Dicas para visitar Inhotim, o incrível museu a céu aberto em Brumadinho, MG

Localizado em Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte, o Instituto Inhotim atrai turistas de todas as partes do mundo o ano inteiro.

E eles têm razão em ir pra lá! Afinal, os turistas são atraídos por um dos mais famosos museus a céu aberto do mundo para apreciar a beleza da natureza em harmonia com as obras de arte espalhadas pela região.

É isso mesmo: as obras de arte em Inhotim são dispostas tanto dentro de galerias quanto no espaço externo, dispostas pelo Jardim Botânico de forma absolutamente hamoniosa.

Os números de lá impressionam: o Jardim Botânico,por exemplo, tem a maior coleção de espécies de plantas vivas dentre todos os jardins botânicos do brasil.

Imagina isso entremeado com imensas obras de arte?! É por isso que Inhotim é um museu único! 

Ele é tão legal que serviu de inspiração para outro museu na mesma linha, situado nos arredores de Nova York, o Storm King. Veja mais no post abaixo:

jardim de Inhotim

Instituto Inhotim

Como surgiu Inhotim

Inhotim fica na cidade de Brumadinho e foi idealizado na década de 80 pelo empresário Bernardo Paz.

Mas foi somente em 2002 que o local se transformou de fato em Instituto Inhotim, instituição sem fins lucrativos que tem como objetivo fomentar a arte contemporânea e ações educativas.

No início, só era possível visitar o local e as exposições com visitas pré-agendadas, porém em 2006 o espaço foi aberto ao público e, desde então, é um dos destinos turísticos mais famosos da região do entorno de Belo Horizonte.

O que ver em Inhotim

No acervo de Inhotim encontram-se centenas de obras contemporâneas de artistas brasileiros e internacionais.

São cerca de 700 obras espalhadas pelo enorme jardim botânico e pelas galerias do Instituto, entre esculturas, pinturas, fotografias, objetos e instalações de arte.

As galerias se dividem entre aquelas com obras temporárias e as permanentes, que contam com artistas como Tunga, Adriana Varejão, Cildo Meireles, Doug Aitken, Hélio Oiticica, Matthew Barney, Lygia Pape, Carroll Dunham, Edgard de Souza, Paul McCarthy e muitos outros.

Inhotim é um passeio que deve ser feito em pelo menos dois dias, a menos que você saiba exatamente as obras que quer visitar e que não sejam muitas. Neste caso, pode ser que um dia seja o suficiente, mas prepare-se: andar pelo Instituto todo com pressa não é recomendado, afinal, as obras merecem contemplação e a natureza do jardim botânico de Inhotim praticamente te obriga a diminuir o ritmo para ser apreciada!

Veja abaixo algumas das principais obras de Inhotim.

inhotim Dicas de Viagem

Principais obras do Instituto Inhotim

É claro que você não vai conseguir ver tudo. Nós já fomos duas vezes e ainda não conseguimos! Algumas obras conseguimos ver só uma vez, outras, nas duas vezes.

Então, pra você ter uma ideia do que ver, essas são as principais e as que você pode procurar em primeiro lugar.

Desvio para o Vermelho – Cildo Meireles

Uma das obras mais conhecidas de Inhotim e uma das que mais gostamos, Desvio para o Vermelho, de Cildo Meireles, foi concebida em 1967 e está em exposição permanente no local desde 2006. Trata-se de uma instalação em três ambientes em que o vermelho predomina.

desvio para o Vermelho

Desvio para o Vermelho

Pavilhão Sônico – Doug Aitken

Outra obra ‘preferida’, o Pavilhão Sônico surpreende pela simplicidade da ideia e o resultado obtido. O artista abriu um buraco de 200 metros de profundidade e, lá no fundo do solo, instalou diversos microfones. Dentro do espaço circular da instalação, com paredes de vidro que dão acesso visual ao ambiente externo, o Som da Terra é reverberado, trazendo uma série de sensações ao visitante.

o som da Terra

buraco do som da terra em inhotim

instalação o som da terra

Troca Troca – Jarbas Lopes

Outra obra das mais conhecidas são os fusquinhas coloridos de Jarba Lopes, de 2002, que ficam estacionados no jardim – quando não estão rodando por aí!

Trata-se de três fuscas coloridos que tiveram as suas partes permutadas entre si e com um
sistema de som interligando os três carros.

fuscas coloridos em Inhotim

Beam Drop – Chris Burden

Uma das que mais gostamos, a obra Beam Drop, de Chris Burden, também é uma das mais conhecidas, principalmente pelo modo como foi feita: vigas de ferro foram jogadas do alto por guindastes em uma ‘piscina’ de cimento fresco e o resultado obtido é a própria obra.

Veja o vídeo da obra sendo feita:

o que ver em Inhotim

dicas de Inhotim

Esculturas de Bronze (sem título) – Edgard de Souza

Você não vai deixar de passar também pelas Esculturas de Bronze, de Edgard de Souza, que são três humanos em estátua fazendo poses preparatórias para uma cambalhota, mas com o detalhe de não terem cabeça!

esculturas Inhotim

esculturas Inhotim

Da Lama Lâmina – Matthew Barney

Espécie de estufa de ferro e vidro espelhado, onde dentro se encontra um enorme trator enlameado, estático em seu ato de arrancar uma imensa árvore. Esta instalação é fruto de uma performance levada a cabo em Salvador, em pleno carnaval de 2004, junto com o músico Arto Lindsay.

O autor mescla elementos do Candomblé simbolizando o conflito entre Ogum (ferro) e Ossanha (florestas). E, pela sua localização – no meio de uma clareira na floresta, onde se chega por meio de uma pequena trilha – ainda nos remete à luta ambiental.

É impactante.

dicas para visitar Inhotim

dicas de Inhotim

E tem muitas e muitas outras obras espalhadas por toda a área do imenso Jardim Botânico, verdadeiras surpresas que a gente encontra andando por seus caminhos. Além disso, o próprio espaço já é um espetáculo. E não esqueçamos das diversas galerias, espaços onde ocorrem varias exposições.

inhotim

o que fazer em Inhotim

Inhotim

museu de inhotim

obra de arte inhotim

Onde comer em Inhotim

Tanta andança dá fome, não é mesmo? Mas não se preocupe, pois dentro do parque existem opções bacanas de alimentação.

Para um lanche, sorvete ou salgado, pare na Lanchonete True Rouge, próximo à obra de mesmo nome, ou então no Café de Flores, que é um estabelecimento um pouco mais sofisticado. O local oferece cervejas harmonizadas com petiscos e pratos de autoria da Chef Dailde Marinho.

Pra quem quiser um almoço mais completo, há dois restaurantes em Inhotim. Oiticica é um deles e fica em um local com uma bela vista para o lago do parque. O restaurante funciona no estilo self-service pelo valor de R$ 43,00/kg durante a semana e R$ 49,00/kg nos finais de semana e feriados.

O outro restaurante é o Tamboril, de culinária internacional. A opção é de buffet livre por R$ 79,00 já com sobremesa inclusa. Tamboril fica entre os jardins de Inhotim.

o que comer em Inhotim

Como chegar em Inhotim

Apesar de estar em Brumadinho e ser o centro de cidade mais próximo, coladinha com o instituto, geralmente é saindo de Belo horizonte que se faz as rotas. São vários jeitos de se chegar até Inhotim, o paraíso das artes à céu aberto: táxi, uber, ônibus ou carro. As melhores opções, porém, saem da rodoviária e não há transporte do aeroporto.

Da rodoviária de Belo Horizonte tem ônibus para Inhotim. A empresa Saritur oferece o serviço de terça à domingo, mas somente em um horário na ida e outro na volta. A partida ocorre sempre às 8:15h e custa R$ 38,70 e, a volta, tem saída de Inhotim às 17:30, custa R$ 35,00. Durante a semana, o horário da volta é às 16:30h. São quase duas horas de viagem e o bilhete pode ser comprado por trecho no site ou no guichê na hora mesmo.

Há também a opção do transfer de van, que sai da frente do Hotel Holiday Inn às 8:15h. É um serviço do próprio Instituto Inhotim e sai no valor de R$ 66,00 tudo. Você pode contratar o serviço no hotel ou pelo site: http://oturi.com.br/transportes/

Táxi ou Uber são sempre opções existentes, porém, o valor sai caro se a pessoa estiver sozinha. Já se for um grupo, converse com o motorista, faça as contas e partiu Inhotim!

como chegar a inhotimSe você, como nós, for de carro, vai perceber que a estrada é bem sinalizada e é relativamente fácil chegar.

Inhotim: onde se hospedar 

Como dissemos, a maioria das pessoas sai de Belo Horizonte e faz um bate e volta. Mas, se você quiser, por exemplo, visitar Inhotim em dois dias, pode se hospedar em Brumadinho, pois a cidade – pequenininha – vem se adaptando aos turistas por conta do museu.

Procure aqui algumas opções de hotéis:

Procurar hotéis ou hostels em Belo Horizonte

Procurar hotéis ou hostels em Brumadinho

Turista Profissional em Inhotim

Outras Informações úteis: Instituto Inhotim

Funcionamento: O Instituto Inhotim funciona de terça à domingo com horários diferenciados. Durante a semana, Inhotim abre às 9:30h e fecha às 16:30h, mas durante os finais de semana e feriados o encerramento ocorre às 17:30h.

Valores do ingresso: Nas terças, quintas, sextas, sábados, domingos e feriados o valor da entrada inteira é de R$ 44,00. Mas fique atento, nas quartas a entrada é gratuito para todos e de segunda feira o parque não abre.

Observação: Anda-se bastante por lá, mas existe a opção de usar aqueles carrinhos de golfe que ficam rodando pelo parque. O valor é de R$ 30,00 pelo dia de uso (sem exclusividade). O uso do carrinho, porém, é gratuito para pessoas com necessidades especiais e crianças até 5 anos, ambos com direito a um acompanhante.

ATENÇÃO: Devido aos casos de febre amarela no estado, o Instituto Inhotim passou a solicitar comprovante de vacina aos visitantes. Portanto, providencie sua vacina para não perder a viagem. Quem chegar até a porta e não tiver tomado a vacina há pelo menos 10 dias não vai poder entrar.

👉 Leia mais: Vacina da Febre Amarela: o que é preciso para viajar?

Se você estiver em Belo Horizonte, veja nossas dicas com as suas principais atrações turísticas:

E aproveite para conhecer Ouro Preto, que fica ali pertinho!

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotel Seguro viagem chios de internetingressos e passeios guias de viagempassagens aéreas mais baratas Guia de viagem turista profissional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here