Por: Declev Dib-Ferreira - Atualizado em 03/11/2019

Quando se pensa nos impressionistas – artistas quase que unanimidade entre o gosto dos admiradores – logo nos vem França à cabeça. E, sim, é verdade que este país era a base de quase todos eles.

Paris, então, era quase a “cidade-sede” do movimento, recebendo muitos deles durante décadas como moradores e também servindo de inspiração e cenário para seus quadros.

Podemos ver, por exemplo, no post roteiro por Montmartre que muitos deles moraram e retrataram parte deste bairro em suas telas.

Então, você deve se perguntar, grande parte de suas obras devem estar na França, certo? Certo, certíssimo! E aqui, então, vai a dica: quer ver obras dos impressionistas? Vá no Musée d’Orsey!

Economia => Seguro Viagem Europa (dicas + desconto)

Confira => Passeios em Paris e arredores

o que fazer em Paris - D'Orsay, o museu dos impressionistas em Paris

O museu é pequeno e charmoso, construído dentro de uma antiga estação ferroviária (a Gare d’Orsay), na margem esquerda do rio Sena. O próprio prédio de inspiração art nouveau já é lindo, mas as obras, que cobrem o período de 1848 a 1914, formam um acervo impressionante (sem trocadilhos!).

Imperdível => Passeio para Giverny

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI!


O estação havia sido construída para a Exposition Universelle de 1900. Mas, logo em 1939, com a eletrificação da rede de trilhos, as plataformas da  Gare d’Orsay ficaram curtas para os novos trens e ela teve que deixar de funcionar como estação.

Durante a Segunda Guerra o prédio foi utilizado como centro postal e, depois, utilizado como cenário do filme O Processo (texto de Kafka e direção de Orson Welles), em 1962.

Em 1973 tornou-se Patrimônio Histórico da cidade e, em 1977, o presidente Valéry Giscard d”Estaing decidiu transformá-lo em museu de arte. O museu, finalmente, foi inaugurado em 1986.

Economia => Paris Museum Pass

o que ver em Paris - D'Orsay, o museu dos impressionistas em Paris

É claro que não é só lá que podemos encontrar obras dos impressionistas – elas estão espalhadas por todo o mundo e em outros museus de Paris – mas muitas e muitas daquelas que nós estamos acostumados a ver nos livros de História ou de Artes estão por lá.

É muito emocionante dar de cara com uma delas.

Pesquise outras opções de hospedagem em Paris aqui!

atrações turísticas - D'Orsay, o museu dos impressionistas em Paris

Como eu disse, o museu é pequeno, então dá pra fazer ele todo, por exemplo, em uma manhã.

Agora uma notícia não muito boa pra quem nunca foi: antigamente podia tirar fotos, mas hoje não pode mais… que pena! Mas eu tive o privilégio de ir lá três vezes, então das duas primeiras eu pude tirar fotos livremente, da ultima já não pude mais. E são, portanto, as fotos que você pode ver aqui neste post.

Imperdível também => Tour guiado e sem fila para Versalhes

Museu Impressionistas - D'Orsay, o museu dos impressionistas em Paris

De qualquer forma, se você gosta deste tipo de arte, você TEM que ir ao D’Orsey quando for à Paris.

Lá você encontrará autores como Renoir, Gauguin, Cézanne, Sisley, Manet, Monet, Degas, Toulouse-Lautrec, Pissarro, Van Gogh… nada mal, né?

E as obras cobrem não só pinturas, mas também muitas esculturas, desenhos, pastéis, esboços e utensílios domésticos da época.

Informações úteis:

– Endereço: 62, rue de Lile
– Como chegar: Metrô 12, estação Solférino | RER C estação Musée d’Orsay | Ônibus 24, 63, 68, 69, 73, 83, 84, 94
– Funcionamento: de 3ª a domingo, das 9:30 à 18h (5ª até 21:45h). Fecha às segundas
– Custo: € 15,40
– Site: http://www.musee-orsay.fr/

Ingresso antecipado e sem fila

Não deixe de conferir todas as nossas dicas de Paris e dicas da Françae nem de verificar os ingressos e passeios, que poderá comprar com desconto antes de embarcar para lá.

guia de paris - D'Orsay, o museu dos impressionistas em ParisAproveite para conhecer também o nosso guia, o “Roteiro de 7 dias em Paris e arredores“,  que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia a dia.

COMPRE SEU GUIA AQUI

Boa viagem!

✈ Continue sua viagem para Paris aqui:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Autor
Declev Dib-Ferreira
Declev Reynier Dib-Ferreira é fotógrafo e editor do blog Turista Profissional, acompanhando de perto todas as aventuras e histórias contadas aqui. É professor de ciências e doutor em Meio Ambiente. Mantém também o blog Diário do Professor, sobre educação.
    2 Comentários
    1. Olá! Fiquei surpresa porque já liberaram as fotos de novo! Em 2011 não podia. O melhor museu de Paris, na minha opinião. Abraços.

    2. Realmente, O Museu Dórsay é para mim o museu mais charmoso de Paris. Perde-se nele durante uma tarde inteira sem vontade de se ir embora. Ja fui duas vezes e n próxima viagem irei novamente. Parabéns pela matéria.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *