Por: Ana Catarina Portugal - Atualizado em 11/05/2020

Apesar da mão inglesa, dirigir na Nova Zelândia foi a melhor escolha que fizemos, pois nos deu uma liberdade para explorar lugares que de outro modo não poderíamos, além, claro, de poder fazer tudo no nosso tempo.

Nós fizemos um roteiro pela Nova Zelândia de 9 dias (queria ter ficado mais, mas não deu) todo de carro e, apesar de no começo ser estranho ter que dirigir do lado esquerdo, não demora muito para você se acostumar, acredite!

E, se você, como nós, está planejando uma viagem de carro pela Nova Zelândia, veja aqui algumas dicas práticas para não fazer feio por lá.

=> Economia: Seguro Viagem Mais Barato (dicas + desconto)

Dirigir na Nova Zelândia

dirigir na nova zelandia - Dirigir na Nova Zelândia: dicas práticas!

☛ Leia também:

Documentos necessários

Brasileiro pode dirigir na Nova Zelândia desde que tenha consigo a Permissão Internacional (PID) ou uma tradução juramentada da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Uma ou outra é exigida pelas locadoras de automóveis e, claro, pela polícia caso seja parado.

Eu acho que tirar a PID é bem mais vantajoso, pois ela te servirá para qualquer país que vá viajar, além de ser mais prática do que ficar procurando um tradutor juramentado aceito pela NZ Transport Agency. Verifique no site do Detran do seu estado como proceder para emitir a PID, mas, em geral, é bem simples.

Utilize a RentCars e ache o melhor preço de aluguel de carro comparando em mais de 100 locadoras de uma só vez. Pague em real, parcelado em até 12x e com atendimento em português.

CLIQUE AQUI E CONFIRA.


Idade mínima para dirigir na Nova Zelândia

A idade mínima lá é aos 16 anos, mas, como não podemos tirar a carteira de motorista antes, para nós fica valendo mesmo os 18 anos.

Uma coisa que, no entanto, é preciso ficar atento é que os valores dos aluguéis de carro podem variar conforme a idade do motoristas, sendo mais caros para quem tem menos de 25 anos (em alguns poucos casos apenas para menores de 21 anos).

dirigir na nova zelandia 1 - Dirigir na Nova Zelândia: dicas práticas!

Como é dirigir na mão inglesa?

Olha, eu não vou mentir: dirigir do lado esquerdo é muito estranho, mas acredite, você se acostuma!

No primeiro momento você provavelmente vai dirigir a 40 km/h, o que é prudente, até se adaptar, pois o motorista senta do lado direito do carro (muito esquisito!), a mudança de marcha e setas é feita com a outra mão, enfim, tudo confuso num primeiro momento.

Se preciso for, dê umas voltas dentro do pátio da locadora de automóveis para treinar e quando for pegar a estrada de verdade lembre-se sempre de uma coisa – um truque para ajudar a lembrar o lado certo da estrada – a pessoa no assento do seu carona sempre fica do lado da calçada.

Na verdade, a grande dificuldade é quando chegamos num cruzamento: por onde virar? Não demora muito para perceber que quando for converter à direita você vai ter que cruzar a pista e quando a conversão for à esquerda você fará uma curva mais fechada.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 16% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços garantidos, pague no boleto ou em até 12 vezes no cartão. Aproveite e ganhe até 16% de desconto com o cupom TURISTAPROFISSIONAL, é só clicar no botão abaixo.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI! >>>


Regras de trânsito na Nova Zelândia

As regras de trânsito no país seguem as internacionais, mas vale dar um destaque para alguns aspectos:

➡ em geral, o limite máximo é de 100 km/hora, mas isso poderá variar de acordo com a estrada e, nas cidades, em geral, é de 50 km/hora;

➡ o uso do cinto de segurança é obrigatório para todos os ocupantes do veículo;

➡ crianças pequenas têm que usar cadeirinhas adequadas para seu peso e tamanho;

➡ boa parte das estradas neozelandezas são de faixa simples e várias delas possuem “faixas de ultrapassagem”, de modo que o mais seguro é esperar chegar uma delas para fazer qualquer ultrapassagem;

➡ ao dirigir na Nova Zelândia, lembre-se de que pedestres e ciclistas têm prioridade sob os carros;

➡ é meio obvio, mas quando chegar em uma rotatória, a direção para entrar nela será no sentido horário, ou seja, ao contrário do que fazemos.

roadtrip nova zelandia - Dirigir na Nova Zelândia: dicas práticas!
Pontes de uma única pista: você vai encontrar muitas

Pontes de pista única

Aqui está uma coisa que achei bem curiosa da Nova Zelândia: um monte de pontes de pista única, ou seja, só passa um carro por vez. Então, como saber quem passa primeiro?

Em algumas pouquíssimas existe um semáforo, mas na maioria esmagadora você deverá seguir a indicação das placas de trânsito (imagens abaixo) para saber quando a prioridade é sua ou do outro veículo:

pontes nova zelandia - Dirigir na Nova Zelândia: dicas práticas!
Imagem retirada da brochura da NZ Transport Agency

Estacionamento na Nova Zelândia

Se você pretende dirigir na Nova Zelândia, saiba que poderá ser multado, e até guinchado, se estacionar do lado errado da rua, a não ser que a rua seja de mão única, nas quais você está autorizado a estacionar em ambos os lados da rua. Isso significa que tem que estacionar no sentido do trânsito.

De um modo geral, não tivemos dificuldades com estacionamento. Nas grandes atrações existem áreas grandes para isso e nas cidades pequenas costuma ser fácil achar vagas. Só em Queenstown é que foi uma pouco mais difícil achar vaga na rua, no entanto, existem vários estacionamentos pagos na área central da cidade.

Confira => Passeios em Queenstown e arredores

estacionamento em nova zelandia - Dirigir na Nova Zelândia: dicas práticas!
Ruas cheias em Queenstown

Recolocation

Para quem quer economizar no aluguel do carro, essa é uma ótima oportunidade. É o seguinte: muitas pessoas alugam o carro em uma cidade e devolve em outra, o chamado sentido único. Só que, com isso, as agências precisam retornar seus veículos para os pontos de origem e foi aí que elas começaram a dar mega descontos para clientes que façam isso por elas.

Funciona dessa maneira: a agência determina a rota e o período (datas) da viagem e, se estiver de acordo com o seu interesse, ela te dá um super desconto que por vezes pode chegar a diárias de 1 dólar, dão o tanque de gasolina cheio, entre outros benefícios. Isso porque, para eles, é mais barato fazer desse modo do que ter que deslocar um funcionário para ir lá buscar o carro.

Verifique no site Transfer Car se tem alguma oferta para a época da sua viagem, porque, se você der sorte, poderá economizar uma grana.

Tempos de viagem

Aqui está algo que nos engana muito. Por vezes, olhamos no GPS ou no Google Maps e acreditamos que iremos levar um determinado tempo para chegar aos destinos, mas quase sempre levamos bem mais. Isso porque muitas estradas na Nova Zelândia são estreitas e/ou cheias de curvas, fora que a maioria delas tem apenas duas pistas, com apenas uma faixa em cada sentido.

estrada nova zelandia - Dirigir na Nova Zelândia: dicas práticas!

Além do mais, por conta das paisagens lindas, você acaba fazendo várias paradinhas para fotos, tornando o tempo de viagem mais longo; então, sempre calcule com folga, pois dificilmente você fará o trajeto no tempo marcado.

Confira => Passeios em Auckland e arredores

estrada da nova zelandia - Dirigir na Nova Zelândia: dicas práticas!
As estradas da Nova Zelândia são ‘ornamentadas´por paisagens maravilhosas

Dicas extras

Combustível

Em especial na Ilha Sul, fique atento ao combustível e nunca o deixe chegar na reserva, pois em alguns lugares há poucos postos para abastecimento e você poderá dirigir  quilômetros sem encontrar nenhum. Por isso, procure estar sempre com o tanque cheio.

Dirigir no inverno da Nova Zelândia

Nós fizemos a nossa viagem de carro pela Nova Zelândia no inverno e tivemos muita sorte, pois não pegamos nenhuma nevasca e nem estradas fechadas, mas, se você for durante esse época do ano, saiba que isso pode acontecer.

O ideal é sempre que for pegar a estrada você verifique as condições dela e, para isso, eles têm um site ótimo e atualizado em tempo real, que é o www.nzta.govt.nz/traffic.

Dirigir com neve ou gelo na pista é bem complicado, em especial para quem não tem prática, por isso tenha sempre um plano B de passeio, para o caso de as condições não estarem boas no dia.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR + 5% DE DESCONTO

Chip de viagem - Dirigir na Nova Zelândia: dicas práticas!Que tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da American Chip tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 200 países. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe 5% de desconto

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Enfim, apesar de num primeiro momento ser tudo muito estranho e desconfortável, dirigir na Nova Zelândia não foi um bicho de sete cabeças, pois rapidamente nos adaptamos. Vá sem medo!

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitor do blog tem até 16% de desconto. Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPROFISSIONAL.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Autor
Ana Catarina Portugal
Ana Catarina Portugal é a criadora e editora-chefe do blog Turista Profissional, relatando as dicas e experiências que teve nos mais de 40 países por onde já passou. Também escreve sobre viagens para revistas especializadas, é professora de artes, filósofa formada e mestre em História da Arte.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *