Paris: dicas de viagem e roteiro para quem vai a primeira vez

Paris é uma das minhas – nossas – cidades favoritas no mundo e já fomos tantas vezes que nem sei mais numerar… só no último ano foram duas. Como já dizia Audrey Hepburn: “Paris é sempre uma boa ideia!” Concordo plenamente!

Apesar de ser um destino turístico super badalado, sempre é bom ter algumas dicas de viagem antes de embarcar, por isso, gosto muito de ler sobre a cidade e ver as novidades ou tentar descobrir “lugares secretos” para colocar no nosso roteiro. Por mais que já a tenhamos visitado antes, toda vez descobrimos uma cantinho novo para conhecer.

Mas para você que está planejando a primeira viagem para Paris (até mesma a segunda ou terceira) e está cheio de dúvidas – super normal! – preparamos este post cheio de dicas e sugestões de roteiros para fazer por lá. Olha o que você vai encontrar aqui:

  • como ir do aeroporto para o centro de Paris
  • onde se hospedar em Paris
  • como se locomover em Paris
  • o que fazer em Paris
  • onde comer em Paris
  • dicas de compras em Paris
  • passeios bate e volta de Paris
  • roteiro em Paris

roteiro de 7 dias em paris guia de viagem

Como ir do aeroporto para o centro de Paris

Antes de mais nada é preciso ficar atento, pois Paris tem 2 aeroportos: Charles de Gaulle (onde chegam os voos diretos do Brasil) e Orly. Além disso, em seus arredores ainda existem os aeroportos atendidos pela Ryanair, companhia aérea low cost muito utilizada na Europa: o Beauvais e o Vatry.

Charles de Gaulle

Se você desembarcar aqui, terá várias opções: trem (RER), ônibus, táxi e shuttle (vans compartilhadas).

A viagem de trem leva em torno de 25 minutos e vai te deixar nas estações Denfert–Rochereau, Gare du Nord ou Châtelet-les Halles, e a partir daí, se for necessário, você terá que pegar o metrô até o seu hotel. Se você estiver  com pouca bagagem, acho que vale a pena fazer isso, mas se tiver com muita, esta não será uma boa opção. Durante a semana o RER funciona das 4:45h às 22:50h e, nos fins de semana, das 4:45h às 23:50h. € 10.

De ônibus o tempo pode variar por conta do trânsito, mas, em geral, leva em torno de 1 hora para chegar ao centro de Paris. O ponto final é sempre uma estação e qual será ela vai depender da linha que você pegar. As duas melhores são: o ônibus nº 350 (CDG / Paris-Gare de l’Est) ou o nº 351 (CDG / Paris-Nation). Assim como no trem, chegando lá você pegará o metrô se for necessário. A passagem custa 6 €.

Outras opções são pegar o Rossybus para a estação Opéra por 11 €, o Cars Air France por 17 € com várias linhas e paradas na cidade (pergunte ao funcionário qual o melhor linha para você) e o EasyBus, que te deixará no Palais-Royal com preços entre 2 € e 10 €, dependendo da antecedência da sua compra (online).

como-ir-do-aeroporto-para-o-centro-de-paris

Para quem está em grupo ou com mais bagagem, um ótima opção é o serviço de shuttle, que tem a grande vantagem de te deixar na porta do hotel e, em geral, sai mais em conta do que o táxi. Você pode reservar este serviço online.

Já o táxi, desde março deste ano, tem um preço máximo tabelado em 55 € até Paris.

Orly

Orly não tem estação de trem, então, você tem que pegar o Orlyval (metrôzinho que liga os terminais à estação do RER e lá, então, você pega o trem até Denfert–Rochereau, Gare du Nord ou Châtelet- les Halles. O valor do Orlyval+RER é de 12,05 €.

O Orlybus faz ligação direta para a Praça Denfert–Rochereau em 30 minutos por 7,70 € e o Cars Air France, assim como no Charles de Gaulle, tem várias linhas e faz a viagem por 12,50 €.

Tanto de trem quanto de ônibus, uma vez chegando em algum dos pontos finais em Paris, pegue o metrô até o seu local de hospedagem.

O táxi no aeroporto de Orly agora também é tabelado, com valor máximo de 35 €, já que este aeroporto é mais perto do centro da cidade.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Que tal já chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e receba o seu chip em casa com frete grátisCompre aqui


Beauvais e Vatry

Como eu já disse, eles são basicamente usados por empresas low cost e ficam bem distantes de Paris. O único modo de ligação entre eles e a cidade é de ônibus. Tem táxi também, claro, mas sairia uma fortuna.

O ônibus que sai de Beauvais te deixará em Porte Maillot por 17 €, e de lá você segue de metrô. Já usei esse aeroporto e foi bem tranquilo, mas a viagem dura cerca de 1:30h. Já o Vatry (150 km de distância) eu nunca usei, mas tenho o relato de um leitor aqui no blog que teve bastante problema para ir de lá até Paris, por isso, não sei se é uma boa opção usar este aeroporto, mas em tese, você teria apenas ônibus também.

Sugestões de leitura:

Onde se hospedar em Paris

Esse tema para mim é sempre o pior quando estou planejando uma viagem: mil dúvidas!

No caso de Paris, é preciso entender primeiro que ela é dividida em 20 bairros numerados, que são chamados em francês de arrondissements, e a lógica é a seguinte: quanto mais baixo for o número, mas perto do centro ele é, e uma dica para você se localizar é que o Museu do Louvre, por exemplo, fica no arrondissements 1.

bairros de paris

Outra coisa para se levar em conta – ou não – é em que lado da margem do rio Sena ficar, pois na margem direita (rive droite) as coisas tendem a ser mais caras, já que é uma área mais chique, digamos assim; Mas isso não significa que a margem esquerda (rive gauche) seja ruim, de modo algum.

A partir daí, uma dica que eu dou é escolher um hotel, hostel ou apartamento de temporada que fique num arrondissements mais baixo, especialmente se é a sua primeira viagem para Paris.

Como saber em qual bairro o hotel fica?

Bom, se você não é bom com mapas e ficou com receio de não saber se o hotel que escolheu fica ou não num bairro de “número baixo”, relaxe, pois é muito fácil saber!

Quando pegar o endereço do hotel, observe o CEP. Todos os CEPs de Paris começam por 750 + o número do bairro, ou seja, se é 75001 é porque o hotel está localizado no 1º arrondissement, se é 75012 está no 12º e assim até o 20º. Simples, não?!

onde-se-hospedar-em-paris

O último hotel onde nos hospedamos na cidade foi o Villa des Princes e o endereço é: 19 Rue Monsieur le Prince, 6º arr., 75006 Paris, França. Qual o bairro? Sim, o 6º (Saint Germain). Aliás, recomendo muito este hotel: moderninho, pequeno, super bem localizado e com bom preço.

hotel-paris

 Quais os melhores bairros para se hospedar em Paris?

Bom, claro que isso é muito relativo, mas eu diria que escolher um hotel localizado entre o 1º e o 8º arrondissement seria a melhor opção. Estando nessa área, muita atrações você vai conseguir visitar a pé e, cá para nós, Paris é uma cidade para se caminhar, pois sua beleza está no caminho entre as atrações, 😉

Um segundo ponto a levar em conta é ver se há uma estação de metrô perto (quase com certeza sim, pois a cidade é bem servida nesse quesito).

Depois você vai fazer a sua escolha de acordo com o seu gosto pessoal, necessidades (se tem ou não elevador, por exemplo) e orçamento.

Eu pessoalmente gosto muito do 5º e 6º arrondissements, que compreendem o Quartier Latin e San German. Gosto daquele ambiente estudantil – já que a Sorbonne fica ali -, das livrarias, bistrôs e cafés charmosos da região. Estando ali posso ir caminhando para a Notre-Dame, Jardin du Luxembourg e muitos outros lugares que gosto. Mas sempre que tenho uma viagem para Paris planejada procuro ficar numa parte diferente da cidade, até para poder conhecer melhor cada região (e depois contar para vocês).

Pesquise no Booking opções de hospedagem em Paris

Sugestões de leitura:

Como se locomover em Paris

A grosso modo, eu diria que “a pé”… mas, claro, a cidade é grande e em alguns momentos você vai ter que usar o transporte público.

O metrô é super eficiente e te leva a qualquer lugar. Ele tem alguns inconvenientes, como o fato de muitas estações não terem escadas rolantes e muito menos elevadores, então quem está com malas, por exemplo, vai sofrer com os imensos corredores e escadarias. Além disso, se ele te leva rapidamente de um lado ao outro da cidade, em compensação você não vê nada… então sugiro que, sempre que possível, você use o ônibus, pois assim ainda pode ir apreciando o visual, e que visual!!!

transporte-publico-em-paris

Existem algumas linhas de ônibus que são verdadeiros city tours, pois eles têm uma rota que passa por vários must see de Paris, tais como, por exemplo:

  • 21: Gare Saint-Lazare – Opéra – Palais Royal – Museu do Louvre – Pont Neuf – Rue de Rivoli – Cité (Notre-Dame) – Boulevard Saint Michel – Jardim de Luxemburgo – Parc Montsouris – Cité Universitaire
  • 29: Gare Saint-Lazare – Opéra – Biblioteca Nacional – Bourse – Louvre – Centre Georges Pompidou – Marais – Place de Vosges – Bastille – Gare de Lyon
  • 73: La Défense – Palais des Congrès – Porte Maillot – Arco do Triunfo – Avenida des Champs-Élysées toda – Concorde – Musée d’Orsay
  • 95: Gare Montparnasse – Rue de Rennes – Saint-German-des-Prés – Museu do Louvre – Palais Royal-Comédie Française – Opéra – Gare Saint-Lazare – Place de Clichy – Montmartre

Quando for comprar o seu passe de transporte, compre para usar nas zonas 1 e 2, que são onde a maioria das atrações turísticas de Paris está concentrada. Você poderá comprá-lo em qualquer maquininha das estações de metrô.

Sugestões de leitura:

O que fazer em Paris

Eis que chegamos na melhor parte, mas também na mais difícil, pois a cidade tem tantas opções e lugares lindos para conhecer, que é quase impossível decidir o que não visitar em Paris. É um sofrimento decidir o que colocar ou não no roteiro.

roteiro-em-paris

Bom, se for a sua primeira viagem para lá, existe uma lista dos top 5 de Paris que não tem como evitar (e nem deve):

  1. Torre Eiffel
  2. Louvre
  3. Notre-Dame
  4. Avenida Champs-Elysées e Arco do Triunfo
  5. Basílica do Sacré Coeur

o-que-ver-em-paris

como-se-locomover-em-paris

Depois, poderia listar aqui dezenas e mais dezenas de lugares incríveis, desde museus a pequenas ruas e praças escondidas, mas vou tentar me ater a outras 10 atrações de Paris que todo marinheiro de primeira viagem deveria conhecer:

  1. Jardim das Tulherias: lindo jardim que fica entre o Louvre e a Place de la Concorde
  2. Musée de l’Orangerie: museu pequeno no Jardim das Tulherias que contém as Nymphéas, obras gigantescas de Monet
  3. Jardim de Luxemburgo: o maior jardim de Paris
  4. Torre de Montparnasse: para mim, a melhor vista de Paris
  5. Cemitério Père Lachaise: onde estão enterrados personalidades como Edith Piaf, Allan Kardec, Oscar Wilde, Jim Morrison, La Fontaine, Molière e muitos outros
  6. Museu D’orsay: casa de algumas das maiores obras impressionistas, feitas por artistas do porte de Monet, Renoir, Degas, Van Gogh, Manet…
  7. Museu Rodin: reúne a maior coleção de obras do artista e só o seu jardim já vale a visita
  8. passeio de barco pelo rio Sena: dispensa comentários, não?! Se puder fazer a noite, vai ter um lndo visual da cidade iluminada
  9. Centre Georges Pompidou: recheado de obras-de-arte modernas e contemporâneas
  10. Moulin Rouge: famoso cabaré com apresentações de  Can Can

paris-dicas-roteiro

museu-rodin-paris

paris-dicas

pompidou-paris-dicas

Mas como eu disse, para mim o melhor passeio em Paris é caminhar por suas ruas e boulevares, pois a arquitetura da cidade é linda, então, aqui vão alguns lugares que eu acho que vale muito a pena “se perder”, ou como dizem os franceses, flâner (caminhar sem rumo):

  1. o bairro Quartir Latin
  2. o bairro Le Marais
  3. o Boulevard Haussmann
  4. a Rue du Rivoli
  5. o Boulevard Saint-German-des-Prés
  6. a Place du Tertre (Montmartre)

Deu para perceber que as opções são inúmeras, e isso que nem falei do Panteão, das catacumbas, do museu de Cluny, Hôtel de Ville, Place Vendôme, Opéra Garnier, La Defénse, Petit Palais, e tantos outros lugares.

Não embarque sem seguro viagem para a Europa, pois ele é obrigatório

dicas-de-paris

roteiro de 7 dias em paris

Sugestões de leitura:

Pesquise passeios e atrações com pula fila em Paris aqui

Onde comer em Paris

Paris é a capital dos gourmands, a gente sabe! Quer experimentar uma gastronomia requintada e saborosa, aqui é o lugar certo, 😉

Mas você deve estar pensando que isso vai te custar uma fortuna, não é?!

o-que-comer-em-paris

Bom, a boa notícia é que existem muitos excelentes lugares onde é possível comer bem e sem ir a falência, e claro, se estiver disposto a investir, o que não faltam são lugares estrelados.

Antes de ir direto ao assunto, vai uma dica: passe no Monoprix ou Carrefour Express (mercados) para comprar coisinhas para levar na bolsa ou mochila durante os passeios, como água, suco, biscoito, chocolate, frutas e até sanduíches prontos, assim, evitará pagar bem mais caro na hora que bater a sede ou aquela fome durante um passeio.

onde-comer-em-paris

Outra dica é ficar de olho numa coisa bem comum nos restaurantes locais, a  formule, que é um preço fixo que se paga e inclui: 1 entrada + prato principal + bebida ou 1 prato principal + sobremesa + 1 bebida, e o preço roda na casa dos 15 ou 20 euros. Vale a pena!

Mas antes que você já comece a ficar com fome, vamos à indicação de alguns textos que vão te deixar com água na boca:

Dicas de compras em Paris

A capital da moda é um tentação no quesito compras, principalmente para quem está a fim de investir em grandes grifes, mas mesmo que você não tenha um cartão de crédito que comporte comprar um Channel, fazer um windown shopping em ruas como Rivoli, Faubourg Saint-Honoré, Boulevard Haussmann ou na Place Vendôme já é legal!

Outra parada obrigatória é a Champs-Elysées, “la plus belle avenue du monde”, onde há lojas para todos os bolsos, com destaque para um grande FNAC que tem bem lá no meio. Só evite comprar souveniers por lá, pois são mais caros, se quiser, perto da Notre-Dame você tem mais opções de lojas e com preços melhores.

Mas se você quer resolver a sua vida de compras num lugar só, eu indicaria ir até o Les Quatre Temps, um shopping muito bom que fica em La Defénse (última estação da linha 1 do metrô) e aproveita para visitar essa região super moderna e interessante.

compras em paris

Para os amantes de livros, o melhor lugar é o Quartier Latin, em especial o Boulevard Saint Michel. Se quiser enlouquecer, entre na Gibert Jeune: são vários andares de uma variedade absurda sobre qualquer assunto. Quase tive que ser arrancada à força de lá!

livrarias-em-paris

Outra parada interessante é no Marché aus Puces (Mercado das Pulgas). Ele acontece todos os sábados, domingos e segundas-feiras das 9h às 19h, na Avenue de la Porte de Clignancourt (metrô para a estação Porte de Clignancourt). Você vai encontrar de tudo!

Sugestões de leitura:

Passeios bate e volta de Paris

Você poderá ficar 7 dias ou até mais, 10, 15 e nem de longe vai esgotar a cidade, mas se quiser aproveitar a sua estadia para fazer alguns passeios de um dia para lugares próximos (às vezes nem tão próximos assim), acho que vale a pena, afinal, nunca se sabe se haverá outra oportunidade.

Alguns passeios são clássicos, como:

  • Versalles
  • Disneyland
  • Fontainebleau
  • Giverny, o jardim de Monet
  • Chartres
  • Vale do Loire
  • a região de Champagne
  • Monte Saint-Michel

dicas Saint Michel

Eu acho que os mais viáveis e tranquilos de se fazer são os 5 primeiros, já os demais, para ir por conta própria ficam muito puxados, diria até que inviáveis (a não ser que vá de carro, eu mesma já fiz isso com o Vale do Loire, mas saí de Paris 6:30h da manhã e cheguei de volta às 21h. Bem cansativo!). Mas se tiver muita vontade de fazer isso, acho que o melhor é optar por um tour guiado, pois vai ganhar tempo, já que vai de ônibus direto aos pontos que interessam.

Leituras recomendadas:

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%


Roteiro em Paris

Eis o dilema: quantos dias são necessários para conhecer Paris?

Ainda estou tentando descobrir, pois já fui tantas vezes e cada vez que vou percebo que tenho muito para visitar, ou simplesmente, revisitar. Mas eu diria que se está indo pela primeira vez, tente reservar pelo menos 5 dias, se tiver 7, melhor ainda.

roteiro-de-7-dias-em-paris

Para montar um roteiro em Paris, comece listando tudo o que deseja muito conhecer e depois, para que ele seja funcional, tente na medida do possível, organizar tudo por regiões geográficas, prestando atenção se as atrações que planeja visitar estão abertas no dia programado (o Louvre, por exemplo, fecha às terças), assim, você basicamente vai pegar um transporte para ir, faz tudo a pé e depois só precisará de mais outro meio de transporte para voltar para o hotel.

louvre-paris

Aqui no blog nós temos alguns posts que podem te dar um boa orientação nisso:

Já finalizando este post, que ficou enorme, acho que vale a pena você ler o texto: Quanto custa passar uma semana em Paris (no mínimo)? Afinal, é sempre bom ter um ideia de gastos, não é?!

Não deixe de conferir todas as nossas dicas de Paris e dicas da Françae nem de verificar os ingressos e passeios que poderá comprar com desconto antes de embarcar para lá.

guia de ParisAproveite para conhecer também o nosso guia, o “Roteiro de 7 dias em Paris e arredores“,  que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia-a-dia.

COMPRE SEU GUIA AQUI

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotel Seguro viagem chios de internetingressos e passeios guias de viagempassagens aéreas mais baratas Guia de viagem turista profissional

19 COMENTÁRIOS

  1. Olá, bom dia.

    são dicas preciosas para sair e chegar nos pontos importantes. usarei todas, apesar de ficarmos 2 dias, só isso, em Paris pois estaremos de passagem para o Vale du Loire.

    Grande abraço e parabéns por tantos outros posts que publicam.

  2. Excelente post! Será minha primeira vez em Paris (estou me dando de presente de aniversário!!!) e foi super esclarecedor!
    Parabéns!

  3. uau!!! Dicas extremamente úteis e post completíssimo!Estou planejando minha segunda viagem à Paris e adorei as dicas! Obrigada!

  4. OMG que post maravilhoso, vou em Abril e vou ficar no Victor Hugo em Trocadero, fica quase 1KM da Torre e uns 800m do Arco do Triunfo.
    Estou pesquisando sobre tudo, sou agente de viagens mas ha uma enorme diferença em vender e planejar a sua, e o seu post foi o melhor que encontrei, fala tudo tudo, simplesmente MARAVILHOSO

  5. Bom dia !!!
    Estou indo com meu marido pela primeira vez ..agora em junho….
    minha filha ja ficou na região da Champs Elysees…. e queria que eu me hospedasse la tmb…
    Mas lendo seus posts e outros me encantei com o 6º arrod…. que inclusive achei mais em conta
    tanto de hosp quanto os restaurantes……….
    Sei q todos os bairros tem sua particularidade….e são todos otimos….
    Gostaria de uma opinião entre ficar no 8º e no 6º….
    Parabens pelo seu trabalho !!!!!

    • Olha, isso é bem pessoal mesmo, mas eu prefiro o 6º arrod, pois acho ele mais autêntico e menos turistão. Boa viagem!

  6. ANA,
    planejo viajar à Paris e estou pesquisando vários Blogs, dicas e tudo mais. Já vi vários, porém, o seu simplesmente é PERFEITO! Foi o MAIS específico que encontrei !! Ótimas dicas e fácil compreensão !
    Muito obrigada!

  7. Excelente post, Ana!
    Estou pensando em visitar Paris, mas o único período possível para mim seria na primeira quinzena de janeiro. Gostaria de saber a sua opinião sobre se o frio pode atrapalhar muito os passeios. Obrigado. Fabio

  8. Gente eu acabei de ser enganada aqui em Paris…na hora de comprar o Paris pass um cara com uniforme da estação se aproxima para ajudar e pede para comprar o cartão…pois demos 100 euros para ele dar o troco e ele foi embora… sei que foi vacilo mas ele estava realmente com a farda da estação e havia vários policiais rodando r outras pessoas ajudando os turistas…na hora de fazer o boletim de ocorrência os policiais com MTA má vontade….to passada…as pessoas não dão informações…tratam com frieza…..uma experiência que tá começando mt Ruim….

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here