Porto de Galinhas: dicas de viagem para quem vai a primeira vez

Porto de Galinhas é um dos destinos mais queridinhos do Brasil, na ‘crista da onda’. E não é pra menos. Vila de bem com a vida, colorida, praias lindas, muita atividade e atrações turísticas, fervilhando arte, boa comida…

Acabamos de conhecer o destino e pudemos conferir que ela é, sim, tudo o que dizem que é.

Vamos dar diversas dicas e contar como foi a nossa viagem até lá, mostrando tudo o que fizemos e as lindas fotos que tiramos. Mas que tal começar por este post, com dicas gerais do destino?

Grande parte das pessoas vai para lá em excursões fechadas, que incluem já o voo, o traslado aeroporto-hotel-aeroporto, o hotel, os passeios etc. De fato, é a maneira mais cômoda. Mas é possível ir por conta própria, escolher seu hotel, alugar um carro, ir para as praias, ou mesmo contratar os passeios “a varejo”, chegando ao destino.

Então vamos dar as dicas pensando em quem vai a primeira vez e por conta própria. A ideia aqui é facilitar a organização da viagem para quem nunca foi e não sabe nem por onde começar.

Vamos às dicas!

Porto de Galinhas

Sobre Porto de Galinhas

Há 20 ou 30 anos nada mais era do que uma vila de pescadores situada no município de Ipojuca. Depois de um intenso trabalho de divulgação e de estruturação turística, tornou-se um dos destinos mais procurados. Hoje, grande parte dos pescadores trabalha levando os turistas para nadar entre os peixes nas piscinas naturais e em outras atrações. As águas são mornas, tranquilas e limpíssimas.

Uma das maiores responsáveis pela promoção e crescimento do turismo local foi a Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas, entidade privada e sem fins lucrativos, nascida no início de 1992, que representa os principais hotéis e resorts da região.

A vila tem este nome porque, na época em que o tráfico de escravos já estava proibido (mas não a escravidão), navios ainda os traziam clandestinamente e os escondiam utilizando-se de caixas e mais caixas com galinhas. Quando a notícia de que “as galinhas” chegaram, toda a região sabia que eram os escravos. Ficou a lembrança, no nome, de um período obscuro e vergonhoso de nossa história.

Hoje, porém, as “galinhas” são a marca da região, estando espalhadas em esculturas feitas pelo artista plástico Carcará, super famoso no local e mesmo pelo Brasil afora.

o que ver em Porto de Galinhas

Um detalhe importante: a 2ª edição do Ranking Connected Cities coloca o município do Ipojuca, onde fica a vila de Porto de Galinhas, como o primeiro lugar no quesito segurança no Brasil. Ou seja, é o destino turístico mais seguro do país! Pode ir, que tá tranquilo!

Como chegar em Porto de Galinhas?

A vila está a cerca de 50 km do aeroporto de Recife e é ali que desembarcamos.

Para chegar ao Recife você tem diversas companhias aéreas. Nós fomos, por exemplo, com a Azul Viagens, saindo do Rio de Janeiro com uma rápida conexão em Campinas (aeroporto de Viracopos).

como chegar em porto de galinhas

O voo é bem tranquilo. Na ida tivemos um problema externo – o aeroporto de Santos Dumont fechou devido ao tempo -, mas a companhia resolveu tudo rápida e satisfatoriamente. Na volta viemos em um avião enorme e super confortável, com um bom sistema de entretenimento e serviço de bordo.

Então, chegando ao aeroporto do Recife precisamos pegar um transporte que nos leve ao nosso destino. Pode ser ônibus, táxi, carro alugado ou transfer.

De ônibus comum

Do próprio aeroporto de Recife, assim como da cidade, saem ônibus direto para Porto de Galinhas. Veja quais são:

Linha 191 (Expresso Vera Cruz) – Recife/Porto de Galinhas (Nossa Senhora do Ó).

Ônibus comum, sem ar condicionado. Sai do Centro do Recife e passa pelo aeroporto (pela área do desembarque). Em Porto de Galinhas, te deixará perto do Corpo de Bombeiros.

Linha 195 (Expresso Vera Cruz) – Recife/Porto de Galinhas (Opcional)

Ônibus executivo, com ar condicionado (chamado de ‘opcional’). Passa nos hotéis de Boa Viagem (Recife) e no aeroporto (pela área do desembarque). Em Porto de Galinhas, passa pela praia de Muro Alto. Também te deixa perto do Corpo de Bombeiros.

Veja mais informações sobre horário e valores de tarifas (há trajetos alternativos, faça uma pesquisa ou entre em contato para ter certeza):

Grande Recife – Central de Atendimento ao Cliente:

como sair do aeroporto do recife

De táxi

Como em todo aeroporto do mundo, há táxis te esperando, a qualquer hora que você chegue, para te levar a qualquer lugar, inclusive para Porto de Galinhas. Há táxis comuns e táxis especiais, mais caros. Ficam na área de desembarque mesmo. As corridas para lá são tarifadas (valores fixos). Se você estiver sozinho, talvez não valha a pena, pois fica muito caro e existem outras opções, como o transfer. Mas se for um grupo e racharem a corrida, só pela comodidade já pode valer.

  • Táxi comum: cerca de R$ 170,00
  • Táxi especial: cerca de R$ 260,00 (leva até 6 pessoas, dependendo da quantidade de bagagens).

De transfer

Diversas operadoras fazem transfer para Porto de Galinhas. A maior de Pernambuco e uma das maiores do Brasil, a Luck Receptivo faz este trajeto por R$ 79,00, te deixando em seu hotel. É um transfer regular, que segue com outros passageiros. Menores de 2 anos não pagam, indo no colo; menores de 12 anos pagam meia, com direito a assento.

De carro alugado

Se você quer liberdade de ir e vir, tanto para sair do aeroporto quanto para transitar por Porto e os arredores, a melhor opção é alugar um carro. Você pode escolher pegar o seu carro ali mesmo, no aeroporto, então já sai dali com ele.

Nós indicamos aqui o serviço da Economy Car Rentals, que é, garantido, a que oferece os menores preços:

Onde se hospedar em Porto de Galinhas?

Lá existem hospedagens para tudo quanto é gosto e bolsos. Depende, então, do tipo de viagem que você vai fazer e o que quer fazer por lá: é uma viagem em família, entre amigos, em casal, romântica? Você quer ficar o dia todo na praia, curtir um resort, sair à noite?

Então, vejamos. São cinco “zonas” ou bairros: o Centro, Maracaípe, Muro Alto, Cupe e Merepe. Vamos tratar aqui Cupe e Merepe como uma só (como Cupe), pois é o que praticamente todo mundo faz, como se fossem a mesma coisa, por serem muito perto.

o que fazer em Porto de GalinhasPraia de Muro Alto

Então, em qual região é melhor me hospedar?

Para quem vai por conta própria e quer curtir uma praia, estará sem carro, está com orçamento apertado e é do estilo ‘mochileiro’, ficar no Centro da vila pode ser uma boa pedida. Ali tem muitas pousadas pequenas e provavelmente mais em conta do que os hotéis e resorts maiores. Além do mais, o centro concentra as lojas e restaurantes, ficando mais fácil sair e voltar. E é no centro, também, que fica a praia de onde saem as jangadas que levam para as piscinas naturais.

Se você, porém, estiver de carro, estiver viajando com a família, quiser ficar em um hotel maravilhoso em frente à praia, estilo resort, com piscinas, locais para as crianças brincarem, quadras esportivas e tudo o mais que tiver direito, as suas regiões serão Muro Alto e Cupe – onde fica a maioria dos resorts de lá.

São praias paradisíacas, mas diferentes. Muro Alto tem o mar mais calmo, quase uma piscina, protegido por um extenso arrecife. Em Cupe o mar é um pouco mais ‘batido’, mais agitado. Então, se estiver com crianças e quiser ter calma para deixá-las brincando na água enquanto estiverem na praia, é Muro Alto. Se você gosta de praias mais agitadas, com um pouco de ondas e tudo mais, é Cupe. Mas lembre-se de que você não ficará somente na praia de seu hotel (aliás, provavelmente nem irá…), pois há inúmeros passeios e prais a conhecer pela região.

E, se você é surfista ou gosta de agitação, sua região pode ser Maracaípe, onde, inclusive, ocorrem campeonatos de surf.

Eu fiquei no Hotel Village Porto de Galinhas, na praia de Cupe, um resort com ótimo custo-benefício. Em breve, escreverei sobre ele.

pousada Porto de GalinhasPraia de Cupe, bem em frente ao Hotel Village

Como se locomover em Porto de Galinhas?

Se você estiver ali na vila, no centro, algumas coisas poderá fazer a pé. Mas muitos passeios são longe e você tem que arrumar algum transporte.

Grande parte dos turistas vai aos passeios através de pacotes fechados. Pode-se comprá-los antes mesmo de chegar lá ou na hora. Os hotéis costumam ter contato com as agências e indicam. Alguns têm, inclusive, agentes que fazem plantão atendendo e vendendo os passeios lá mesmo. É o mais cômodo.

passeios em porto de galinhas

Uma boa pedida é alugar um carro, como já falamos ao sair do aeroporto, e ter a liberdade de se locomover por conta própria. A região não é muito grande e é fácil ir e vir. Ainda mais com um aplicativo estilo Google Maps ou um GPS, chega-se fácil a qualquer lugar. Não fica caro, especialmente se você estiver com mais pessoas.

Outra opção muito utilizada é o táxi. Mas, neste caso, ficaria muito caro rodar toda a região. Muitos utilizam para traslados esporádicos, como ir para o centro da vila à noite, ir a um restaurante ou para o local da saída de um determinado passeio. Do hotel em que fiquei (Village) para o centro da vila, por exemplo, a corrida dá cerca de R$ 40,00.

E lá também existem ônibus de linha, que fazem as ligações entre as regiões. Pode ser um pouco complicado depender deles para se locomover por lá, mas, de qualquer forma, é uma opção. Para mais informações:

Grande Recife – Central de Atendimento ao Cliente

onde ir em porto de galinhasOs ônibus passam pela estrada principal, que faz a ligação entre os bairros e as praias. Estrada bem sinalizada, fácil para quem está de carro alugado.

O que fazer em Porto de Galinhas?

Lugar de praia, os passeios são basicamente ligados ao mar, mas ainda há muitas outras opções, tanto dentro da cidade quanto nos arredores. Nós vamos depois contar pra vocês com mais detalhes sobre os passeios que fizemos, em outros posts.

Passeios dentro de Porto de Galinhas:

Ali mesmo, tudo relativamente perto, há inúmeras opções de lazer e aventura. Lá você pode:

  • Aproveitar o clima tropical e o sol, frequentando as praias paradisíacas: Muro Alto, Cupe, Maracaípe…
  • Fazer passeio de Buggy, passando pelas principais praias e também pela floresta (Mata Atlântica);
  • Conhecer as Piscinas Naturais, indo de jangada até as piscinas e mergulhando com os peixes;
  • Fazer um passeio de jangada pelo rio Maracaípe que vai até perto da foz do rio e onde podemos ver cavalos-marinhos;
  • Andar pelo formoso centro da cidade, visitando as lojas e apreciando as artes locais, parando para lanchar ou jantar em um das dezenas de bares e restaurantes;
  • Visitar o atelier do artista plástico Carcará, assim como conhecer outras dezenas de artistas locais e suas produções maravilhosas;
  • Visitar a sede da ONG EcoAssociados, que luta pela preservação das tartarugas marinhas. Pode-se acompanhar a desova ou o nascimento das tartarugas marinhas, mas depende da época.
  • Praticar esportes como kitesurf, surf, stand-up paddle, mergulho, bike, caiaque…
  • Comer em ótimos restaurantes uma maravilhosa comida local.

piscinas naturais porto de galinhasMapa do Brasil formado naturalmente nos recifes de coral, onde caminhamos por entre as piscinas naturais

Outros passeios perto de Porto de Galinhas

Mas, além de tudo isso, ali também é um ponto de partida para diversos passeios a partir da cidade. Dali, você pode ir e voltar, no mesmo dia, para muitos lugares:

  • Jeep Ecológico;
  • Praia de Maragogi (em Alagoas);
  • Praia dos Carneiros (com catamarã);
  • Praia do Cabo (com catamarã e buggy);
  • Cabo de Santo Agostinho;
  • Ilha de Itamaracá;
  • Recife e Olinda (City Tour);
  • Caruaru e Nova Jerusalém.

A Luck receptivo tem todos estes passeios, inclusive na modalidade “combo” (comprando mais de um junto).

o que fazer no recifeParque das Esculturas, em frente ao Marco Zero, em Recife. Obra concebida pelo escultor Francisco Brennand comemorativa aos 500 anos do Brasil (2000)

Onde comer em Porto de Galinhas?

Existem inúmeros restaurantes na cidade, especialmente concentrados no centro. Há opções para todos os gostos e todos os bolsos. Nós fomos em alguns onde uma refeição para um casal, com entrada, prato principal e bebidas, por exemplo, pode sair cerca de R$ 200,00 (mas come-se maravilhosamente bem), e passamos por outros em que com R$ 22,00 pode-se comer a vontade. É só uma questão de escolha.

Nós visitamos os restaurantes:

TODOS estão aprovadíssimos, cada um com suas características. Em breve, escreveremos um post falando de cada um com mais detalhes. Fiquem de olho!

onde comer em porto de galinhasEntrada charmosa do Beijupirá

O que comer em Porto de Galinhas: comidas típicas

A culinária, obviamente, é tipicamente nordestina, misturada com uma influência forte dos frutos do mar. Você encontrará, então, pratos como: camarões gratinados, escondidinhos (feitos com macaxeira, com carne seca ou charque, dentre outros recheios), peixes diversos, queijos coalho assado, casquinhas de caranguejo ou siri, camarão ao abacaxi (maravilhoso!) e muito mais.

Cada restaurante tem seu carro-chefe, então, sugiro que você vá nos pratos principais de cada estabelecimento, escolha aquilo em que eles são especialistas. Muitos pratos são criações dos próprios chefs e são exclusivos da casa. Vale a pena… afinal, a gastronomia é uma forma muito gostosa de viajar, não?

  • Você conhece a nossa coluna na Revista Gastronomia Etc? Chama-se Para Viagem, Por Favor. No número 4 de 2016 temos um artigo sobre a gastronomia de Porto de Galinhas.

o que comer em porto de galinhasCamarão no Abacaxi no João Bar e Restaurante, em frente à praia de Maracaípe. Delicioso, indescritível, fantástico…

O que levar na mala para Porto de Galinhas?

Não é preciso dizer que é um destino de praias, sol e muito calor, não é? Então: roupas leves, bermudas, shorts, camisetas. Não esqueça seu biquíni (ou mais de um, se quiser variar) ou sunga. Uma toalha de praia ou uma canga também vão bem.

Para as pessoas de pele mais sensível, é fundamental um bom protetor solar, além de chapéus ou bonés. Não deixe também seu chinelo ou sandália em casa, pois é bom para andar na areia e praticamente obrigatório para fazer o passeio nas piscinas naturais, onde andamos sobre os recifes e podemos encontrar algum ouriço-do-mar (você não vai querer pisar descalço em um deles!).

Se você tiver máscara e snorkell, pode levar, pois terá oportunidade de usá-los. Outra coisa que para mim é fundamental – pois sou absolutamente fissurado e viciado em fotografias – é uma câmera à prova d’água. Se você tiver ou puder pegar uma emprestada, leve. Para quem não tem, não se desespere: lá eles vendem capas estanques para o celular ou câmeras pequenas. Dependendo dos passeios que você fizer, você vai querer utilizá-las.

dicas de porto de galinhasLeve sua câmera e tire fotos debaixo d’água!

Como é um destino bem natural, com extensas áreas com matas e coqueiros, além de gramados e jardins, pode haver mosquitos (especialmente depois de alguma eventual chuva). Não deixe de levar o seu repelente.

Como é o clima em Porto de Galinhas?

Praticamente o ano inteiro o sol está presente, brindando com um clima quente. Mas, dependendo da época do ano, pode chover alguns dias, apesar de o sol não deixar de aparecer. Julho, por exemplo, é uma época em que muitas famílias vão para os resorts com as crianças – afinal, é o mês do recesso escolar – mas é uma época que chove e pode, eventualmente, ficar ‘fresquinho’ (especialmente à noite, algo em torno de 21ºC).

turista profissional

Então, ficou com vontade? Imagino que sim, porque eu estou com vontade de voltar!!

Boa viagem!

O blog Turista Profissional viajou a convite do Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau e da Azul Viagens, com apoio da Associação de Hotéis de Porto de Galinhas e assegurado pela GTA Seguros.

Também estiveram conosco nesta viagem as mídias: Blog Viagens Cine / Blog Maior Viagem / Blog Papo de Turista / Blog Viaje Sim / Revista Viaje Mais Revista Viver BrasilRevista Dimensão / Catraca Livre / GPS Brasília / Carta Sem Portador

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotel Seguro viagem chios de internetingressos e passeios guias de viagempassagens aéreas mais baratas Guia de viagem turista profissional

8 COMENTÁRIOS

  1. Porto de galinhas eh perfeito, porém difícil para encontrar um lugar gostoso pra comer.
    Na praia de Porto de galinhas não fique de jeito nenhum na barraca Sol e Mar uma que tem cadeiras amarelas, pagamos 80,00 em uma porção de camarão vc espera algo bom pelo valor mas não veio uma votação de 30 unidades de camarão 7 barbas que alimenta 1 pessoa 3 olhe lá…. por isso não se arrisquem nesta barraca !!!!! Se você não consumir nenhuma porção vc tem que pagar 50,00 por ficar na barraca deles e isso nem sempre eh avisado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here