O que fazer em Kyoto, no Japão: principais atrações

Atualizado em 06/04/2019

Confira conosco agora o que fazer em Kyoto, quais são os principais passeios que você não pode deixar de fora em sua viagem para Quioto, no Japão.

Os brasileiros adoram viajar para o Japão e ambos os países possuem muitos imigrantes de lado a lado. Aliás, o Brasil é um dos países que mais recebe imigrantes japoneses, o que gera uma grande quantidade de descendentes orientais em todo país.

Em uma viagem para o Japão percebemos como os japoneses são simpáticos e muito receptivos com os brasileiros, e também vemos muitos imigrantes do Brasil por lá, a maioria para trabalhar, em busca de melhores condições de vida.

Entre tantas cidades japonesas, uma em especifico chama a atenção dos visitantes e encantam a todos, Quioto. A cidade tem a arquitetura típica japonesa, preservando muitos dos costumes tradicionais, repleta de história, bons restaurantes e muitas atrações para visitar.

Com mais de 2 mil templos budistas, muitos pontos turísticos e ambiente histórico, conhecer Quioto é viajar no tempo.

Antiga capital na época imperial do Japão, Quioto possui uma população de 1,5 milhões de pessoas espalhadas em uma cidade bem ampla e turística.

Kyoto esta a 450 km de Tóquio – o que não é muito, considerando o trem bala. Então, estando em Tokyo, aproveite para conhecer um pouco de tudo pelo Japão.

Queixas em Kyoto, Japão

Quioto: o que fazer

O Japão é um país com uma cultura muito diferente do Brasil, por isso uma viagem para lá se torna ainda mais interessante e única. Com tantas opções de passeios fica difícil decidir o que fazer em Quioto.

Para te ajudar melhor a conhecer as atrações imperdíveis na cidade de Kyoto, separamos uma lista com os melhores passeios a se fazer e ter uma viagem inesquecível pelas terras orientais.

Acompanhe a lista que separamos com as melhores atrações turísticas de Kyoto.

Ginkaku-ji

Conhecido também como o Templo do Pavilhão de Prata em Kyoto ou, simplesmente, Pavilhão Prateado, o Ginkaku-ji é uma das construções mais antigas da cidade. Sua construção se iniciou no ano de 1460, feito pelo shogun Ashikaga Yoshimasa, que na época começou a criar o local apenas para ser um jardim próprio para viver sua fase de aposentadoria.

Apesar de se chamar Pavilhão de Prata, ele nunca foi coberto de prata. Acredita-se que o nome surgiu, mais de um século após a construção, como um apelido para contrastar com o Pavilhão Dourado.

Casa de um monge budista, Ginkaku-ji é composto pelo Pavilhão de Prata e outros edifícios do templo, um belo jardim de musgo e um jardim exclusivo de areia seca, perfeitamente desenhado, conhecido como o “Mar de Areia Prateada”. O local nunca está vazio, recebendo muitos visitantes diariamente.

o que fazer em Kyoto Templo Prateado

  • Endereço: 2, Ginkakuji-chō, Sakyō-ku, Kyoto
  • Como chegar: Para chegar até o templo você pode optar por um ônibus das linhas 5, 17 ou 100 que levam os turistas até o local. Essas linhas partem da estação de Kyoto. Se preferir, o caminho até Ginkaku-ji pode ser feito a pé pelo “Caminho do Filósofo”.
  • Funcionamento: O templo fica aberto 7 dias da semana e seu funcionamento entre Março e Novembro é das 08:30h às 17:00h. | Já nas épocas de verão entre os meses de Dezembro e Fevereiro o local fica aberto das 09:00h às 16:30h.
  • Custo: para visitar o templo: ‎¥500 (ienes) | Estudantes do ensino médio e fundamental pagam – ‎¥300
  • Site: http://www.shokoku-ji.jp/g_about.html

DICA: Se escolher ir de ônibus e souber que irá utilizar o meio de transporte várias vezes durante sua viagem, optem por comprar o Kyoto – Sightseeing One Day Pass, que é vendido na estação de Kyoto mesmo.

Chionin Temple

O que mais encontramos em Quioto são templos, e o Chionin Temple guarda um dos maiores portais de madeira de todo o Japão, o Portão Sanmon, com 24 metros de altura e 50 metros de largura, com mais de 70.000 telhas em toda sua estrutura e construído no início dos anos 1600.

O local é o principal templo da seita Jodo do budismo japonês. Podemos encontrar ali diferentes peças que são tesouros nacionais, como o prédio Miedo, portal Sanmon, artigos culturais como Seshido e Honen Shonin Mido.

Existe um corredor no templo de 500 metros chamado de “corredor rouxinol”, um dos pontos que mais chama a atenção nessa atração que guarda as maravilhas do Japão.

o que fazer em quioto no japão

  • Endereço: 400 Rinkacho, Higashiyama Ward, Kyoto
  • Como chegar: De ônibus: na estação de Quioto pegar o 206 e descer no ponto Chionin-mae | Metrô: 10 minutos a pé da estação Higasshiyama da linha Tozai.
  • Funcionamento: O local fica aberto de segunda a domingo, das 9h às 16:30h, mas a última entrada para passeio permitida no templo é às 16h.
  • Custo: ‎¥500 (ambos os jardins), ‎¥400 (apenas no Hojo Garden), ‎¥300 ‎(apenas no Yuzen Garden).
  • Site: https://www.chion-in.or.jp/

Yasaka Jinja

Conhecido também como Santuário Gion, o Yasaka Jinja (八 坂 神社) é um dos santuários mais famosos de Kyoto. O local foi construído há mais de 1350 anos, fica localizado entre os distritos de Gion e de Higashiyama, sendo acessado por ambos.

O santuário tem um amplo espaço, combinando no mesmo prédio o Honden (santuário interior) e o haiden (hall de oferendas). Logo à frente desse espaço principal há um palco de dança que é iluminado com diversas lanternas que ficam ligadas a noite, formando um cenário que encanta ainda mais aos visitantes.

Além de o templo ser um dos mais conhecidos santuários de Quioto, Yasaka tem um lindo festival de verão chamado Gion Matsuri que acontece em todo mês de julho. Se essa for a época que você estará pela cidade, aproveite para conhecer esse festival.

Durante a estação das cerejeiras o santuário fica bem movimentado, no mês de abril, por conta do local ser vizinho do Parque Maruyama.

Templos de Kyoto

  • Endereço: 625 Kita-gawa, Gion-cho, Higashiyama-ku, Kyoto-shi, Kyoto
  • Como chegar: Ônibus 100 ou 206 saindo da estação de Kyoto. | Trem: A linha Keihan da estação de Gion Shijo e a linha Hankyu da estação Kawaramachi são as linhas que chegam até o santuário.
  • Funcionamento: Yasaka fica aberto todos os dias o dia todo. Entrada de 9 às 17h, mas com possibilidade de ficar 24h lá dentro.
  • Preço: A entrada para o santuário é gratuita
  • Site: http://www.yasaka-jinja.or.jp/

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Chip de viagemQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 210 países, e de voz para EUA, México, Canadá e Europa. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe o frete grátis

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Maruyama Park

O parque Maruyama é o mais antigo de Kyoto, construído em 1886, e um dos mais bonitos para apreciar flores das cerejeiras, especialmente na primeira quinzena de abril.

Nas épocas de Primavera e Outono, o parque fica lindo; na Primavera, as cerejeiras florescem, ficam cheia de frutas, folhas e flores. No Outono as folhas secas espalhadas por todo o parque formam um lindo cenário aos visitantes.

Os jardins japoneses rendem realmente bons passeios e, ao final do passeio, é possível comer uma comida típica japonesa na casa de chá do local.

O parque fica localizado bem próximo ao santuário Yasaka, então é possível fazer dois passeios incríveis no mesmo dia.

Entre as atrações turísticas de Kyoto, o parque não pode ficar fora da lista. Com cerca de 800 árvores espalhadas por todo o jardim, o espaço é amplo, com boa infraestrutura e recebe muitos visitantes diariamente.

  • Endereço: 473 Maruyamachō, Higashiyama-ku, Kyōto-shi, Kyōto-fu, Japan
  • Como chegar: Ônibus: da Estação de Kyoto, pegar o 100 ou 206 e descer no ponto de ônibus Gion. O parque fica logo atrás do Santuário Yasaka.
  • Funcionamento: O local fica aberto todos os dias e não possui um horário estipulado para visitas, até mesmo nos feriados o parque está aberto.
  • Preço: A entrada para o parque é gratuita.
  • Site: http://www.kyototourism.org/en/sightseeing-info/33.html

Ninenzaka e San’nen-zaka

Ninenzaka e San’nen-zaka são dois famosos caminhos de 400 metros que levam até o templo Kiyomizu-dera. São, assim como o templo, uma atração histórica de Quioto.

As ruas, escadas e prédios de pedras chamam a atenção dos turistas, pois possuem sua arquitetura original marcando Quioto. São estradas inclinadas suaves e estreitas com lajes e degraus de pedra.

Ao longo das ruas, há muitas lojas de souvenirs, as lojas de kiyomizu-ware (uma cerâmica criada em torno do templo Kiyomizu), casas de chá e restaurantes japoneses.

Há uma lenda que diz que, se você cair quando estiver andando na Ninenzaka, você morrerá em 2 anos. Então, tome cuidado! 🙂 Sorte que não caímos, senão nem estaríamos escrevendo agora… ???

ladeira tradicional em Kyoto

  • Endereço: 2 Higashiyama Ward, Kyoto
  • Como chegar: ônibus nº 206 ou 208 saindo da estação de Kyoto. Descer no ponto Gojozaka ou Kiyomizumichi, respectivamente. Em seguida, cerca de 10 minutos andando de cada parada de ônibus.
  • Funcionamento: Livre sempre
  • Preço: Entrada gratuita para percorrer a ladeira
  • Site: http://www.2nenzaka.ne.jp/index.html

Kiyomizu-dera

Conhecido como o “Templo da Água Pura” é um dos templos mais deslumbrantes e famosos de todo o Japão. A construção foi feita na Cachoeira Otowa em 789, localizada nas colinas arborizadas de Quioto.

O templo faz parte da lista dos principais patrimônios do mundo pela UNESCO.

Um dos pontos mais bonitos do templo é seu palco de madeira com 13 metros. Os visitantes têm uma excelente vista de um jardim cheio de árvores cerejeiras e, de quebra, nas épocas de Primavera e Outono o local fica mais bonito ainda.

templo de quioto

  • Endereço:294 Kiyomizu 1-chome, Higashiyama Ward, Kyoto, Kyoto Prefecture 605-0862, Japão
  • Como chegar: Ônibus: as linhas 100 e 206 da estação de Kyoto chegam até o templo.
  • Funcionamento: O local fica aberto todos os dias, das 6h às 18h.
  • Preço: Entrada ¥400
  • Site: https://www.kiyomizudera.or.jp/about/index.html

o que ver em kyoto

Gion, o bairro das gueixas

O mais famoso bairro das gueixas em Kyoto se localiza na margem do leste, próximo ao rio Kamo. É um local com muita história, bons restaurantes e casas noturnas. O bairro é agitado no período noturno e pode ser uma opção para se divertir nas noites de Quioto.

A área mais popular de Gion é a Rua Hanami-koji, da Avenida Shijo até o Templo Kenninji. As casas de chá (ochaya) e restaurantes possuem as profissionais femininas que levam arte, entretenimento e história a todos os visitantes do bairro.

Só de caminhar pelo bairro podemos ver nos bueiros desenhos de leques que fazem nos lembrar das gueixas. Há até placas no local também que indicam aos turistas não tocarem nas gueixas.

Muita gente fica nas ruas com a máquina na mão à espreita de aparecer alguma geiko (gueixa) ou maiko (aprendiz de gueixa) caminhando pelas ruas indo ou saindo do trabalho. É claro que nós também… rs. Mas é de bom tom agir educadamente, e não como um paparazzi implacável!

  • Endereço: Bairro Gion Minamigawa – Kyoto
  • Como chegar: Ônibus 100 ou 206 que sai da Estação de Kyoto e descer no ponto Gion.

Gion o bairro das gueixas em Kyoto

Fushimi-Inari

Um dos santuários mais típicos do Japão está localizado em Kyoto e se chama Fushimi Inara Taisha. Sem dúvidas, esta atração é uma das mais visitadas da cidade. A vista logo de entrada com um enorme portão vermelho feito no estilo Tori chama a atenção dos visitantes.

Da porta inicial do Santuário a um longo caminho em diante o que se destaca são as fileiras de portões Torii, um atrás do outro que formam um belíssimo corredor, que leva os visitantes até o ponto mais alto da montanha Inari.

Para se ter ideia são 10.000 portões Torii em todo corredor do santuário.

Templo em kyoto no Japão

Para todos os lados dentro do santuário podemos ver imagens de raposas, esse animal é considerado pelos japoneses um dos principais mensageiros dos deuses.

O santuário é uma das mais belas atrações de Kyoto.

Templo dos Torii em Kyoto Japão

  • Endereço: 68 Fukakusa Yabunouchicho, Fushimi-ku, Kyoto, Kyoto Prefecture 612-0882, Japão
  • Como chegar: Trem: O melhor acesso ao local é feito de trem Ida linha JR Nara e descer na estação Fushimi-Inari.
  • Funcionamento: O local fica aberto todos os dias da semana 24 horas por dia.
  • Preço: Entrada gratuita
  • Site: http://inari.jp/

Floresta de Bambus (Arashiyama Bamboo Grove)

No distrito de Arashiyama em Quioto, uma atração que merece uma visita é a Floresta de Bambus, um lugar lindo e encantador. O local é pequeno, charmoso e tem uma grande quantidade de bambuzais, que rendem cenários para lindas fotos.

Se você quiser um lugar para relaxar e observar a natureza, a Floresta de Bambus é o local ideal.

No inicio da floresta há quiosques que vendem comidas, alguns dias da semana as gueixas transitam por lá, além de pessoas com o traje típico japonês (o kimono), que também rendem fotos.

A floresta de bambus é especialmente mágica quando o sol atravessa a extensa folhagem e o vento sopra devagar, balançando todos os bambus ao mesmo tempo, fazendo um som incrível.

Floresta de bambus de Quioto

  • Endereço: Sagatenryuji Susukinobabacho, Ukyō-ku, Kyoto, Kyoto Prefecture 616-8385, Japão (perto da entrada do Templo Tenryu-ji, em Arashiyama).
  • Como chegar: de trem: pegar a linha JR Sagano da estação de Kyoto até a estação Saga-Arashiyama, de lá são só 10 a 15 minutos a pé até a floresta.
  • Funcionamento: Aberto todos os dias da semana, 24 horas.
  • Preço: Entrada gratuita

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI!


Templo Kinkaku-ji

Conhecido também como Pavilhão Dourado, o templo budista Kinkaju-ji é um dos marcos principais da cidade de Kyoto. Há um lago em volta de todo templo dourado e o reflexo da construção na água é uma das imagens mais bonitas da cidade. Bom… deve ser mesmo, mas nós não pudemos comprovar 🙁 … quando fomos estava chovendo.

Construído em 1397 pelas mãos de Xogun Yoshimitsu Ashikaga, comandante do exército na época, só após sua morte o local se tornou um templo zen budista.

Na entrada do templo há um mapa completo indicando o que é e onde está cada local dentro do templo, como lojinhas, jardins e Tea Garden. Os jardins são lindos e forma uma linda paisagem de todo o templo dourado.

O que fazer em Quioto
O que vimos…
O que fazer em Quioto
O que poderíamos ter visto
  • Endereço: 1 Kinkakujicho, Kita, Kyoto, Kyoto Prefecture 603-8361, Japão
  • Como chegar: Ônibus: Na Estação de Kyoto pegue a linha de número 101 ou 205 para chegar até o templo. | Metrô: Linha Karasuma da Estação de Kitaoji e, da estação, pegar os ônibus 101 , 102, 204 ou 205 até o templo.
  • Funcionamento: O templo fica aberto todos os dias da semana das 09:00h às 17:00h.
  • Preço: Bilhete para menos de 15 anos: ¥ 300 | Bilhete para maiores de 15 anos: ¥ 400
  • Site: http://www.shokoku-ji.jp/k_about.html

☛ Leia mais:  A tradição do Onsen no Japão

Kyoto Imperial Palace

Kyoto Gosho (Palácio de Kyoto) é o mais conhecido Palácio Imperial da cidade japonesa, sendo o último a ser construído quando a cidade ainda era capital e se chamava Heiankyo. O local abrigava a família imperial antes dos anos de 1855 e hoje, aberto ao público, apresenta detalhes de diferentes épocas da história japonesa.

Localizado no parque Kyoto Gyoen, a atração é gratuita e muito visitada pelos turistas que procuram conhecer um prédio real onde já viveram pessoas do império antigo.

Para fazer uma visita até o interior do Palácio é necessário marcar um horário com o guia e fazer uma reserva de visitação (pode ser pelo site). Em algumas épocas do ano é possível visitar o local sem precisar de um guia, mas essas datas são muito disputadas.

  • Endereço: 3 Kyotogyoen, Kamigyo Ward, Kyoto, Kyoto Prefecture 602-0881, Japão
  • Como chegar: Metrô: Linha Karasuma que pode ser pego na Estação de Kyoto.
  • Funcionamento: O local fica aberto todos os dias. Nos meses de Abril a Agosto o funcionamento vai das 09:00h às 17:00. | Setembro a Março das 09:00h às 16:30h. | Outubro a Fevereiro das 09:00h às 16:00h.
  • Custo: Entrada gratuita
  • Site: http://sankan.kunaicho.go.jp/english/

Quer pesquisar hotéis em Kyoto? Clique aqui e ache os melhores

Kyoto Tower

Uma das maiores torres de Quioto, ela chama a atenção dos visitantes da cidade. Criada em 1964, a torre impressiona e suas cores à noite são especiais. Ela fica no alto de um prédio comercial em frente à estação de Kyoto.

Com 131 metros, o Kyoto Tower é o ponto mais alto da cidade e um marco moderno, contrastando com seus antigos templos e santuários. Existe um observatório no alto da torre, a 100 metros, que proporciona aos visitantes uma visão privilegiada da cidade.

Na parte interior do edifício há um restaurante, hotel, lojas e por isso vive lotado de turistas. Há um espaço no subterrâneo da torre onde é possível tomar um banho público conhecido como “YUU”, você descansa, relaxa e se refresca.

  • Endereço: 721−1 Higashishiokojicho, Shimogyo Ward, Kyoto, Kyoto Prefecture 600-8216, Japão (prédio em frente ao Portão Central Karasuma da Estação de Kyoto).
  • Como chegar: da estação de JR Kyoto, pegue a saída de Karasuma Central.
  • Funcionamento: A plataforma de observação fica aberta todos os dias da semana, das 9h às 20:40h.
  • Custo: ¥770 na hora | ¥700 on-line
  • Site: https://www.keihanhotels-resorts.co.jp/kyoto-tower/en

Torre de Quioto no Japão

Como podem ver, há muito o que fazer em Kyoto, uma das grandes cidades do Japão em que você verá mais dos aspectos culturais tradicionais.

Siga nossas dicas e aproveite as atrações em Quioto.

Se você vai ao Japão, com certeza irá usar o trem, então veja nossas dicas de como usar o Japan Rail Pass. E não deixe de ler, também, todas as outras dicas do Japão que já publicamos aqui no blog.

Boa viagem!

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here