do museu, que se encontra no pátio central do primeiro andar, em vários idiomas, e escolher os artistas preferidos. Ou, se preferir, pode simplesmente se perder, sem rumo e sem direção por todas aquelas galerias e admirar, sem pressa, tantas obras tão fascinantes e apaixonantes…dicas de Paris

Informações úteis:

Horário: o museu fecha somente às terças-feiras. Às segundas, quintas, sábados e domingos funciona das 9h às 18h e às quartas e sextas funciona das 9h às 22h. Fechado em 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro.

Como chegar: a melhor opção é ir de metrô e saltar na estação Palais-Royal, Musée du Louvre ou ainda os ônibus 21, 24, 27, 39, 48, 68, 69, 72, 81, 95.

Preço: o valor da entrada é €15.

Site: http://www.louvre.fr/

Museu do Louvre em Paris

Não deixe de conferir todas as nossas dicas de Paris e dicas da Françae nem de verificar os ingressos e passeios que poderá comprar com desconto antes de embarcar para lá.

guia de ParisAproveite para conhecer também o nosso guia, o “Roteiro de 7 dias em Paris e arredores“,  que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia-a-dia.

COMPRE SEU GUIA AQUI

Boa viagem!

✈ Continue sua viagem para Paris aqui:

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

1 COMENTÁRIO

  1. Ana, visitar o Louvre é uma experiência maravilhosa e inesquecível! Rever fotos e escrever sobre o museu, é como reviver todo aquele sentimento. Muito obrigada, companheira de mochila! 🙂

  2. Parabéns pelo seu blog, os seus comentários são importantes para o conheci-
    mento histórico do antigo Palais du Louvre(Museu do Louvre).Por sua vez,
    tenho a lembrança de ter conhecido acidentalmente na área do Sully(homena-
    gem ao Ministro do Rei Henrique IV),quando me deparei com as ruínas do
    antigo Castelo do Louvre que,por sua vez,foi construído por Felipe Augusto
    ou Felipe II,rei aos 15 anos.Esse monarca ao morrer deixou um domínio quintuplicado e bem administrado.Era filho de Luís VII,membro da dinastia
    dos Capetos.
    Sem mais delongas,Felipe II construiu o Castelo no ano de 1190,com certeza,
    como uma fortaleza para defender-se de ataques dos normandos,precisamente
    num local chamado Lupara,cuja etimologia é desconhecida.Enfim,penetrando
    naquelas ruínas me senti nos primórdios da cidadela parisiense.

  3. Olá!
    Gostaria de saber se é necessario comprar as entradas do Museu pela internet, se costuma ter fila, vou em Outubro.
    Obrigada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here