Israel: reze para entrar e pague para sair

Ouvi de várias pessoas e li em guias que entrar ou sair de Israel pode ser tenso e… sim, é. Sair pode ser ainda pior do que entrar!

Quando desembarcamos em Tel Aviv eu estava um pouco nervosa, ainda que estivesse com tudo ok.

Na fila da imigração vi algumas pessoas serem “interrogadas” por bastante tempo, inclusive uma sendo levada para outro ambiente, mas também vi pessoas que resolveram tudo bem rápido.

No nosso caso, fizeram as perguntas básicas que eu já estava esperando:

– qual a razão da viagem?

– de onde estão chegando? (dependendo de onde for, ainda te perguntam o que foi fazer lá)

– quanto tempo vai ficar?

– tem amigos em Israel?

– qual a sua religião?

– que lugares pretende conhecer no país?

dicas Israel

Em uma coisa você tem que prestar atenção: eles fazem a mesma pergunta várias vezes, de maneiras diferentes, para ver se você se contradiz. E outra coisa importantíssima: NUNCA diga que pretende ir até a Palestina (nem para visitar Belém ou Jericó, por exemplo).

Depois disso eles te dão um cartão azul que você deve guardar durante toda a viagem, pois no aeroporto eles não carimbam mais o passaporte, visto que ter este carimbo pode causar problemas para entrar em alguns países, como o Líbano, Síria e alguns Emirados Árabes.

imigração israel

Pronto, essa parte acabou!

Já na hora de deixar o país, a coisa pode ser ainda mais complexa!

Antes mesmo de chegar perto do check in você passa por uma entrevista sobre sua bagagem. Basicamente o que eles perguntam é:

– quem arrumou a sua mala? Alguém te ajudou? [Sempre diga que foi você mesmo]

– desde que ficou pronta ela ficou sozinha em algum momento? [Obviamente que você vai responder que não!]

– ganhou algum presente de alguém durante a sua estadia? [Não de novo, mesmo que tenha ganho]

Se estiver viajando junto com alguém eles vão fazer mil perguntas sobre a ligação entre vocês. Mil perguntas mesmo!

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


Depois você passa a sua mala num raio-x. Se estiver tudo ok, você segue para o check in, caso não, ainda irá para uma revista manual, ou seja, vão abrir a sua mala e verificar tudo, perguntando sobre tudo. Acredite se quiser, mas até com um simples prato eles implicaram. Vai entender!

Uma vez com o check in feito, finalmente você segue para o controle de passaporte, raio-x da bagagem de mão e… liberdade!

Aconselho seriamente a se programar para chegar ao aeroporto com umas 4 horas de antecedência, pois todo esse processo vai te tomar, no mínimo, uma hora. Se as filas estiverem grandes ou eles cismarem com você ou sua bagagem, esse tempo pode aumentar bastante.

Bom, todo esse procedimento é para o caso de se chegar e partir de avião, mas se sua entrada/saída em Israel for por via terrestre, há algumas mudanças.

Nós tivemos as duas experiências, por isso posso contar como é.

Deixa eu explicar: chegamos em Israel por avião, mas, em dado momento, atravessamos a fronteira para a Jordânia, onde ficamos por 2 noites e voltamos para Israel.

dicas de Israel

Na hora de sair de Israel para Jordânia, apesar de alguma burocracia, foi bem mais tranquilo. Só o que teve de diferente é que tivemos que pagar 102,00 NIS para sair. Isso mesmo, pagamos para sair!

Já quando tivemos que fazer o processo de entrada em Israel novamente, a coisa foi bem mais tensa.

Passaram a mala no raio-x e algumas foram abertas e totalmente reviradas. Na hora de mostrar o passaporte, eles escolheram duas amigas, aleatoriamente, para revistar. Elas foram levadas por duas guardas para um recinto fechado, foram totalmente apalpadas e ainda tiveram que levantar blusa e abaixar as calças. Bem constrangedor!

Acha que acabou?

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Que tal já chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e receba o seu chip em casa com frete grátisCompre aqui


Só depois disso é que fomos para o controle de passaporte (imigração) onde fizeram todas aquelas perguntas de novo e ainda me pediram para mostrar a passagem do nosso voo para ir embora do país.

Apesar de ser tudo feito com muita rigidez e seriedade, tenho que admitir que eles são educados. Ao menos conosco foram!

É tenso, mas o objetivo deles não é barrar a entrada das pessoas por nada, mas sim por razões políticas e de segurança, se for o caso. E, cá pra nós, eles devem ter lá seus motivos!

Boa viagem!

✈ Vai para Israel? Então, leia também:

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

18 COMENTÁRIOS

  1. Lembro que em todos os países na entrada e saída os viajantes devem, por questão de segurança, submeter-se a revistas, interrogatórios e verificação de suas bagagens. Estados Unidos e Reino Unido- por exemplo-, com justa razão, adotam medidas muito semelhantes ao Estado de Israel. “Quem não deve, não teme”, diz o velho ditado português. Já fui diversas vezes a aquele país e sinto-me totalmente seguro por que sei que as autoridades tomam todas as medidas possíveis para proteger os turistas e a população.

  2. Oi Ana Catarina,
    Pretendo ir a Israel em setembro. Chegaremos por Tel Aviv, vi seu relato. Na hora da pergunta quais locais iremos visitar, posso responder Jerusalém, Tel Aviv e Petra na Jordânia?
    Vi que falou para não mencionar Palestina. Então fiquei preocupado.
    Obrigado

  3. Irei dia 01/11/16 para os Emirados, (4 dias), Jordania, de passagem e por via terrestre para Jerusalem, lá chegando, 9 dias, na volta via terrestre para Jordania e 2 dias em Amann, já estou me preparando psicologicamente para a aporrinhação, na volta
    faço meu relato

  4. Casal é entrevistado junto? Pergunto porque não falo inglês, meu marido sim… Ele no caso pode responder por nós dois? Obrigada!

  5. Adorei seu Blog, as dicas….amei mesmo pretendo ir no final de janeiro. Quanto a parte de revistas kkk já fui revistada e apalpada na Holanda kkk quem me revistou pediu mil desculpas mas…ela disse que acharam meu busto grande kkkk sei lá acho que pensaram que havia mais alguma coisa kkk achei engraçado ao final. Tudo pela segurança! Mas gostei muito principalmente porque irei fazer o trajeto de entrada de Jordania para Israel e depois voltar a Jordania.
    Grata!

  6. Já fui a Israel várias vezes, e em Maio vou de novo…dos muitos países que já fui, Israel tem um sabor especial…quanto a entrar e sair concordo com o Adalberto Brito – quem não deve não teme. As perguntas e as checagens são muito diferentes das perguntas , por exemplo, qdo se vai ao Estados Unidos…em Israel o foco é exclusivamente na segurança, e não há tergiversões nas perguntas – são diretos e muito observadores. Indo para os EUA sempre a nóia é que vc seja um imigrante ilegal, então se vc vai para NovaYork ou Texas dá no mesmo…em Israel as respostas são decodificadas, e os israelenses de fato são expert nisso. Já cansei de dizer que vou à Hebron ( cisjordânia), e tudo bem….porque sei o que vou fazer lá, e eles vêem que é verdade…então, tudo depende da sua real intenção…Eu amo Israel. Qdo se está lá as dimensões do que se quer na vida adquirem um novo olhar…recomendo visitarem Tzfat ( norte)…eu sempre brinco – Deus trabalha em Jerusalém, mas de fato ele mora em Tzfat!!!

    Aproveitem !!!!

  7. Muito bom o seu website. Nao entendia o porque dos papeizinhos azuis na entrada e na saida, e a ausencia de carimbo. Esta explicado! Buscava, tambem, entender o porque, na saida, da pergunta sobre a relaçao com o companheiro de fila, e da longa entrevista, chegando mesmo o entrevistador a chamar um colega seu para fazer-me mais perguntas. Foi bastante desconfortavel, ate por que, nunca havia passado por isso antes: ser interrogada ao deixar o pais. Agora esta claro. Obrigada, Ana! Recomendarei o seu website a quem quiser visitar o pais. Se o tivesse lido antes…Abraços.

  8. Adorei o site! Com certeza seu texto é muito esclarecedor sobre o turismo em Israel, além de ser muito mais abrangente e profundo nas dicas. Ainda farei minha primeira viagem a Israel e a questão da burocracia ao entrar e ao sair não me desanimou nem um pouco, afinal, como você disse, eles tem seus motivos.

  9. Amei seu artigo!
    Viajarei com minha amiga e só ela fala Inglês e hebraico. Será que eles nos deixaram ser intrevistadas ao mesmo tempo? Grata!

  10. Gostei muito da forma com a qual falaram sobre a segurança,
    Ja vi pessoas desfazerem e reclamarem eu acho justissima toda essa segurança!
    pq eles realmente possuem muitos motivos para isso e é por isso que Israel é tão seguro apesar de tudo ,amando o site!!!!

  11. Acabo de passar por uma entrevista super ultra detalhada no vôo Lisboa/ Tel Aviv. Foram 2 seguranças diferentes e muito bem preparados intelectualmente.
    A cada resposta vinha uma outra pergunta muito bem fundamentada a que ia respondendo naturalmente. Toda, bagagem foi detalhadamente aberta e checkada. Fiquei uns 45 minutos a disposição . Meu passaporte foi levado por um fiscal e pelo outro também.
    Minha viagem é muito longa, várias conexões e viajava sozinha.
    Na realidade sei qual foi o ponto: tenho visto do Uzbequistão, carimbo do Quirguistão e Azerbaijão porque fiz a rota da Seda, o que recomendo.
    Ia respondendo tudo sem titubear: sempre a verdade. Foram muito profissionais, sérios e educados.
    O objetivo não é impedir alguém de viajar e sim preocupação com o vôo e com a entrada de alguém indesejável que possa “aprontar”.
    Adorei viajar pela El Al nunca me senti tão segura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here