Home / França / Torre Eiffel: dicas práticas para visitar a principal atração de Paris

Torre Eiffel: dicas práticas para visitar a principal atração de Paris

Símbolo de Paris, a Torre Eiffel já foi considerada uma obra que estragava a paisagem da cidade e que deveria ser destruída. Difícil de acreditar, não? Hoje em dia, quem não quer uma foto com a Torre Eiffel ao fundo?

Erguida no final do século XIX, A Torre Eiffel começou a tomar forma por conta da Exposição Universal em 1889, no Centenário da Revolução Francesa, quando um concurso de projetos foi realizado e o engenheiro vencedor teria sua obra construída no Campo de Marte de Paris. Dos 107 projetos, o de Gustave Eiffel foi o que venceu.

A construção da torre levou dois anos e passou por três etapas, o primeiro andar, segundo andar e, finalmente, a construção do terceiro andar, terminando com a inauguração em 31 de março de 1889.

Para a alegria dos que a culpavam por ‘enfeiar’ a cidade, a Torre Eiffel não foi feita pra durar para sempre. Ela seria destruída após 20 anos de exploração (mais ou menos no esquema de concessão, quando o contrato acaba). Mas o sucesso durante a Exposição Universal foi tão grande que destruir a Torre Eiffel ficou fora de cogitação. Outro fator que também contribuiu foi a utilidade da torre para a comunicação de rádio, muito necessário na época da Primeira Guerra Mundial.

dicas de Paris

Pois é, quem diria que a Torre Eiffel iria se tornar um dos mais famosos cartões postais do mundo??

☛ Leia também: Paris: dicas de viagem e roteiro para quem vai a primeira vez

Os andares da Torre Eiffel

A Torre é dividida em 3 pisos e cada um possui um valor de entrada e atrações específicas.

O balcão de informações, lojas de lembrancinhas e gastronomia é o que você encontra logo no térreo da Torre Eiffel. Tem também caixas eletrônicos que possibilitam o acesso para deficientes.

Subindo, no primeiro piso se encontra uma das atrações mais emocionantes da torre: o piso transparente. São 57 metros de distância do chão que dão uma sensação de estar flutuando no ar. Neste andar fica o que restou de uma escada em espiral, projetada inicialmente para ligar o segundo andar ao topo (Gustave Eiffel pretendia usá-la pra chegar até o seu escritório). O restaurante 58 Tour Eiffel fica nesse andar também, junto com uma loja de souvenir e um espaço utilizado para eventos.

O segundo piso é ótimo para fotos, pois já dá uma altura bacana para uma bela vista, caso você não vá subir até o último. É neste andar onde se pega os elevadores pra subir até o topo. Tem algumas lojas de souvenirs e dois restaurantes: um buffet e o requintado Restaurante Les Jules Verne.

lua de mel em paris

No último piso, ou seja, no topo da Torre Eiffel, você vislumbra uma das melhores vistas de Paris. São 180 metros de altura e o topo é dividido em dois ambientes, um coberto e outro ao ar livre, o qual só é possível ter acesso por elevador. É neste andar que está localizado também o escritório de Gustave Eiffel, engenheiro criador do projeto da torre. O último andar de uma das torres mais famosas do mundo não poderia deixar de ter um bar; nada como tomar um champanhe enquanto se aprecia Paris, não é mesmo?

☛ Leia também: Roteiro de 2 dias em Paris (com mapa)

Torre Eiffel em Paris

Ingressos para a Torre Eiffel

Os valores dos ingressos variam de acordo com o “pedaço” da torre que se pretende acessar. Quem for até o terceiro também pode descer no primeiro e no segundo; quem for até o segundo também pode descer no primeiro.

O valor para subir até o topo é de € 17,00 pra adultos, e é o mais caro. Para quem deseja ir só até o segundo andar o valor cai para € 11,00 para adultos (se for de elevador) ou € 7,00 (caso vá pelas escadas). O elevador geralmente é mais concorrido.

Também dá pra comprar o ingresso por “pedaços”, ou seja, se de repente você comprou só para o segundo andar e na hora resolveu subir até o topo, dependendo da disponibilidade de vagas no momento é possível estender a subida comprando um ingresso complementar.

O melhor jeito de não enfrentar filas é comprar o ingresso online no site oficial (http://www.toureiffel.paris/), pois, neste caso, a subida até o topo tem hora marcada. A parte negativa de comprar pela internet é que o ingresso é válido somente para o horário escolhido. Se você quiser flexibilidade e for comprar na hora, a bilheteria se localiza no andar térreo.

☛ Leia também: Seguro viagem é obrigatório para a Europa?

como chegar na Torre Eiffel

Horários da Torre Eiffel

A Torre Eiffel abre todos os dias do ano. No verão (de junho a setembro), a Torre abre às 09h e fecha às 00:45h. Já nos demais meses o funcionamento fica das 09:30h às 23:45h.

☛ Leia também: Onde ficar em Paris: os piores e os melhores bairros (tudo que você precisa saber)

torre eiffel

Como chegar na Torre Eiffel

A maneira mais prática de chegar lá é indo de metrô, pois existem várias estações que te deixam lá perto, como “Trocadéro”, “Bir-Hakeim”, “École Militaire” e “Champ de Mars Tour Eiffel”. Se você quiser uma sugestão nossa, opte pela estação Trocadéro, pois de lá você já terá a vista mais bonita da Torre e já vai garantir as fotos clássicas de Paris. É lindo!

dicas de Paris

Caso queira ir de ônibus, algumas opções são os 42, 69, 82, 87 e desça no ponto “Champ de Mars”.

Pesquise opções de hospedagem em Paris aqui!

Dicas extras

Durante os meses de verão (junho, julho e agosto), a Europa inteira fica mais cheia de turistas, portanto, se puder, evite. Os finais de semana também são cheios, fuja destas datas. Se não tiver jeito, procure comprar o ingresso online para evitar filas.

Dá pra evitar as filas dos elevadores também se você fizer uma reserva em um dos restaurantes da Torre Eiffel, o Les Jules Verne e o 58 Tour Eiffel, que possuem acesso diretamente a eles. Depois, quando chegar no andar do restaurante, você pode fazer o esquema de comprar o ingresso complementar para outros pisos.

Fica mais caro, claro, afinal, você vai adicionar uma refeição em um lugar que não será tão barato, mas nada como aproveitar o fato de já estar em Paris e comer no cartão postal da cidade, não é?!

roteiro de 7 dias em paris guia de viagemConheça no nosso guia digital de Paris

É isso, aproveite o cartão postal mais conhecido do mundo. E, antes de ir, não deixe de ler todos os nossos posts com dicas de Paris, que são muitos, 😉

Boa viagem!

✈️ Continue sua viagem para Paris aqui:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Turista Profissional

Este texto foi escrito por mais de um membro da equipe do Turista Profissional, ou pela nossa estagiária Luciana Console, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.

Leia também

seguro viagem

Seguro viagem é obrigatório para a Europa?

Muita gente não sabe ou acha que é papo furado de vendedor, mas o fato …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *