Home / Holanda / O que fazer na Holanda no inverno

O que fazer na Holanda no inverno

A Holanda, país conhecido por seus maravilhosos campos de tulipas, moinhos e bicicletas pelas cidades, está localizada na Europa e, como a maioria dos países do hemisfério norte, dá as boas-vindas à neve em dezembro (às vezes até antes).

Apesar do frio, nós adoramos viajar no inverno, pois as coisas ficam mais baratas e menos lotadas de turista e, ao contrário do que muita gente acredita, dá para fazer muita coisa.

A Holanda tem muita coisa a oferecer no friozinho, que ocorre entre os meses de dezembro e fevereiro, pegando-se todas festividades de fim de ano.

Neste post, você vai conferir que realmente há muito o que fazer na Holanda no inverno, além de ver e brincar na neve!

O que fazer na Holanda no inverno

o que fazer na Holanda no invernoHolanda no inverno: fria, mas sempre linda!

Conheça os Mercados de Natal

O período de inverno holandês coincide com o Natal e as cidades costumam ter os famosos Mercados de Natal onde, além de compras, é possível se divertir, ver apresentações e comer as delicias da gastronomia local. Confira dois dos mais conhecidos mercados:

Maastricht:

Cidade ao sul do país e detentora de um dos mercados de natais mais famosos do continente europeu. As atividades se concentram aos arredores da Praça Vrijthof, onde é possível encontrar barraquinhas de comida, ringue de patinação e até uma roda gigante!

Dordrecht:

Neste mercado, que é o maior da Holanda, além das barracas há palcos com apresentações natalinas. Dordrecht fica a uma hora de Amsterdam e seu mercado se encontra no centro da cidade, se estendendo para a região portuária.

☛  Se você gosta de Mercados de Natal, vai gostar de ler este post: Mercados de Natal em Toronto

Aproveite o frio e visite os museus!

Muita gente não gosta de andar ao ar livre quando o clima está frio, portanto, aproveite a estação para conhecer os museus, que são vários, em todas as cidades.

Em Amsterdam, por exemplo, as opções são, entre outros: Museu Van Gogh, EYE (dedicado à cinematografia), Casa de Anne Frank, Rijksmuseum (Museu Nacional da Holanda), NEMO (dedicado à ciência e tecnologia) e até o Sex Museum, o mais antigo museu do sexo do mundo.

☛ Leia também: Visitando o Museu Van Gogh em Amsterdam

o que fazer em Amsterdam

Encante-se com a iluminação de inverno

A iluminação natalina é uma das coisas que mais chamam atenção nesta época do ano, afinal, neve e luzinhas coloridas são uma combinação bem bonita, não é mesmo? Uma das coisas que não pode faltar na sua listinha de o que fazer na Holanda no inverno é apreciar as luzes da cidade, com certeza!

Em Madurodam, localizado em Haia, existe um parque com miniaturas de ícones holandeses onde no final do ano são recebidas cerca de 33 mil lâmpadas para compor a iluminação natalina local. Haja energia elétrica!

Na capital, ocorre anualmente o Amsterdam Light Festival, que é um festival de luz e arte temática. Instalações são feitas pelas ruas, onde artistas do mundo todo trazem suas obras para serem expostas, de forma que o festival se torna praticamente um grande espetáculo. A data do próximo Amsterdam Light Festival é de 1º de dezembro de 2017 e 22 de janeiro de 2018.

holanda no invernoFoto Shutterstock

Já em Gouda, há o Gouda by Candle Light por conta da tradição da região na produção de velas do país. Exposições e apresentações em igrejas, além de muita iluminação com velas, é claro, são vistas em Gouda nesta época do ano.

Conheça os pubs locais e tome um café quentinho!

Alguns pubs/bares holandeses são chamados de Cafés Marrons por conta da característica da decoração e arquitetura. Sabe aquela imagem de pub antigo? É tipo isso. São bares com o interior mais escuro, aconchegante, geralmente com muita madeira fazendo parte da construção. Perfeitos para pedir um café e ficar sentadinho no conforto do local.

☛ Leia também: Visita à Heineken Experience, em Amsterdam

Visita do Sinterklass, o Papai Noel holandês

Dizem que o Papai Noel (Santa Claus, em inglês) tem sua origem no santo padroeiro da Holanda, o Sinterklass. A tradição é tão forte que todos os anos a figura do Sinterklass vem de navio da Espanha e é recebido pelas cidades holandesas com festividades e alegria.

Apesar de as crianças ficarem mais eufóricas, os adultos também aproveitam bastante a chegada do personagem, que chega a ser passada até na TV.

A troca de presentes na Holanda não ocorre na madrugada do dia 24 de dezembro e sim na noite de 5 de dezembro, véspera do Dia de Reis. Os holandeses têm o hábito de trocar as lembranças junto de um poema e canções cantadas pelas crianças. A tradição diz que, se elas se comportarem durante o ano, encontrarão um saco de presentes do lado de fora da porta de casa, trazido pelo Sinterklass.

Leia também: Seguro viagem é obrigatório para a Europa?

Comidas típicas de inverno

Ah, a gastronomia! Não podia ficar de fora, claro, ainda mais no friozinho.

A Holanda já é conhecida pelo queijo (principalmente o de Gouda), o peixe Arenque Cru e a sobremesa stroopwafles; mas há muito mais do que isso no inverno.

Tem o Hutspot que é um purê de batatas com cenoura, geralmente servido com almondega, que é um prato associado à vitória de Leiden contra os espanhóis em 1574. Outro purê de batatas famoso na Holanda é o Stampot, que é cozido com vários legumes na mesma panela.

Uma sopinha não poderia faltar no frio, né?! Portanto, experimente a sopa de ervilhas chamada de Erwtensoep, que vem acompanhada de linguiça defumada.

Em relação aos doces, Kruidnoten é um biscoito crocante com anis, canela, pimenta branca e gengibre e o Olliebollen é nada mais nada menos que os nossos famosos bolinhos de chuva.

☛ Leia também: Uma deliciosa viagem pela gastronomia holandesa!

O que fazer na Holanda no inverno: que tal patinar no gelo?

As pistas de gelo são febre no inverno dos países onde geralmente há neve. Algumas das pistas mais conhecidas são:

Museumplein Amsterdam: Localizada em uma praça cercada pelo Rijksmuseum, o Concertgebouw e o Museu Van Gogh. Lá tem aluguel de patins e até aulas de patinação.

Leidseplein Amsterdam: Funcionando de novembro a janeiro, é uma pista com bastante opção de barracas de Natal ao redor, com lanches deliciosos e árvores enfeitadas.

Schaatsbaan Delft: No centro da cidade velha, fica aberta de dezembro até janeiro.

o que fazer em Amsterdam no inverno

Apreciar esculturas de gelo

Nada mais justo do que aproveitar de forma positiva o que a estação mais fria do ano tem a oferecer: o gelo.

O Festival de Esculturas de Gelo da Holanda é o maior evento de inverno no país e conta com mais de 40 entre os melhores escultores do mundo, que vêm até o local para expor suas maravilhosas obras de arte. São usados cerca de 275.000 kg de gelo para as estátuas.

Pesquise opções de hospedagem em Amsterdam aqui!

Vida noturna: aproveite as baladas holandesas

Pode ser que sair do hotel à noite no frio não seja muito animador, mas pense que ao entrar na balada o clima irá mudar e esquentar bastante (seja pela dança ou pela quantidade de pessoas no ambiente).

A Holanda, principalmente Amsterdam, é famosa por ter as melhores baladas do mundo e tem bastante opções de casas noturnas e festas de todos os estilos.

Ir a um Concerto de Natal

No clima natalino da Holanda, é comum encontrar um coral ou algum concerto acontecendo pela cidade. As possibilidades vão desde uma pequena apresentação em uma igrejinha até enormes anfiteatros lotados. Aproveite pra assistir algum!

holanda no invernoFoto Shutterstock

Mergulhar no Mar do Norte na Virada

Sabe a tradição de Ano Novo de pular sete ondinhas?

Aposto que você imaginou que isso não seria possível na Holanda, afinal, o frio e a neve não são nada convidativos para se molhar. Acontece que os holandeses não estão nem aí pra isso, tanto que não só molham os pezinhos como mergulham por inteiro!

Pois é, o Mergulho de Ano Novo é tradição no país desde 1960. O local mais famoso onde ocorre o feito é a praia de Scheveningen, em Haia. Mas há cerca de 60 locais onde os holandeses fazem a prática no país. Para eles, nada melhor do que começar o ano renovado com um mergulho gelado!

Celebrar em uma festa

Os holandeses amam celebrar e uma festa de proporções mundiais como o Ano Novo costuma lotar os bares e restaurantes, principalmente em Amsterdam.

Caso você queira fazer a ceia e comemorar em um desses lugares, procure reservar com antecedência; mas, relaxe, pois ficar sem local para festejar você não vai. Há festividades nas praças como Nieuwmarkt e Museumplein, e Leidseplein e Rembrandtplein, além do show dos fogos de artifício que ocorre no rio Amstel. Dica: procure a vista da ponte Magere, que é a melhor da região.

E aí, viu como tem muito o que fazer na Holanda no inverno?! Anime-se!

Boa viagem!

✈️ Continue sua viagem para a Holanda aqui:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Ana Catarina Portugal

Ana Catarina Portugal é a criadora e editora-chefe do blog Turista Profissional, relatando as dicas e experiências que teve nos mais de 40 países por onde já passou. Também escreve sobre viagens para revistas especializadas, é professora de artes, filósofa formada e mestre em História da Arte.

Leia também

Viagem de trem pela Holanda e Bélgica: roteiros e dicas práticas!

Viajar de trem pela Europa é um clássico! Mas hoje vamos fechar um roteiro bem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *