Fervedouros do Jalapão: um sonho azul!

Os fervedouros do Jalapão são um capítulo à parte diante de toda a beleza da região.

Todos são muito lindos e possuem características muito particulares e interessantes.

Chamam a atenção tanto pela coloração de suas águas quanto pela maneira diversa como cada um deles traz a água do subsolo à tona, com maior ou menor pressão da nascente.

Assim como todas as outras atrações que descrevi nos meus artigos anteriores sobre o Jalapão, os fervedouros são atrações imperdíveis, que encantam até os turistas mais exigentes e acostumados às belezas desse mundão de meu Deus!

Listo abaixo oito fervedouros que visitei no Jalapão e que me encantaram, cada um com suas características únicas e tão incríveis.

Vem comigo!

> Seguro Viagem Nacional: é necessário fazer? <

Fervedouros do Jalapão

Fervedouros do Jalapão

Fervedouro do Ceiça

O Fervedouro do Ceiça fica em Mateiros.

Seu terreno é frágil, então a capacidade para receber os turistas é reduzida. Apenas seis pessoas podem entrar por vez, com tempo máximo de permanência de 20 minutos.

O fervedouro é cercado por muitas bananeiras que, junto com a água – de um azul estonteante -, compõem um lindo cartão-postal do Jalapão – e um dos mais famosos também.

Jalapao Fervedouro do Ceica - Fervedouros do Jalapão: um sonho azul!

Há uma pequena estrutura de apoio para receber os turistas no local.

O Fervedouro do Ceiça fica dentro de uma área particular e está aberto à visitação todos os dias, das 6h às 18h. A espera para entrar na água pode ser longa, dependendo da época do ano.

Como viajei no período de férias de janeiro, havia uma fila para entrar, mas até que estava pequena. Enquanto aguardávamos, tomamos um delicioso banho de rio (é liberado, não se paga nada) e nos encantamos com a quantidade de buritis caídos pelo caminho até o fervedouro.

Vale muito a visita!

  • Localização: saindo de Mateiros pela TO 110, cerca de 25 km.
  • Custo: R$ 20,00 (por pessoa).

o que fazer no Jalapão

Fervedouro do Buriti

O Fervedouro do Buriti recebeu esse nome por causa dos imensos buritis que cercam o local e dividem espaço com as bananeiras, assim como no Fervedouro do Ceiça e em tantos outros do Jalapão.

Todavia, esse fervedouro específico tem um buriti enorme à sua margem, o que deu origem ao nome.

A trilha que leva até o Fervedouro do Buriti é curtinha, leva cerca de cinco minutos a pé. O Buriti tem capacidade para 10 pessoas por vez, que podem permanecer na água por até 20 minutos.

Há uma pequenina cabana de madeira na entrada, para que o visitante não fique o tempo inteiro no sol.

O local tem estrutura com banheiros e restaurante.

  • Localização: saindo de Mateiros pela TO-110, cerca de 20 km.
  • Custo: R$ 15,00 (por pessoa).

o que ver no Jalapão

Fervedouro do Buritizinho

O Fervedouro do Buritizinho lembra uma gota em sua forma. A sua nascente é a mais profunda de todos os fervedouros que visitei no Jalapão, o que diminui muito a sensação de flutuação.

Todavia, mesmo sem grande pressão da nascente, a cor da água é transparente… na minha opinião, foi a cor de água mais clara e o fervedouro com maior visibilidade que vi por lá! E o lugar rende excelentes fotos, principalmente as subaquáticas.

Eu não queria sair da água!

passeios pelos fervedouros do Jalapão

A capacidade do Buritizinho é pequena: só entram seis pessoas por vez.

Essa visita não deve de forma alguma ficar de fora do seu roteiro!

  • Localização: saindo de Mateiros pela TO-110, cerca de 25 km.
  • Custo: R$ 15,00 (por pessoa).

o que ver no Jalapão

Fervedouro Encontro das Águas

O Fervedouro Encontro das Águas está localizado próximo ao encontro dos rios Sono e Formiga, que têm colorações, densidades da água e temperaturas diferentes, o que faz com que suas águas não se misturem por um longo trecho.

Enquanto o visitante aguarda para entrar no fervedouro, pode se banhar no local onde os dois rios se encontram, o que é uma diversão à parte!

O Fervedouro Encontro das Águas foi o menor que visitei no Jalapão, contudo é o que tem a maior pressão da nascente (pelo menos dos que eu visitei).

Sua areia parece glitter dourado. A cor da água não é azulzinha como a dos outros fervedouros (por causa da imensa pressão da nascente, os grãos de areia flutuam o tempo todo na água), mas a sensação de flutuação é muito intensa.

fervedouros do Jalapão

Quando minhas pernas entraram no olho da nascente, parecia que eu ia afundar, como em areia movediça… no entanto, fui jogada para cima pela pressão d’água e, simplesmente, flutuei!!! Sensacional!

Uma boa dica sobre esse fervedouro: quando você sair da água, corra de volta para o rio o mais rápido possível!!! Nem te conto o porquê… vá conferir!!! 😛 😛 😛

Vale muito a visita!

  • Localização: saindo de Mateiros pela TO-110, cerca de 30 km.
  • Custo: R$ 15,00 (por pessoa).

> Atenção: Se você pretende ir por conta própria ao Jalapão, veja aqui:

Fervedouro Rio Sono

O Fervedouro Rio Sono recebe os turistas com uma boa estrutura. Há um restaurante no local e um redário para tirar um cochilo depois do almoço. Nós amamos!

Por essa razão, ele é uma excelente dica de parada entre o fervedouro do Ceiça e a Cachoeira do Formiga.

Dá para dar aquele “tchibum” no fervedouro Rio Sono, almoçar (e experimentar a deliciosa culinária local, sempre muito simples, mas de um sabor maravilhoso) e ainda tirar aquela “pestana” necessária depois de comer.

O almoço tem um custo de R$ 35,00 (por pessoa) e você pode se servir à vontade.

Esse fervedouro é formado por um um poço cheinho de nascentes. Assim que você entrar na água, vá testando todas elas – algumas são mais fortes, outras mais fracas – e escolha a que mais te agradar para flutuar sobre ela. Ou divirta-se em cada uma das nascentes – fica a seu critério!

o que fazer no jalapão

A água tem uma linda coloração azul e as fotos não têm como ficar ruins. Bom lugar também para fotos subaquáticas. O desenho do poço é mais quadrado que os dos outros fervedouros. Existe uma plataforma de madeira que ajuda o visitante a chegar até a água.

Não é necessário caminhar por uma trilha até o fervedouro do Rio Sono e o acesso a pé é bem fácil. A capacidade é de seis pessoas por vez. A vegetação que colore a margem é verdinha: um encanto!

Ah!, o Fervedouro Rio Sono agora também oferece visitações noturnas.

Vale muito a experiência!

atrações turísticas do Jalapão
Foto retirada do Facebook oficial do fervedouro Rio Sono

Macaúbas

O Fervedouro das Macaúbas foi aberto recentemente para a visitação. É, dessa forma, o “mais novo” de todo do Jalapão e é mais uma incrível opção de passeio pelo Deserto das Águas.

Macaúbas é maior que os fervedouros que visitamos anteriormente. A coloração da sua água (verde-piscina e deliciosamente cristalina!) estava bastante diferente das cores que já tínhamos visto em outros fervedouros, pelo menos no período de nossa expedição.

É um fervedouro muito lindo também. Por ser maior que os outros, tem capacidade para 10 pessoas por vez.

Foi muito divertida a nossa visita e, como estava bem vazio, nosso grupo pôde ficar dentro do fervedouro por um longo tempo. Foi incrível!

Não deixe Macaúbas de fora do seu roteiro!

  • Localização: Mateiros – TO, 77593-000.
  • Custo: 15,00 (por pessoa)
  • Whatsapp para reservas: 63 99110-0770 / 98129-5224

fervedouros do Jalapão Macaíúbas

Fervedouro Alecrim

Alecrim, alecrim dourado que nasceu no campo sem ser semeado…

No Jalapão, o Alecrim não é dourado como na canção, mas tem uma coloração verdinha e linda! Claro que me refiro ao Fervedouro Alecrim, um encanto de lugar que você não pode deixar de conhecer!

Ele foi, entre todos os fervedouros que visitei, o que tinha a cor mais diferente de todas.

Fervedouro Alecrim

O Fervedouro Alecrim se localiza mais próximo da cidade de São Félix. Sua piscina possui uma grande fonte – a principal – e outras bem menores. Mas todas elas garantem diversão certa aos turistas.

Alecrim tem capacidade para 6 pessoas por vez, que ficam dentro do fervedouro por volta de 20 minutos. Uma pena: eu queria ficar o dia inteiro!!! rsrs

Não existe (ainda) uma infraestrutura com restaurantes ou hospedagem no local.

Mesmo assim, vale muito a pena a visita!

  • Endereço: TO-110, São Félix do Tocantins – TO.
  • Custo: R$ 10,00 (por pessoa).

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


Fervedouro Bela Vista

De todos os fervedouros que visitei no Jalapão, o Bela Vista é o que oferece a melhor estrutura para os turistas. Há uma pousada no local, com restaurante (refeições, com comida à vontade, têm custo de R$ 35), e o fervedouro fica bem pertinho de tudo, dá para ir a pé.

Passamos uma noite nessa pousada e foi muito legal. Conto o porquê: durante o dia, o fervedouro Bela Vista fica aberto à visitação, então há um grande fluxo de turistas entrando e saindo e formam-se filas para o banho em suas águas. A capacidade máxima do Fervedouro Bela Vista é de dez pessoas por vez.

Contudo, à noite, a pousada fecha para a visitação externa e o fervedouro fica aberto só para quem está hospedado lá. E nós estávamos!!! Dessa forma, tomamos um delicioso banho no fervedouro Bela Vista à noite!

Fervedouro bela vista no Jalapão

Outra coisa: como as pessoas estavam muito cansadas do longo trajeto percorrido durante o dia, muitos não se interessaram pelo banho noturno – preferiram entrar no fervedouro pela manhã, antes que a pousada reabrisse para a visitação externa (também há um período matinal em que o fervedouro fica à disposição somente dos hóspedes da pousada).

Então, como não havia mais ninguém para entrar na água, ficamos lá brincando e nos divertindo nas nascentes (várias!) pelo tempo que quisemos! Eu saí de lá com os dedos enrugados!!!

Banho noturno num fervedouro foi uma coisa que eu, definitivamente, nunca imaginei que faria na vida… a experiência foi incrível!

Claro que, assim como todos os outros fervedouros do Jalapão, o Bela Vista é imperdível! Algumas pessoas, inclusive, consideram-no como o mais bonito de todo o Deserto das Águas! Não o deixe de fora do seu roteiro!

Como é um fervedouro do Jalapão

O que você me diz, caro leitor? Já está com água na boca para dar um “tchibum” nessas lindezas???

E não tenha medo, pois não se afunda nos fervedouros. Veja aqui uma explicação de porque não se afunda nos Fervedouros do Jalapão.

Não perca tempo! Organize logo sua viagem para o Jalapão!

Leia todos os nossos artigos sobre essa incrível expedição ao Jalapão e aventure-se! Você, certamente, vai amar!

Boa viagem!

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas
Artigo anteriorComo comprar ingressos para a NBA
Próximo artigoSeguro Viagem Espanha
Evelyn Coutinho de Almeida é formada em Língua Portuguesa e Literatura pela UERJ. Reside no Estado Rio de Janeiro, onde trabalha como professora. Apaixonada por culturas, histórias, viagens e fotografias, é "tripulante" frequente das aventuras do Turista pelo mundo. Com um currículo de mais de trinta países já visitados, escreve como colaboradora do blog desde maio de 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here