Dicas para fazer um curso de francês em Paris

Já se imaginou fazendo um curso de francês em Paris?!

Aposto que você tem um monte de dúvidas sobre onde estudar, onde morar, preços, etc e tal, né?! 

A Graziella estudou lá e conta neste post um pouco de como foi a experiência dela, aproveite!

Curso de francês em Paris

– Sobre você: meu nome é Graziella Valentim, na época eu tinha 33 anos e era secretária executiva numa empresa de consultoria (2012).

– Curso: a escola se chama LSI Paris e estudei lá por 3 semanas (férias do trabalho aqui no Brasil).

Nos apresentamos na escola no dia marcado e fizemos um teste escrito geral (gramática, interpretação de textos, etc.), que contempla todos os níveis (do básico ao avançado) e você responde até onde sabe.

Tinham muitos brasileiros lá, mas é proibido falar o idioma natal na sala de aula (minha professora fazia a gente repetir em francês tudo o que tinha falado em português nas conversas paralelas… rsrsrsrsrsrs. Aliás, ela forçava bastante a conversação e dizia que podia falar errado, não tinha problema que ela corrigia! Então a gente se jogava sem medo!

intercâmbio Paris

– Matrícula: escolhi a escola por indicação de uma amiga que trabalhava com intercâmbios na época. Seria a que tinha melhor custo-benefício e era muito bem localizada (Rue Saint Honoré – pertinho do Louvre, Place de la Concorde, Place Vendome…). O total pago em 2012 foi em torno de R$6.000,00 (podia parcelar no cartão em 6x!) e fiz tudo aqui no Brasil na IE Intercâmbio de Recife.

Uma semana antes eles fazem sua pré-partida, ou seja, passam o contato da família e outros detalhes explicando tudo direitinho e tirando dúvidas que você ainda possa ter.

As passagens aéreas eu comprei pela internet mesmo, não utilizei a agência (estava mais barato direto no site da companhia aérea).

☛ Leia também: Paris: dicas de viagem e roteiro para quem vai a primeira vez

– Moradia: eu tive muuiiittaaa sorte! Morei no apartamento de uma senhora com vista pra Torre Eiffel (bairro 16 –  Rue Balard). Paguei pela agência junto com o curso de francês e ainda pedi uma noite extra, pois saía mais barato que uma diária de hotel (cheguei antes da data para aproveitar o fim de semana).

curso de francês em Paris

Quando você compra pela empresa você diz o que gostaria ou não que tivesse na casa que você vai morar e eles tentam fazer do jeito que você quer, conforme disponibilidade. Minhas exigências foram apenas que não tivessem gatos e que as pessoas da casa não fossem fumantes, por exemplo. Não escolhi bairro.

Alguns amigos brasileiros acabaram alugando um apartamento por não gostarem da casa que ficaram (custa em torno de 700 euros mensais e normalmente por esse valor são bairros mais afastados).

onde morar em Paris

– Imigração: eu já tinha ido a Paris (pela TAM que faz imigração em Paris mesmo) e dessa vez fui de TAP e fiz imigração em Lisboa, mas como passei menos de 3 meses não foi necessário visto de permanência.

– Transporte: metro é mais rápido! Fiz o Navigo, um cartão pré-pago que você compra nas próprias estações de metrô (precisa de uma foto 3×4 recente) e escolhe a área que quiser (tipo 1,2,3,4…). Eu carregava semanalmente o valor (começando sempre aos domingos), mas pode ser também mensal. Compensa muito e você pode usar sem limites durante a semana que tiver carga!

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


– Custo de vida: Paris é bem caro! Eu comprava muita coisa no supermercado e a dona da casa deixava eu utilizar as coisas dela (eu escolhi alojamento apenas com café da manhã) mas não espere um café “brasileiro”, normalmente é café, leite, suco de laranja e geléia com pão, sábados ela servia croissants.

estudar em Paris

Minha aula era das 9 às 13 horas e eu almoçava por perto da escola mesmo (descobri vários lugares com os outros colegas brasileiros). A maioria dos franceses não é muito gentil e nem amistoso… mas com uma dose de simpatia a gente quebra o gelo! No fim, eu almoçava com 7 euros (prato+bebida+sobremesa). Muita comida Bio… francês adora!!! Mas se fuçar tem de tudo!!! Dá pra comer até coxinha, buchada e afins. 

dicas Paris

– Prós de estudar em Paris:você vai ter tempo pra conhecer lugares como um morador local, vai ver a cidade com outros olhos. A cidade é linda e a diversidade é enorme!!! Andei muito e se tivesse passado mais tempo teria viajado mais pelas cidades do interior, que de trem é fácil e rápido. E outros países também. Consegui ir à Itália, mas poderia ter ido a outros. Passagem aérea é muito barato (gastei R$100,00 para ir à Roma!). Muita coisa para visitar, eu vou precisar voltar mais algumas vezes pra ver tudo o que eu queria. O transporte é muito bom e rápido em relação ao Brasil. Eu esperava no máximo 3 minutos pelo trem e chegava à escola em 15 minutos!!! Um sonho!!!

– Contras de estudar em Paris: tem problemas como toda grande cidade. Muitos batedores de carteira pelas ruas, especialmente em metrôs e pontos turísticos em geral, portanto, não bobeie! Não coloque coisas de valor nos bolsos externos de casacos e ande sempre ligado.

Eu enfrentei greves de transporte, ameaças de atentado terrorista 2 vezes: uma no metrô e outra nas proximidades da Torre Eiffel. Fiquei doente (essa foi a pior parte) por causa do clima e pelo excesso de banhos (rsrsrsrsrs). Sim, isso é verdade! Não devemos lavar os cabelos todos os dias por lá.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Que tal já chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e receba o seu chip em casa com frete grátisCompre aqui


– Além de estudar: Paris é uma loucura em relação à diversidade cultural e programas em geral. Na escola eles tinham programação de passeios guiados pelos professores, tipo aulas externas. Não cheguei a fazer, pois teria pouco tempo e gosto de fazer tudo por conta própria, mas achei interessante! Existe uma infinidade de possibilidades… Ficava encantada com as crianças francesas fazendo atividades no Louvre, nas Tulherias e outros lugares… Imagina, você vai fazer um trabalho sobre, sei lá, cultura egípcia: vai lá no Louvre!!! rsrsrsrsrsrs Demais!!

roteiro Paris

– Dicas extras: antes de ir tomei vacina para H1N1 e gripe normal (não há exigência para nenhuma vacina, mas achei bom não arriscar), mas lá peguei um baita resfriado que me deixou de cama e febrão… Se eu piorasse acionaria o seguro-saúde que fiz antes de ir (muito importante!), eles exigem que façamos um seguro com cobertura mínima total de 30 mil euros e é obrigatório!!! Muitas opções para escolher, estude todas com cuidado.

Tem opções de intercâmbio em outras cidades da França e, segundo minha professora francesa, para quem quer realmente aprender o francês mais “puro” deveria ir para essas cidades. Paris está muito “misturado”. Realmente, com tantos imigrantes…

O que eu posso dizer é: planeje tudo!!! Eu tinha plano A, plano B, plano C, plano D… E acredite, sempre vai se surpreender com algo. E vá sem medo. Se jogue!!! Mas tenha responsabilidade! Na casa que morei o limite para tomar banho era 10 horas da noite! Mas um dia fui a um aniversário e cheguei 15 minutos depois do horário limite e já me preparava psicologicamente para tomar banho com lencinhos umedecidos… ahahahahahaha A dona da casa foi legal e relevou, mas isso não é comum. Siga as regras da casa rigorosamente!

– Cuidados: atenção na balada. Você está num lugar estranho, longe de casa e você não é francês…Aliás, você não é ninguém e uma bobagem pode virar um problemão! Exemplo: não pode beber nos gramados da Torre Eiffel, tem gente que tenta burlar, mas eu não aconselho! A última coisa que quero é ter que voltar pro Brasil na marra e com a ficha suja. Cuidado com os validadores de passagem dos ônibus. Se você não validar o ticket (tem que fazer um barulhinho e ficar gravado a data e hora) um fiscal pode entrar no ônibus e te multar caso você não tenha validado ou esteja sem o bilhete (não jogue fora o bendito bilhete!). A mesma regra vale para o metrô, não deixe outras pessoas passar com você na catraca, e não pule! Para minimizar isso eu fiz o cartão Navigo. Facilita muito! É só encostar no sensor, assim como em algumas cidades no Brasil.

Espero ter ajudado! Au revoir!

Por Graziella Valentim

Não deixe de conferir todas as nossas dicas de Paris e dicas da Françae nem de verificar os ingressos e passeios que poderá comprar com desconto antes de embarcar para lá.

guia de ParisAproveite para conhecer também o nosso guia, o “Roteiro de 7 dias em Paris e arredores“,  que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia-a-dia.

COMPRE SEU GUIA AQUI

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

19 COMENTÁRIOS

  1. oi.Graziella Valentin, ( acertei?) li seu depoimento e sua passagem pela França, tem facebook. gostei do que li, sei um pouco de françes, e não tenho em mente fazer isso. Mas gostaria de ter este contato. fatima caldas. Salvador.( ah! conheço a França- incluso Paris).

  2. Olá, Fátima Caldas! Que bom que pude ajudar!Deixe suas dúvidas por aqui, pois assim, poderemos ajudar outras pessoas também.

  3. Muito bom o texto, embora sua experiência de estudar em Paris seja bem diferente da minha (estudei francês por um ano antes de fazer a faculdade na França). Acho que o melhor lugar pra viver é nas cidades ao redor de Paris, não so porque é mais barato, mas porque ali o povo so fala francês e vc vê de perto o modo de vida deles. Ah, eu lavo a cabeça todo dia e ainda não fiquei doente rsrsrsr bjs

  4. Oi Graziella, gostaria de saber qual era seu nivel de Frances quando voce foi pra la? Obrigada pelas informacoes.

  5. Oi, Vivian! Eu estava no iniciante, mas na escola acabei indo pro pré-intermediário… Até eu fiquei surpresa! Mas pode fazer em qualquer nível, até mesmo o básico do básico.

  6. Oi Graziella, o meu caso e meio louco , tenho 63 anos e não sei francês, estou indo em julho para fazer um virsonde 1 mês. Já fui outras vezes a Paris pois minha filha morou 4 anos lá. Estou em dúvida com a adaptação , pão gostaria de ficar em casa de família, vi que tem hotéis que possuem studio, estou pensando em ficar num desses. Não conheço tua escola, minha filha estudou na sorbone, tanto o francês como o mestrado. Se tu achas que e muita loucura , me diz

    • Tânia, alugar um studio ou flat é ótimo mas sai caro… Se você tem dinheiro e disposição vá! Eu sou do tipo de pessoa que corre atrás dos sonhos. Se for o seu vá mesmo!!! A escola fica perto da Place Vendome, do Louvre… Bem central! Bjs

  7. Olá. Gostei muito de suas dicas. Fui a duas agências em minha cidade e uma me ofereceu o Eurocentre no Quartier Latin e outra me ofereceu o LSI onde você estudou. Dizem que nessa parte onde fica o LSI a comida é mais cara e que no Quartier Latin seria mais barato. O que você tem a dizer? Abraços e obrigado.

  8. Adorei as informações foram valiosas.
    Seria possível alugar um flat para 4 pessoas?
    Sairia mais barato?

  9. Oi, adorei as dicas. Estou buscando a escola com um curso intensivo para 2017. Já conheço o País mas não fala de francês . Se tiver mais detalhes pra compartilhar me avisa por favor. Abraços

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here