Home / Hong Kong / O que fazer em Hong Kong: as principais atrações turísticas

O que fazer em Hong Kong: as principais atrações turísticas

Hong Kong é uma Cidade-Estado e pode, em tamanho, ser comparada com grandes metrópoles como São Paulo e Nova York – portanto, o que não falta é o que fazer em Hong Kong.

Ela pertence oficialmente à China, mas de chinesa quase não tem nada e isso se deve à sua história conturbada. A Grã Bretanha era dona da cidade até 1997, quando esta foi devolvida para China. Isso mesmo, é bem pouco tempo, se formos pensar em questões históricas.

Mas, apesar de voltar a pertencer à China, Hong Kong manteve seu sistema político e sua autonomia, por isso é conhecida sob o lema de “um país, dois sistemas” e é considerada uma “Região Administrativo Especial”.

Como boa cidade grande, praticamente todos os gostos e estilos dos viajantes são atendidos. As atividades vão desde compras, gastronomia e vida noturna até o contato com natureza e espiritualidade.

Vejam algumas das principais atrações de Hong Kong!

O que fazer em Hong Kong

☛ Leia também: Dicas de Hong Kong: tudo o que você precisa saber!

The Peak

O morro com a melhor vista da cidade é chamado oficialmente de Victoria Peak, mas conhecido por todos simplesmente como The Peak. A subida pode ser feita de transporte público, carro ou pelo bondinho (The Peak Tram), que é o mais indicado, pois é uma experiência bacana e com uma bela vista.

Lá em cima há uma ótima infraestrutura com mirante, alimentação e lojinhas. Tem também um observatório, o Sky Terrace 428, que cobra entrada, mas proporciona uma vista mais bonita ainda.

  • Endereço: Peak Tram Station
  • Como chegar: Estação Admiralty do metrô
  • Funcionamento: O transporte The Peak Tram funciona diariamente das 07:00h à meia noite.
  • Custo: O valor para adultos de ida e volta do The Peak Tram é HK$ 45. Compre logo ida e volta, sai mais barato e você vai precisar descer de qualquer forma.
  • Site: http://www.thepeak.com.hk/en/5_5_1.asp

Siga também o nosso perfil no Instagram: @turistaprof

Buda Gigante

Provavelmente, um dos pontos mais conhecidos de Hong Kong, o Buda Gigante é, literalmente, uma imensa estátua de Buda (são 34 metros de altura!). A estátua gigante fica na ilha de Lantau e está localizada no alto de uma escadaria de 268 degraus, o que dá um visual bem mais místico ao local. A região tem também o Monastério Po Lin.

Pra chegar lá é o mais legal: através de um dos maiores teleféricos do mundo, com cerca de 6 km de passeio por cabos!

  • Funcionamento: todos os dias das 10h às 17:30h
  • Como chegar: metrô para a estação Tung Chung + teleférico Ngong Ping Cable ou o Ônibus 23 (New Lantao).
  • Custo: HK$ 210

☛ Leia também: Buda de Hong Kong: saiba como fazer a visita ao Big Buddha

o que fazer em hong kong

o que fazer em Hong Kong

Disneyland

Sim, Disneyland!! Na cidade de Hong Kong existe uma versão da Disney americana. A Disneyland Chinesa tem muitas atrações iguais a da original, só que com uma infraestrutura mais ‘compacta’. Assim como nos EUA, é um parque que tem atrações para todas as idades, mas no caso da Disneyland Chinesa, o foco são as crianças. Na dúvida de o que fazer em Hong Kong, é uma boa opção ir se divertir em um parque de Disney, não acha?

  • Endereço: Lantau Island, Hong Kong
  • Como chegar: Na estação de metrô Sunny Bay tem um trem especial que vai direto para o parque – ele é temático, inclusive.
  • Funcionamento: Diariamente, das 10:30h às 20:30h.
  • Custo: HK$ 589 adultos e HK$ 419 crianças até 11 anos
  • Site: https://www.hongkongdisneyland.com/

Disney de Hong KongVolte a ser criança na Disneyland de Hong-Kong

o que fazer em Hong Kong

Flower Market

Em Hong Kong existem muitos mercados no estilo feirinha/mercadão. Dá pra encontrar de tudo: bugigangas, acessórios, animais, coisas esotéricas, etc. Um deles é o Flower Market, que tem foco na venda de flores, tornando o andar pelas ruas do mercado um passeio bonito e cheiroso!

  • Endereço: Flower Market Road, Prince Edward, Kowloon
  • Como chegar: Estação Prince Edward do metrô
  • Funcionamento: Diariamente, das 9:30h às 19:30h
  • Site: http://www.flower-market.hk/

Pesquise opções de hospedagem em Hong Kong aqui!

Clock Tower

Construída em 1915, a Torre do Relógio é uma atração na cidade que fazia parte da antiga estação de trem Kowloon-Canton. A estação não existe mais, porém o Clock Tower continua lindo e belo com seus 44 metros de altura na região turística de Tsim Sha Tsui.

o que fazer em Hong Kong

Avenue of Star e Estátua do Bruce Lee

Avenida das Estrelas tem esse nome por conta das estátuas de artistas que ficam por ali, como se fosse a versão da Calçada da Fama, só que chinesa. É um calçadão na beira do porto, o que faz com que seja um passeio agradável de fazer, mesmo que o foco não sejam as obras. É lá inclusive que se encontra a famosa estátua do Bruce Lee em sua mais conhecida pose das artes marciais.

o que fazer em Hong Kong

o que ver em Hong Kong

Symphony of Lights

Hong Kong é uma cidade com muitos prédios, mas não só isso: é lá onde se concentra a maior quantidade de edifícios com mais de 100 metros de altura no mundo.

O que poderia ser uma visão um tanto quanto ‘poluída’ acabou virando atração turística. No calçadão do porto Victoria Harbour acontece um show de luzes e música que mescla as duas artes com as construções da cidade. Todos os prédios se iluminam e as cores ‘dançam’ conforme a música.

Acontece todos os dias às 20h e dura cerca de 15 minutos. Não deixe fora da sua lista de o que fazer em Hong Kong, pois é uma das maiores atrações da cidade.

show de cores hong kong

Sky 100

A cidade de prédios altos não poderia deixar de ter um passeio ao seu maior prédio. O Sky 100 permite uma vista de 398 metros de altura e oferece uma visão de Hong Kong em 360º.

  • Endereço: International Commerce Centre, 1 Austin Road  MTR Kowloon Station
  • Como chegar: Estação Tung Chung Line do metrô
  • Funcionamento: Domingo a quinta, das 10:00h às 20:30h. Sexta e sábado, das 10:00h às 22:00.
  • Custo: HKD168 para adultos
  • Site: http://sky100.com.hk/

Man Mo Temple

Quando o assunto é espiritualidade, além do Buda Gigante, Hong Kong também tem o Man Mo Temple. Ele foi construído em 1847 e é dedicado aos deuses Man e Mo, da literatura e da guerra, respectivamente. São três salões dentro do templo e um deles possui incensos gigantes pendurados no teto! Visitar o Man Mo Temple é uma boa opção também caso você queira sair um pouco da muvuca da cidade grande, pois diferente do Buda Gigante, ele fica em meio aos prédios financeiros da cidade e é de fácil acesso.

  • Endereço: 124-130 Hollywood Rd, Sheung Wan
  • Como chegar: Estação Central do metrô
  • Funcionamento: Diariamente, das 08:00h às 18:00h.
  • Site: http://www.man-mo-temple.hk

Hong Kong Observation Wheel (roda-gigante) 

Assim como Londres, Hong Kong também possui uma roda gigante que é uma atração turística. Lá de cima a vista permite visualizar até o porto da cidade, a 60 metros de altura. A roda gigante possui 42 gôndolas, com capacidade para 8 pessoas cada. O passeio dura 20 minutos, que equivalem a exatas quatro voltas na roda.

  • Endereço: 33 Man Kwong Street, Central, Hong Kong Island
  • Como chegar: Estação Hong Kong ou estação Central do metrô
  • Funcionamento: Diariamente, das 11:00h às 23:00h
  • Custo: HK$ 100 para adultos
  • Site: http://www.hkow.hk/en/

o que fazer em Hong Kong

Ocean Park

Ocean Park é uma mistura de zoológico com parque de diversões localizado ao sul de Hong Kong. Como o próprio nome indica, o foco é a vida animal marinha. Lá dentro, além dos brinquedos – tanto para crianças quanto os mais radicais para adultos – também são apresentados shows. Além de, é claro, a possibilidade de ver os animais, inclusive alguns em perigo de extinção.

  • Endereço: Wong Chuk Hang, Hong Kong Island
  • Como chegar: Estação Ocean Park do metrô
  • Funcionamento: Diariamente, das 10:00h às 18:00h (alguns dias da semana fecha às 19:00h)
  • Custo: HK$438 para adultos
  • Site: https://www.oceanpark.com.hk/en

Hong Kong Museum of History

O Museu de Hong Kong é a melhor opção pra quem quer conhecer de verdade a história da cidade e entender todo o processo de anexação de território, independência e afins. Os artefatos expostos, estudos e cenários temáticos contam cerca de 400 milhões de anos de história.

  • Endereço: 100 Chatham Road South, Tsim Sha Tsui East, Kowloon
  • Como chegar: Estação Tsim Sha Tsui do metrô
  • Funcionamento: as galerias funcionam das 10:00h às 18:00h nas segundas, quartas, quintas e sextas. Sábado e domingo, das 10:00h às 19:00h.
  • Custo: grátis
  • Site: http://www.lcsd.gov.hk/CE/Museum/History/en_US/web/mh/index.html

Hong Kong Museum of Art

Já o museu de arte, como o próprio nome diz, é focado na arte chinesa, que inclui pinturas e também tesouros antigos. Mas não só obras chinesas são expostas neste museu, ele recebe também exposições temáticas estrangeiras em seu acervo. Atualmente, o museu está fechado para reformas e tem previsão de inauguração em 2019. 

Praias em Hong Kong

E não podemos nos esquecer que Hong Kong é formada por várias ilhas, além da parte continental, então, o que não faltam são praias por lá, embora muita gente nem lembre disso. Entre as principais estão Stanley Beach e South Bay.

Se não dá pra mergulhar, são ótimos locais para passear, andar pelo calçadão, desfrutar de uma bela paisagem e comer com tranquilidade em um dos restaurantes da orla.

No mais, o que achamos muito bacana de fazer em Hong Kong é justamente admirar aquela arquitetura de arranhas-céu, a multidão das ruas, as luzes nos letreiros das lojas, a mistura cultural e, ao mesmo tempo, ter alguns oásis dentro da cidade, com belos jardins e vários templos, super silenciosos.

É um destino que nos surpreendeu bastante, tanto que voltamos e com certeza voltaremos novamente. 🙂

☛ Leia também: Roteiro de 1 dia em Macau: bate e volta de Hong Kong

Boa viagem!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Turista Profissional

Este texto foi escrito por mais de um membro da equipe do Turista Profissional, ou pela nossa estagiária Luciana Console, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.

Sem comentários

  1. Rangell Oliveira

    Bacana o post de HK! E a lingua por lá? Conseguiu comunicar no inglês ou é muito díficil, quase ninguém falando inglês?(como as outras partes da China). Tenho vontade de incluir a cidade numa trip asiática, e pelo ano novo também, mais fico com receio da língua.

    • Ana Catarina Portugal

      Praticamente todos falam inglês. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *