A tradição da Onsen no Japão

Em países com culturas bem diferentes da brasileira, algumas tradições podem chamar a atenção e até mesmo causar estranhamento a quem não está acostumado.

É o caso das Onsen no Japão. Onsen nada mais é do que uma casa de banho japonesa, onde as pessoas frequentam completamente nuas e chegam a passar horas do dia relaxando nas suas águas termais.

Nós tivemos essa experiência quando fomos ao Japão – claro que tínhamos que experimentar! – e vamos contar pra vocês sobre a Onsen e como foi com a gente.

>>> Seguro viagem Japão (tem que fazer?) <<<

Origem da Onsen no Japão

É difícil precisar o surgimento exato da cultura Onsen, mas sabe-se que foram as autênticas águas termais vulcânicas (lembre-se que o Japão é bem servido de vulcões), com suas propriedades medicinais, que inspiraram a tradição.

É um hábito bastante difundido entre os cidadãos do Japão e é raro, inclusive, encontrar algum estrangeiro nestes locais.

Onsen no Japão

Frequentado por homens, mulheres e crianças, a Onsen no Japão pode ser de vários tipos. Em ambiente interno ou externo, público ou privado, com serviços de alimentação e spa, em meio à natureza ou mais artificial.

Apesar de muitas casas permitirem o uso de roupas de banho, a grande maioria das Onsens no Japão exige que se banhe nu.

Para nós, brasileiros, pode parecer estranho e até preocupante, mas no Japão isso é natural e super tranquilo! E não fique preocupado em ser observado com conotação sexual por estar sem roupa, o respeito lá dentro é algo automático e natural.

Como funciona uma Onsen no Japão

O visual do lugar geralmente remete à natureza, salões antigos rústicos ou templos, com arquitetura em madeira, pedras e plantas. A intenção geralmente é remeter aos ambientes naturais das águas termais vulcânicas.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não viaje para a Ásia sem um ótimo seguro viagem. Imagine ter uma perrengue do outro lado do planeta?! Escolha a melhor opção de seguro para você aqui e ganhe 5% de desconto com o cupom TURISTAPRO5. E quem pagar com boleto, ganha mais 5%.


Após pagar a entrada logo na porta da Onsen, a pessoa se dirige ao vestiário onde vai guardar seus pertences. Uma pequena toalha é oferecida para cada um, mas não é para cobrir as partes íntimas, é para utilizar na cabeça caso queira.

Homens e mulheres já se separam neste momento do vestiário. Como nem todas as Onsen exigem que a pessoa fique completamente nua, alguns vão oferecer roupões.

Antes de entrar na água, é preciso tomar um banho para tirar do corpo não só sujeira e suor, mas também produtos como cremes, maquiagem e demais químicos que possam passar para as piscinas. Depois disso, está pronto para aproveitar as águas quentes da Onsen!

Onsen no Japão

Geralmente, as piscinas naturais têm aquecimento de maior temperatura, beirando os 40ºC. Já as artificiais costumam ser mais amenas e podem ter a temperatura regulada (afinal, é artificial). Seja qual for a sua escolha, após entrar na água, o relaxamento causado pela água quente no corpo não demora a chegar, algumas pessoas cochilam enquanto estão nas piscinas!

Dicas para frequentar uma Onsem

Na hora de sair, só fique atento para a mudança brusca no corpo. O relaxamento com a água quente faz a pressão baixar um pouco, então, não vá sair da piscina todo esbaforido que pode ser que sinta tontura.

Uma coisa para se ficar atento é a presença de tatuagens no corpo. No Japão, quem tem a arte na pele geralmente são os membros da máfia japonesa, a Yakusa. Portanto, por mais que esteja na cara que você não é da Yakusa, se estiver com tatuagens grandes à mostra, prepare-se para olhares. Em alguns lugares, até mesmo a entrada da pessoa não é permitida.

👉 Leia também: 25 curiosidades do Japão

Onsen japonesa

Nossa experiência

Nós visitamos uma onsen no Japão, na pequena cidade de Takayama, nos Alpes Japoneses. O nosso hotel, o Takayama Ouan, era um daqueles tradicionais e lá tinha uma parte com os banhos termais, aliás, o objetivo de quem se hospedava lá era justamente esse.

Hotel em Takayama no Japão
Hall de entrada do hotel. A partir daquele pequeno degrau de madeira, não se entra mais de sapatos.

Acho que éramos os únicos ocidentais por lá. Havia a opção das piscinas coletivas e separadas por sexos, mas como estávamos com nossa Turistinha Profissional, então com 10 meses, optamos por uma piscina privativa.

A tradição da onsem do Japão

Neste caso, eram pequenos cômodos com uma espécie de banheira de hidromassagem para uso familiar, já que crianças não eram permitidas nas coletivas.

Confesso que achei a água quente demais, demais mesmo: me senti numa canja de galinha! Foi bem desconfortável entrar e não consegui ficar muito tempo lá. A bebê também não ficou muito fã e apenas Declev conseguiu ficar mais tempo, mas acho que não gastamos mais do que meia hora lá, rsrs. O objetivo era relaxar, mas eu não consegui.

Banho de Onsem no Japão

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Que tal já chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e receba o seu chip em casa com frete grátisCompre aqui


No entanto, achei legal estar naquele lugar e mais ainda de poder me hospedar num hotel tradicional. Foi legal ver a movimentação das pessoas, ver como a tradição funciona.

a tradição dos banhos termais no Japão

Uma coisa interessante era que, na hora do café da manhã, que mais parecia um almoço, todos iam de roupão e chinelinho (não se anda de sapatos dentro do hotel), para dali já seguir direto para as piscinas termais.

hotel no japão

No geral, acho que valeu a experiência de conhecer uma Onsen no Japão. 😉

E você, se animou para ir também?!

Boa viagem!

Leia também:

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotel Seguro viagem chios de internetingressos e passeios guias de viagempassagens aéreas mais baratas Guia de viagem turista profissional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here