O que fazer em Seul: principais pontos turísticos

Se você está planejando uma viagem para a Coreia do Sul, já deve ter se perguntado sobre o que fazer em Seul, certo?!

Bom, o que eu posso te dizer, para começo de conversa, é que Seul é uma cidade impressionante e cheia de atrações!

Confesso que não esperava muito, mas ela me surpreendeu bastante. Mas prepare-se para levar um roteiro organizado, pois a cidade é enorme (tem 605,21 km² e de 9 a 10 milhões de habitantes) e as atrações são bem espalhadas.

Conhecida no mundo inteiro e cercada por montanhas, essa metrópole possui uma história com mais de 2 mil anos, além de conter cinco Patrimônios Mundiais da UNESCO.

Alguns deles citaremos aqui, dentre os pontos turísticos de Seul que recomendados a visita.

Então, veja agora as nossas sugestões de o que fazer em Seul: pontos turísticos imperdíveis em Seul.

=> Importante: Seguro Viagem mais Barato (com desconto)

O que fazer em Seul

O que fazer em Seul

N Seoul Tower

Sobre esta, conhecida ainda como Namsan Tower ou Seoul Tower, não há muito mistério, até porque o próprio nome já entrega, em parte, sobre o quê se trata: a torre que transmite, de Seul, o sinal para os meios de comunicação de toda a Coreia do Sul.

A N Seoul Tower oferece uma vista de 360 graus da cidade, sendo um cartão-postal da capital.

Fora isso, há também o fato de ser conhecida pelos cadeados que são nela deixados por casais e amigos. Milhares deles!

Ótimo lugar para tirar fotos, podemos concluir, além de ser possível colocar o seu próprio cadeado, seja comprado lá mesmo ou em algum outro lugar mais em conta.

  • Endereço: 105 Namsangongwon-gil, Yongsan 2(i)ga-dong, Yongsan-gu
  • Horário: aberto todos os dias, a partir das 10h; aos sábados, o observatório fecha à meia noite.
  • Preço: 10.000 won (cerca de US$ 9)
  • Como chegar a N Seoul Tower: metrô para a estação Myeongdong (linha 4) – saída 3. Ao sair, caminhe por cerca de 10 minutos na subida da rua do Pacific Hotel

=> Leia também: Dicas de Seul (o seu guia completo)

N Seoul Tower

Bukchon Hanok Village

Como falamos logo no início do texto, uma das dicas de Seul envolve a descoberta de sua história milenar.

Dentre as possibilidades do tipo, destacamos a Bukchon Hanok Village, com suas casas tradicionais que, enquanto vigorou a Dinastia Joseon, serviu de residência aos oficiais daquele governo.

Bairro antigo de Seul

Atualmente, com suas várias escadas e ladeiras preservadas, a Bukchon Hanok Village também é conhecida tanto por suas galerias de arte quanto por seus restaurantes e lojas de chá.

Porém, apesar desse aspecto turístico e comercial de modo geral, muitas famílias não deixaram de residir nessa vila, sendo comum encontrar portas de casas com solicitações de silêncio.

É interessante observar esse mundo à parte, calma e tradicional, no meio da “loucura” que é Seul.

  • Como chegar ao Bukchon Hanok Village: metrô para a estação Anguk (linha 3) – saída 2

Confira => Passeios em Seul e arredores

Viagem para a Coréia do Sul

Pesquise opções de hospedagem em Seul aqui!

Gyeongbokgung Palace

Com uma longa história de sucessivas construções e destruições, esse palácio (gung), “grandemente abençoado pelo céu” (Gyeongbok), traz em si as marcas dos vários momentos vividos pelos sul-coreanos ao longo dos últimos séculos.

Ele foi construído pela primeira vez ainda no ano de 1395, mas não tardou a ser queimado e, assim, esquecido por um período de quase 300 anos.

Em 1867, enfim reconstruído pela então vigente Dinastia Joseon (1392-1897), passou a ser o maior dos palácios, o principal entre os “Cinco Grandes Palácios”.

palácios de Seul

Todavia, o referido palácio sofreu uma nova destruição, já no começo do século XX, pelo Japão. A partir daí, até chegar ao estado em que se encontra hoje em dia, o complexo do palácio, que é todo rodeado de muralhas, foi sendo restaurado para que voltasse ao seu modelo original.

Durante sua visita você verá bastante por lá pessoas, em geral mulheres, usando os trajes típicos coreanos, pois este é o local perfeito para fazer sessões de fotos.

  • Endereço: 161 Sajik-ro, Sejongno, Jongno-gu
  • Horário: Todos os dias, menos terças-feiras, das 9h às 18h
  • Preço: 10.000 won (cerca de US$ 9)
  • Como chegar: metrô para a estação Gyeongbokgung (linha 3) – saída 5

Vale a pena => Passeio de Ônibus Hop-On Hop-Off 1 e 2 dias

O que visitar em Seul

Palácio Changdeokgung

Dentre tantos pontos turísticos de Seul, não poderíamos deixar de citar esse complexo de palácios também muito importante na história da cidade e do país como um todo, e que é Patrimônio da Humanidade (Unesco, desde 1997).

Como dito, consiste em um conjunto de palácios, o qual localiza-se em um grande parque de Seul e, como o Gyeongbokgung Palace, ele também é um dos cinco grandes palácios construídos pela já citada dinastia.

Dada a sua localização de estar a leste do palácio de Gyeongbok, pode ser conhecido ainda como “Palácio de Leste”.

  • Endereço: 99 Yulgok-ro, Waryong-dong, Jongno-gu
  • Horário: Todos os dias, das 9h às 17h; fechado ás terças-feiras
  • Preço: 10.000 won (cerca de US$ 9)

Imperdível => Excursão de 1 dia pela cidade de Seul e opção de vila folclórica de Nanta

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Chip de viagemQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 210 países, e de voz para EUA, México, Canadá e Europa. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe o frete grátis

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Insadong

Quando se pergunta o que fazer em Seul, uma visita a Insadong é sempre recomendável.

E isso porque trata-se de um área com várias ruas bem interessantes, nas quais se encontram várias casas de chá, além de restaurantes coreanos tradicionais.

Além disso, é um ótimo lugar para comprar produtos tradicionais do país, alguns desses feitos em cerâmica, além de chás, papéis artesanais coreanos (hanji) e muitos souveniers.

  • Como chega a Insadong: metrô para a estação estação Anguk (linha 3) – saída 6

souvenier em Seul

Lotte World

Não são raros os casos de turistas que, ao visitar os EUA, decidem passar pela Disney. No caso de Seul, temos o Lotte World, conhecido como a versão coreana do referido parque, com direito até a um castelo.

Além disso, esse parque contém, obviamente, vários brinquedos, tanto externos quanto internos, além de subterrâneos. Reza a lenda de que é o maior parque indoor do mundo.

parque de diversões Lotte World em Seul

Foi um passeio que fizemos com nossa filha, na época com 2 anos, e gostamos muito – ela também! 🙂

Nesse mesmo parque há também o quinto maior edifício do mundo, o Lotte World Tower.

  • Endereço: 240 Olympic-ro, Jamsil-dong, Songpa-gu
  • Horário: Todos os dias, das 9h30 às 22h
  • Preço: 57.000 won (cerca de US$ 50)
  • Como chegar ao Lotte World: metrô para a estação Jamsil (linhas 2 ou 8) -saída 4

Dica => Ingresso de 1 dia com desconto para o Parque e Aquário Lotte World

Seul com crianças

Seul com criança

Namdaemun Market

Entre as várias atrações de Seul, uma que pode valer bem a pena é dar uma passada por esse mercado, que é o maior da cidade.

Ele está cheio de produtos típicos – e que a gente não faz ideia do que sejam, rsrs -, roupas, eletrônicos e, se você gosta de ver – e experimentar – comida de rua, vai fazer a festa por lá, pois tem um monte de opções.

Além disso, o Namdaemun Market fica perto do portão principal da parte sul da Seul mais antiga, o chamado Sungnyemun.

  • Endereço: 21 Namdaemunsijang 4-gil, Hoehyeon-dong, Jung-gu
  • Horário: Visitar durante o horário comercial típico
  • Como chegar ao Namdaemun Market: metrô para a estação estação Chungmuro (linha 3 ou 4)

Onde comer em Seul

Dica => Excursão a Seorak, Fortaleza e Buda Gigante

Cheonggyecheon

De forma resumida, essa atração trata-se um riacho cujas águas, em outros tempos, não se via por estarem sob o concreto e poluídas, já que eram parte do sistema de esgoto.

Ele passou por uma grande revitalização e tornou-se, hoje em dia, um dos principais cartões-postais de Seul.

A revitalização teve início em 2003 e hoje a água que corre por lá á cristalina e com peixinhos.

O lugar é super bonito e perfeito para uma caminhada. Não é incomum encontrar artistas de rua por lá.

dicas de viagem para Seul

Pontos turísticos de Seoul

Myeongdong

Talvez o leitor não saiba, mas os cosméticos sul-coreanos são muito celebrados, de modo que, para quem é fã desse tipo de produto, passar por Myeongdong será a melhor das escolhas.

Por ser uma das maiores ruas comerciais da cidade, cheia de gente e painéis luminosos, também se acham várias “street foods”, aquelas barraquinhas de lanches tradicionais do país.

Se quiser ver essa rua em seu melhor estado, vá à noite, quando todas os letreiros estão acessos e a rua vibrando!

  • Como chegar: metrô para a estação Myeongdong (linha 4)

Gangnam

Quem planeja uma viagem para Seul, com certeza, já ouviu a música “Gangnam Style”, famosa no mundo inteiro, graças ao cantor Psy.

E tomar a música como referência, nesse caso, não incorrerá em erro, pois trata-se de uma região da cidade que realmente condiz com o universo das marcas e baladas de luxo, assim como das grandes empresas.

O bairro fica um pouco mais afastado, mas vale a pena ir até lá.

Além do Lotte World, que fica no bairro, você também poderá visitar o WTC, o COEX Mall, o Aquário de Seul (que fica dentro deste shopping) e o templo Bongeunsa.

  • Como chegar a Gangnam: metrô para a estação Samseong (linha 2)

bairro Gangnan em Seul

Aquário de Seul

Memorial de Guerra da Coreia

Criado no lugar onde ficava a sede do exército sul-coreano, trata-se de um museu de acesso gratuito, cuja finalidade maior é expor uma parte marcante da história desse país: a Guerra da Coreia.

Desse modo, o Memorial da Guerra é repleto de blindados, mísseis, armas e aeronaves, todos expostos ao ar livre como forma de recordação da referida guerra.

museu de guerra de Seul

Além desse ponto, também há uma forte ênfase à informação, com direito a infografias e também vídeos explicativos sobre o conflito.

Mesmo que você não entre no museu, visitar o arsenal que fica do lado de fora vale muito a pena!

  • Endereço: 29, Itaewon-ro, Yongsan-gu
  • Horário: De terça-feira a domingo, das 9h30 às 18h
  • Preço: Gratuito
  • Como chegar: metrô para a estação Samgakji (linha 6) – saídas 1, 11 ou 12. Ou metrô até a estação Namyeong (linha 1) – saída 1

Pontos turísticos de Seul - Coréia do Sul

Atrações de Seul

Museu Nacional da Coreia

Das atrações de Seul, esta é com toda certeza indispensável.

Localizado bem no Parque da Família Yongsan, esse museu consiste no mais importante do país, e não apenas por conter um número de peças que beira as 200 mil, mas principalmente por ser o sexto maior do mundo e por possuir uma arquitetura que, embora moderna, foi inspirada nas antigas fortalezas coreanas.

Só conhecendo pessoalmente para conseguir conceber a sua grandiosidade em todos os sentidos.

  • Endereço: 137 Seobinggo-ro – Yongsan-gu
  • Horário: Quarta-feira e sábado, das 10h às 21h; domingo, das 10h às 19h; demais dias, das 10h às 18h.
  • Preço: Gratuito
  • Como chegar ao Museu Nacional da Coreia :metrô para a estação Ichon (linha 4) – saída 2

SEGURO VIAGEM ÁSIA COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não viaje para a Ásia sem um ótimo seguro viagem. Imagine ter uma perrengue do outro lado do planeta?! Escolha a melhor opção de seguro para você aqui e ganhe até 10% de desconto usando o cupom TURISTAPRO5.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI!


Dongdaemun Design Plaza

Este foi um dos lugares que mais gostei de conhecer na cidade e aqui já deixo uma dica: vá de dia E de noite, pois com a iluminação noturna ele ganha um outro charme!

Trata-se de um edifício super futurista, visita ideal para quem gosta de arquitetura e de fotografia, porque é super fotogênico.

Em seu interior, entre lojas e restaurantes, há o Museu do Design e o Design Market, lugares imperdíveis para quem quer experimentar tecnologia de ponta.

  • Como chegar: metrô para a estação Dongdaemun (linhas 1 ou 4 ) – saída 8

o que ver em Seul

Tour para a DMZ

Quem visita a Coreia do Sul, em algum momento, pode ter a ideia de tentar conhecer, senão a Coreia do Norte, ao menos a Zona Desmilitarizada (DMZ), ou seja, a fronteira entre esses dois países irmãos, apesar de rivais.

Essa é uma das fronteiras mais fortificadas do mundo, por conta das constantes tensões entre ambos ou entre a Coreia do Norte e os EUA, um grande aliado da Coreia do Sul.

A Coreia do Norte não é um território inacessível a turistas, mas é meio complicado, pr conta de todas as situações de segurança.

Nós nunca tentamos ir lá, mas, ao menos, essa fronteira pode ser facilmente explorada nos chamados DMZ Tours, que custam em média de U$50 por pessoa.

Claro que nós fomos! 🙂

Passeio na DMZ

Os passeios saem de Seul, a 1h30 de distância. Transitar entre as duas Coreias, dentro da DMZ, só é possível, no entanto, na pequena sala de conferência da Área de Segurança Conjunta (JSA), local onde foi assinado o Acordo de Armistício em 1953.

Mas no passeio pode-se ver a fronteira em si, as bandeiras dos dois países e ainda visitar um antigo túnel militar que unia os dois países por baixo da terra.

Confira => Empresas que fazem o passeio para a DMZ

Bandeira da Coreia do Norte na DMZ
Bandeira da Coreia do Norte

Acha que a lista de o que fazer em Seul acabou?!

Com certeza não.

Ainda tem um monte de outros pontos turísticos em Seul para visitar, mas mesmo passando quase um semana lá, não conseguimos dar conta de tudo, o que é uma ótima desculpa para voltar, rsrs.

Boa viagem!

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

 

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelchios de internet
Seguro viagem
ingressos e passeiospassagens aéreas mais baratas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here