Rota das Emoções: roteiro completo de uma viagem dos sonhos

Atualizado em 10/12/2019

Rota das Emoções é um nome mais do que adequado para quem pretende fazer essa viagem! Quando se pensa em um roteiro pela Rota das Emoções as pessoas pensam em Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jericoacoara.

Sim, é verdade que essas são as 3 atrações principais da Rota das Emoções, cada uma em um estado, respectivamente: Maranhão, Piauí e Ceará.

E, se você quiser fazer um roteiro pela Rota das Emoções, você TEM que ir em cada uma dessas três atrações.

Mas, não se iluda: existes MUITO mais coisas pra se fazer… existem VÁRIOS outros municípios ao longo desta rota que você TEM que conhecer!

Nós acabamos de vir de lá, conhecemos cada cantinho desta rota e trazemos agora pra vocês todo o roteiro pela Rota das Emoções que fizemos, para que você se inspire, arrume as malas e vá viver este sonho!

Senta que lá vem textão… mas vai valer a pena!!

Seguro Viagem nacional: é preciso fazer?

Rota das Emoções: roteiro completo – e de sonho!

Nós fizemos o nosso roteiro da Rota das Emoções em 9 dias, contando o dia da chegada e o dia da partida.

É pouco, acredite. Foi corrido, mas… deu pra ver muita coisa!

Aqui vamos separar em dias pra você ter uma ideia exata do que fizemos.

Você quer fazer a Rota das Emoções todinha que nem a gente? Clica no link abaixo e insira suas informações que nós entraremos em contato!

Rota das emoções: EU QUERO!

mapa da Rota das Emoções

Rota das Emoções – 1º dia: São Luís

Nós chegamos pelo Maranhão, desembarcando no aeroporto de São Luis. Assim que chegamos fomos logo almoçar.

Nós comemos no restaurante Amendoeira, que fica na altura da praia do Calhau. Tem vários pratos de carne, inclusive o carro-chefe, de carneiro. Ele tem espaço para crianças e para festas. Comemos sua especialidade: carneiro assado. Maravilhoso.

Restaurante Amendoeira:

carneiro na gastronomia nordestina

Aliás, vocês vão ver que a gastronomia é um capítulo à parte em todo e qualquer lugar que a gente for no Nordeste…

Depois do almoço fui para o meu hotel. Eu fiquei no Hotel SLZ Lagoa, um dos melhores de São Luís.

Ele tem uma vista LINDA da Lagoa da Jansen, que fica do lado. O café da manhã fica na cobertura, ao lado da piscina e da sauna.

Hotel SLZ Lagoa:

    • Endereço: Avenida Colares Moreira, 14, quadra 100, lote 04, São Luís
    • Reservas e mais informações: Hotel SLZ Lagoa

Melhor hotel em São Luís do Maranhão

Deixei minhas coisas no quarto, tomei um banho e já desci para fazer um City Tour em São Luis, passando pelo Centro Histórico de São Luis do Maranhão.

Fizemos um roteiro pelo Centro Histórico acompanhado de um guia profissional, membro do SINDEGTUR. Ele nos contou toda a história da cidade, das construções, detalhes que nunca teríamos conseguido sem ele, tudo em completa segurança.

Igreja da Sé de São Luís do Maranhão
Igreja da Sé de São Luís do Maranhão

Ao final, conhecemos o Museu do Reggae, uma casa que conta a história do Reggae em São Luís e no Maranhão em geral. Ele é o primeiro museu do mundo dedicado ao reggae fora da Jamaica.

O ritmo é muito enraizado na cidade, sendo São Luís considerada a Cidade do Reggae no Brasil.

Eles ‘adaptaram’ a música inventando o “Forreggae”, que se dança agarradinho. Brasil é demais, não é?!

Museu do Reggae:

Museu do Reggae em São Luís do Maranhão

Ao final do dia, jantamos no Restaurante Dom Luiz, que fica no próprio Hotel SLZ Lagoa, onde eu estava hospedado. eles servem almoço e jantar, e se você não quiser descer, eles têm serviço de quarto sem taxa extra.

Restaurante Dom Luiz:

A capital São Luís não faz parte, exatamente, da Rota das Emoções, mas se você for começar por lá, como nós fizemos, vale dar uma passeada, né?

Então, prepare-se, porque as Emoções da Rota começam amanha!!

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI!


Emoções na Rota – 2º dia: Barreirinhas

Saímos bem cedo de São Luís rumo a Barreirinhas.

Para quem não sabe, Barreirinhas é a “porta de entrada” dos Lençóis Maranhenses – e, portanto, porta de entrada da Rota das Emoções começando pelo Maranhão.

De São Luís do Maranhão para Barreirinhas:

    • Quem nos levou?Sebrae MA (estávamos como convidados).
    • Distância percorrida: 256 km em cerca de 4h
    • Veja o mapa

Só pra constar, no caminho demos uma paradinha em Rosário, uma pequena cidade ao lado do Rio Itapecuru onde, entre outros atrativos, encontram comunidades quilombolas, artesanato em argila e atividades no rio Itapecuru, como passeios de barco e procissão fluvial.

Ah, e foi lá que nasceu a festa do Bumba-meu-boi de Orquestra!

Estação Ferroviária de Rosário, Maranhãp
Centenária Estação Ferroviária de Rosário, agora restaurada

Já em Barreirinhas eu almocei na Pousada Boa Vista. A pousada é linda com jardins, piscina e redes que te convidam a deitar.

onde ficar em Barreirinhas Lençóis Maranhenses
Pousada Boa Vista em Barreirinhas

Depois do almoço fui para a minha pousada. Eu fiquei hospedado na Pousada do Rio, uma hospedagem que, como o nome diz, fica à beira do Rio Preguiças, com uma praia particular.

A pousada está só a 700 metros do centro de Barreirinhas e os quartos têm varanda, vista para o jardim, ar-condicionado… e ainda tem uma linda piscina e áreas de lazer junto ao rio.

Pousada do Rio:

    • Endereço: Rua Cazuza Ramos 700, Barreirinhas, Maranhão
    • Reservas e mais informações: Pousada do Rio
hotel em Barreirinhas Lençóis
Pousada do Rio em Barreirinhas, onde eu fiquei e adorei!

Uma vez instalado, já saímos de novo… 😀

Desta vez fomos fazer um passeio de barco pelo rio Preguiças. Nós subimos o rio Preguiças em lanchas voadeiras durante uns 40-50 minutos até chegar a uma comunidade ribeirinha de Marcelino.

Ali, em um passeio cultural, conhecemos a associação que faz artesanato com a fibra do Buriti, uma palmeira típica da região.

Afinal, a Rota das Emoções tem de tudo: atrações naturais, gastronômicas, culturais…

Conhecemos todo o processo de fabricação, a retirada da fibra, o processo de cozimento e coloração da fibra até a realização do trançado que vai dar forma a bolsas, chapéus, acessórios de cabelo, caixas e tudo mais que a imaginação deixar!

Artesanato do Maranhão com fibra do Buriti
É com essa característica que a fibra fica… dá pra acreditar que isso é da folha de uma palmeira??

É um Turismo de Base Comunitária muito interessante, pois nos permite conhecer o dia a dia das artesãs, sua forma de trabalho e suas histórias de vida.

Ah, é claro que eu comprei um chapéu pram mim! Lindo, um típico Chapéu Panamá!

Passeio pelo Rio Preguiças:

como é o artesanato com buriti
Eu e a senhorinha que fez o chapéu que eu comprei!

Para jantar, fomos ao restaurante Bambaê. Um super restaurante em Barreirinhas, lindo, ajardinado, bem decorado. Ah, claro, e ótima comida!

Restaurante Bambaê:

rota das emoções Barreirinhas Restaurante Bambaê
Não é lindo?

Roteiro das Emoções – 3º dia: Lençóis

Hoje o dia foi CHEIO!

Começamos com a primeira GRANDE atração da Rota das Emoções: Lençóis Maranhenses!

Nós fizemos um passeio super diferente pelos Lençóis, que eu aconselho bastante você a fazer o mesmo!

Nós fomos beeeem cedo pra ver o Nascer do Sol lá do alto das dunas e, depois, tomar um café da manhã lá em cima. Show, não é?

como chegar aos Lençóis Maranhenses na Rota das emoções

Saímos do hotel às 3h da manhã, em direção aos Lençóis. O caminho para os Lençóis é difícil, tem que atravessar o Rio Preguiças por uma balsa, dirigir por dentro das dunas, pelo meio da vegetação, numa estradinha – se é que se pode char de estradinha – bem difícil.

Não é pra qualquer um, tem que conhecer bem o caminho. Por isso, aconselho contratar agentes credenciados.

Chegamos lá bem cedinho, com o dia ainda escuro. Nos instalamos no alto da duna – SÓ NÓS – e ficamos apreciando o sol nascer. Uma pena que havia muitas nuvens aquela hora… Mas mesmo assim, é um espetáculo.

nascer do sol nos Lençóis maranhenses

Depois que o sol nasceu, os guias arrumaram a mesa com as cadeiras e serviram o café da manhã.

café da manhã nos Lençóis Maranhenses na rota das emoções

De fato, é uma experiência muito incrível e diferenciada.

Ainda caminhamos um pouco pelas dunas para ver outras lagoas, para além da que estávamos.

o que fazer nos Lençóis Maranhenses na rota das Emoções

Na volta, para matar o calor que já dava pra sentir, entramos numa das lagoas. Água perfeita!

Mergulhar nas lagoas dos Lençóis Maranhenses

Como fomos agora em novembro, já era época de “seca”. Neste período, as lagoas menores estão secas, mas as maiores ainda têm água, ainda que menos. Não é a época do esplendor dos Lençóis Maranhenses, mas vale a pena!

Ficamos lá até às 10h mais ou menos.

Passeio aos Lençóis Maranhenses:

Na volta, passamos na pousada, tomamos banho, arrumamos as coisas e fomos almoçar. Comemos no restaurante da Hotel Orla Náutica.

Pousada Orla Náutica:

    • Endereço: Sitio Cantinho s/n Zona Rural, Barreirinhas – MA
    • Reservas e mais informações: Hotel Orla Náutica
onde ficar em Barreirinhas Lençóis Maranhão
Hotel Orla Náutica, onde almoçamos

Depois do almoço fomos em direção à Tutóia, ainda no Maranhão, mas perto da fronteira com Piauí.

De Barreirinha para Tutóia:

Tutóia é uma das portas de entrada do Delta do parnaíba, estando praticamente ao lado de um dos braços do delta. Ao mesmo tempo, está ao lado dos Pequenos Lençóis Maranhenses (explico mais a frente o que é).

Veja no mapa abaixo que Tutóia está praticamente ‘no meio do caminho’ entre os Lençóis Maranhenses (à esquerda) e o Delta do Parnaíba (à direita), dois dos grandes pontos da Rota das Emoções.

Mapa do Delta do Parnaíba
Clique na imagem para ir ao mapa original, de grande tamanho

Só o caminho já é uma atração à parte, já que a gente passa por uma estrada lindíssima, com dunas de um lado e lagoas de outro.

Passamos pelo Parque Eólico (muito ventos por aquela terra…), pelos Pequenos Lençóis, por lagos, dunas e por vários povoados, inclusive a “Velha Tutóia”, onde ficava o centro da cidade anteriormente.

Estrada de Barreirinha para Tutóia na Rota das Emoções

Chegando a Tutóia apenas passamos pela pousada para deixar as bagagens e já saímos para o passeio.

Se você nunca ouviu falar em Tutóia, não se preocupe, você não está sozinho… nem eu conhecia! 🙂 🙂 🙂

Mas a gente deveria ter ouvido falar, porque Tutóia é DEMAIS! Tem muita beleza natura, praias, dunas, lagoas… E, um detalhe importantíssimo: tem o melhor camarão do Brasil!!

Por conta da sua posição geográfica, lá ocorre um tipo de alga que não tem em outros lugares, e os camarões se alimentam desta alga, o que lhes confere um sabor todo especial.

É claro que nós provamos!… mas depois do passeio.

Fomos em direção aos Pequenos Lençóis Maranhenses. Outra coisa que você nunca ouviu falar, não é? Pois é… nem eu!

Você quer fazer a Rota das Emoções todinha que nem a gente? Clica no link abaixo e insira suas informações que nós entraremos em contato!

Rota das emoções: EU QUERO!

Pequenos Lençóis Maranhenses Tutóia Rota das Emoções

Os Pequenos Lençóis são formações parecidíssimas com os famosos Lençóis Maranhenses, mas, como o nome diz, menores. Sim, menores mas não menos bonitos. Aliás, São LINDOS. Uma bela atração da Rota das Emoções.

No caminho passamos por uma extensa praia com cabanas de pescadores, que eles usam para deixar os materiais, as redes, etc.

quando ir para a Rota das Emoções

Paramos pra tirar fotos e aproveitamos pra conversar com um deles que estava trabalhando, consertando a rede.

É um trabalho muito difícil, que tem que ser valorizado. Ele disse que conserta a rede de dois em dois dias, senão ela não pega os camarões. Que trabalha desde os 14 anos e que é realmente muito cansativo.

Dava pra ver em suas mãos marcadas que a vida de pescador não é uma canção romântica…

o que ver na rota das Emoções

Fomos ainda ao lado de uma pequena lagoa absolutamente cercada de dunas e com áreas cheias de palmeiras… um cenário lindo demais!

roteiro pela Rota das Emoções

Seguimos então, enfim, ao alto da maior duna local para apreciar o pôr do sol. Ali o pessoal aproveitava o tamanho da duna pra praticar skubunda.

E eu me “desdobrando” pra captar o momento pra mostrar pra vocês… rs

pôr do sol nos Lençóis

Mas, sem brincadeira, esse foi apenas mais um dos diversos pores do sol maravilhosos que vimos na Rota das Emoções…

pôr do sol em Tutóia no Maranhão

Na volta, ainda paramos para mais um encontro com morador, desta vez na casa do Seu Vitinho. Ouvimos causos, conhecemos sua história de vida e as produções que ele tem em  sua propriedade – patos, galinhas, peixes, coco…

passeio pelos lençóis maranhenses

Passeio por Tutóia:

Ao final do dia, fomos jantar no Restaurante Flor do Mangue, onde finalmente provamos o famoso Camarão de Tutóia.

Aliás, ‘provamos’ não, nos esbaldamos no camarão de Tutóia”. Fomos agraciados com um festival de camarão, com vários pratos diferentes, todos uma delícia.

Mas, quando você for lá, nem pestaneje: peça o Camarão Flor do Mangue, especialidade da casa – camarão ao leite de coco, requeijão e gratinado com queijo, servido com batata palha, arroz branco e legumes sortidos. O preço? Uma pechincha, só R$ 80,00!

Restaurante Flor do Mangue:

Camarão de Tutóia no Maranhão

Voltamos pra pousada pra nossa pernoite – a Pousada Baluarte, exaustos mas absolutamente extasiados com tudo o que vimos no Maranhão.

A Pousada Baluarte é incrível, limpa, com piscina, quarto confortável, pessoal SUPER amável e atencioso. E como eles têm pousada, transfers, restaurante e tudo mais que você vai precisar em sua estadia em Tutóia, você já faz tudo com eles!

Pousada Baluarte:

    • Endereço:  Rua Magalhães de Almeida, 914, Tutóia, MA
    • Reservas e mais informações: Pousada Baluarte

pousada em tutóia Lençóis Maranhenses

O primeiro estado do nosso roteiro pela Rota das Emoções terminou… mas vai deixar saudades.

Roteiro pela Rota das Emoções – 4º dia: Delta do Parnaíba

De manhãzinha tomamos o café da manhã, fizemos o check out na pousada e partimos para o Piauí, rumo à cidade de Ilha Grande. O que separa o Maranhão do Piauí é o rio Parnaíba.

De Tutóia-MA para Ilha Grande-PI:

Chegando lá, já começamos conhecendo o que Ilha Grande tem de melhor na culinária: os caranguejos! Existe até um Festival do Caranguejo no calendário anual.

festival do caranguejo de Ilha Grande Piauí

Paramos no Restaurante Barlavento, ao lado do porto, e nos esbaldamos no caranguejo. Confesso que nunca comi tão gostoso – não sei que tempero era esse! – e grande. Aliás, segundo eles, esses eram os ‘médios’.

Restaurante Barlavento:

Começamos finalmente nosso super mega hiper passeio de barco pelo Delta do Parnaíba, a nossa segunda GRANDE atração da Rota das emoções! É algo totalmente maravilhosamente indispensável de você fazer!

Apesar da “porta de entrada” do Delta pelo lado do Piauí ser reconhecidamente a cidade de Parnaíba, na verdade o porto de onde partem as embarcações fica na pequena cidade de Ilha Grande.

Inclusive, nós fomos acompanhados nesta jornada pelo Delta do Parnaíba pelo Secretário de Turismo de Ilha Grande, o Adilson Castro. Ele tem uma história incrível de vida, era catador de caranguejo, conseguiu se formar – o primeiro de sua família a estudar – e hoje está Secretário de Turismo.

Por essas e outras que viajar vale a pena! Veja o vídeo dele e se inspire!

Enfim, começamos a nossa viagem de barco no Parnaíba e, logo no início, tivemos uma surpresa!

O barco parou em uma pequena praia e, do meio do mato, apareceu um “índio”. Ele começou a nos falar do índio Mandu Ladino, em que o indígena liderou uma revolta – conhecida como Revolta Mandu Ladino – contra os fazendeiros da Capitania do Piauí.

Merece destaque a interpretação do ator – curiosamente de nome Kennedy – que nos entreteve durante alguns minutos de forma brilhante.

passeio de barco pelo Delta do Parnaíba

Na sequência, paramos em uma enorme duna que faz uma linda praia de rio, chamada de “Caída do Morro”. Foi nesta duna que, em nossa viagem anterior, que você pode ver no post dicas da Parnaíba, vimos um magnífico pôr do sol.

passeio pelo delta do Parnaíba

delta do Parnaíba

Tomamos um bom banho de rio e seguimos, rumo ao almoço.

Paramos para almoçar na Pousada Casa de Caboclo, que é um verdadeiro paraíso. Sério, um paraíso! A pousada fica na Ilha das Canárias, do lado do maranhão – apesar disso, é muito mais próxima, por acesso, da parte do Piauí.

onde dormir no Delta do Parnaíba
Ninguém queria sair de lá… rs

O almoço foi magnífico, em um restaurante quase ao ar livre, ao lado do rio, com espreguiçadeiras, redes, um silêncio gostoso, um ventinho que nos convidava a deitar em uma das redes e ficar por ali por uma semana.

Aliás, eu acho que,s e você puder, você TEM que ficar uns dias por lá!

Pousada e Restaurante Casa de Caboclo:

Peixe à delícia no nordeste
Peixe à Delícia é uma DELÍCIA!!!

Saindo de lá meio a contragosto 🙂 seguimos pelo rio em direção à Ilha dos Guarás.

Antes, porém, passamos por dentro de um magnífico e super bem preservado manguezal e fomos conhecer como é a cata do caranguejo.

O nosso guia sem cerimônias colocou o pé na lama, depois as mãos, depois os braços e, em pouco tempo nos trouxe um grande caranguejo. Todo mundo, claro, quis pegar e tirar fotos e, pra isso, metemos os pés na lama também!

como catar carangueijo
Acredite: tem um caranguejo na mão dele!

Seguimos finalmente para ver a Revoada dos Guarás no Delta do Parnaíba, vendo, pelo caminho, diversas outras espécies de aves: garça branca, garça parda, martin pescador, biguás… E, claro, barcos de pescadores e catadores de caranguejo.

garça parda do mangue
Uma garça parda do mangue

Bom, já era finalzinho da tarde quando chegamos – hora dos guarás se recolherem pra dormir – e o que vimos foi estupendamente maravilhoso.

Para mim, que sou biólogo de formação, foi um dos espetáculos mais magníficos que já vi na minha vida. É indescritível (mas vou tentar descrever 😀 )…

São muitas emoções nessa rota… rs.

Os Guarás chegam em bandos – bandos e mais bandos – e se amontoam nas árvores de uma pequena ilha no Delta do Parnaíba. Elas dormem todas juntas ali naquela ilha, no meio do rio, por questões de segurança.

Revoada dos Guarás no Delta do Parnaíba

Todas elas ficam apenas de um lado da ilha, provavelmente por questões do vento e também por segurança, pois assim todas podem avistar caso algum predador se aproxime.

como ver os guarás no delta do Parnaíba

Neste caso, os barcos que estão ali para vê-las ficam a uma distância segura – uns 200 metros talvez – e têm um espetáculo único.

A ilha parece avermelhada ao longe, mas ao chegarmos perto vemos que são pássaros!

ilha dos guarás em Parnaíba

E, do outro lado do barco, ainda somos brindados com o pôr do sol. É realmente incrível!

Passeio pelo Delta do Parnaíba:

excursão no Delta do Parnaíba

Voltamos pelo rio já de noite, com uma lua linda, em silêncio… todo mundo ainda com a memória viva daquele espetáculo. Realmente, não há nome mais perfeito do que Rota das emoções…

Seguimos finalmente para a pousada em que ficaríamos em Parnaíba, para nos arrumarmos para o jantar.

Eu fiquei na linda (linda mesmo!) Pousada Vila Parnaíba. É uma pousada boutique, com quartos SUPER bem decorados, um charme só! Aliás, a pousada toda é de muito bom gosto.

Ela tem em seu centro uma piscina de formas arredondadas que é coroada com uma grande área com hidromassagem. À noite, com a iluminação especial fica linda demais!

Os quartos são decorados com temas locais e sabe em que quarto eu fiquei?? No Quarto Revoada dos Guarás!! Lindo, com uma decoração cheia de guarás pelas paredes.

Pousada Vila Parnaíba:

onde dormir em Parnaíba

E o jantar desta noite, ainda por cima, foi em outro super hotel, refinadíssimo, com um restaurante de primeira qualidade, o Hotel Boutique Casa de Santo Antonio.

Se alguém pensa que não vai encontrar hotéis em Parnaíba bons, pode colocar o queixo no lugar, porque a hotelaria de lá é DEMAIS.

Ah, e o jantar do restaurante do Hotel Boutique Casa de Santo Antonio também é digno de nota… nota 10!

Casa de Santo Antônio:

hotel boutique casa de santo antônio

Roteiro na Rota – 5º dia: mais Piauí

Tomamos café da manhã e fizemos check out para ter a maior das minhas aventuras por esses dias: um passeio de quadriciclo!

Mais emoções!! Para mim foi demais, porque eu não dirijo nem mesmo minha própria vida 😀 , nem carro nem moto nem nada… então, dirigir o quadriciclo foi uma aventura e uma superação!

Passeio de quadriciclo na Parnaíba
Eu esportista de mais! Na minha garupa, Fernanda do 360 Meridianos

Então, pra quem acha que é difícil, que não vai conseguir, eu aconselho: FAÇA!! É bom demais, libertador, fácil, seguro e tudo de bom!

Você vai passar por paisagens incríveis, tomar banho de lagoa, subir e descer dunas e não vai querer parar!

o que fazer em Parnaíba

Ah, não faça como eu e não esqueça do protetor solar, especialmente nas coxas… rs.

Passeio de quadriciclo:

Nós fizemos uma trilha fantástica por cima das dunas, passando por mirantes, lagos e parando na Lagoa do Portinho.

Pra mim foi uma parada incrível, porque quando fomos há uns anos essa lagoa estava totalmente seca… tinha pasto, bois, cavalos e outros animais se alimentando por lá. Parecia um local totalmente abandonado, desértico.

Lagoa do Portinho

Desta vez, ao contrário, ela estava cheia e belíssima!

Lagoa do Portinho na Parnaíba
Olha quanta diferença!!

Quero mais!! 🙂

Ao final do passeio, já na hora do almoço, fomos para o restaurante da Pousada Vila Itaqui, no município de Luís Correia, uma pousada em frente à praia de Itaqui. Comemos maravilhosamente bem, um super peixe com baião de dois.

Pousada Vila Itaqui:

    • Endereço: Estrada do Farol do Itaqui, s/n, Luís Correia, PI
    • Reservas e mais informações: Pousada Vila Itaqui
onde dormir na Parnaíba
Pousada Vila Itaqui em frente à praia

Depois dessa parada estratégica, continuamos nosso passeio pelo litoral do Piauí.

A próxima parada foi na Árvore Penteada. Oi? Árvore ‘Penteada’?

Sim, ela ganhou esse nome devido ao seu formato inusitado: por conta do vento, sua copa é totalmente jogada para um dos lado, assim como suas raízes, para poder aguentar a pressão constante do vento.

Parada obrigatória para tirar mil fotos, de mil maneiras diferentes!

Leia também: O que fazer em Teresina

Árvore Penteada Piauí
Que vento!!!

Seguimos para dar uma paradinha na Praia do Macapá para observar a prática do KiteSurf, esporte MUITO difundido na região. Tiramos fotos, filmamos, entramos na água e aproveitamos um cadinho pra relaxar… Pô Declev, relaxar mais?!?

Isso mesmo: a Rota das Emoções é assim: uma vez você relaxa, outra você relaxa, outra vez você passeia, depois relaxa mais um pouco, você come bem pra caramba e relaxa mais um pouquinho… ;D

praia de Macapá na rota das emoções

Depois disso, finalmente fomos para Barra Grande, uma das principais praias do litoral do Piauí, onde pernoitamos.

Existem diversas pousadas maravilhosas na vila de Barra Grande. Eu fiquei na Pousada Titas, uma pousadinha charmosa, de pé de areia, super bem transada, com móveis feitos de troncos de árvores retorcidos, linda!

Os funcionários são uma simpatia e a localização é excelente: ela não fica na areia da praia, mas está a uns 2 minutos de caminhada.

Pousada Titas:

    • Endereço: Travessa Pontal da Barra # 1 , Barra Grande,  PI
    • Reservas e mais informações: Pousada Titas
onde ficar em Barra Grande Piauí
Meu quarto charmoso na Pousada Titas, Barra Grande

Passamos o final da tarde na praia, assistindo a um SHOW de pôr do sol e a outro SHOW com os esportistas do KiteSurf!

Pôr do sol na praia de Barra Grande Piauí

Para jantar, fomos à Pousada Manati, uma super pousada que tem uma piscina IMENSA, rodeada de espreguiçadeiras e jardins com palmeiras.

O restaurante de lá é maravilhoso e comemos, entre outras coisas, um estupendo Peixe à Delícia… não conhece esse prato? então, prepare-se antes de fazer a Rota das Emoções, porque você vai querer comer todo dia!

Pousada Manati:

    • Endereço: Rua Pontal da Barra, 449, Barra Grande, PI
    • Reservas e mais informações: Pousada Manati
comida nordestina Peixe à delícia
Essa banana dá um toque especial ao prato. Provem, pelamordedeus!

Depois da janta, antes de dormir eu ainda apresentei ao povo a Batida de Coco do restaurante Manga Rosa, que eu havia experimentado em minha viagem anterior e adorado.

Acho que foi aprovada…

Restaurante Manga Rosa Barra Grande

Roteiro pela Rota – 6º dia: ida para o Ceará

Neste 6º dia tivemos uma manhã livre… aproveitamos para dormir (siiiim, dormir!), ficar na areia da praia tomando uma cervejinha, tirar fotos…

Mas já já esse tempinho livre passou e nos reunimos pra almoçar, desta vez no Restaurante Pé de Vento da Pousada BGK.

onde comer em Barra Grande na rota das emoções
O restaurante Pé de Vento da Pousada BGK é assim: de frente pra praia de Barra Grande

A Pousada BGK fica em frente à praia e ainda tem, além do restaurante, uma escola de kitesurf, a BGKite School.

Pra quem quiser aprender kitesurf, ficar na beira da praia e ainda ter uma pousada linda ao dispor, é lá mesmo que tem que ficar!

Pousada BGK:

    • Endereço: Rua Pontal da Barra, 205, Barra Grande, PI
    • Reservas e mais informações: Pousada BGK
aprender kite surf barra grande
Sente a vibe do lugar!

E, então, finalmente, era hora de partir para o Ceará, nosso terceiro e último (mas não menos bonito) estado em nosso roteiro pela Rota das Emoções.

Nosso destino final hoje foi a cidade de Camocim, que é a cidade porta de entrada para Jericoacoara. Mas, antes, ainda demos uma paradinha em Chaval e em Barroquinhas, no meio do caminho.

De Barra Grande para Barroquinhas e Camocim

A parada em Chaval foi bem rápida, apenas para conversarmos com algumas agências locais sobre a cidade.

Conhecemos a Pedra da Gruta Nossa Senhora de Lourdes, um santuário no centro da cidade, mas existem mais atrativos, como a Pedra das Carnaúbas (com 100 metros de altura) ou passeio pelos rios e salinas locais.

Chaval cidade do Ceará na rota das emoções
A escadaria que dá acesso ao Santuário de Nossa Senhora de Lourdes

Seguimos então para Barroquinha, onde chegamos em cerca de 20 minutos.

Lá, fomos conhecer o litoral da cidade, mais especificamente a Praia de Curimãs. Ela fica a uns 30 km do centro da cidade, é ainda uma vila de pescadores, super simples, pequena, um litoral praticamente intocado e vazio.

Ou seja, mais um paraíso.

Você quer fazer a Rota das Emoções todinha que nem a gente? Clica no link abaixo e insira suas informações que nós entraremos em contato!

Rota das emoções: EU QUERO!

praia deserta no nordeste curimãs

Nosso “lanche da tarde” foi no Restaurante Brilho do Mar, recém inaugurado. O restaurante emprega mão-de-obra local, além de utilizar produtos da região, ajudando no desenvolvimento local.

Restaurante Brilho do Mar

Dizem que Curimãs será a “nova Jeri” futuramente… enquanto isso não acontece, você pode aproveitar a calma e tranquilidade desta praia na ‘cobertura’ do restaurante Brilho do Mar, comendo um camarão ao abacaxi ou um filé de peixe com crosta de castanhas…

Curimãs Ceará Rota das emoções
Achou bonito? Imagine pessoalmente!

Ah, e contemplando o pôr do sol, mais um magnífico que assistimos durante esse roteiro completo pela Rota das Emoções…

por do sol no Ceará

No início da noite fomos então para Camocim e eu me instalei no hotel… se é que se pode chamar de hotel, pois para mim é “o lugar em que eu queria morar no mundo” 🙂

O Hotel de Charme Casa de São José tem simplesmente um dos quartos mais lindos e charmosos que eu já fiquei na minha vida – e olha que foram muitos!

Ele é do mesmo grupo do Hotel Boutique Casa de Santo Antonio, onde eu jantei em Parnaíba.

O banheiro do quarto é um jardim, com um quintal a céu aberto! O hotel ainda conta com piscina e um lindo casarão do século passado, reformado e ricamente decorado.

hotel em Camocim Ceará rota das Emoções
Acredite: essa é a parte do chuveiro!

Parece incrível que a gente vá para Camocim e encontre uma hotelaria desta qualidade não é mesmo? Mas, acredite, os europeus já descobriram esta parte do Brasil e vão aos montes para lá!

O que você está esperando pra ir também??

Casa de São José Hotel de Charme:

Deixei meu hotel com pena de ter que sair, mas fomos jantar… rs.

Jantamos em um dos restaurantes mais conhecidos de Camocim, o Restaurante Ponto 10. O chef nos agraciou com diversos pratos, entre eles o camarão com abacaxi (Camarão Hawai), uma maravilha!

Restaurante Ponto 10 – informações úteis:

comida nordestina camarão ao abacaxi
Camarão ao abacaxi servido no abacaxi!

Rota das Emoções completa – 7º dia: Ida pra Jericoacoara

Tomei o café da manhã no meu super hotel de charme – com móveis que são um charme, talheres que são um charme, toalhas que são um charme… – e saímos para conhecer melhor Camocim.

A primeira parada foi em Barra dos Remédios, com suas dunas emoldurando um imenso lago de águas claras e esverdeadas, local perfeito para tirar algumas fotos.

Passeio completo pela rota das Emoções

Saímos de lá para outra lagoa, mas desta vez onde pudemos tomar banho. Chama-se Lagoa Encantada e logo logo descobrimos a razão do nome… Achamos mais um lugar em que queríamos ficar o dia inteiro!

Uma lagoa linda, de águas esverdeadas e clarinhas, emoldurada por dunas branquinhas… Sim, é uma Lagoa Encantada!

o que fazer na Rota das Emoções

E foi nessa lagoa que eu consegui fazer algo que eu queria muito, mas não consegui fazer nos Lençóis: correr duna abaixo e mergulhar na água!

E ainda ficamos um tempinho relaxando na água e nas redes…

nordeste Rota das Emoções

Delícia!!

Saímos muito a contragosto de dentro da água, mas por uma boa causa: almoçar!

Paramos na Barraca e Pizzaria Pôr do Sol, em frente à praia de Maceió (não é em Maceió não, hein gentes!, é em Camocim ainda… rs).

O restaurante não tem instagram nem site nem facebook… mas, te digo: vale a pena. Então, procure por ele lá na Praia de Maceió.

Comemos uns camarõeszões, lagosta, peixe… tudo absolutamente fresco, garantido pelo proprietário, Seu João, ele mesmo um ex-pescador, que é pescado quase direto pra mesa, nada congelado!

Barraca Pôr do Sol – informações úteis:

    • Endereço: Praia do Maceió, Camocim

praia de Maceió Camocim Ceará

Ah, e ainda tivemos uma super sobremesa em um bar pertinho dali, o Bistrô Kite Beach, onde comemos frutas, doces ma-ra-vi-lho-sos e drinks idem.

Frutas típicas do Ceará na rota das emoções

Então, como vocês podem ver, opções gastronômicas não faltam na praia do Maceió em Camocim.

Bistrô Kite Beach – informações úteis:

bar e restaurante na praia Camocim Ceará

Satisfeitos de camarão, peixes, lagosta, frutas e doces 🙂 , seguimos para pegar a balsa que atravessa o rio Coreaú e vai para a Ilha do Amor, em frente à cidade, mas que, na verdade, não é uma ilha.

Ali tem um Centro de Artesanato e Turismo de Camocim, para quem quer mais informações e quiser comprar alguma lembrancinha de lá.

onde comprar artesanato no Ceará

E a praia ali é totalmente tomada de barcos de pescadores. Aliás, vimos alguns deles chegarem com os peixes e comercializarem ali mesmo.

pescadores do nordeste ceará Rota das Emoções

pescadores do Ceará Rota das emoções

As balsas são pequenas, cabem apenas dois carros e os passageiros meio apertados num cantinho. Mas, lá fomos nós!

rota das emoções de carro

Uma vez em terra, seguimos off-road pela areia da praia até chegar a Mangue Seco, no município de Guriú.

Como o nome diz, é um pedaço de mangue que está… seco!

Rota das Emoções pontos turísticos

As enormes árvores, secas em sua maioria, formam um espetáculo digno de obra de arte.

E algumas intervenções dos moradores fizeram o local ficar ainda mais interessante, com balanços, redes, plataformas para sentar, escadas… É um cenário estranho, mas ao mesmo tempo super fotografável (ou seria instagramável?).

atrações da Rota das Emoções

Seguindo caminho, enfim, atravessamos mais uma balsa (nesta só cabia UM carro) e continuamos rodando sobre a areia até chegar a Jeri.

É claro que existe outro caminho que não este por balsas e ‘off road’. Tem uma estrada que leva de Camocim a Jericoacoara, mas fizemos este para justamente passar por todos os caminhos, paisagens, praias, dunas que passamos…

Como chegar a Jeri de carro

E fiiiiiinalmenteeeee chegamos à 3ª GRANDE atração da Rota das emoções: a Vila de Jericoacoara.

Para não confundir: Jijoca de Jericoacoara é o nome da cidade, cujo centro fica a cerca de 20km da Vila de Jericoacoara, onde tem as atrações conhecidas de Jericoacoara.

De Camocim para Jericoacoara

como ir para jericoacoara
Placa na entrada de Jericoacoara, a “Cidade do Abraço”

Pra entrar na Vila de Jericoacoara a gente tem que pagar uma taxa de R$ 5,00 por pessoa, a título de compensação ambiental, com o dinheiro sendo revertido para o meio ambiente da cidade.

Como já era final da tarde, fomos direto à famosa Duna do Pôr do Sol, onde todos os dias as pessoas vão ’em procissão’ apreciar o pôr do sol lá de cima.

Quando chegamos ela já estava cheia, mas dá pra separar um cantinho e curtir o momento. De fato, é um espetáculo! Mesmo depois de o sol sumir no horizonte, o céu ainda nos ofereceu um espetáculo de cores.

Leia também => Dicas de Jericoacoara: taxa de turismo e aeroporto

Pôr do sol Jericoacoara Rota das Emoções

Mas o espetáculo no céu continuou mesmo depois de o sol se pôr e de descermos da duna. O céu ficou com um colorido incrível, que eu já não via há muito muito tempo…

pôr do sol em Jeri

No início da noite, então, fui para minha pousada descansar e tomar um banho pra sair de novo!

Eu fiquei na La Villa Jericoacoara, uma pousada super chique, parte de um empreendimento junto com mais outras 4 pousadas, cada uma mais bonita que a outra.

Ela fica um pouco mais afastada do centro da cidade – uns 8 a 10 minutos de caminhada, o suficiente para que ela esteja em um lugar SUPER tranquilo, longe da agitação, mas perto de tudo.

Então, se você quer ficar numa hospedagem que te remeta a uma Jeri mais de antigamente, com menos gente, mais calma, com silêncio, praia deserta, céu super mega estrelado, é esta a sua poisada!!

Pousada La Villa – Informações úteis:

    • Endereço:  Rua Nova Jeri, 17, Jericoacoara,  CE
    • Reservas e mais informações: La Villa Jericoacoara (9.1 no Booking!)
onde dormir em Jericoacoara
Já imaginou tomar café da manhã com esta vibe? Na Pousada La Villa Jericoacoara é assim!!!

Pra finalizar o dia em grande estilo, fomos jantar no restaurante da Dona Amélia, famoso restaurante de Jeri que toca um forró de primeira qualidade. E ele fica em que rua? Na Rua do Forró!

A comida é deliciosa… comemos mais uma vez o delicioso Peixe à Delícia e o Camarão no Abacaxi. Aliás… ouvi dizer por ali, só ouvi dizer, que este prato camarão no abacaxi foi inventado ali mesmo, no Dona amélia! Alguém me confirma a história?

Restaurante Dona Amélia – informações úteis:

camarão no abacaxi da dona Amélia Jericoacoara

Voltei à pousada pra minha primeira noite em Jeri… Uma novidade, pois foi a primeira nesta viagem que ficaremos duas noites no mesmo lugar.

Mas Jericoacoara merece!

Viagem pela Rota das Emoções – 8º dia: Buraco Azul

Hoje foi o dia de conhecer alguns pontos turísticos de Jericoacoara e região por perto.

Nós fomos à Pedra Furada, à Árvore da Preguiça, ao Buraco Azul e à Lagoa do Paraíso.

Para rodar tudo isso, fomos em buggues, com a Cooperativa de Bugueiros de Jericoacoara. Aliás, eu sugiro a vocês NÃO fazer passeios com qualquer pessoa, mas escolher bem, alguém que seja totalmente legalizado. A Cooperativa pode ajudar nisso.

Passeio em Jericoacoara e região:

Nossa primeira parada foi a Pedra Furada, Jericoacoara. Para chegar lá, o carro só vai até uma determinada distância. Tem que andar por 1.100 m pela praia e/ou por cima de pedras, dependendo da maré.

É uma trilha fácil, mas não deixa de ser cansativo, especialmente ao final, quando a gente tem que subir uma parte com areia para chegar ao carro.

Quem tiver dificuldade de locomoção ou com crianças, é bom estar avisado que talvez não seja muito legal.

Caminho para Pedra Furada
Pedaço do caminho para a Pedra Furada em Jericoacoara

Chegando lá, tinha FILA pra tirar foto na Pedra.

FILA.

Mas, claro, eu fiquei na fila! Sei lá, né?, não sei quando vou voltar, ainda mais depois de ter andado aquilo tudo. Conseguimos boas fotos, valeu a pena.

Ah e ainda tive um companheiro pra posar comigo!

Pedra Furada na Rota das Emoções
Alguém achou meu companheiro de foto?

Depois de lá, passamos pela Árvore da Preguiça. Mas só passamos mesmo, sabem por quê? Por que tinha uma imensa… FILA!

Lembram da Árvore Penteada, lá do Piauí? É o mesmo esquema, só que essa é BEM maior. Seria interessante tirar umas fotinhas lá com ela, mas não tivemos coragem de encarar essa.

Só paramos o carro perto pra tirar uma foto de dentro do buggy mesmo, e seguimos viagem.

roteiro na rota da emoções

Próxima parada, então, foi no Buraco Azul, que já não é em Jijoca, mas no povoado de Caiçara, em Cruz.

Só a título de curiosidade, existe ainda outro Buraco Azul, mas que fica em Castelhano, ali perto. Nós fomos no de Caiçara.

O buraco se formou com a retirada de terra (era uma pedreira desativada) para a construção da estrada CE 182. O buraco encheu de água da chuva e naturalmente ficou desta cor, devido aos minerais presentes ali.

E, sim, ela é propícia a banho, já foram feitos testes.

Incrível, não é??

Buraco Azul Rota das Emoções

Agora, rumo à Lagoa do Paraíso! Essa é mais uma lagoa que sofreu há uns anos por conta da seca, mas nas últimas fortes chuvas ela reviveu.

Fomos em dois lugares na Lagoa do Paraíso.

Primeiro, fomos conhecer o The Alchymist Beach Club, um verdadeiro clube de praia à beira da lagoa.

Lá tem restaurantes, bares, mesas, sombreiros, espreguiçadeiras, camas confortáveis em decks de madeira, sofás, cabanas… tudo muito bem decorado e repleto de esculturas e outros objetos.

The Alchymist Beach Club

The Alchymist Beach Club Lagoa do Paraíso

Comemos uns petiscos e fomos ao nosso próximo destino: a Pousada e Restaurante Paraíso Natural.

Lá, nós almoçamos, descansamos, tomamos banho na lagoa, deitamos na rede e… não queríamos mais sair 🙂 😀

O nome faz jus ao lugar e eu realmente frequentaria bastante com a minha família se morasse ali perto. Quando fomos estava vazia, mas aos finais de semana aquilo lota de famílias que vão almoçar e passar o dia “no paraíso”.

lagoa do paraíso na rota das emoções

De volta à Vila de Jericoacoara, fomos conhecer as instalações dos hotéis do Grupo Essenza. São diversos hotéis e, com certeza, alguns deles são os mais luxuosos de Jericoacoara. Se você quiser ficar em um hotel BOM, no centro da Vila, aconselho o Essenza.

Depois eu escrevo um pouco mais sobre eles, mas só pra você ter uma ideia, alguns hotéis do grupo tem uma piscina em cada quarto, na varanda…

onde ficar em jericoacoara na rota das Emoções

Pra encerrar nosso dia – nosso último dia, porque amanhã é hora de pegar o voo de volta… – nós fomos mais uma vez agraciados com um espetáculo de pôr do sol.

Desta vez não fomos pra Duna do Pôr do Sol, mas para o Sunset Lounge Bar do Clubventos, um restaurante à beira da praia com música ao vivo e locais para relaxar.

Ficamos vendo o pôr do sol escutando forró, tomando uns drinks e comendo quitutes. Nada mal.

Especialmente para mim, que tive um colchãozinho só pra mim…

ClubVentos:

Pôr do sol na Rota das Emoções

Para jantar, fomos no Restaurante Siará – forma como era escrito anteriormente a palavra Ceará – do Blue Residence Hotel, hotel da mesma rede do o Grupo Essenza, como dito antes.

É um restaurante pra quem gosta de alta gastronomia, com pratos assinados pelo Chef Bruno Schmatz. Ele nos serviu desde a entrada – ostras em três versões diferentes, das quais eu AMEI a gratinada – até a sobremesa (um mousse de chocolate), passando pelo prato principal, uma carne super macia com crosta de amêndoas. Divino, recomendo.

Restaurante Siará:

onde comer em Jericoacoara

Roteiro da Rora das Emoções – 9º dia: Trairi… e fim!

Chegou a hora dolorosa, a de ir embora…

como ir a Jeri de carro na rota das Emoções
Tchau, Jeri, espero que seja breve…

Mas, antes, ainda deu tempo de conhecer mais um município, no caminho entre Jericoacoara e Fortaleza, onde eu pegaria o avião para o Rio.

Ida de Jericoacoara para Trairi e Fortaleza:

Nós paramos em Trairi, Ceará, onde existem várias praias famosas, como a Praia de Flecheiras, Praia de Mandaú e Praia de Guajirú.

Almoçamos no Restaurante Maré Alta, na praia de Flecheiras, onde comemos peixe super fresco, camarões enormes, lagostas e uma moqueca de arraia.

Restaurante Maré Alta

Praias de Trairi Ceará

Fizemos um rápido passeio de buggy, só pra ter um gostinho. Passamos por algumas praias e subimos o alto de uma duna, de onde tivemos uma bela visão da região.

felcheiras Rota das Emoções

Passeio em Flecheiras:

Eu saí de lá com esse sentimento:

qual q melhor praia do Ceará

Aliás, eu saí com o sentimento de EU AMO A ROTA DAS EMOÇÕES todinha!!

Amei todos os lugares, não só os Lençóis Maranhenses, o Delta do Parnaíba e Jericoacoara, mas todas as cidadezinhas, vilas, praias, dunas, passeios…

E, sim, quero voltar muitas vezes, porque ainda ficou muita coisa pra ver!

Essa viagem foi patrocinada pelo SEBRAE, sob seus escritórios regionais: Sebrae-MA, Sebrae-PI e Sebrae-CE.

Estiveram conosco os blogs:

Se você gostou dessa SUPER viagem que eu fiz, e quer fazer igual, não se preocupe: eu vou colocar muito mais, mas MUITO mais dicas da rota das Emoções pra você!!

Boa viagem!!

Você quer fazer a Rota das Emoções todinha que nem a gente? Clica no link abaixo e insira suas informações que nós entraremos em contato!

Rota das emoções: EU QUERO!

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

 

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelchios de internet
Seguro viagem
ingressos e passeiospassagens aéreas mais baratas

11 COMENTÁRIOS

  1. Eita maravilhosa, mas faltou Santo Amaro, onde ficam os Grandes Lençóis Maranhenses. Maiores e melhores lagoas. Da próxima, não perca. Ficará deslumbrado.

  2. Muito boa a matéria, mas deixaste de conhecer os Grandes Lençóis/Santo Amaro bem pertinho de Barreirinhas. Lá as lagoas são praticamente dentro da Vila (dá pra ir a pé) são bem maiores e transparentes e em grande quantidade. Paraíso único e pouco explorado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here