Home / Alemanha / Seguro viagem é obrigatório para a Europa?

Seguro viagem é obrigatório para a Europa?

Muita gente não sabe ou acha que é papo furado de vendedor, mas o fato é que o seguro viagem é obrigatório para a Europa, sim!

Outros até sabem disso, mas dizem que não conhecem ninguém para quem ele tenha sido pedido.

De fato, a imigração pouco pede para ver a sua apólice, é raro. Mas, se pedir e você não tiver com ela em mãos para mostrar, poderá ter sérios problemas e até voltar para casa dali mesmo. Vai querer arriscar?

E existem outras questões que a gente tem que pensar e analisar na hora de fazer – ou não – o seu seguro.

Então, vamos conversar um pouco sobre seguro viagem pra Europa.

seguro viagem

Por que fazer um Seguro Viagem?

Nós não queremos nem pensamos nisso, mas ninguém está livre de adoecer, ter um acidente, perder a bagagem, ter voos cancelados, entre mil outras possibilidades de problemas – e estar com um bom seguro viagem nessa hora pode ser de grande valia.

Conosco mesmo já aconteceram algumas situações. Uma vez, no auge do inverno europeu, ao desembarcar percebemos que a nossa bagagem não chegou ao nosso destino! Mas, como tínhamos um bom seguro viagem, logo o acionamos e ele de cara nos deu uma verba para comprar itens emergenciais que precisássemos (peças de roupas, itens de higiene…). E eles também ficaram monitorando junto à companhia aérea sobre a localização das nossas malas. Elas demoraram 4 dias para chegar, mas, por conta do seguro, não precisamos ficar nos aborrecendo com isso. Todos os dias eles nos ligavam para nos informar como as coisas estavam. E, se de fato as malas não chegassem, ainda receberíamos uma boa grana pela perda total.

Mas as situações médicas são as que mais preocupam, claro! Já tivemos também o episódio de precisar de um atendimento, e tudo, desde o médico até os exames e os remédios foram cobertos pelo seguro. E, numa outra ocasião, o filho de uma amiga que estava conosco passou mal e mandaram o médico atendê-lo no hotel.

Então, por essas e outras histórias que conhecemos, acho que viajar para qualquer destino é sempre uma boa ideia sair daqui com um bom seguro. Inclusive para destinos nacionais!

Seguro viagem é obrigatório para a Europa?

Na minha opinião, o mais importante aqui não é nem o fato dele ser obrigatório ou não, mas da real necessidade de viajar com um seguro. Como mostramos, temos que ter em mente que durante uma viagem muita coisa coisa pode acontecer.

Mas, sim, o seguro viagem é obrigatório para a Europa e exige que haja uma cobertura médica mínima de 30 mil euros.

Essa regra é válida para todos os países da Comunidade Europeia que fazem parte do Tratado Schengen, que são eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça. Atualmente, 4 países permanecem em fase de implementação: Liechtenstein, Bulgária, Romênia e Chipre.

Seguro viagem é obrigatório para a Europa

Como escolher o melhor seguro?

Existem várias ótimas empresas de seguros no mercado. Como seria complicado ficar entrando no site de todas elas para comparar, o ideal para escolher o melhor seguro viagem para o seu perfil é usar  um comparador de seguros, que não só te lista diferentes valores, mas  também as diferentes coberturas.

Verifique com cuidado o que cada seguro cobre ou não, pois às vezes você pode ficar tentado a economizar R$10 entre um e outro, mas a diferença de vantagens pode ser gigantesca. Nem sempre o mais barato é a melhor escolha. Veja o que eles oferecem e compare com os preços.

Nós aqui no blog temos uma parceria com o comparador da Seguros Promo e nossos leitores tem 5% de desconto. Basta inserir na hora do pagamento o cupom TURISTAPRO5.

Lista de Transmissão do Turista ProfissionalSeja lá onde estiver, sinta-se seguro com um seguro viagem!

Então, guarde este link e o código TURISTAPRO5 com você. Além de comparar e achar o seguro com melhor custo x benefício, você ganha um desconto de 5%.

Boa viagem!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Ana Catarina Portugal

Ana Catarina Portugal é a criadora e editora-chefe do blog Turista Profissional, relatando as dicas e experiências que teve nos mais de 40 países por onde já passou. Também escreve sobre viagens para revistas especializadas, é professora de artes, filósofa formada e mestre em História da Arte.

Leia também

queijo Serra da Estrela

Queijo Serra da Estrela, uma delícia da gastronomia portuguesa

A gastronomia portuguesa é responsável por muitas delícias que fazem sucesso além de suas fronteiras, …

Sem comentários

  1. Manoela

    Excelente post. Sempre faço seguro viagem e já precisei utilisa-lo duas vezes. É importante ressaltar que brasileiros com dupla cidadania tb devem fazer o seguro, pois nem todos os países europeus possuem sistema de saúde gratuito e universal (nem mesmo para europeus e residentes). Ou seja, se ficar doente, terá que pagar pelo atendimento (na França, por exemplo).

    • Ana Catarina Portugal

      Ótima lembrança Manu. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *