DMZ Tour: visitando a fronteira entre Coreia do Norte e Coreia do Sul

Nós nunca imaginamos que um dia pisaríamos na Coreia, ainda mais que um dia visitaríamos a fronteira entre Coreia do Norte e Coreia do Sul, passeio conhecido como DMZ Tour, pois vai à DMZ ou Demilitarized Zone (Zona Desmilitarizada).

Mas fomos!

Nós fomos, na verdade, para Seul, cidade cosmopolita, linda, limpa, organizada e que adoramos. Mas, de lá, fizemos esse passeio super interessante, DMZ Tour, que vai até a região da fronteira entre os dois países: a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.

A Zona Desmilitarizada foi estabelecida em 1953, por meio de um Acordo de Armistício (a guerra teoricamente não acabou),  sendo uma faixa de terra de 4 km de largura em toda a extensão da fronteira entre Coreia do Norte e Coreia do Sul (238 km). É uma zona de segurança – e um pouco de tensão – para os dois países.

Apesar de ser uma zona de segurança, é possível conhecê-la e ela tem alguns pontos turísticos, mas é melhor ir de excursão, como fizemos.

Estação de trem Dorasan
Nós com a Turistinha em frente à estação de trem Dorasan, na DMZ.

Existem várias agências que fazem o passeios e alguns tipos diferentes. Há passeios de dia inteiro, que até incluem almoço, e há passeios de meio dia. Nós fizemos o de meio dia, que sai por volta das 8h e volta cerca de 14h e pouco (são cerca de 6h de tour). Na época que fomos, não tinha a opção de dia inteiro – isso muda conforme a época, pois o passeio de dia inteiro vai à Joint Security Area (JSA), ou Área de Segurança Conjunta.

A JSA é uma área de “encontro” entra as duas Coreias. Com diversas barracas azuis, ela é dividida por uma linha de concreto que separa os dois países e há uma sala com uma grande mesa de reuniões que pertence aos dois. Foi nessa região que o acordo que estabeleceu a DMZ foi criado.

Como você pode entender, é uma área de segurança e, dependendo dos acontecimentos e do ‘humor’ na relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul, não se pode ir. Infelizmente, não pudemos.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não viaje para a Ásia sem um ótimo seguro viagem. Imagine ter uma perrengue do outro lado do planeta?! Escolha a melhor opção de seguro para você aqui e ganhe 5% de desconto com o cupom TURISTAPRO5. E quem pagar com boleto, ganha mais 5%.


Então, nós visitamos, nesta ordem:

✔ O Imjingak Park (Parque Imjingak), que fica em Paju, uma das últimas cidade da Coreia do Sul antes da Coreia do Norte;

✔ Dorasan Station, uma grande estação de trem que nunca foi utilizada por causa da guerra entre as Coreias;

✔ Uma passagem subterrânea, o 3rd Infiltration Tunnel (3º Túnel de Infiltração) de mais de 350 metros que liga as duas Coreias (mas que é fechada por um muro) e o DMZ Exhibition Hall;

✔ Um mirante, o Observatório Dora, de onde se pode ver a fronteira entre as duas Coreias;

Aconselho fazer o Day Tour (dia inteiro), mas, se não der, faça este de meio dia mesmo, pois é um passeio emocionante. Só não deixe de conhecer.

DMZ Tour
A cerca de arame farpado está presente pra onde a gente olhe

DMZ Tour: fronteira entre Coreia do Norte e Coreia do Sul

Uma van nos pegou em nosso hotel e lá fomos nós para a estrada.

Durante o caminho, em determinada parte é possível ver uma grande cerca de arame farpado com bases de vigilância, acompanhando a estrada. Essa cerca defende a Coreia do Sul, mas as bases de vigilância não estavam sendo utilizadas.

Coreia do Norte

O arame farpado, aliás, é um símbolo forte da separação das duas Coreias. Há, inclusive, souvenirs com ele… confesso que comprei!

Parque Imjingak

A primeira parada do nosso DMZ Tour foi no Parque Imjingak, em Paju, que fica bem ao lado do rio Imjim. Ali, temos tempo para tomar um café, tirar fotos e observar a região do alto da cobertura do prédio.

Há alguns estátuas e monumentos em homenagem às famílias separadas pela guerra e aos mortos.

DMZ Tour Coreia

DMZ Tour Coreias

Do alto do centro de visitantes há uma espécie de deck de observação, de onde podemos ver bem a ferrovia que ligaria as duas Coreias, mas que não é utilizada, passando pela ponte que atravessa o rio Imjin, antes de seguir seu caminho – conhecida como a “Ponte da Liberdade”.

Ponte da Liberdade Coreia

Uma parte da cerca de arame farpado e algumas das bases de vigilância também podem ser vistas. Essa cerca é ainda na região da Coreia do Sul, utilizada para proteger o país na época da guerra.

No local ainda há cafés e restaurantes, além de um pequeno parque de diversões, que não estava funcionando (fomos no inverno).

Fronteira das coreias

Para ir à estação de trem Dorasan, que fica dentro de uma Zona de Controle Civil (CCZ), só se tem acesso após apresentar algum documento de identificação (pra gente, o passaporte).

Na hora marcada, então, fomos agrupados em um ônibus maior com pessoas de outras vans e seguimos para Dorasan Station.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Que tal já chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e receba o seu chip em casa com frete grátisCompre aqui


Dorasan Station

Esta estação faz parte da Linha de trem Gyeongui, que anteriormente ligava a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.

A estação Dorasan foi aberta em 11 de abril de 2002, com a intenção de ser um elo de ligação entre as duas Coreias. A estação de Dorasan está localizada a 56 km da estação de Seul, na Coréia do Sul, a 17 km da estação de Kaeseong e a 205 km da estação de Pyeongyang, na Coréia do Norte.

Estação Dorasan Coreia

DMZ Tour Estação de trem Dorasan

Em 20 de fevereiro de 2002, o Presidente Kim Dae Jung e o Presidente dos EUA à época, George W. Bush, visitaram a estação.

A estação Dorasan tinha os objetivos não só de ligar as duas Coreias (levando matéria-prima, por exemplo, para a Região Industrial de Kaesong, na Coreia do Norte, e retornando com produtos acabados), mas também pretende-se, um dia, conectar a Trans Korean Railway (TKS) à Transiberiana (Trans Siberian Railway).

Piano símbolo da separação das Coreias
Piano da Unificação – símbolo da separação entre as Coreias
Estação de trem Dorasan na Coreia do Sul
Detalhe das cordas do violão feitas de arame farpado

Após o fechamento definitivo das fronteiras pelo governo norte-coreano, a estação  Dorasan serve apenas como mais um ponto turístico da Coreia do Sul.

Estação de trem Dorasan na Coreia do Sul
Lá na Estação Dorasan você pode pegar carimbos comemorativos
Carimbos da DMZ Tour
Fizemos nossos carimbos no papel do mapa que recebemos no tour.

Na Dorasan Station tem também uma lojinha de souvenirs e eu, como bom turista que sou, não me pude deixar de comprar uma lembrança da DMZ. No caso, comprei, acredite, um pedaço de arame farpado retirado na época do 50º aniversário da Guerra das Coreias:

cerca de arame DMZ tour
Sim, é um pedaço de arame farpado autêntico!

Observatório Dora

É um mirante construído em 1986 no alto do Monte Dora, de onde vem o nome. É o lugar mais próximo que podemos chegar da Coreia do Norte, desde a Coreia do Sul.

DMZ Tour observatório Dora

No local tem uma construção que parece da ONU e tem seguranças e militares. Quando chegamos, há uma linha amarela a uns 5 metros do muro de onde podemos ver a fronteira (onde tem até aqueles binóculos de observação) e o guia nos disse que não poderíamos tirar fotos para além daquela linha com a máquina “profissional”, somente dali. Fiquei doido e tentava tirar fotos com minha objetiva, mas tava difícil. Depois, o vi conversando com um militar e ele disse que liberariam aquele dia para tirar fotos. Não sei se é verdade ou se realmente não pode, mas que a linha amarela está lá, está.

DMZ tour observatório

Dali, de onde se pode ver bem a fronteira entre os dois países, inclusive as duas bandeiras, uma em frente à outra, com a DMZ no centro. Do lado da Coreia do Norte, podemos ver a cidade de Kijŏngdong, segundo os sul-coreanos, uma cidade construída na década de 1950 como propaganda do regime norte-coreano e para atrair dissidentes do lado do Sul. Hoje, segundo informações, é uma cidade fantasma.

Fronteira Coreia do norte e Coreia do Sul
As duas bandeiras das Coreias do Norte e do Sul frente a frente
Bandeira da Coreia do Sul
Bandeira da Coreia do Sul
Bandeira da Coreia do Norte na DMZ
Bandeira da Coreia do Norte

Túnel de Infiltração

O último lugar que fomos foi ao 3º Túnel de Infiltração. Na década de 1970 a Coreia do Sul encontrou 3 túneis feitos pelos militares da Coreia do Norte, utilizados para espionagem, depois um 4º túnel também foi encontrado. Estima-se que existam muitos outros.

Túnel de infiltração na DMZ
Infelizmente, não nos deixaram tirar fotos dentro do túnel

Para essa visita, utilizamos um capacete e descemos andando pelo túnel – de cerca de 3 metros de largura por 2 metros de altura – por mais de 350 metros para baixo do solo até chegarmos a uma parede, na exata fronteira entre as duas coreias por baixo do solo. Lá, somente por um pequeno um buraco podemos ver o outro lado. Depois, subir de volta que é mais puxado…

DMZ Tour Túnel de espionagem
Nossa turistinha gostou dos guardinhas…

Depois, podemos visitar o DMZ Exhibition Hall, com informações sobre a Guerra das Coreias, exposições de armas, filmes sobre a história da guerra, etc.

☛ Leia também: Como comprar um seguro viagem mais barato

DMZ Tour exposição

Outras dicas e informações sobre o DMZ Tour:

✔ O passeio começa numa van que nos pega nos hotéis na região central. Na volta, porém, a van deixou todo mundo na prefeitura de Seul.

✔ Pode ser feito com crianças. Fomos com nossa turistinha, sem problemas. Só sofri quando entramos no túnel, porque a levei no colo todo o trajeto, pois tinha que acompanhar o guia e ela andando não dava conta.

✔ Nosso hotel era o President Hotel, muito bom, ótimo custo benefício e bem em frente à prefeitura, então, não tivemos problema.

✔ Se quiser, leve um lanchinho na mochila, especialmente se estiver com crianças.

Passeio na DMZ

Então, gostou?

Não deixe de fazer o passeio. Veja abaixo onde você pode comprar, com segurança, as duas versões, meio dia ou dia inteiro:

Oferecido por GetYourGuide. Torne-se um parceiro.

E boa viagem!!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here