Home / Inglaterra / 22 motivos para visitar a Grã-Bretanha

22 motivos para visitar a Grã-Bretanha

A Grã Bretanha é uma ilha localizada na Europa e, ao contrário do que muitos pensam, não é a mesma coisa que Reino Unido.

Ela abrange os seguintes países: Inglaterra, Escócia e País de Gales, ou seja, é literalmente a “grande ilha” da Europa.

Claro que a Inglaterra acaba tendo maior influência na região por ser o maior país, entre os três, tanto em território quanto como potência econômica; mas a Grã-Bretanha é muito mais do que a “terra da rainha”.

Com três países fazendo parte de seu território, motivos não iriam faltar para visitar a Grã-Bretanha, confira aqui com a gente!

22 motivos para visitar a Grã-Bretanha

o que é grã-bretanha

1. Druidas, bruxas e misticismo

Os povos que antigamente habitavam a região, os chamados celtas, deixaram um legado muito rico na cultura de toda a Grã-Bretanha (estendendo-se a até Irlanda). Considerados pagãos, os celtas cultuavam a natureza e eram conhecidos por fazerem magia. É ligada a eles as imagens de fadas, gnomos, druidas, magos e bruxas.

O fato de na Grã-Bretanha existirem muitos castelos e construções bastante antigas ajuda a manter este clima “esotérico” de Idade Média. Se você quer sentir como se tivesse voltado no tempo para a época de reis, rainhas e feiticeiras, não deixe de visitar a Grã-Bretanha!

2. Beatles

Liverpool, cidade inglesa, foi onde surgiu uma das maiores e mais famosas bandas de rock de todos os tempos. O que acha de conhecer o Museu dos Beatles e andar pelos locais onde os músicos tiveram suas primeiras inspirações, como o bar Cavern Club, por exemplo?

3. Sotaque

A língua inglesa é falada em muitos países e cada um tem sua variação de sotaque. O inglês falado na Inglaterra é diferente do falado na Irlanda e na Escócia, que, por sua vez, também é completamente diferente do falado nos EUA.

Apesar de a língua ser algo fluido, ou seja, ela se modifica com o tempo, na Inglaterra você vai poder ouvir, falar e conviver com o inglês na sua mais próxima forma original, já que a língua surgiu por lá. Prepare os ouvidos, pois a gente que está mais acostumado com o inglês norte americano, sente logo a diferença!

4. Harry Potter

É na Grã-Bretanha que você também vai mergulhar no mundo mágico de Harry Potter. A autora J. K. Rowling é escocesa e começou a escrever a história do bruxinho enquanto tomava café em uma casa de chá na cidade de Edimburgo, chamada The Elephant House. Além disso, por toda a grande ilha foram gravadas cenas dos filmes. Confira nosso roteiro, inclusive, pra você saber onde ficam os cenários e locações!

Leia também: Rota do Harry Potter: visite os principais locais onde foram gravados os filmes da saga!

rota do Harry Potter

5. Castelos

Pra quem gosta do período da Idade Média, a Grã-Bretanha é visita obrigatória. São cerca de 5 mil castelos espalhados por toda a ilha, seja em ruínas, seja em perfeito estado.

6. Londres, a capital cultural

Uma das mais visitadas e famosas capitais do mundo é a capital da Inglaterra, Londres. Portanto, só isso já é um motivo bem forte de se visitar a Grã Bretanha. Londres tem muita coisa a oferecer: restaurantes, parques, museus, galerias, concertos, monumentos históricos e muito mais!

☛ Leia também: Dicas de viagem para Londres

Pesquise opções de hospedagem em Londres aqui

dicas de Londres

7. Patrimônios Históricos da Humanidade

Andar pelas ruas dos três países da Grã-Bretanha já é um mergulho ao passado. Muitas construções datadas de muitos séculos atrás ainda estão de pé dentro das próprias cidades e vilas, mas há também vários monumentos bem mais antigos afastados dos grandes centros urbanos. Por exemplo, as famosas pedras de Stonehenge, na Inglaterra.

Leia mais: Como chegar em Stonehenge

São 26 lugares da Grã-Bretanha listados na UNESCO como Patrimônios Mundiais.

como chegar em stonehenge

8. Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda

Mergulhe na rota do Rei Arthur e seus cavaleiros! Na Grã-Bretanha, a história do rei que conseguiu unir pagãos e cristãos está muito viva no imaginário de todos e é possível conhecer de perto os cenários deste mito que mescla entre lenda e realidade.

A gente fez um roteiro sobre o Rei Arthur também, dá uma lida:

☛ Leia também: A rota do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda na Grã-Bretanha

rei arthur inglaterraEstátua de Arthur próxima ao castelo de Tintagel

9. Pubs

Ah, os pubs! Estão por toda parte! Tradição local, são como os nossos botecos daqui, mas o hábito deles é mais em beber do que comer, apesar de os pubs também servirem comida. Não visite a Grã-Bretanha sem deixar de ir a um pub. Não tem desculpa, pois as opções são muitas. Escolha o seu, entre e peça a sua Pint Glass.

10. A família Real

Existem vários países no globo que têm como seu sistema de governo a monarquia. A Inglaterra é um desses e, apesar de a Família Real não mandar muito no país efetivamente, ela tem uma grande importância simbólica e política.

Um dos motivos de se visitar a Grã-Bretanha com certeza pode ser pra “visitar a terra da Rainha” e, principalmente, o Castelo de Buckingham, residência da família real inglesa. Ah, e ver a Troca da Guarda, é claro!

☛ Leia também: Como assistir à Troca da Guarda do Palácio de Buckingham, Londres

22 motivos para visitar a Grã-Bretanha

11. Três países de uma vez

O que acha que poder riscar da sua listinha de viagem três países logo de uma vez só?

Pois é, a Grã-Bretanha engloba a Inglaterra, Escócia e País de Gales. A distancia é tão pequena que basta você pegar um trem que em duas horas já estará no outro país. Fora que não precisa de nada de burocracia para transitar entre eles. Conheça a terra da rainha, a terra da gaita de fole e a terra dos druidas em uma única viagem.

dicas da EscóciaAs lindas paisagens da Escócia

12. Comida

Não só de Fish ‘n Chips (peixe e batatas, prato típico da região) vivem os britânicos. Cada pedacinho da Grã-Bretanha tem uma delícia regional, fora os ótimos restaurantes espalhados principalmente pelas capitais. Explore a gastronomia da região, você vai se surpreender.

13. Chá da tarde

Quem nunca ouviu falar do chá das cinco? Tradição no país, o chá da tarde, chamado de Afternoon Tea, é tomado há séculos, pontualmente às 17 horas – não se esqueçam da pontualidade britânica!

Na realidade, é uma refeição entre o almoço e a janta, indo muito além de um simples chá. Experimente essa tradição em um dos inúmeros restaurantes espalhados pela Inglaterra, pois praticamente todos servem o Afternoon Tea.

Nós tomamos no Mandarim Oriental em Londres, que ver como foi?

☛ Leia também: O tradicional chá da tarde do hotel Mandarin Oriental em Londres

chá inglês

14. Todas as estações do ano têm atrativos

Tem dúvidas de quando visitar a Grã-Bretanha? É só escolher o que você quer vivenciar, pois não existe época ruim para ir à região.

No verão, geralmente as cidades são sede de festivais de música e arte; na primavera você verá os parques e jardins repleto de flores; no outono, prepare-se pra ver muitas folhas alaranjadas, dando um visual incrível nas árvores; e, no inverno, aproveite a neve e a iluminação natalina!

primavera em londresPrimavera em Londres, no Hyde Park

15. Compras

Como capital cultural, Londres possui inúmeras lojas de vários estilos, desde a marca mais chique e cara até brechós superestilosos.

Grandes outlets também se encontram pela cidade, além de lojinhas independentes. As grandes marcas possuem filiais em várias cidades da Grã-Bretanha, portanto, você vai poder fazer boas compras, por exemplo, tanto em Londres quando em Edimburgo, capital da Escócia, e Cardiff, Gales.

16. Sucessos literários e cinematográficos

Clássicos da literatura britânica e grandes roteiros de cinema têm como cenário as cidades e regiões da ilha. Já falamos da saga Harry Potter, mas, que tal conhecer as locações do filme “Coração Valente”, na Escócia? Ou então mergulhar nos romances de Jane Austen, nos suspenses de Agatha Christie, nas aventuras de Alice no País das Maravilhas e muitos outros?

o que visitar a grã-BretanhaWallace, personagem histórico retratado no filme Coração Valente

17. Pequenos vilarejos

As grandes capitais trazem vivências bem completas, mas nada como dar uma passada nas cidadezinhas do interior. A vida tranquila das vilas longe das grandes cidades trazem experiências diferentes, além de proporcionar muitas vezes um contato histórico mais profundo (muitas são vilinhas medievais que mantiveram as características da época).

18. Uísque Escocês

Aproveite a ilha para experimentar o uísque escocês na terra original. O nome Whisky significa “Água da Vida” em gaélico, língua antiga dos celtas. Só na Escócia, são mais de 100 destilarias, e há até uma rota turística na região para conhecer os locais onde a bebida puro malte é feita.

19. Música

A terra de clássicos do rock como Beatles, Rollings Stones, Iron Maiden e Queen traz uma cultura musical muito viva. Além de você poder passear pelos locais onde os grandes astros do rock nasceram, viveram e criaram suas obras primas, não é difícil esbarrar em algum festival de música pelas cidades.

20. Maior torre de observação do mundo

A companhia aérea britânica lançou a British Airways I360, maior torre de observação do mundo, que foi inaugurada na cidade de Brighton, sul da Inglaterra. São 138 metros de altura com vista 360º para toda a cidade e arredores. Ela é feita de vidro e possui um bar no topo.

21. Museus

Grandes museus do mundo estão concentrados na Grã-Bretanha. Só na Inglaterra, dá pra visitar o Museu da História Natural, Madame Tussauds e Galeria Nacional (dá uma olhadinha na nossa matéria sobre isso) e muitos outros. São tantos que, sozinha, a lista de museus na Grã-Bretanha renderia uma viagem única só pra isso.

☛ Leia também: 8 museus em Londres grátis e imperdíveis!

museus em LondresNatural History Museum em Londres

22. Gênios da História

A Grã-Bretanha também é a casa de origem de muitas personalidades da História Mundial. Grandes cérebros da ciência e da arte nasceram por lá: William Shakespeare, Isaac Newton, Charles Darwin, Alan Turing, John Lennon e muitos outros!

☛ Leia também: Shakespeare, que tal uma viagem ao seu universo?

globe theatherGlobe Theather em Londres

Acho que agora você não tem mais dúvidas sobre as razões de visitar a Grã-Bretanha e está pronto pra fazer as malas, certo? Nós aqui do Turista Profissional já fomos diversas vezes e, pode ter certeza, iremos de novo!

Boa viagem!

* Texto Luciana Console

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Turista Profissional

Este texto foi escrito por mais de um membro da equipe do Turista Profissional, ou pela nossa estagiária Luciana Console, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.

Leia também

A rota do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda na Grã-Bretanha

Você com certeza já deve ter ouvido falar do Rei Arthur e os Cavaleiros da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *