Home / Dinamarca / O que fazer em Copenhague: as principais atrações turísticas

O que fazer em Copenhague: as principais atrações turísticas

Neste post nós vamos ajudar a organizar a sua viagem, dando ideias sobre o que fazer em Copenhague, a maior cidade e a capital da Dinamarca.

Assim como todo o país, Copenhague possui uma qualidade de vida de dar inveja e também muitas áreas verdes. É uma das cidades mais felizes do mundo.

O bem-estar que se sente ao se viver por lá e a possibilidade de usufruir de um conforto simples tem até nome: hygge.

Hygge é uma palavra que não tem tradução para o português, mas que representa este estilo de vida agradável.

☛ Leia mais: Hygge, o segredo dinamarquês da felicidade

Apesar de termos visitado a cidade durante o inverno, quando tudo fica um pouco mais ‘cinza’, adoramos e ficamos imaginando como seria bom morar num lugar daqueles.

Por isso, neste post vamos listar algumas das opções de o que fazer em Copenhague, a cidade onde tudo parece funcionar perfeitamente, e assim, te animar a ir também. 😉

O que fazer em Copenhague

Leia também: 10 dicas de Copenhague para quem vai pela primeira vez

Parque Tivoli

Tivoli é um parque de diversões em Copenhague. É muito famoso, principalmente por ser um dos mais antigos do mundo! Inaugurado em 1843 – porém, com atrações e brinquedos modernos – o Parque Tivoli inclui montanhas russas radicais em harmonia com brinquedos tradicionais antigos, como o carrossel.

  • Endereço: Tivoli A/S, Vesterbrogade 3
  • Custo: Ingressos a partir de 120 DKK
  • Funcionamento: Varia de acordo com a temporada, mas geralmente abre às 11:00h e fecha às 23:00h.
  • Site: http://www.tivoligardens.com

o que fazer em copenhaguem

Nyhavn

Sabe aqueles cenários europeus de casinhas coloridas à beira de canais? Pois é, em Copenhague é no Canal de Nyhavn que você pode apreciar de perto.

O canal foi escavado em meados de 1672, a mando do rei, para permitir o acesso dos barcos de comércio da época. Por conta disso, a região era de bastante rebuliço, que parou durante Guerras Napoleônicas em 1807. Após o período de decadência, Nyhavn se reergueu e atualmente é uma região turística cheia de bares, restaurantes e cafés.

  • Endereço: Nyhavn 1F

o que fazer em copenhague

Castelo Rosenborg

Roseborg fica dentro do Jardim Real, então a visita ao castelo acaba sendo dois passeios de uma vez só. Residência de verão dos reis da Dinamarca, o castelo atualmente possui objetos da monarquia expostos: tapeçaria, porcelana, quadros, mobília e muito mais coisas da realeza.

O ponto alto da visita é o Grande Salão, onde ficam os tronos do rei e da rainha, protegidos por três estátuas de leões. O grande Tesouro com as joias da Coroa ficam no subsolo, muito bem guardado.

  • Endereço: Rosenborg Castle , Øster Voldgade 4A
  • Funcionamento: Abril (16) a junho (15): diariamente, das 10:00h às 16:000h (fechado dia 24 de abril). Junho (16) a setembro (16): diariamente, das 09:00h às 17:00h. Setembro (17) a outubro (31): diariamente, das 10:00h às 16:00h. Novembro (1) a abril (15): de terça a domingo das 10:00h às 14:00h.
  • Custo: 110 kr
  • Site: http://dkks.dk

dicas de copenhague

Palácio Amalienborg

O Palácio é usado pela rainha para receber convidados e é também um museu. É lá onde ocorre a troca de guarda, que pode ser vista todos os dias, ao meio-dia, em frente ao Palácio.

  • Endereço: Amalienborg Slotsplads 5
  • Funcionamento: Maio (1) a junho (15): diariamente, das 10:00h ás 16:000h. Junho (16) a setembro (15): diariamente, das 10:00h às 17:00h. Setembro (16) a outubro (31): diariamente, das 10:00h às 17:00h. Novembro (1) a abril (15): de terça a domingo, das 11:00h às 16:00h.
  • Custo: 95 kr
  • Site: http://www.kongernessamling.dk/

o que fazer em copenhague

☛ Leia também: Seguro viagem é obrigatório para a Europa?

Palácio de Christiansborg

É onde se faz política, basicamente. O palácio é a sede dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da Dinamarca. A construção se iniciou em 1167 e passou por reconstruções devido a incêndios e várias reformas.

  • Endereço: Prins Jørgens Gård 1
  • Funcionamento: Os horários variam de acordo com o que se quer ver dentro do Palácio, mas de forma geral funciona diariamente, das 10:00h às 17:00h.
  • Custo: Mesmo esquema dos horários. O ingresso geral custa 150 dkk para adultos.
  • Site: http://www.kongeligeslotte.dk/

dicas de copenhague

Compre aqui ingressos para as atrações de Copenhague (sem filas)

Palácio Frederiksberg

Construído no século XVII, o Palácio de Frederiksberg abriga o Museu da História Nacional, com um acervo que conta a história da Dinamarca desde a Idade Média até a atualidade. O prédio é também o maior castelo renascentista de toda a Escandinávia.

  • EndereçoMøntportvejen 10, 3400 Hillerød
  • Funcionamento: De segunda a domingo. Abril a outubro: das 10:00h às 17:00h. Novembro a março: das 11:00h às 15:00h.
  • Custo: Adultos 75 DKK
  • Site: http://www.dnm.dk/

o que ver em copenhague

☛ Leia também: 6 castelos e 4 palácios para visitar na Dinamarca

Kastellet

É uma fortificação construída de forma que, vista de cima, tem o formato de uma estrela de cinco pontas cercada por água. É uma cidadela construída com intuito militar, onde antigamente funcionava uma prisão também.

  • Endereço: Gl. Hovedvagt, Kastellet 1
  • Funcionamento: Segunda a domingo, das 06:00h às 22:00h.

o que ver em copenhague

Estátua da Pequena Sereia

Quem não se lembra do conto da Pequena Sereia que virou desenho da Disney? Pois em Copenhague há uma estátua em homenagem à personagem do conto infantil, que é originalmente escrito por Hans Christian Andersen, famoso escritor dinamarquês.

A estátua pode ser vista numa pedra, quando a gente sai pelo portão norte da cidadela de Kastellet.

  • Endereço: Langelinie (em Kastellet)

pequena sereia copenhague

☛ Leia também: Roteiro de 2 dias em Copenhague (com mapa)

Christiania

Christiania é uma ‘sociedade alternativa’ dentro da cidade de Copenhague. Pelo menos é o que nos traz, à primeira vista, a imagem associada a ela.

O distrito surgiu em 1969 quando pessoas “hippongas” começaram a ocupar uma área abandonada da cidade. Em 1971, a notícia já havia se espalhado e muitos estrangeiros foram morar no lugar; quando o governo se deu conta, já era tarde demais.

O sistema político ali é anarquista e assembleias ocorrem com frequência. Engana-se quem acha que lá é uma terra sem lei; algumas pessoas reclamam justamente o contrário: é tanta regra lá dentro pra manter a boa convivência, que de sociedade livre não tem nada. A pequena cidade se mantém com contribuições mensais dos moradores (que trabalham normalmente) e rendimento dos negócios locais.

Christiania tem uma atividade cultural intensa e pulsante e é conhecida como o pulmão verde da cidade. Apesar de não ser tão fácil encontrá-la, pois fica camuflada em meio aos edifícios de Copenhague, não deixe de fora da sua lista de o que fazer em Copenhague, pois vale a pena.

Ah, não se pode tirar fotos lá dentro, então, respeitamos a regra.

  • Endereço: Bådsmandsstræde 43

cristiania

Fábrica da Calsberg

Quem ama cerveja não pode deixar de visitar a fábrica de uma das mais famosas cervejas do mundo: Calsberg. E até pra quem não aprecia muito a bebida, é interessante ver o processo de produção da marca que se tornou símbolo dinamarquês. A fábrica também abriga um museu com uma coleção de garrafas de cerveja do mundo todo.

  • Endereço: Gamle Carlsberg Vej 11
  • Funcionamento: Maio a setembro: diariamente, das 10:00h às 20:00h. Outubro a abril: diariamente, das 10:00h às 17:00h.
  • Custo: Adultos pagam 100 dkk e têm direito a uma bebida e um brinde.
  • Site: http://www.visitcarlsberg.dk

fábrica da Calsberg

Torre Redonda (Rundetarn)

A Torre Redonda, como é comumente chamado o observatório de Rundetarn, foi construída no século XVII e é usado ainda hoje em dia por astrônomos amadores e visitantes.

Para visitar, atenção para o condicionamento físico: pra chegar até o topo da torre e apreciar a vista da cidade é preciso subir 209 metros (a torre possui 36 metros de altura, mas a rampa é em espiral, o que aumenta a quantidade de passos). Ao chegar lá em cima, você também tem acesso a uma biblioteca e a um piso flutuante de vidro, permitindo ver o núcleo da torre.

  • Endereço: Købmagergade 52ª
  • Funcionamento: Diariamente das 10:00h às 20:00h.
  • Custo: Adultos 25 dkk

o que fazer em copenhague

Museu Nacional de Copenhague (Nationalmuseet)

O museu é um dos mais importantes da cidade e conta com um acervo de 14 mil anos da história da Dinamarca, desde a Era do Gelo. O destaque do museu vai pra época dos vikings, povo que ocupou a região durante séculos. Lá dentro também é possível apreciar algumas obras de pintores famosos como Rubens, Matisse, Tintoretto e Picasso.

  • Endereço: Ny Vestergade 10
  • Funcionamento: Terça a domingo, das 10h às 17h
  • Custo: gratuito
  • Site:  www.natmus.dk

dicas de copenhague

☛ Leia também: Visitando o Museu Nacional da Dinamarca – o Nationalmuseet

Igreja de Mármore (Vor Frelsers Kirke)

Com uma cúpula enorme chamando atenção já do lado de fora, a Igreja de Mármore foi inaugurada em 1752 e possui o maior domo da região da Escandinávia, com 31 metros de altura. Experimente olhar para cima quando entrar na Igreja e aprecie a obra.

  • Endereço: Skt. Annæ Gade 29
  • Funcionamento: Diariamente, das 11:00h às 15:30h. A visitação da torre funciona de segunda a sábado, das 09:30h às 19:00h e domingos e feriados, das 10:30h às 19:00h.
  • Site: http://www.vorfrelserskirke.dk/

o que visitar em copenhague

Dicas do Copenhagen Card

Para os turistas existe o Copenhagen Card, que é um cartão que oferece algumas vantagens e pode ser escolhido de acordo com o período de tempo em que vai ficar na cidade.

De forma geral, ele dá entrada gratuita a 79 museus e atrações, descontos em restaurantes, atrações e entretenimento e gratuidade em alguns transportes. Está disponível na opção 24, 48, 72 e 120 horas, para adultos e para crianças.

dinamarca dicas

Dá pra comprar antecipadamente e fazer a retirada do cartão quando chegar à cidade, nos postos do Copenhaguen Card (tem no aeroporto e na cidade). Verifique todas as vantagens detalhadas no site oficial: http://www.copenhagencard.com/

Ou compre aqui no nosso parceiro, a TicketBar, no site em português e pagando em reais:

Comprar o Copenhagen Card.

Aproveite e veja também todos os ingressos e passeios por Copenhague que você pode comprar ainda aqui no Brasil:

Ingressos e Passeios em Copenhague.

Pesquise aqui opções de hospedagem em Copenhague!

Como deu para perceber, há muito o que fazer em Copenhague (e tem mais coisas, viu?!).

Veja aqui todos os nossos posts da Dinamarca.

Boa viagem!

Imagens: acervo do blog e Shutterstock

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Turista Profissional

Este texto foi escrito por mais de um membro da equipe do Turista Profissional, ou pela nossa estagiária Luciana Console, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.

Leia também

roteiro copenhague

Roteiro de 2 dias em Copenhague (com mapa)

É bem tranquilo fazer um roteiro de 2 dias em Copenhague, pois ela é relativamente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *