Roteiro por Maceió e arredores – viagem inesquecível!

Este é o segundo post sobre a viagem que fizemos em janeiro desse ano. Como eu já disse no post anterior, ela foi linda e inesquecível!

Fomos conhecer Maceió, e toda a beleza de suas praias de águas cor de esmeralda cercadas por enormes extensões de coqueiros, muitas vezes a perder de vista.

Como viajamos em altíssima temporada, porque era o período de nossas férias, não conseguimos bons preços de passagens direto para o nosso destino, então resolvemos comprar para Aracaju, em Sergipe, e alugar um carro para ir até Maceió. Ficou bem mais barato na ocasião. Mas essa história já contei no post anterior… e também contei sobre o início da viagem, quando passamos por Piaçabuçu e Penedo, e fizemos o passeio de barco pela foz do São Francisco.

nordeste brasileiro

Saindo de Penedo, dirigimos até Maceió. Pela rota mais curta, são aproximadamente 150 km. Fomos parando pelo caminho para tirar fotos, comer, enfim… não tínhamos pressa, então fomos no ritmo que queríamos. As estradas são boas e a viagem foi tranquila… tirando uma única situação, que na verdade aconteceu por causa de uma indicação errada do GPS do carro que alugamos.

Na verdade, o GPS nos deu a indicação de um caminho mais curto, só que esse caminho começava numa estrada asfaltada e continuava por uma estrada de barro… nem era uma estrada de barro ruim, a pista era até boa… então continuamos por ali para ver no que ia dar. Mas começaram a aparecer canaviais e mais canaviais… e só canaviais! Não víamos mais nada pela frente, era plantação de cana a perder de vista… e a estradinha de barro no meio, só ela para cortar toda aquela extensão de plantação que estávamos atravessando… olha, sem brincadeira: levamos cerca de uns 40 minutos para sair dali, só vendo canavial para todo lado! E, claro, às vezes aparecia um trabalhador rural aqui ou ali cortando cana, ou um ou outro ônibus branco que faz os transporte desses trabalhadores ali dentro da plantação… no mais, só canavial mesmo!

Já estávamos apreensivos com a situação, quando finalmente o GPS nos indicou um caminho e conseguimos pegar a estrada principal novamente. Na verdade, o que aconteceu foi que cortamos caminho por dentro da plantação… mas quando saímos de dentro dela, o caro era barro puro!!!

Paramos, então, num posto de combustível para abastecer e tomar um suco… e quando a frentista viu o estado do carro e viu que éramos turistas, perguntou se tínhamos vindo pela estrada de terra. E quando dissemos que sim, ela se assustou… e disse que o lugar é perigosíssimo! Aconselhou-nos a não passar novamente por lá na volta… eu nem queria mesmo!

Conversando com essa moça, ficamos sabendo que Maceió é a cidade mais violenta do Brasil. Ah??? Como assim??? Mais que o Rio de Janeiro e São Paulo??? Meu queixo caiu!

Acho que recebemos proteção divina quando passamos por aquele canavial, então… rsrs

E não confiamos mais tanto assim naquele GPS, que já tinha dado alguns outros probleminhas lá em Piaçabuçu e Penedo. Começamos a consultar também o Google Maps, e aí tudo deu certo.

É muito comum ver caminhões fazendo o transporte da cana pelas estradas de Alagoas e Sergipe. E eles deixam um rastro de cana caído pelo chão. Então, quanto maior a atenção nas estradas, melhor.

dicas de maceió

Chegando a Maceió, ficamos hospedados na Pousada das Araras. Mas vou escrever um post separado falando sobre ela.

Gostamos de Maceió, mas achamos os seus arredores muito mais encantadores. Como não havíamos viajado para lá ainda, ficamos hospedados em Cruz das Almas, bairro próximo ao centro, e de lá saíamos de carro para fazer nossos passeios. Mas quando eu voltar (e quero voltar logo!), ficarei hospedada em Maragogi. Maragogi fica mais ao norte do estado e mais próxima à divisa com Pernambuco. Ficando lá, seria mais fácil de visitar também Recife e Porto de Galinhas, o que não fizemos porque não houve tempo – tínhamos apenas uma semana disponível para estar longe do trabalho – e ir e voltar todo dia para Maceió era muito cansativo. Bem… vou fazer assim quando eu voltar para aquelas bandas!

Fizemos alguns passeios por lá que foram sensacionais!

Vou descrever rapidamente cada um deles, ok?!

Praia do Gunga e Falésias de Roteiro

Situada ao sul de Maceió, mas já fora da cidade, a Praia do Gunga é de uma beleza ímpar. Cercada por uma extensa faixa de plantação de coqueiros, a água tem uma cor tão sensacional que parece pintura feita à mão, com tintas especiais. Num de seus lados, encontra-se com a Lagoa do Roteiro; o outro fica em mar aberto.

Logo que se chega ao acesso à praia, há o Mirante do Gunga, onde você pode subir para ver, de cima, toda a extensão de coqueiros que termina na praia.

passeios em alagoas

E quando descemos do mirante e nos dirigimos à praia, a vista é simplesmente sensacional!

alagoas dicas

Atenção, caro leitor: a Praia do Gunga é um dos points da região. Então, não espere encontrar paz e sossego por lá. Pelo contrário: há inúmeros restaurantes e quiosques, crianças brincando e correndo por toda parte, música alta e cheiro de comida, cadeiras coloridas por toda a extensão da praia. Como eu disse, é um dos pontos principais dos arredores de Maceió. Ainda assim, mesmo que você esteja procurando sossego, vale a pena a visita, porque o lugar é incrível!

praia do gunga

Há também pessoas oferecendo passeios até as piscinas naturais ou até as falésias de Roteiro, e até mesmo oferecendo um voo numa espécie de ultraleve para sobrevoar toda a praia… queria muito ter feito este último, mas não deu tempo. Mais um motivo para voltar!

Fizemos os outros dois: o passeio de barco às piscinas naturais e o de buggy até as falésias de Roteiro.

No passeio de barco, pagamos 40 reais por pessoa, mas achamos que não  valeu muito a pena. O percurso é muito curto e, depois de ver Maragogi, o que fizemos ali acabou perdendo a graça. Mas fizemos algumas boas fotos lá:

Roteiro por Maceió

o que fazer em alagoas

Na volta, paramos num enorme banco de areia onde almoçamos. Há um barco-restaurante, que serve comidas e bebidas. A lagosta estava uma delícia!

comida típica de alagoas

Depois desse, fizemos o passeio de buggy até as falésias – este sim, bem mais interessante. Pagamos 50 reais por pessoa e embarcamos num buggy que nos levou por dentro do coqueiral…

falésias

Até que, de repente, o coqueiral ficou para trás e o buggy entrou na praia… aí já deu para ver, ao longe, as falésias. A distância, a vista é linda… mas quando chegamos perto, simplesmente não há palavras para descrever! As colorações das camadas de sedimentos que compõem os paredões do local são deslumbrantes… e também parecem pintadas à mão!

arredores de maceió

Na foto abaixo é possível ter ideia da altura e dimensão das falésias…

o que visitar em alagoas

A parte das falésias de Roteiro que visitamos fica cercada por um pequeno rio de águas mornas… então, de quebra, além do delicioso banho de mar, ainda tomamos também banho de rio! Uma delícia!

maceió e arredores

Praia do Carro Quebrado

O que a praia do Gunga tem de movimentada, a praia do Carro Quebrado tem de sossegada. Situada a 37 km de Maceió, fica em Barra de Santo Antônio.

A praia não oferece nenhuma espécie de infraestrutura turística: não há bares, restaurantes, quiosques, nem mesmo vendedores ambulantes. Ela é realmente DE-SER-TA. Então, se você estiver disposto a conhecê-la, é bom levar algo para comer, para se proteger do sol e para beber, porque lá você não conseguirá comprar nada.

Mas… por que será que a praia recebeu esse nome? Será que a foto abaixo explica???

o que ver em alagoas

Logo na entrada de Barra de Santo Antônio, há guias locais que oferecem o passeio de Buggy até a praia. Nós preferimos ir com eles, porque queríamos ir pela areia. Pagamos R$60,00 por pessoa. Mas é perfeitamente possível chegar de carro até lá, só que você terá que pegar um caminho por fora da praia, então não verá as falésias tão de pertinho como nós vimos, a não ser que caminhe bastante. Que falésias??? A praia é cercada por uma enorme extensão de paredão de falésias coloridas… de um lado o mar, do outro as falésias, e no meio só a faixa de areia, a perder de vista…

dicas maceió

E quando chegamos à praia, essa foi a vista que tivemos:

praias do nordeste

maceió dicas

Fomos em horário de maré baixa, e a água estava bem rasa… foi muito divertido!

maceió dicas

Praia do Francês

Este é outro point dos arredores de Maceió. Local ideal para sentar e tomar uma bebida, comer, bater papo, praticar stand up paddle, jet-ski, ouvir música… e também para comprar souvenirs de todos os tipos.

Situada a 33 km de Maceió, no município de Marechal Deodoro, a Praia do Francês está sempre lotada. O canto esquerdo, repleto de recifes que formam piscinas naturais, é o point de famílias com crianças e da turma do burburinho. Ali você encontra grandes e animadas barracas especializadas em frutos do mar. Hummmmm!!!

O lado direito, de mar mais agitado, é o local preferido dos surfistas. Área de sossego e tranquilidade, pois fica longe do agito do restante da praia.

A região da Praia do Francês dispõe de boa infraestrutura de pousadas, restaurantes e lojinhas. Então, você pode se hospedar por ali em vez de ficar em Maceió, se preferir.

férias de verão

praia do francês

Lagoa do Mundaú e Nove Ilhas

Esse passeio não estava nos nossos planos quando saímos do Rio de Janeiro. Mas, ao chegar lá, na pousada onde ficamos, tomamos conhecimento do passeio e resolvemos fazê-lo. E olha, caro leitor… achamos incrível!

Tirando a parada no meio do percurso, em uma espécie de ilha-clube com piscina e quiosques, para comer e observar micos (achamos que foi perda de tempo, mas quando você compra o pacote, acaba tendo que parar lá, porque todos os saveiros param), o passeio é sensacional.

A Lagoa do Mundaú é um dos maiores ecossistemas de Alagoas, e se destaca também por seus importantíssimos aspectos históricos, culturais e econômicos.

lagoa do mandaú

O passeio, como eu já disse, é feito a bordo de saveiros e dura aproximadamente quatro horas. Pagamos R$35,00 por ele. No cenário, você poderá observar as nove ilhas que compõem a paisagem da região, onde vivem pescadores e rendeiras, observar a vegetação de restinga e os manguezais, cheinhos de diversos crustáceos, e também se banhar em praias desertas e isoladas.

dicas de viagem brasil

As embarcações saem do bairro do Pontal da Barra, onde vivem as mais famosas rendeiras da região – aliás, um capítulo à parte! Há no Pontal uma rua só com lojinhas que expõem e vendem os trabalhos das rendeiras… caro leitor: é de enlouquecer! Trabalhos lindíssimos e com preços excelentes! Não deixe de conhecer a rua das rendeiras do Pontal!

O passeio à Lagoa do Mundaú termina com um espetacular pôr do sol, ao som de lindas músicas. No nosso saveiro, tocaram o Pai-Nosso. Eu amei!

roteiro alagoas

Praias urbanas de Maceió

As praias urbanas de Maceió são Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca, Cruz das Almas (onde ficamos hospedados). Todas muito lindas, com águas que vão do verde-esmeralda ao azul intenso. Parece até pintura aquela coloração!

maceió roteiro

Todas são muito badaladas, como toda praia urbana, com quiosques em toda a extensão da orla.

Mas nem sempre estão todas próprias para o banho. Então, é bom se informar antes de entrar na água.

Aí você vai me perguntar, caro leitor: “mas e Maragogi???”

Maragogi é um show à parte, e será o assunto do meu próximo post, porque esse aqui já está grande demais!

maragogi

Não deixe de ler todas as nossas dicas de Maceió e arredores!

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotel Seguro viagem chios de internetingressos e passeios guias de viagempassagens aéreas mais baratas Guia de viagem turista profissional

7 COMENTÁRIOS

  1. Maravilha, minha querida Evelyn.
    Fiz esse passeio por duas vezes e voltaria quantas fossem possíveis.
    Fico aguardando o post sobre Maragogi e seus peixinhos coloridos.

  2. Parabéns Evelyn!!! Você foi perfeita na descrição de seu passeio. Que bacana!
    Está sendo muito útil pra mim que, em breve, irei à Maceio também.

  3. Achei o post muito bom, super organizado. Estou indo a Maceió no final do mês e com certeza seu relato será útil. 🙂

  4. Evelyn ótimo post, obrigado por ele, estou montando um roteiro rápido de 3 dias em maceió e seu post me ajudou muito

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here