Por: Turista Profissional - Atualizado em 21/10/2020

Situado na cidade de Madri, Espanha, o Museu Reina Sofia, na verdade, chama-se Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía e é um dos mais importantes de arte contemporânea espanhola da cidade.

São obras de artistas como Picasso, Salvador Dalí e Joan Miró, entre outros; mas o destaque do museu é, sem sombra de dúvidas, o quadro Guernica, de Picasso.

Construído em 1781, o Museu Reina Sofía funciona em um prédio do antigo Hospital Geral de San Carlos, mas conta com arquitetura moderna graças ao trabalho do arquiteto Jean Novel.

=> Economia: Seguro Viagem Espanha (com desconto)

museu reina sofia madri - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar

Apesar de a sede ser o antigo hospital, o Museu Reina Sofia em Madri conta com outros dois espaços na cidade onde acontecem exposições temporárias: o Palácio de Velázquez e o Palácio de Cristal, que ficam no Parque do Retiro.

palacio de cristal madri - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar
Palácio de Cristal em Madrid
palacio velazquez madrid - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar
Palácio Velázquez em Madrid

Como funciona a visita ao Museu Reina Sofía

O acervo é dividido em três partes, de acordo com períodos históricos. A primeira se chama “A interrupção do século XX: utopias e conflitos (1900-1945)” e apresenta obras produzidas na virada do século XIX para o XX.

Artistas como Hermenegildo Anglada Camarasa, José Gutiérrez Solana, Medardo Rosso, Juan Gris, Joan Miró, Salvador Dalí, Georges Braque, Fernand Léger, Sonia Delaunay e Francis Picabia são encontrados nesta parte do museu.

Confira => Passeios em Madri e arredores

salvador dali - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar
Detalhes de obras de Salvador Dalí e Magritte (acima à direita)
salvador dali reina sofia - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar
Mais um detalhe de outro quadro de salvador Dalí, que eu adoro!

A história continua a ser contada pelas obras de arte no setor que engloba 1945 até 1968 de nome “A guerra terminou? Arte para um mundo dividido”.

O término da Segunda Guerra Mundial é o tema desta parte do museu, com pinturas de caráter mais crítico como as dos grupos de artistas El Paso e Equipo 57.

Há também obras de Antoni Tàpies, Jorge Oteiza, Esteban Vicente, Francis Bacon, Jean Dubuffet, Lucio Fontana, Henry Moore e Yves Klein.

museu reina sofia - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar
É emocionante estar frente a frente com quadros mundialmente famosos

Pesquise aqui opções de hospedagem em Madri

Já a última parte, “De revolta à Pós-Modernidade”, engloba obras dos anos 1962 até 1982, com foco em arte contemporânea. Questionamentos e protestos aparecem nesta fase artística com a cultura de massas e a globalização, representadas pelas mãos dos artistas Hélio Oiticica, Luis Gordillo, Sol LeWitt, Dan Flavin, Gerhard Richter, Pistoletto, Marcel Broodthaers, grupo Zaj e outros.

museo reina sofia madrid - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar
Área interna do museu Reina Sofia

Leia também:

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 16% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços garantidos, pague no boleto ou em até 12 vezes no cartão. Aproveite e ganhe até 16% de desconto com o cupom TURISTAPROFISSIONAL, é só clicar no botão abaixo.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI! >>>


O quadro Guernica de Picasso

A cidade de Guernica foi bombardeada no dia 27 de abril de 1937 e Picasso decidiu fazer uma obra tanto para representar o triste momento da história da Espanha quanto como protesto.

Muito mais que um quadro, Guernica na verdade é um grande mural onde a dor das vítimas da guerra civil espanhola é retratada de forma única.

Pesquise outras opções de hospedagem em Madri aqui!

guernica - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar
Guernica, de Picasso

Só por Guernica a visita ao Museu Reina Sofía já vale a pena, mas se pretende conhecer todo o complexo, reserve algumas horas, pois o museu é bastante extenso. Ele fica em uma região da cidade de Madri denominada triângulo da arte do Paseo del Prado, que também abriga o Paseo del Prado, Museu del Prado e o Thyssen-Bornemisza.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR + 5% DE DESCONTO

Chip de viagem - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegarQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da American Chip tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 200 países. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe 5% de desconto

COMPRE SEU CHIP AQUI!


visitar museu reina sofia - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar

Dicas para visitar o Museu Reina Sofia

  • Endereço: Calle Santa Isabel, 52, 28012
  • Funcionamento: Às segundas e de quarta à sábado das 10h às 21h. Aos domingos das 10h às 14:30h.
  • Como chegar: Estação do metrô Atocha (L1) ou Lavapiés (L3)
  • Custo: Adultos – Coleção + exposições temporárias: € 10. Ele é grátis de segunda a sábado, das 19h às 21h (fechado nas terças) e domingo, das 13h30 às 19h
  • Site: http://www.museoreinasofia.es

Mais uma observação: se você pretender fazer a visita no horário de gratuidade, prepare-se para uma fila imensa. 🙂 Quando entramos, antes das 19h (pagando), estava vazio. Depois, formou-se uma fila imensa, que fazia curvas do lado de fora!

Compre ingressos e passeios em Madri e arredores com antecedência

visita museu reina sofia - Museu Reina Sofia: dicas para visitar, preço, horário, como chegar
Fila imensa que se formou para entrar de graça

Pense bem se vale a pena… rs.

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitor do blog tem até 16% de desconto. Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPROFISSIONAL.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Autor
Turista Profissional
Este texto foi escrito por mais de um ou mais membros da equipe do Turista Profissional, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *