Por: Ana Catarina Portugal - Atualizado em 05/01/2021

Depois de visitar os principais pontos turísticos de Portugal, uma boa opção é cair nas compras, pois os preços no país são, em geral, bem melhores do que em outras cidades europeias. E é nessa hora que você tem que ficar de olho e não deixar de pedir o Tax Free em Portugal.

Numa tradução livre, “Tax Free” significa ‘taxa livre’ e, na prática, significa que algumas compras feitas em Portugal (ou nos países em que ele existe) podem ter seus impostos devolvidos para o turista. E, detalhe: o valor dessas taxas retornam pra você em dinheiro.

Esse imposto é chamado de IVA e o valor varia de acordo com cada país, podendo ser de 16% até 25%.

O Tax Free em Portugal funciona para compras acima de € 61,35, então, caso gaste esse valor em alguma loja que esteja dentro do esquema, não deixe de pedir seu dinheiro de volta.

Entenda aqui conosco como funciona o procedimento.

Importante => Seguro viagem para Portugal (é obrigatório?)

Como funciona o Tax Free em Portugal?

Primeiro de tudo, é preciso que você não seja morador de nenhum país que pertence à União Europeia.taxfree em portugal

Segundo: não são todas as compras que podem ter o imposto devolvido para você. Então, verifique nas lojas se elas possuem uma plaquinha na porta indicando o Tax Free, como na imagem ao lado, por exemplo, ou pergunte ao funcionário.

E, mesmo assim, alguns itens também não entram no Tax Free. Em geral, são os produtos que você carrega com você, que vão pro Brasil com você. Móveis, por exemplo, não entram!

Caso a loja tenha o Tax Free, ainda há a terceira regra, que é ter que gastar no mínimo € 61,35 naquele estabelecimento.

Caso atenda a tudo isso, aí sim você tem o direito do reembolso e pode pedir a documentação no caixa.

Você vai precisar mostrar o passaporte e depois assinar o papel que o funcionário irá lhe entregar. Simples assim! Então, é importante sempre andar com o passaporte na hora de ir às compras em Lisboa.

Confira => Passeios em Lisboa e arredores

tax free em portugal

Um detalhe importante: o reembolso não acontece ali na loja, mas o preenchimento do documento, sim.

Guarde todos os comprovantes das suas compras junto com os papéis do Tax free, pois eles deverão ser apresentados na alfândega quando você partir de Portugal.

Leia também:

tax free
Não deixe de pegar o seu tax free em Portugal

Leia também:

Recebendo o reembolso do Tax Free em Lisboa

Para facilitar, coloque todos os produtos que você solicitou Tax Free juntos em uma mala – ou ao menos deixe-os acessíveis e saiba onde eles estão.

Carregue com você o passaporte, a passagem, os comprovantes do Tax Free que foram entregues pela loja e as notas fiscais, além dos próprios produtos (por isso a dica da mala).

É necessário se atentar que as regras abaixo servem apenas para quando você estiver ido de Portugal direto para o Brasil ou algum país fora da Comunidade Europeia. Pode ter conexão, sem problemas, mas você tem que estar indo para seu país de origem.

O que não pode é, por exemplo, sair de Portugal para ainda passar uns dias em outro país europeu antes de ir para o destino final. Neste caso, você teria que fazer o Tax Free neste outro país.

E em Portugal tem uma grande novidade: uma lei recente no país fez com que Portugal aderisse ao sistema eletrônico de Tax Free.

Isso quer dizer que agora você não precisa necessariamente ir até a alfândega. É possível fazer o procedimento nos totens de atendimento eletrônico do Tax Free nas áreas de embarque dos aeroportos.

Vale a pena => Tour em Grupo a Fátima, Óbidos, Batalha e Nazaré

tax free em Portugal

Primeira ação: fazer o check-in

Primeira coisa é fazer o seu check-in para poder ter seu cartão de embarque em mãos e comprovar que você está realmente indo dali para um país fora da Comunidade Europeia.

Existem 3 formas de fazer o check-in:

  • Check-in on-line – Se você fez o check-in on-line, pode ir direto aos totens do Tax Free.
  • Check-in totens de auto atendimento – Se não fez check-in ainda, vá primeiro ao totem da empresa aérea e faça seu check-in.
  • Check-in no balcão da empresa — Se você estiver com crianças (que é o nosso caso, por exemplo) ou se ocorrer alguma coisa que você não consiga fazer o check-in no totem, vá ao balcão de check-in da empresa para fazê-lo.

No terceiro caso, caso vá despachar os produtos do Tax Free na mala, avise ao funcionário que você ainda vai fazer o Tax Free. Desse modo, a mala vai ser etiquetada normalmente, porém, devolvida para você mostrar na alfândega, caso seja necessário.

Pesquise opções de hotéis em Lisboa aqui!

Onde fazer compras em Lisboa

Depois do Check-in, vá ao totem do Tax Free

Chegando ao totem do Tax Free, é bem simples: basta escanear o passaporte e o cartão de embarque.

As compras já vão estar associadas ao passaporte, por conta dos dados preenchidos na loja na hora da compra, lembra?

Uma luz verde acende no totem se estiver tudo ok. Neste caso, é só validar e imprimir o recibo.

Neste momento você já pode ir despachar sua mala no balcão de atendimento normal.

E, depois, com o recibo em mãos, vá até uma casa de câmbio ali mesmo no aeroporto para pegar o reembolso do Tax Free.

Confira => Passagens aéreas baratas para Portugal

compras em portugal
Foto oficial

Atenção para exceção

Atenção: se acender uma luz vermelha, você terá que se dirigir ao balcão da Autoridade Tributária e Aduaneira para que suas compras sejam inspecionadas por um agente (por isso tem que estar com as malas com as mercadorias).

Uma vez lá, é só apresentar os seus documentos e os produtos (caso eles peçam para ver), que você vai receber um carimbo oficial.

A sua mala vai ser despachada dali, no balcão da alfândega (se for o caso de despacho no porão).

Depois disso, continue o embarque normalmente, com a checagem de segurança e a passagem pela imigração.

Só depois disso é que você vai procurar as operadoras de Tax Free para finalmente, neste caso, solicitar o reembolso dos produtos que não foram aprovados lá no totem.

Operadoras de Tax Free em Portugal

Em Portugal são quatro empresas que operam a devolução do imposto: Global Blue, Premier Tax Free, Innova Tax Free e Travel Tax Free.

Aqui é preciso prestar atenção em qual delas a loja fez o recibo, ou seja, é possível que aconteça de você ter que ir em todas elas!

Depois de apresentados os documentos carimbados no guichê, finalmente o reembolso é realizado.

É possível escolher a forma de receber o dinheiro de volta, podendo ser em dinheiro mesmo, cheque internacional, cartão de crédito.

Portugal não é último destino da viagem: como fazer?

tax free em portugalO Tax Free tem que ser pedido no último aeroporto europeu. Por exemplo, você está saindo de Lisboa, mas ainda vai passar uns dias em Madri, o Tax Free deverá ser pedido em Madri na hora que estiver, de fato, indo embora.

Isso porque o reembolso do Tax Free tem que ser feito apenas quando estiver saindo da Europa, então, se você vai seguir viagem para outro país europeu, não peça o Tax Free em Portugal.

Dicas extras para pedir o Tax Free em Portugal

Caso Lisboa, ou outro aeroporto português, seja de fato o último e de lá você vá direto para casa, os produtos têm que sair de Portugal com você e, como dissemos, devem ser apresentados na alfândega, caso a luz vermelha apareça para você lá no totem.

Então, não adianta comprar um celular, por exemplo, para dar de presente pra alguém lá e querer o reembolso dele.

Outra coisa: filas! Os guichês de Tax Free em Lisboa costuma ter filas bem grandes, chegando a fazer você perder um bom tempo ali (ainda que o Tax Free eletrônico tenha melhorado muito isso); portanto, se organize e vá com antecedência para o aeroporto.

Imperdível => Tour Sintra, Palácio da Pena, Cabo da Roca e Cascais

Não deixe de pegar o seu tax free em Portugal
Área do tax free no aeroporto de Lisboa

O prazo para solicitar o Tax Free em Portugal é de 90 dias corridos após a compra do produto. Isso porque as notas de compra possuem data de validade.

Se você tiver dupla nacionalidade, lembre-se que tem que dar entrada em Portugal com o passaporte brasileiro.

Caso você utilize o europeu, não vai ter direito ao Tax Free. Isso por conta daquela regra de que o Tax Free só funciona para pessoas que não tenham ligação com a União Europeia.

Imperdível => Melhor de Lisboa a pé – Passeio Particular de 3 horas

compras em Lisboa
Loja Primark no shopping Colombo, uma opção para quem quer comprar roupas sem gastar uma fortuna

Dicas para curtir mais a sua viagem para Lisboa

E na hora de planejar sua viagem algo que é fundamental é escolher bem onde irá se hospedar. Ninguém merece ficar num lugar ruim, mal localizado e, se bobear, ainda pagar caro, né?!

Por isso, te aconselho a ler um post super completo que escrevemos aqui no blog sobre onde ficar em Lisboa, com dicas dos melhores bairros para se hospedar e sugestões que vão desde hostels super transadinhos até hotéis boutique e de luxo. Tem opções para diferentes perfis e orçamentos.

dicas de viagem para Lisboa

Seguro Viagem Para Portugal

Viajar sem um bom seguro viagem não dá, né?! Ainda mais para a Europa, onde o seguro saúde é obrigatório.

Mas, pode acreditar que um seguro viagemserve para muito mais do que só problemas de saúde, que aliás, ninguém quer ter. Ele tem vários outros benefícios, como ajudas em caso de extravio ou perda de bagagem, problemas jurídicos, atraso ou cancelamento de voo, entre outros.

E sabe o que é melhor? É que os leitores aqui do blog tem até 16% de desconto para comprar o seguro viagem e ir para Portugal tranquilo. 😉

Pegue o seu desconto aqui!

Endereços importantes e horários em Lisboa

Confira abaixo a que horas abrem e fecham os estabelecimentos em Lisboa para que possa se organizar melhor:

  • Embaixada do Brasil em Lisboa: Estrada das Laranjeiras 144 - funcionamento de segunda a sexta, das 9:30 às 13:00
  • Consulado Geral do Brasil: rua António Maria Cardoso 39 (no Chiado) - atendimento de segunda a sexta, das 8:00 às 15:00
  • Bancos: de segunda a sexta, das 8:30 às 15:00
  • Metrô: todos os dias, das 6:30 à 1:00
  • Farmácias: em geral, de segunda a sexta das 9:00 às 19:00 e aos sábados das 9:00 às 13:00. Nos horários e dias que estão fechadas há sempre na porta uma indicação de qual é a farmácia de plantão 24 horas mais próxima.
  • Shoppings: todos os dias, das 10:00 às 23:00
  • Restaurantes: o almoço costuma ser das 12:00 às 15:00 e o jantar das 19:00 às 22:00

Passeios bate e volta a partir de Lisboa

Se você quiser visitar outras cidades perto de Lisboa, mas não se anima a fazer sozinho(a), uma boa opção são aquelas excursões de um dia partindo de Lisboa. Muitas vezes, elas ainda conseguem juntar mais de um destino no mesmo passeio, coisa que, se você fosse tentar fazer usando o transporte público, seria inviável.

Pesquise passagens aéreas baratas para Portugal aqui!

guia de LisboaE não deixe de conhecer também o nosso guia de Lisboa, o “Roteiro de 7 dias em Lisboa e arredores“, que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia-a-dia.

COMPRE SEU GUIA AQUI

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitor do blog tem até 16% de desconto. Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPROFISSIONAL.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Autor
Ana Catarina Portugal
Ana Catarina Portugal é a criadora e editora-chefe do blog Turista Profissional, relatando as dicas e experiências que teve nos mais de 40 países por onde já passou. Também escreve sobre viagens para revistas especializadas, é professora de artes, filósofa formada e mestre em História da Arte.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *