Imigração na Tailândia: vacinas, visto e outras dicas

Atualizado em 28/05/2019

Nós já passamos pela imigração na Tailândia várias vezes e em aeroportos diferentes, por isso, quase nos consideramos experts no assunto, rsrs.

De um modo geral, a imigração tailandesa é muito tranquila e ninguém te pergunta nada – a não ser que não tenha preenchido algo corretamente no formulário de chegada ao país ou esteja irregular com alguma documentação.

Ou seja, aquele receio que algumas pessoas têm de serem barradas na entrada de determinado país é praticamente inexistente por lá. Até porque uma das maiores fontes de renda da Tailândia é justamente o turismo e, se começarem a barrar todo mundo, isso seria bem prejudicial, não é?!

Mesmo assim, vamos ver os procedimentos corretos pra, quando você for, não ter problema nenhum.

Imigração na Tailândia

☛ Leia também: Qual a melhor época para viajar para a Tailândia?

Imigração na Tailândia: dicas práticas!

Bom, já vimos que é tranquilo chegar ao país, mas existem alguns cuidados que precisam ser tomados antes da viagem, em especial os brasileiros. Vamos lá!

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Chip de viagemQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 210 países, e de voz para EUA, México, Canadá e Europa. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe o frete grátis

COMPRE SEU CHIP AQUI!

 

Visto para a Tailândia

Tanto brasileiros quanto portugueses não precisam de visto de turismo para entrar no país, apenas se o motivo da viagem for outro, como negócios ou estudo.

Brasileiros podem permanecer no país até 90 dias e portugueses até 30 dias, depois disso é preciso renovar a autorização de estadia (seu “carimbo”). Caso contrário, pagará uma bela multa.

A Tailândia exige visto para um pequeno grupo de 19 países, como Andorra, Lituânia, Bulgária e outros, mas que podem ser adquiridos lá mesmo, no sistema Visa On Arrival.

visto-para-brasileirosShutterstock

Validade do passaporte

Em tese, é preciso que o seu passaporte tenha uma validade mínima de 6 meses, segundo informações da própria embaixada tailandesa. Mas nós passamos por uma experiência diferente disso, pois o passaporte que utilizamos para a entrada da nossa filha só tinha a validade de pouco mais de 4 meses e, no entanto, em nenhuma das 3 vezes que passamos pela imigração da Tailândia – agora em janeiro de 2017 – nenhum dos oficiais questionou o fato.

Isso quer dizer que você pode relaxar e viajar com um passaporte abaixo do tempo mínimo de validade?

Jamais e em tempo algum. Eu não arriscaria. Por acaso aconteceu assim conosco, mas estávamos tranquilos porque ela tinha 2 passaportes (um Português e outro Brasileiro) e, se desse algum problema, poderíamos usar o outro, que estava dentro do prazo exigido. Então, verifique o seu antes da viagem e, se o prazo não estiver ok, tire outro passaporte.

passaporte de bebê

Vacina contra febre amarela

Esta é possivelmente a coisa mais importante na imigração na Tailândia: o Certificado Internacional de Vacina da Febre Amarela.

Em resumo, eis os passos para conseguir o seu certificado:

  • é preciso que a vacina seja tomada, no mínimo, 10 dias antes da viagem;
  • leve a sua carteirinha de vacinação em algum posto da Anvisa para que eles possam emitir o certificado internacional (que virá em inglês);
  • não deixe para fazer isso em cima da hora!

Caso esteja grávida, esteja viajando com um bebê que ainda não possa ser vacinado ou tenha alguma questão médica ou alergia que te impeça de tomar a vacina, precisará tirar um Certificado Internacional de Isenção de Vacinação, também na Anvisa.

Recentemente, segundo o Itamaraty: “Em caso de extravio do Certificado Internacional, os visitantes brasileiros  podem efetuar a vacinação contra a febre amarela ao chegar, nas dependências do controle sanitário (“Health Control”) dos aeroportos internacionais da Tailândia. Por essa razão, não há registro de casos de brasileiros impedidos de ingressar no país por não disporem do Certificado Internacional de Vacinação no momento do desembarque.dicas da TailândiaShuterstock

Passo-a-passo ao desembarcar na Tailândia

Ainda durante o voo, a tripulação muito provavelmente te entregará um formulário para a imigração, que deverá ser todo preenchido e assinado. Caso não tenha um hotel reservado, leve por escrito o nome e endereço de algum, pois eles vão exigir que você indique um nesse formulário.

Aproveite e pesquise e reserve o seu hotel em Bangkok aqui!

Ao desembarcar, a nossa tendência natural é seguir o fluxo e ir direto para a fila da imigração, certo?!

Mas, atenção: se o seu passaporte é brasileiro, nem perca seu tempo nessa fila, pois a primeira coisa que terá que fazer é ir até o “Health Control”. Ali, você deverá pegar outro formulário específico deles (de saúde), preenchê-lo e apresentá-lo junto com o certificado internacional de vacinação, o passaporte e o formulário que te deram no avião.

Então, o oficial irá verificar tudo e carimbará o seu formulário de entrada no país. Somente com esse carimbo é que você poderá, então, se dirigir para a fila da imigração.

E o que acontece se for na imigração primeiro? Vai enfrentar uma fila danada (geralmente são grandes) e quando chegar na hora “H”eles vão te mandar de volta para pegar o tal carimbo. Vai querer passar por isso?

Aeroporto na TailândiaImigração na Tailândia? Filas!!!

Aqui vale uma dica preciosa que muitos brasileiros que têm dupla cidadania às vezes não se atentam: se você entrar com o seu outro passaporte (de algum país cuja vacina não seja exigida, claro!), obviamente não precisará passar por tudo isso, mesmo que more no Brasil. A vacina é exigida não pelo fato de morar no Brasil, mas sim pelo passaporte ser brasileiro (uma idiotice, ao meu ver, mas é assim que funciona).

Já os portugueses podem ir direto para a imigração, pois nenhuma vacina é exigida. Os países que sofrem essa exigência são, em sua maioria, da África e América Latina.

Prioridade existe?

Em tese, sim. Quem está viajando com crianças pequenas, grávidas, idosos e portadores de necessidades especiais têm uma fila separada, mas nem sempre muito visível, por isso, procure ou pergunte por ela.

Porém, ao desembarcar em Chiang Mai, apesar de ter um guichê especial para as prioridades, isso não foi respeitado. A imigração estava absurdamente lotada, as filas uma imensa confusão, onde ninguém sabia nem onde era o fim (nem os funcionários do aeroporto), gente furando fila, enfim, um caos total e eles simplesmente resolveram ignorar a regra de prioridades. Foi uma loucura ficar naquela fila insana por mais de uma hora com uma criança no colo chorando!

Imigração na TailândiaImigração na Tailândia? Mais filas!!!

Já nos demais aeroportos foi tranquilo, embora quem tivesse que passar pela imigração normal, em 90% das vezes, tenha pego grandes filas.

A verdade é que a imigração deles não é lá muito organizada, mas, enfim, você estará na Tailândia, então, não espere as coisas muito certinhas, 😉

Seguro viagem

O seguro viagem para a Tailândia é obrigatório?

Não, mas, como em toda viagem internacional, é altamente recomendável.  Caso você adoeça ou passe mal (bem comum com a comida diferente, por exemplo), você não vai querer usar o sistema público deles ou pagar uma grana para ir para uma boa clínica particular, né?!

comida tailandesa
Seguro não é obrigatório, mas… e se você comer algo e passar mal? É melhor ter um seguro!

Seguro é algo que a gente faz para não usar, mas se precisar dele por qualquer motivo, é muito bom tê-lo. Nós sempre fazemos, independente de qual seja o destino da nossa viagem.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não viaje para a Ásia sem um ótimo seguro viagem. Imagine ter uma perrengue do outro lado do planeta?! Escolha a melhor opção de seguro para você aqui e ganhe 5% de desconto com o cupom TURISTAPRO5. E quem pagar com boleto, ganha mais 5%.


.Bom, estas foram as nossa dicas sobre imigração na Tailândia. Fazendo tudo direitinho, não terá qualquer problema para entrar neste país lindo.

Boa viagem!

✈ Se vai viajar para a Tailândia, leia também:

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas

58 COMENTÁRIOS

  1. OLa! Vou pra Tailândia em agosto e fico até setembro, depois quero retornar no final de outro e ficar até dezembro. Vc sabe se tem restrição? E dar pra fazer múltiplas entradas? Obrigada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here