Por: Ana Catarina Portugal - Atualizado em 07/08/2020

Procurando informações sobre onde ficar em Dublin? Quer saber quais são os melhores bairros e ainda pegar dicas de alguns hotéis para se hospedar? Então, leia este post, pois ele vai te ajudar bastante.

Mesmo sendo uma cidade pequena para os padrões europeus, há muito o que fazer em Dublin, acredite!

Quer saber mais dicas sobre hospedagem em Dublin?

Então, acompanhe esse post e descubra as melhores dicas de onde ficar em Dublin.

Economia => Seguro Viagem Irlanda (dicas + desconto)

Dicas de onde ficar em Dublin

Os bairros de Dublin são fáceis de memorizar, eles levam o nome da cidade e um número, por exemplo: Dublin 1 (D1), Dublin 2 (D2), Dublin 3 (D3)… Ao todo são 24 bairros, sendo que os distritos são divididos entre pares e ímpares.

De um modo geral, eu diria que ficar em Dublin 1, 2, 4, 6 e 8 são os melhores bairros de Dublin para se hospedar, por estarem mais centrais.

Veja a seguir os melhores bairros de Dublin e os principais lugares para se hospedar em cada região.

Confira => Passeios em Dublin e arredores

rio em Dublin - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis

Dublin 1

As maiores vantagens de escolher a sua hospedagem em Dublin 1 (o centro da cidade) é a questão do transporte. Na região central, é muito mais fácil se deslocar para outras regiões, considerando que o transporte é muito mais facilitado e acessível. É lá, por exemplo, que fica a rodoviária e a Conolly Station, com trens para várias partes do país e até para Belfast, na Irlanda do Norte.

De um modo geral, é possível encontrar boas opções de hotéis baratos em Dublin, caso escolha ficar aqui. Na nossa primeira vez na cidade, ficamos lá, num hostel chamado Abrahams House e depois, quando moramos um tempo lá, durante o nosso intercâmbio em Dublin, também foi nessa região que alugamos nosso apartamento.

Na nossa primeira visita tivemos tempo apenas para fazer um roteiro de 1 dia em Dublin e ele foi todo feito a pé a partir do hostel que citei acima, então, como dá para perceber, é tudo muito perto.

Além disso, as lojas, bares e restaurantes localizados no centro, também são diferenciais que atraem muito os turistas. Boas referências para procurar onde ficar em Dublin 1 são a O’Connel Street e o Spire.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR + 5% DE DESCONTO

Chip de viagem - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéisQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da American Chip tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 200 países. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe 5% de desconto

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Se você gosta desse tipo de localização, poderá ficar nas seguintes opções de hotéis:

Outras opções de hotel no centro de Dublin

Onde ficar em Dublin Jurys Inn - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis
Confira as nossas dicas de onde ficar em Dublin

Dublin 2

O bairro Dublin 2 está entre as melhores recomendações que posso te dar sobre onde ficar em Dublin. Esta parte da cidade é a mais badalada, onde é possível encontrar pubs, bares, festas, muita agitação e perto de muitos pontos turísticos.

Entre as principais atrações da região podemos destacar a região de Temple Bar e o parque St Stephen’s Green, que vou falar com mais detalhes abaixo.

Por ser tão badalada, a região é uma das mais caras para se hospedar. Mesmo sendo cara, vale a pena ficar hospedado nessa região de Dublin. As recomendações dos melhores hotéis com um bom custo x benefício são:

Onde ficar em Dublin Kilronan - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis
Na hora de pesquisar onde ficar em Dublin, que tal um lugar charmoso como este?!

– Temple Bar

O Temple Bar faz parte de Dublin 2, que é um dos bairros que formam a região central da cidade. Localizada ao sul do famoso rio Liffey, Temple Bar está entre as principais atrações turísticas da cidade irlandesa.

Quando se pensa em Irlanda, é muito comum lembrar de cenas clichês com bares, ruas repletas de turistas e muitas festas. Certamente, essas cenas são comuns por causa da região de Temple Bar, que é a mais badalada de toda Dublin.

Como Temple Bar está do lado sul do rio, que separa o centro comercial das áreas mais turísticas, há uma movimentação muito grande de pessoas na região. Os comércios e as ruas de Temple Bar estão sempre movimentadas, sendo dia ou noite. A região é indicada para quem gosta de festas e muita agitação.

Em Temple Bar, você poderá ficar nos seguintes hotéis:

Veja outras opções de hospedagem em Temple Bar

Hotel em Dublin Temple Bar - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis

Se você prefere locais mais calmos, a seguir falaremos sobre bairros e hotéis em Dublin localizados em regiões mais tranquilas.

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços garantidos, pague no boleto ou em até 12 vezes no cartão. Aproveite e ganhe até 20% de desconto com o cupom TRANQUILO, é só clicar no botão abaixo.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI! >>>


– Saint Stephen’s Green

Uma das melhores dicas de onde ficar em Dublin é escolher a região de Saint Stephen’s Green, na área de Dublin 2, que é uma ótima opção para quem deseja estar bem localizado, já que é super central, pertinho das atrações, mas em um local mais tranquilo. Na região, é possível encontrar ótimos hotéis, tais como:

Confira a lista completa de hotéis em St Stephen’s Green

Hotel em Dublin Burwells - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis
Não é um charme este hotel em Dublin?!

Ballsbridge

Localizado em Dublin 4, essa é a região mais cara da cidade, devido a sua grande valorização. Ele é considerado um dos melhores bairros de Dublin. Por isso, Ballsbridge é considerado o bairro mais tranquilo para se hospedar em Dublin.

Considerando tudo isso, já podemos adiantar que não será nada barato se hospedar em Ballsbridge, até porque, além disso, é por ali que ficam os escritórios do Google e outras empresas de tecnologia. Porém, quem procura conforto, tranquilidade e requinte, essa é a região mais indicada.

Uma boa referência ao buscar seu hotel por lá é a Samuel Beckett Bridge.

Confira algumas recomendações de hotéis em Ballsbridge, que apesar da ótima localização, não vão te levar a falência:

Veja outras opções em Ballsbridge

Hospedagem em Dublin Ballsbridge - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis

Rathmines

Localizada em Dublin 6, a região de Rathmines é um bairro também com custo de vida relativamente alto, se comparado as regiões ímpares de Dublin. Além disso, o bairro não é tão próximo do centro, o que pode gerar problemas para deslocamento.

Uma boa referência para buscar seu hotel é ver se ele fica próximo a Rathmines Road, pois é lá que passa quase todo o transporte e onde se concentra o comércio e restaurantes.

Mas se você procura uma região tranquila com bares, restaurantes e muitas residências, quer se sentir um pouco morador, essa pode ser a região certa.

Algumas sugestões de hospedagens em Rathmines:

Veja mais alternativas de hospedagem em Rathmines

Onde ficar em Dublin Travelodge - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis

Dublin 8

Nesta parte da cidade há dois bairros que podem ser interessantes também, Portobello e The Libertis.

Portobello está próximo ao Temple Bar, Grafton Street (um ótimo ponto de referência para buscar hospedagem em Dublin) e St. Stephen’s Green Park, é uma região tranquila da cidade e com preços razoáveis.

Já The Liberties é a região de algumas atrações importantes de Dublin, como fábrica da cerveja Guinness, Catedral Christ Church e a Catedral de St. Patrick.

Embora fiquem mais afastadas do burburinho, ficar em Dublin 8 pode ser bacana também, pois a cidade é pequena e se você tem disposição para andar, vai ver que será tranquilo visitar tudo – ou quase!

Veja aqui algumas opções de hospedagem:

Hospedagem em Dublin Aloft - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis

Onde ficar em Dublin perto do aeroporto

Algumas pessoas preferem se hospedar próximo ao aeroporto. Se você possui voo agendado para a parte da manhã, é indicado se hospedar próximo, assim você não corre nenhum risco de se atrasar.

Apesar de não ser uma região turística, como dá para imaginar, você poderá encontrar boas opções de bares e restaurantes.

Na região, você encontrará ótimos hotéis, tais como:

Hotel perto do aeroporto de Dublin 1 - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis

Dúvidas sobre onde ficar em Dublin

Mesmo depois de tudo que dissemos acima, sempre ficam algumas dúvidas, né?! Então, vamos ver se conseguimos saná-las agora. 😉

Qual a melhor lugar para se hospedar em Dublin?

Se o seu orçamento está um pouco mais apertado, mas você quer ficar mais central, eu diria para buscar algo em Dublin 1, onde estão grande parte dos hostels da cidade (mas há ótimos hotéis também).

Mas para quem quer ficar no burburinho e a dois passos de quase tudo, a opção perfeita seria Dublin 2, entre a região do Temple Bar e da St. Stephen’s Green, que está entre os melhores bairros de Dublin. Ambos os lugares são mega turísticos, portanto, os preços tendem a se elevar bastante.

Por fim, a região de Dublin 8 pode ser um meio termo para tudo. Os preços costumam ser mais acessíveis, fica perto de muitas trações e bem perto do Temple Bar, mas por outro lado, mais afastado da confusão turística. Você tentar buscar algo perto das Catedral Christ Church e a Catedral de St. Patrick, que estará super bem localizado.

onde ficar dublin bairros - Onde ficar em Dublin: melhores bairros e dicas de hotéis
Entenda a organização dos bairros de Dublin

Qual a média de preço de hospedagem em Dublin?

Dublin não é exatamente uma cidade muito barata, portanto, a hospedagem pode ser um quesito que vai pesar no seu orçamento.

De um modo geral, eu diria que um casal gastará em média cerca de 80 euros a diária, sem grandes luxos. Já para os que topam pernoitar em hostels, há vários bons na cidade com valores por volta dos 15 euros por noite/pessoa.

Residência de estudantes em Dublin

A cidade é conhecida pelas sua várias escolas de idiomas e, por isso, é muito procurada para fazer intercâmbio. Nós mesmos passamos uma boa temporada morando na cidade fazendo um curso de inglês.

No nosso caso, como já disse acima, optamos por alugar um apartamento, pois estávamos com nossa filha e 1 ano, mas a maioria dos estudantes ficam em hostels, em vagas em apartamentos ou em residências estudantis.

Se quiser essa última opção, há algumas bem renomadas na cidade e onde alguns colegas meus moravam. São elas:

Trinity College – Campus Accommodation

Highlight Thomas Street – Fresh Student Living

Acho que com estas dicas vai ser um pouco mais fácil escolher onde ficar em Dublin, né?!

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitor do blog tem 5% de desconto. Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Autor
Ana Catarina Portugal
Ana Catarina Portugal é a criadora e editora-chefe do blog Turista Profissional, relatando as dicas e experiências que teve nos mais de 40 países por onde já passou. Também escreve sobre viagens para revistas especializadas, é professora de artes, filósofa formada e mestre em História da Arte.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *