Roteiro: o que visitar no Monte Saint-Michel

Atualizado em 19/05/2019

O que visitar no Monte Saint-Michel?

Bom, ele por si só já vale a visita. Definitivamente foi uma dos lugares mais fantásticos que já conheci e como já disse em outro post, acho que todos deveriam ir até lá conferir de perto.

A visita já começa antes mesmo de chegar em Saint-Michel propriamente dito.

A estradinha estreita que leva até lá, passando por pequeníssimos vilarejos com casinhas de pedra, típicas da Normandia, já vão nos deslumbrando e nos preparando para a aguardada visão: o Monte, lá ao longe, imponente e solitário.

=> Importante: Seguro Viagem Europa Obrigatório (com desconto)

Roteiro Monte Saint-Michel

o que visitar no Monte Saint-Michel

O dia em que fomos começou chovendo e o que poderia ter estragado o nosso passeio, acabou por ser um presente, dado à quantidade de arco-íris que foram se formando pelo caminho, emoldurando a paisagem.

Leia também:

Caminho para Saint-Michel

O que visitar no Monte Saint-Michel: roteiro

Uma vez diante das muralhas que cercam Saint-Michel, é preciso cruzar três portas: a Porta de Avancée, a Porta do Boulevard e a Porta do Roy.

Você deverá seguir pelas estreitas ruas de pedra – cheias de lojas de souvenires, restaurantes e hotéis – de uma pequena cidadela medieval que está na base da Abadia, que é a principal atração turística do Monte e, como não cometeram a heresia de instalar elevadores, é preciso subir centenas de degraus morro acima até chegar a ela, como fizeram todos os visitantes e monges ao longo dos seus mais de 1000 anos de existência.

entrada de Saint Michel

Uma grandiosa escadaria, chamada de “Grande Degrau”, leva ao interior da construção.

Para passear pela cidadela e caminhar pelas muralhas e mirantes não se paga nada, mas para conhecer o interior da abadia paga-se 10 euros.

Uma vez com o ingresso na mão, é preciso enfrentar outra escadaria, que desta vez leva até a sala dos guardas, onde podemos ver maquetes com as diferentes fases de construção da abadia, e ao terraço de Saut-Gautier, de onde temos uma linda vista da baía que cerca Saint-Michel.

Roteiro o que visitar no Monte Saint-Michel

É deste ponto que acessamos ao interior da construção, iniciando pela nave central de sua igreja datada do século XI.

Em seguida você logo irá encontrar o famoso claustro da Abadia de Saint-Michel, com suas colunas e arcos góticos, depois poderá simplesmente mergulhar pelo interior da enorme construção e uma hora ou outra acabará por passar pela Sala dos Cavaleiros (onde os monges estudavam), a Sala dos Hóspedes (destinada a receber reis e nobres), a Cripta de Notre-Dame-des-Trente-Cierges, o refeitório dos monges (onde se alimentavam ao som da leitura das Escrituras), diversos salões, arcadas, câmaras escuras… ou seja, uma verdadeira viagem pela Europa Medieval.

Claustro Saint-Michel

Interior da Abadia de Saint Michel

Se quiser ter a experiência de perambular pela Abadia praticamente sozinho, tente atravessar os portões de Saint-Michel o mais cedo possível, antes que os ônibus de excursões cheguem, o que costuma ser por volta das 10 horas da manhã.

>>> Pesquise opções de hospedagem no Monte Saint-Michel aqui! <<<

Abadia do Monte Saint-Michel

A Abadia de Saint-Michel é possivelmente uma das construções mais fotografadas e fotogênicas do mundo e se, além de turismo, você quiser ter uma vivência com os monges que ali habitam, saiba que é possível fazer um retiro de alguns dias com eles, contanto que marque com alguma antecedência. (http://www.abbayedumontsaintmichel.cef.fr/hotellerie).

Saindo da abadia, ao invés de voltar pelo mesmo caminho, é possível circundar a construção, se “perder” por pequenas vielas e ser brindado com outros lindos ângulos de visão.

o que visitar em Saint Michel

o que ver em Saint-Michel

No interior das muralhas, existem ainda alguns museus que podem ser visitados, como a Casa de Tiphaine, construída em 1365 pelo chefe do exército francês para sua esposa Tiphaine; o Arqueoscópio, uma apresentação multimídia que conta a história (e lendas) do Monte Saint-Michel; o Museu do Mar e da Ecologia e o Museu Histórico. Existem passes que reúnem em um só valor o ingresso para todas essas visitas (18 €).

+++ Confira aqui ingressos e passeios para o Monte Saint-Michel com antecedência.

Não pense que as visitas se limitam ao interior da cidadela!

Na parte externa de Saint-Michel é possível pegar um trenzinho (13 $) que circula o Monte num percurso de cerca de 5 km ao longo de duas horas (esse passeio só é possível entre abril e outubro).

Outra dica é percorrer a pé baía e os bancos de areia, mas isso claro, apenas acompanhados de um guia especializado, jamais vá sozinho!

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


Por último, não cometa a heresia de deixar Saint-Michel sem experimentar ao menos uma de suas especialidades culinárias, como um de seus mais famosos pratos, o “Omelette de la mère Poulard“, especialidade do restaurante Mère Poulard. Ele chega a custar 40 euros, mas hoje em dia é vendido por preços mais módicos em quase todos os outros lugares.

Outras opções são o “Agneau de pré-salé” (carne de cordeiro) ou ainda o crepe, típico da Normandia de um modo geral.

história de Saint-Michel

Viu como tem muito o que visitar no Monte Saint-Michel! É um lugar fascinante! Vá!

Não deixe de conferir todas as nossas dicas de Paris e dicas da Françae nem de verificar os ingressos e passeios, que poderá comprar com desconto antes de embarcar para lá.

guia de ParisAproveite para conhecer também o nosso guia, o “Roteiro de 7 dias em Paris e arredores“,  que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia a dia.

COMPRE SEU GUIA AQUI

Boa viagem!

✈ Continue sua viagem aqui:

----------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não se esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se de que o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo viajando para países onde o seguro não é obrigatório, nós recomendamos fortemente que você o faça, já que o sistema de saúde em alguns lugares é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos, por exemplo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo-benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

🛏 Pesquisando por hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO: 

reserve seu hotelSeguro viagem
chios de internetingressos e passeios
passagens aéreas mais baratas

14 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here