Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

Você tem uma conexão em Amsterdam, algo de pelo menos umas 5 ou 6 horas?

Então saiba que dá para aproveitar esse tempo para sair do aeroporto e dar uma passeada pela cidade, mesmo que rapidamente, pois Amsterdam não é muito grande e é toda plana, o que é um convite a boas caminhadas.

Eu mesma já fiz isso, pois quando vou para a Europa com a KLM o voo é sempre via aeroporto de Amsterdam, então, eu escolho propositadamente – quando dá – uma conexão de várias horas só para dar uma voltinha na cidade.

É preciso saber que para fazer isso você tem que estar sempre de olho no relógio e já sair de casa com um planejamento do que fazer, justamente para não perder tempo.

=> Economia: Seguro Viagem Para Holanda (com desconto)

IMG 4150 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

Conexão em Amsterdam

– você precisa saber que sua imigração na Europa será feita em Amsterdam, então, tem que contar o tempo de sair do avião e passar pela polícia, o que deve levar uns 40 minutos;

– provavelmente estará com alguma bagagem de mão, certo?! Bom, logo que você desembarcar, já depois da alfândega, há uns lockers. Guarde o que não vai precisar lá e leve com você apenas documentos, máquina e o que for necessário para as próximas horas;

– o aeroporto de Amsterdam é muito bem servido de transporte. A minha sugestão é que você vá de trem, pois a viagem leva apenas 20 minutos e te deixa bem no centro da cidade. Para maiores detalhes, leia o post “como ir do aeroporto até o centro de Amsterdam“.

IMG 3657 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

– assim que chegar na estação de trem central, logo em frente tem um escritório de informações turísticas, caso queira pegar mapa e/ou outros folhetos. É lá também que você pode comprar o passe de transporte, caso queira ir para algum lugar mais afastado. Se for ficar só ali no centro mesmo, nem precisa;

IMG 3690 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

– na hora de voltar para o aeroporto, lembre-se de que você precisa estar lá com pelo menos – por segurança – uma hora e meia de antecedência; então, contando com o tempo de trem e deslocamentos, planeje o seu retorno para o aeroporto para pelo menos 2 horas e meia antes da partida do seu avião;

– caso vá se afastar da região mais central para visitar algo, como por exemplo, algum dos museus da Museumplein, faça isso primeiro e deixe as visitas próximas da estação para o fim, assim, não precisará voltar correndo do outro lado da cidade para ir embora.

Roteiro de 6 horas em Amsterdam

Abaixo vou colocar um que já fiz por lá e até publiquei um resumo dele no post “uma tarde em Amsterdam“, mas fiquei devendo o passo-a-passo. Mas é claro que podem existir muitas variações e vou indicar algumas, principalmente se é sua primeira vez na cidade.

Depois que fizemos a imigração e guardamos a mala, pegamos o trem para o centro. Assim que desembarcamos fomos direto ao centro de informações turísticas e compramos a passagem para o tram (bonde) com a duração de 1 hora, pois a minha ideia era ir até o Vondelpark e voltar tudo a pé, então, não precisaria do passe de 1 dia.

Leia também: O que fazer em Amsterdam

IMG 3805 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

Ali mesmo você já verá o ponto final de vários bondes. Pegamos o nº 1, que em cerca de 15 minutos nos deixou bem ao lado do parque. Ele cruza toda a região central, o que acaba já sendo um passeio.

O Vondelpark é o principal da cidade e uma graça. Em qualquer época do ano vale a pena ir até lá, mas se for primavera ou outono, melhor ainda. Depois de passear por ele – e não imagine que vá rodar por ele todo -, começamos o nosso trajeto em sentido ao centro, sempre fazendo os devidos desvios para visitar uma coisa aqui e ali.

amsterdam no inverno - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

Se é a sua primeira vez na cidade, saiba que dali você está bem perto da Museumplein, a praça dos museus, onde fica, por exemplo, o Museu Van Gogh e o Rijksmuseum. Com uma caminhada de cerca de 15 minutos você estará lá.

Escolha um deles para visitar e, para não perder tempo, compre o ingresso online para evitar filas e controle o seu tempo. Eu não fui até lá porque já tínhamos visitado, mas se faz o seu estilo, acho que é uma boa opção.

A caminhada de volta para o centro é linda, pois você passará por várias áreas residenciais com construções típicas, por muitos canais e praças, como a Leidseplein, onde ficam aquelas famosas esculturas de lagartos, além de todo um burburinho de bares, lojinhas, coffeeshops.

IMG 3926 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

Continuei seguindo pela Leidsestraat, vendo as lojinhas e… desviando dos trams, que passam toda a hora e você tem que sair da frente mesmo 🙂

Fui andando direto, passando por vários canais, tirando muitas fotos, até chegar na Singel, onde fiz um desvio para a esquerda até Spui, para visitar um lugar inédito para mim e que se tornou o meu lugar favorito na cidade: o Begijnhof ou Jardim das Beguinas, um oásis em plena Amsterdam.

A entrada fica na Praça Spui, em uma portinha que mais parece a entrada de um edifício. Você fica até na dúvida se está de fato no lugar certo, mas sim, está, pode entrar sem problema e se surpreenda. 

IMG 4145 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

IMG 4046 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

IMG 4082 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

IMG 4062 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

Depois seguimos pela beira do canal, pela Singel, passamos pelo Dam, ainda que não seja minha parte favorita, mas é inegável que seja o coração da cidade. Não se preocupe com todos esses nomes, pois todo o trajeto está marcado no mapa logo abaixo.

Por fim, fomos dar uma voltinha pelo famoso Red District Light, que funciona normalmente mesmo durante o dia. Lá não é permitido fotografar, mas é um passeio curioso e que não te toma muito tempo.

Dali eu já poderia ter ido embora, mas fomos até a OBA (biblioteca pública da cidade) para encontrar o Daniel Duclos, autor do excelente blog Ducs Amsterdam. Ela fica bem pertinho da estação e lá no último andar tem uma cafeteria e uma linda vista da cidade.

IMG 4202 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

IMG 4191 - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas

Por volta das 18 horas fui para a estação e comecei meu trajeto de volta ao aeroporto. Em resumo, cheguei em Amsterdam às 12:20h e consegui fazer tudo isso em menos de 6 horas tranquilamente.

conexão em amsterdam o que fazer - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas
O exato roteiro que fiz em minha conexão em Amsterdam. Clique na imagem para ampliar.

Variações no roteiro em Amsterdam

Se visitar um dos museus ou a Casa de Anne Frank está nos seus planos durante uma longa conexão em Amsterdam, aconselho a ser a primeira visita do dia, mesmo que para isso você tenha que retirar o Voldelpark, bem como a OBA, do seu roteiro.

No caso dos museus da Museumplein, pegue os trams nº 2 ou 5 na estação central para ir até lá. Já para a Casa de Anne Frank pegue o tram 13 ou 17 e desça no ponto Westermarkt. Independente de qual lugar escolha ir, reserve a entrada antes e depois siga para a Leidseplein, caso queira seguir o mesmo roteiro que fiz.

Mas lembre-se que de isto é apenas uma indicação dos pontos principais, mas entre um e outro há muitos lugares bonitos, então, não tenha medo de pequenos desvios na rota e descubra a sua Amsterdam.

Outro passeio para quem tiver mais tempo é visitar o Museu Casa de Rembrandt em Amsterdam, que é bem legal.

roteiro em amsterdam - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas
Opção de roteiro começando pela Museumplein e sem OBA. Clique na imagem para ampliar.
o que fazer em amsterdam - Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas
Opção de roteiro começando pela Casa de Anne Frank e sem OBA. Clique na imagem para ampliar.

Compre seu seguro viagem com até 10% de desconto aqui!

E na hora de começar a organizar a sua viagem, não deixe de ler todas as nossas outras dicas de Amsterdam e da Holanda e nem de verificar os ingressos e passeios que poderá comprar com desconto antes de embarcar para lá.

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitor do blog tem até 10% de desconto. Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

19 comentários em “Conexão em Amsterdam: roteiro de 6 horas”

  1. Boa tarde Ana!!! Eu minha filha e esposa temos passaporte Portugues, vamos estar em Barcelona e vamos para destino final a Coreia do sul, temos uma conexão em Amsterdam de 5 horas, vou precisar passar pela imigração novamente em Amsterdam sendo cidadão europeu? posso sair de trem e dar uma volta pequena próxima a estação? dá tempo? na volta preciso passar pelo controle de imigração ou somente no controle de passaporte? para ser mais rápido seria melhor usar os lockers? muito obrigado!!!

    Responder
    • Não há imigração para voos dentro da Europa. Já passear, vai depender de quanto tempo de conexão terá. No embarque para a Coreia terá controle de passaporte, pois estará saindo da Europa. Boa viagem!

      Responder
  2. Olá Ana Catarina!
    Muito legal seu relato… faremos uma escala em Amsterdam com 5h. Você acredita que é possível ir até a estação de trem, dar uma voltinha na cidade e voltar com tranquilidade ou seria muito arriscado?

    Responder

Deixe um comentário