O que fazer em Santa Clara, Cuba: roteiro de um dia

Nós vamos te dizer aqui o que fazer em Santa Clara, Cuba, e o roteiro de um dia que fizemos na cidade.

Afinal, durante uma viagem para Cuba, é impossível não se conectar de alguma forma com a história revolucionária da ilha socialista, e há alguns lugares que são totalmente ligados ao passado dos anos de combate à ditadura de Fulgêncio Batista.

É o caso da pequena Santa Clara, conhecida como a cidade do Che Guevara.

Com certeza, quando você for pesquisar o que fazer em Cuba, esses lugares estarão na sua lista.

Que tal, então, colocar Santa Clara, a cidade de Che Guevara, em seu roteiro a Cuba?

Santa Clara o que fazer

Santa Clara, Cuba, o que fazer

Santa Clara fica quase no centro da ilha, fazendo com que seja utilizada também como ponto estratégico de parada para quem faz uma viagem para Cuba.

Foi nela que aconteceu uma das mais importantes vitórias contra Fulgêncio Batista, a Batalha de Santa Clara, quando Che Guevara e seus homens venceram o exército do ditador.

Mas a cidade do Comandante é também uma cidade universitária e, portanto, jovem. Então, apesar de pequena, não tem nada do marasmo típico de cidades menores.

Agora, em relação às atrações turísticas em si, a menos que você queira sentir o clima da cidade com calma, conhecer as universidades, restaurantes e cafés, basta um dia só para conhecer os pontos turísticos de Santa Clara.

Quatro deles ficam praticamente em uma linha reta e dá pra ir ticando da lista tranquilamente:

  • Café Revolución
  • Tomada do Trem Blindado
  • Estátua de Che e o Menino 
  • Loma del Capiro

Chegando a Santa Clara, Cuba

Parti de Havana pela manhã pela cia Via Azul com uma passagem comprada na hora, que consegui garantir ao chegar com uma hora de antecedência na rodoviária. O ônibus foi cheio, então caso não tenha passagem já comprada, a dica é chegar antes mesmo.

Após cerca de 4 horas de viagem, cheguei a Santa Clara e desci do ônibus, que na verdade continuaria viagem rumo a alguma cidade mais ocidental da ilha.

Ali mesmo, já garanti meu nome na lista para o dia seguinte no guichê da Via Azul rumo a Santiago. Digo “garanti” porque a passagem em si não foi vendida. Segundo a funcionária, como o destino é longe e o ônibus vai parando em cidades pelo caminho, com embarque e desembargue frequente, eu só embarcaria se tivesse lugar vago. Achei ‘interessante’ isso de não ter garantia (pra não dizer, ruim), mas me disseram que era raro não conseguir embarcar com o nome na lista de espera. De fato, foi tranquilo no dia seguinte.

Viagem para Cuba em Santa Clara
Parque Vidal em Santa Clara

Logo na saída da rodoviária, vários taxistas me abordaram e fui até o centrinho por 5 CUC (na volta conseguir ir do Parque Vidal à Via Azul por 3 CUC). O taxista ainda tentou me empurrar uma casa de um conhecido dele por 20 CUC, mas eu preferi descer no Parque Vidal, principal da cidade, e procurar sozinha andando mesmo. Foi ótimo, porque encontrei uma casa atrás do Parque, por 15 CUC. Deixei as malas e fui aproveitar meu resto de tarde para conhecer rapidamente os pontos turísticos da cidade do Che Guevara!

Eu sabia que o Mausoléu do Che Guevara era o único lugar mais distante e fora da área de pontos turísticos comuns, então deixei para ir por último. No final, acabou não dando tempo, precisei fazer escolhas e o Mausoléu ficou de fora, infelizmente…

Pontos turísticos de Santa Clara, Cuba

Café Revolución

Comecei a andar utilizando o meu app MapsMe, que me salvou em toda Cuba, mas nem precisava. Santa Clara é bem tranquilinha de sair caminhando.

A primeira parada foi no Café Revolución, que fica perto do Parque Vidal e mais perto ainda da Tomada do Trem Blindado. Ele é pequenininho e, se você não prestar atenção, é capaz de passar por ele!

Quando cheguei, havia duas moças na porta e o Café estava vazio; era por volta das 15h no meio da semana. Logo ao entrar, já impressionam a decoração e a quantidade de coisas relacionadas à Revolução, literalmente!

Viagem para Cuba

Móveis antigos dividem o espaço com fotografias, bandeiras e objetos de Fidel Castro, Che Guevara e muitas outras pessoas que de alguma forma tenham a ver com o período da Revolução Cubana.

Tudo original, segundo a mocinha da porta, que é a atendente.

Por incrível que pareça, o Café Revolución não serve café normal. O cardápio conta com alguns lanches, bebidas e um café gelado muito bom que vem com uma bola de sorvete dentro, chamado de Café Russo.

O que fazer em Cuba

Tomada do Trem Blindado

Logo após o Café, chega-se a uma das atrações mais importantes da cidade. Foi exatamente ali onde aconteceu um dos episódios fundamentais para a vitória do Movimento 26 de Julho e a Revolução Cubana…

Em 1958, o ditador Batista enviou soldados em um trem para a capital Havana para combater os rebeldes. Che e sua tropa ficaram sabendo que os vagões passariam pela cidade de Santa Clara e armaram um plano para sabotar o trem e assim impedir que o exército do governo se fortalecesse em Havana.

Com uma retroescavadeira, os revolucionários moveram os trilhos do trem do lugar correto e ficaram à espreita para atacar no momento em que os vagões descarrilhassem. Os poucos homens do exército rebelde conseguiram vencer as tropas de Batista após a batalha em terra; a notícia chegou a Havana, resultando na fuga do ditador Batista ao saber que havia perdido a guerra.

Os vagões do trem descarrilhado são os originais e o trilho do trem também ainda está lá.

Ou seja, visitar essa atração é estar exatamente onde aconteceu tudo isso no passado! Dentro dos trens ainda tem alguns objetos da época e imagens com conteúdo histórico.

revolução cubana

Estátua do Che e o Menino

Andando mais um pouco, a alguns quarteirões do Trem, está a famosa estátua do Che segurando um menino no colo, bem em frente à sede do Comitê do Partido Comunista de Cuba na cidade.

O monumento, grande o bastante para ser maior que uma pessoa alta, mas pequeno o suficiente para se posar ao lado do Comandante, é lotado de significados.

Diversos detalhes em miniatura podem ser observados na estátua, todos representando algo da vida de Che ou então simbolismos da luta socialista.

Por exemplo, no uniforme de Che tem uma miniatura de uma motocicleta, representando a viagem que ele fez pela América do Sul. No ombro, há um menino montado em uma cabra. Nos cabelos, há pessoas escalando os fios. Em um pedaço do uniforme do Che, tem uma tropa de soldados. Há um outro homenzinho segurando um livro em outra parte da estátua.

Enfim, é muito detalhe e informação, cada pedacinho da estátua tem um significado da vida de Che!

Estátua de Che Guevara em Cuba

Loma del Capiro

Esse ponto turístico em Santa Clara é também o mirante da cidade, então vale a pena ir, independente de ser uma atração.

Ali, o morro foi usado como ponto de observação pelas tropas de Che Guevara durante a Batalha de Santa Clara. Há um monumento no meio e duas bandeiras enormes: uma de Cuba e outra do Movimento 26 de Julho

É muito fácil de se chegar, só é necessário um condicionamento físico básico por conta das ladeiras e da escadaria, mas nada de intenso. Vi pessoas de idade mais avançada fazendo o trajeto sem problemas.

A moça do Café Revolución me alertou para não ir sozinha visitar a Loma. Segundo ela, eu deveria tentar me juntar com outros turistas ou qualquer pessoa que estivesse no trajeto, porque ocorreram alguns assaltos e ‘algo’ com mulheres (que ela não detalhou, então não sei se foram coisas graves).

Confesso que eu fiquei com um leve medo, mas ou eu ia na sorte ou não conheceria esse ponto, e eu só tinha um dia. Decidi ir andando e observando no caminho qual eram os riscos do trajeto (e vendo se trombava com outras pessoas) e, caso me sentisse insegura, eu voltaria. Não tive problemas.

Cidade de Santa Clara em Cuba

Seguindo adiante da Estátua de Che com o Menino, em algum momento é preciso virar à esquerda. Eu estava com o mapa no celular, mas em vários momentos parei para perguntar para as pessoas das casas e há placas também, então não tem erro.

Aliás, os moradores pelas ruas foram me tranquilizando durante o trajeto, já que eu estava sozinha e havia saído das ruas principais. Aproveitei e perguntei se era seguro eu sozinha ir até lá e várias mulheres me falaram que não tinha problema algum, ainda mais àquela hora (final da tarde, ainda dia).

Turismo em Cuba

Dessa forma, segui. E ao chegar próximo das escadarias já encontrei várias pessoas. De fato, lá de cima se vê toda Santa Clara e um pôr do sol muito bonito, que inclusive me fez perder a hora e não conseguir ir no Mausoléu do Che.

Como já estava anoitecendo, eu procurei esperar para descer junto com outras pessoas. Nisso, um rapaz e eu começamos a conversar… Ele, inclusive, trabalha com turismo e eu superindico para qualquer um que vá a Santa Clara. Seu nome é Duniel Alonso (Whatsapp +53 5 6354669).

Ele busca em casas particulares, táxis, tours, passeios e etc. No meu caso, como eu já estava com toda a parte turística arranjada, acabamos virando amigos mesmo e descemos juntos para a cidade.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


Memorial do Che Guevara

Dentre as atrações de Santa Clara, o Memorial do Che Guevara é uma das mais importantes, porém ele fica do outro lado de todas as outras citadas acima. Devido ao meu curto tempo, eu não consegui ir, infelizmente (pelo menos fica como desculpa para voltar). Ele fica próximo à rodoviária da Via Azul.

É lá que, desde 1997, está enterrado o Comandante Che Guevara. O lugar funciona como museu/mausoléu. Vários pertences de Che estão no acervo do museu dedicado a um dos grandes heróis da Revolução Cubana, assim como fotos e informações sobre sua história e participação na luta na ilha socialista.

Outras dicas de Santa Clara

O Duniel me explicou que, diferente de Trinidad, Havana e outras cidades mais turísticas, em Santa Clara, a diferença dos preços “para turista” e “para cubanos” é muito pequena ou inexistem. Isso porque, apesar de turística, Santa Clara não respira tanto turismo assim. É uma cidade universitária, então é como se o turismo fosse algo presente, mas não essencial.

É fácil encontrar lugares para comer, cafés e afins com preços acessíveis. A minha dica, que foi dada por Duniel, é o Restaurante Sabor Sol, que fica na rua atrás da Biblioteca do Parque Vidal. O prato é bem serviço e barato (o valor é em moeda nacional).

pontos turísticos de Cuba

Já para sair à noite, se quiser conhecer um dos lugares onde vai uma galera jovem (lembrem-se de que Santa Clara é uma cidade universitária), procure pelo El Mejunje. Acabei indo parar lá, também por sugestão do Duniel. A entrada é em moeda nacional, o que indica que, de fato, é frequentado por cubanos.

O Mejunje é uma casa bem grande em estilo antigo, com tijolinhos e um pátio enorme no meio cheio de árvores e plantas. Grafites são vistos nas paredes e dá para perceber que o lugar é um centro cultural de Santa Clara. No andar de cima, há exposições de arte, por exemplo.

A balada daquele dia em si (uma plena quarta-feira) foi muito eclética. O lugar estava lotado de jovens e a música foi de eletrônico, passando por rock (Ramnstein, onde todos cantaram juntos), salsa, até chegar a um momento em que uma roda de breaking se abriu ali no pátio!

El Mejunje é um ponto cultural muito importante em Santa Clara, onde a diversidade, a arte e a educação estão presentes durante os eventos que acontecem toda semana.

Tudo sobre Cuba: cidade de Santa Clara
Parque Vidal

Então, gostou de Santa Clara? Não é a cidade mais conhecida e mais visitada, mas se você quer saber tudo sobre Cuba em sua viagem para a ilha caribenha, tem que visitar esta cidade!

Não deixe de ler todas as dicas de Cuba que já publicamos por aqui.

Boa viagem!

Texto e fotos de Luciana Console

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here