Visita a Jericó, a cidade mais antiga do mundo

Atualizado em 08/09/2019

Visitar a Terra Santa é um grande sonho para muitos cristãos – mas não só para eles: Jerusalém e arredores (incluindo territórios pertencentes à Palestina, como Jericó a cidade mais antiga do mundo) são locais sagrados também para o Judaísmo e o Islamismo, o que torna a região importante para muita gente no mundo. 

Jericó faz parte do roteiro religioso dos arredores de Jerusalém; a cidade fica na Cisjordânia e, se você está de viagem marcada para lá, com certeza é um destino que não pode (e não deve!) ficar de fora do seu roteiro.

Mas o que você deve saber antes de visitar a cidade mais antiga do mundo? Há muitos detalhes que não devem ser esquecidos na hora de planejar uma viagem para Jericó. Fique atento.

Estivemos por lá e contamos sobre nossa visita nesse post.

=> Economia: Seguro viagem Israel (com desconto)

Visita a Jericó, a cidade mais antiga do mundo

Qual a cidade mais antiga do mundo?

Seria mesmo Jericó a cidade mais antiga do mundo?

Segundo as pesquisas realizadas por historiadores, arqueólogos e paleontólogos, sim. Esse título é hoje atribuído a Jericó.

Mas existem outras cidades muuuuuuito antigas também! Só por curiosidade, confira a lista abaixo:

10 – Beirute, no Líbano
9 – Argos, na Grécia
8 – Sidon, no Líbano
7 – Plovdiv, na Bulgária
6 – Gaziantep, na Turquia
5 – Xian, na China
4 – Aleppo, na Síria
3 – Biblos, no Líbano
2 – Damasco, na Síria
1- Jericó, na Cisjordânia – a cidade mais antiga do mundo!

Breve história de Jericó

Segundo o Antigo Testamento da Bíblia, Jericó, na antiga Cannaã, era uma cidade habitada por população de costumes, cultura e religião diferentes do povo de Moisés. Mas o povo de Deus, na época, acreditava que ela era a Terra Prometida, por ser uma espécie de oásis no meio do deserto.

A população de Jericó plantava, colhia e criava animais – foi o que descobriu a arqueologia, através dos vestígios encontrados nas ruínas -, numa época em que muitos povos ainda eram nômades, vivendo apenas do que caçavam e coletavam, num constante movimento sazonal.

Estamos falando de muuuuuito tempo atrás. A Ciência calcula que a cidade de Jericó tenha surgido há cerca de 10.000 a.C., o que a faz beeeeem antiga. Por isso, ela é tida ainda como a cidade mais antiga do mundo.

☛ Leia também: Dicas de Israel para quem vai a primeira vez

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI!


E como era a vida em Jericó?

Sobre como viviam os habitantes, há especulações no campo da Ciência, feitas através de análises de tudo o que foi encontrado no sítio arqueológico. Todavia, não há registro escrito pelo povo de lá (na época da narrativa do Antigo Testamento), porque Jericó é mais antiga que a escrita.

Tudo o que se sabe, historicamente falando, é resultado do estudo arqueológico lá desenvolvido.

Através desse estudo, chegou-se à conclusão de que Jericó era uma cidade civilizada, porque os muros que cercavam a antiga cidade e a enorme torre de pedra são sinais explícitos de que os habitantes trabalhavam em equipe, buscando alcançar seu objetivo: defender a cidade. E trabalhar coletivamente é um sinal de civilização, óbvio.

Dica => Excursão de um dia a Belém e Jericó saindo de Jerusalém

O que visitar em Jericó, a cidade mais antiga do mundo
Detalhe no Palácio de Hisham

Claro que, tendo crenças diferentes do que pregavam os descendentes de Moisés, seus costumes e cultura deviam também ser bastante diferentes.

Como escrevi anteriormente, não há muitos registros históricos da cidade em si, só o que descobriram os arqueólogos e paleontólogos, analisando o sítio arqueológico e os objetos encontrados lá. O registro comum, quando se pesquisa a cidade mais antiga do mundo, é o registro bíblico.

E o registro bíblico, no Antigo Testamento, é o da batalha de Jericó: diz que Josué levou seu exército e passou sete dias e sete noites fazendo um cerco às muralhas (o cerco de Jericó). No sétimo dia, o povo de Deus tocou sete trombetas, e depois todos gritaram juntos. E a grande muralha despencou.

Josué e seu povo tomaram a cidade, queimaram tudo e levaram as riquezas, em nome de Deus. Se quiser mais detalhes, leia o livro de Josué, capítulo VI.

Fonte de Eliseu

Jericó e o Novo Testamento

Mas essa é a Jericó mais antiga, da época de Josué. A Jericó da época de Jesus traz outras histórias: de cura, de vida, de amor.

Foi lá que Jesus curou Bartimeu, o cego de Jericó.

Foi lá também que Zaqueu, o baixinho, subiu numa árvore para ver a passagem de Jesus. Zaqueu era um cobrador de impostos, homem rico, mas era um cego espiritual.

Quando subiu na árvore e Jesus o viu, chamou-o e foi para sua casa. Zaqueu, então, passou a enxergar com os olhos da alma.

Lembram-se da música?

“Como Zaqueu, quero subir
o mais alto que eu puder,
só para te ver, olhar para ti
e chamar sua atenção para mim…”

E sabe o que é mais interessante? A ÁRVORE AINDA EXISTE! Sim, a árvore está lá (o tronco dela), cercada e protegida.

Foi de lá também que Jesus saiu peregrinando, a caminho de Jerusalém, nos seus últimos dias caminhando sobre a Terra.

Onde fica Jericó?

Jericó encontra-se a aproximadamente 13 km a nordeste do Mar Morto e a aproximadamente 30 km de Jerusalém. O Google não indica o caminho.

Situada às margens do Rio Jordão, próxima a Judá, a cidade mais antiga do mundo é hoje a região habitada de mais baixa altitude na Terra, pois fica a cerca de 250 m abaixo do nível do Mar Mediterrâneo.

Altitude de Jericó

O clima em Jericó é quente, se comparado ao clima de Jerusalém.

Como chegar a Jericó?

Como já contei lá no meu post sobre a Basílica do Santo Sepulcro, estávamos em grupo e alugamos dois carros para o nosso roteiro por Israel. Rodamos o país de norte a sul, de leste a oeste, mas é preciso tomar alguns cuidados básicos quando se visita a região.

Há territórios que são israelenses e outros que são palestinos, e os carros israelitas não devem entrar na Palestina. Já até li em alguns sites que a entrada é possível se estiver tudo calmo, que é preciso checar a ocorrência de conflitos antes de se dirigir a um território palestino e, se não houver problemas no dia, a entrada dos carros é liberada… mas eu não arriscaria.

Foi muito bom e tranquilo do jeito que fizemos, que explicamos abaixo.

Pesquise opções de hospedagem em Jerusalém aqui!

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Chip de viagemQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 210 países, e de voz para EUA, México, Canadá e Europa. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe o frete grátis

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Tour de um dia pela cidade mais antiga do mundo

Para conhecer a cidade mais antiga do mundo, contratamos um tour de um dia. Existem muitas agências que fazem o tour Belém/Jericó, não é difícil conseguir.

O guia era palestino, mas tinha permissão para transitar nos dois territórios.

E quer saber, caro leitor? Fomos muito bem recebidos! A comunidade palestina em Belém e Jericó nos recebeu com muito carinho. Todos foram muito receptivos e carismáticos. Foi um dia muito tranquilo e inesquecível.

Primeiro, fizemos a visita a Belém, à Igreja da Natividade (local onde, segundo a tradição cristã, Jesus nasceu). Linda – exatamente como eu achei que seria. E sentimos todos muita emoção.

Depois de conhecer outros importantes pontos em Belém, dirigimo-nos a Jericó.

 

Visita independente

Se você quiser visitar a região de Jericó por conta própria, não será difícil. Dirija-se ao Portão de Damasco, na Cidade Velha de Jerusalém, e pegue um ônibus, no terminal de ônibus árabe, para Belém. O custo da passagem é de 1,75 (euros).

Como chegar a Jericó

Depois, já em Belém, contrate um táxi para passar o dia com você. O valor de um táxi para o dia inteiro na região de Belém e Jericó fica em torno de 200 euros. Israel e Cisjordânia não são destinos baratos. Mas se você estiver num grupo de quatro pessoas, esse valor é dividido pelos quatro e fica mais suave.

Ou contrate um tour de um dia, como fizemos. Valeu a pena.

O que visitar em Jericó?

A cidade mais antiga do mundo possui pontos turísticos imperdíveis – principalmente para as pessoas que seguem uma das três religiões dominantes na região. Listei abaixo o que fazer em Jericó, num tour de um dia.

A árvore de Zaqueu

Lembram-se de Zaqueu, o homem que subiu na árvore para conseguir ver Jesus? Pois é. Nós visitamos o local onde ficava a árvore e parte do tronco em que o pequeno homem subiu ainda está lá.

Segundo o Novo Testamento, após conhecer Jesus, Zaqueu – o cobrador de impostos – tornou-se um homem generoso e temente a Deus, restituindo às pessoas os bens que outrora lhes tomara.

Gostei dessa visita. Foi bem emocionante para mim.

Árvore de Zaqueu

Árvore de Zaqueu
Aqui vemos parte da árvore em detalhes

A Fonte de Eliseu

A Fonte de Eliseu é uma nascente que fornece água para toda a cidade de Jericó. Mas  por que a fonte recebeu esse nome?

Eliseu foi um profeta que realizou muitos milagres. O mais famoso deles foi transformar uma fonte de água impura em uma fonte de água potável.

Há uma placa de azulejo azul ao lado da fonte, onde se lê “Elisha’s Drink Water“… algumas pessoas dizem que a fonte tem poderes de rejuvenescimento… bebi da água, claro! Mas o tempo continua atuando sobre mim! rsrsrs

Segundo a tradição, essa é a Fonte de Eliseu, que até hoje abastece a cidade mais antiga do mundo.

Fonte de Eliseu

Ruínas da cidade de Jericó (Antigo Testamento)

Lembram-se da batalha de Jericó, cuja história citei no início desse post? Pois é. É possível visitar suas ruínas.

Milênios e milênios de História, enterrados nas areias e descobertos pelos arqueólogos: as Muralhas de Jericó! Nosso tour guiado nos levou até lá.

Quem me acompanha aqui no Turista Profissional já sabe que eu amo arqueologia, certo? Dessa forma, gostei muito de conhecer essas ruínas. Mais um sítio arqueológico visitado!

Muralhas de Jericó

Monte das Tentações (Novo Testamento)

Segundo a tradição cristã, o Monte das Tentações foi o lugar onde Jesus passou quarenta dias peregrinando e foi tentado pelo diabo. Conta a Bíblia que, depois de quarenta dias de jejum, o diabo apareceu a Jesus e o desafiou, propondo que, se fosse mesmo o Filho de Deus, Jesus transformasse pedras em pão e matasse sua própria fome. E Jesus resistiu à tentação.

Por essa razão, o local é chamado de Monte das Tentações. Lugar de extrema importância para todos os cristãos, o Monte fica a aproximadamente 11 km a noroeste de Jericó e é um dos pontos turísticos mais procurados por lá.

Há um teleférico que leva os visitantes desde as ruínas da cidade antiga de Tel-al-Sultan até o Monte das Tentações e o Monastério Qurantul. Ida e volta saem por 55ILS. O Monte fica aberto das 8h às 21h.

Monte das Tentações
Monte das Tentações

Para visitar o Monastério, é preciso subir escadas, não tem jeito. O melhor horário é pela manhã.

O teleférico pode fechar sem previsão e, se isso acontecer, você terá que subir cerca de 400m para fazer essa visita. Mas não se preocupe: há um restaurante perto do Monastério, onde você poderá descansar e comer alguma coisa, caso aconteça de pegar o teleférico fechado no dia de sua visita.

Não tivemos a oportunidade de subir até lá, porque faltou tempo no nosso tour de um dia. E reconheço que não achei isso bom.

Portanto, se você está com viagem marcada para Jericó, não deixe de incluir essa atração no seu roteiro.

Palácio de Hisham

O Palácio de Hisham é o sítio arqueológico islâmico mais importante de toda a Palestina. Tem lindos mosaicos, como este, da Árvore da Vida.

O que visitar em Jericó

O Palácio tem 827 m² e trinta e oito painéis. Todos lindíssimos. São 1.300 anos de História. Destruído pelo terremoto de 747d.C., ficou durante séculos coberto por camadas e camadas de areia, até que foi redescoberto sob os escombros.

Palácio de Hisham em Jericó, a cidade mais antiga do mundo

O chão do Palácio de Hisham é todo feito em mosaicos – um trabalho incrível que, se você está de viagem marcada para lá, vai querer ver e com certeza vai incluir no seu roteiro de Israel!

Deu água na boca, caro leitor?

Apesar de ser um destino caro, a visita à cidade mais antiga do mundo vale muito a pena!

O que você está esperando??? Comece logo a planejar o seu roteiro…

E boa viagem!

 

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here