Dicas do que fazer em Zaragoza, Espanha

Atualizado em 13/07/2019

“Este post foi escrito por minha amiga e colega de filosofia Fernanda Novarino, uma das melhores coisas que me aconteceram ao voltar para o banco dos alunos… Valeu amiga!!! Se há alguém que sabe TUDO de Espanha, é esta gentil senhorita. Aproveitem as dicas de Zaragoza, Espanha, e boa viagem!”

Ainda de férias e sem ritmo na escrita, decidi mesmo assim aceitar o desafio proposto pela minha querida amiga Ana Catarina e desenvolver esse artigo com dicas de Zaragoza, Espanha.

Quando um turista brasileiro elege a Península como seu destino de férias, na maioria das vezes ele permanece no feijão-com-arroz Madrid-Barcelona.

Zaragoza, a cidade da qual fui convidada a falar, seguramente não está nos destinos favoritos entre a galera tupiniquim. E esse é o meu papel: convencer você, meu caro leitor, a fazer um pit-stop na capital aragonesa antes de seguir para os – clássicos – destinos espanhóis.

=> Economia: Seguro Viagem Espanha (dicas + desconto)

Zaragoza

Como começar a dar dicas de Zaragoza sem falar um pouco da história do lugar? Afinal, Zaragoza, no passado, ainda no século I a.C., foi uma importante cidade romana, também conhecida como Caesar Augusta.

Banhada pelo rio Ebro, já durante o século VIII esteve sob mãos muçulmanas. É somente a partir de 1118 de nossa era que passou para mãos cristãs, agora sob o comando de Alfonso I, que a tomou e converteu em capital do reino de Aragón.

dicas de Zaragoza

Atualmente, Zaragoza é considerada a quinta maior cidade da Espanha em número de habitantes, que são mais de 600.000. Em 2008 serviu de base para a Expo, uma feira que tinha como tema a “água” no mundo. Estou me prolongando? Pois bem, você pode seguir a pesquisa numa Wikipedia e vamos logo ao que interessa: o que fazer em Zaragoza.

Dicas de Zaragoza, Espanha

Como chegar em Zaragoza?

Primeiramente, quero dizer que é fácil fácil chegar por essas bandas. Como? Por exemplo, o trem AVE saindo de magnífica Estación de Atocha de Madrid com destino a Barcelona (e vice-versa) passa por Aragón. Zaragoza está justo no meio do caminho.

Para maiores informações sobre itinerários, aqui está a página da estação de trem da cidade:

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


Quanto tempo ficar na capital aragonesa?

Taí uma boa pergunta e isso vai depender muito de quanto você pode gastar e do seu tempo disponível.

Com um dia ou dois você pode tranquilamente andar pelo “callejero” e visitar todos os monumentos. Essencialmente, Zaragoza é uma cidade que se conhece a pé. Eu tenho um amigo que sempre diz que o tamanho ideal de uma cidade é quando ela ainda NÃO precisa de um Metrô. Bingo! Zaragoza é O lugar.

Você pode ir de uma ponta a outra caminhando (e, de férias, sempre temos aqueeeeeela disposição extra, não?). Mas, claro, se você é um turista que tem pressa, pode pegar facilmente um ônibus turístico que faz o mesmo percurso e com gente capacitada explicando tudo tim-tim-por-tim-tim (e de quebra você ainda melhora o seu castellano!)

O que fazer em Zaragoza?

Palácio de Aljafería

Sem dúvida vamos iniciar o passeio pelo incrível Palacio de la Aljafería, construído na segunda metade do século XI, e que está bem no meio da cidade. Se você não possui tempo disponível para fazer um tour pelos magníficos palácios da Espanha do Sul (Córdoba, Servilla e cia.), seguramente a Alfajería, de estilo mudéjar, dá conta do recado.

o que fazer em Zaragoza

o que ver em Zaragoza

Plaza Mayor e Basílica do Pilar

Seguindo… outro clássico ponto turístico é a sua Plaza Mayortambém conhecida como Plaza de las Catedrales, uma das maiores de toda a Espanha e onde podemos encontrar a Basílica do Pilar, famoso destino de peregrinação.

Zaragoza, EspanhaBasílica do Pilar

Se você é do tipo religioso, não deixe de entrar por ali e pedir uma proteção extra, mas, não fazendo seu estilo, mesmo assim vale a visita ao local por algumas pinturas de Goya. Aos mais atentos é possível perceber que os telhados da Basílica possuem um toque bastante tupiniquim.

Ao lado do Pilar não deixe de observar (ou entrar!) no belíssimo edifício de estilo regional conhecido como La Lonja. É de graça e sempre tem alguma exposição por ali.

dicas de Zaragoza, Espanha

La Seo

Não deixe de visitar La Seo. Também localizada na Plaza Mayor é, sem dúvida, a igreja mais bonita e de maior valor histórico da região. A entrada em determinados lugares de seu interior é paga, mas dependendo do dia, vale verificar os horários das missas e entrar de graça.

Por dentro, La Seo é austera como qualquer catedral gótica, mas o barato dessa igreja está, a meu ver, ao lado de fora. Um muro que leva a uma torre e que vale por uma faculdade inteira de História! Nesta igreja é possível ver datações de estilo românico, mudejar, gótico ou barroco.

dicas de Zaragoza, EspanhaCatedral La Seo del Salvador na Plaza del Pilar square

o que ver em Zaragoza, EspanhaDetalhe de La Seo

Pesquisar hotéis e pousadas em Zaragoza, Espanha

Teatro Romano de Caesaragusta

Como a gente viu no início, Zaragoza, Espanha, é uma cidade fundada no Império Romano, assim ela ainda mantém edificações – muitas vezes não tão bem conservadas, sejamos francos – desta época.

Ali perto do Pilar, caminhando (e se perdendo!) pelo Casco Viejo é possível esbarrar com o Teatro Romano de Caesaragusta, com um capacidade para 6.000 espectadores.

Falando abertamente: existem teatros muito mais bem conservados em outras cidades europeias, mas para quem nunca viu algum na vida é bacana se deparar com ele e ‘respirar’ História. Existe um museu que é possível vê-lo ali mesmo desde o Casco, e que já vale o passeio.

o que fazer em Zaragoza

Museo de las Termas Públicas de Caesaraugusta

Outra opção é o Museo de las Termas Públicas de Caesaraugusta, este sim muito bem conservado e bastante didático, valendo cada centavo o ingresso.

Zaragoza tem disso: como muitas das capitais ou cidadezinhas europeias, um dos melhores programas é sair sem rumo (e sem medo!) num labirinto sem fim. Caminhar pelo Casco Viejo e seus inúmeros edifícios de estilo aragonés (fica a dica do Pátio da Infanta), seus bares de copas e, de quebra, topar com lugares bastante pitorescos e charmosos.

Destaque para a Calle de Affonso I (que vai dar no Pilar) ou subindo pelo Paseo Sagasta, alcançando o agradável Paseo de los Ruiseñores (que nome mais bonito de rua!) rumo ao parque que falaremos em seguida.

Parque Primo Rivera

Zaragoza, como grande parte das cidades desta região, não é uma localidade repleta de verde. Isso inicialmente pode chamar a atenção de um turista vindo do nosso Brasil tão verde-anil. Mas, afastando-se do centro uns 5 ou 10 minutos está o excelente Parque Primo Rivera, também conhecido como Parque Grande.

Ali, no verão, é possível alugar bicicletas ou fazer os tão comuns piqueniques, o que pra gente seria sinônimo de “farofada”. Mas esqueça essa mentalidade, entre no supermercado mais próximo e se jogue nos vinhos e queijos espanhóis que são incríveis. É claro que, estando na Espanha, não deixe de comer o legítimo jamón.

Depois, é só caminhar até o Jardim Botânico, localizado dentro do Parque Grande, e deixar a tarde cair.

Outra opção é caminhar às margens do Ebro observando o sol se pôr, sobretudo quando se está acompanhado! (No verão é possível alugar bicicletas).

cidade de Zaragoza

Gastronomia espanhola

Outra coisa que insisto em exaltar é o paladar. Falar sobre viagem sem falar de comida não dá. Viajar também é comer. E, se você é como eu, que não poupa esforços na hora em que o estômago manda aquele sinal, vou tentar passar algumas sugestões de bons lugares para comer na cidade.

Certamente, é uma tarefa bastante complicada uma vez que Zaragoza é considerada a cidade espanhola com o maior números de bares e restaurantes, batendo até as grandes Madrid e Barcelona.

Como qualquer boa cidade, há diversos estabelecimentos para todos os gostos e bolsos. Tem até 2 brasileiros: o Barzinho e Violão e o Quita-penaspara o momento que bater a saudade do feijão-com-arroz ou da amada coxinha-de-galinha!

Agora, existem os charmosos cafés localizados na não menos charmosa Calle Afonso I e é uma oportunidade única para sentar numa terraza e pedir o divino café bombom, nada mais que café com uma dose bem generosa de leite condensado.

Esqueça as dietas porque você está de férias!!

Depois, é só deixar a vida passar e observar o vai e vem de aragoneses.

Espanha também é sinônimo de… tapas. Não, não vá sair esbofetando ninguém e sim de bar em bar provando as especialidades de cada um.

Eu, particularmente, posso passar uma noite inteira entrando e saindo dos bares somente tentando descobrir a melhor. O Casco Viejo está cheio deles!

dicas de MadriTípicas Tapas espanholas

Se você procura uma comida regional e está disposto a deixar algumas notas de euro, existe um lugar imperdível: Rinconada de Lorenzo. Fica na Plaza San Francisco, perto da universidade. Não deixe de provar as surpreendentes migas, uma espécie de farofa de migalhas de pão, preparada com chorizo (atenção que não é o nosso “chouriço” e sim uma espécie de linguiça) e uvas. Sim, você leu direitinho: uvas. Eu também sugiro as migas com um baita ovo frito por cima e depois é só partir para a não menos justa siesta.

Depois, se jogue nos guisados e pescados: é o que a região tem de melhor. Meu amigo, sorte sua estar na Espanha! Depois de tanta comilança, regada a muito vinho, por favor, é mais que justo você seguir rumo a tua cama e tirar aquela sonequinha da tarde e no melhor estilo sem culpa! (E aqui eu confesso um hábito que preciso inserir nessa cultura: siesta estirada nas nossas tão brasileiras redes. Aguarde, porque isso ainda vai dar o que falar!)

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Chip de viagemQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 210 países, e de voz para EUA, México, Canadá e Europa. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe o frete grátis

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Souvenir

Viajar também é trazer recordações. E turista que é turista tem que trazer souvenir. Em Zaragoza, uma boa sacada é comprar uma peça das cerâmicas de Muel ou Teruel, do interior de Aragón.

Faça com eu: almoce num lugar mais “humilde” e , ao invés de comprar as clássicas lembrancinhas, e que no caso de Zaragoza são as miniaturas do Pilar e da Porta del Carmen, invista numa bela peça de cerâmica.

Tem para todos os bolsos: um pequeno prato a 10 euros até lindos vasos e jarras, já com preços mais salgados.

cerâmicas de Teruel

Pirineus

Se você também já está cansando de viajar pelas capitais do Velho Continente, cansado de monumentos, filas de museus, ônibus, metrôs e tal, ah, meu caro leitor, você vai precisar de mais de um par de dias por aqui em Aragón.

O motivo?

Pirineus. Rapazzzzz, se tem um lugar que brasileiro deve conhecer é esse! E estamos em plena temporada de inverno! O bacana de Zaragoza é justamente isso: um excelente ponto de partida para a cordilheira. Mas talvez isso seja motivo para outros posts.

Por Fernanda Novarino

30 anos, estudante de filosofia e amiga da autora deste blog. Tem uma relação afetiva com Zaragoza.

Fotos: particulares ou Shutterstock

Não deixe de ver todas as nossas outras dicas da Espanha, de diversas cidades, já publicadas aqui no blog.

Boa viagem!

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas

31 COMENTÁRIOS

  1. Olá! Muito bacana suas dicas!
    Você mencionou um ou outro lugar que tem ingresso, mas saberia dizer quais desses principais são gratuitos? Os que são pagos, é preciso reservar com antecedência na alta temporada ou é tranquilo adquirir na hora?
    Obrigada!!

  2. olá, parabens pelo post muito esclarecedor. Poderia me responder se na estação de trem de Saragoça, tem lockers? ou guarda malas? estou indo em outubro de Barcelona/madri, mas estou pensando em dar um pitstop em saragoça. Obgda pela atenção.

    • Cosuelo, eu mesma não sei te dizer, mas em 99% das estações europeias tem sim, ok?! Boa viagem!

  3. Boa noite Ana. Excelente as suas dicas. Vou com minha esposa em julho/17 para Espanha e estava pensando em fazer uma parada de 1 dia em Saragoça. chegando por volta das 09h30 de Madri e ficando ate as 18h00 qdo partimos para Barcelona. Vale a pena? Dá para conhecer bem a cidade? Abraço

    • Eu acho que sempre vale a pena, mesmo que não visite tudo, mas fica com uma boa ideia. Boa viagem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here