“Tulip Mania”: entenda a paixão pelas flores de Amsterdam

Muito delicadas e naturais de um clima mais gelado, as tulipas são a cara de Amsterdam.

Quem já passou por lá um dia ou mesmo viu imagens pela televisão ou internet já nota a mania dos holandeses por essas flores.

O destino, que muitas vezes é associado a um turismo mais jovem e moderno, também guarda em si a beleza da natureza, despertando a atenção de um público ainda maior. Mas de onde vem essa tradição com as tulipas?

Conheça mais sobre a capital da Holanda e saiba um pouco mais da interessante história por trás da primeira bolha de especulação financeira.

Tradição

A flor que ganhou a cara europeia veio, na verdade, do Império Otomano. Ou seja, sua origem remonta exatamente de territórios que hoje formam países como Turquia, Irã, Paquistão, Afeganistão e outras regiões da Ásia Central. Acredita-se que tenham sido trazidas das cidades turcas no século XVI, quando foram criadas mudas de tulipas que conseguiriam sobreviver mesmo no clima mais frio dos Países Baixos.

Sua popularidade atingiu seu ápice logo no século XVII, quando os holandeses se apaixonaram pela beleza da flor. Ela não tem perfume e floresce apenas por cerca de duas semanas durante todo o ano, mas seu encanto criou uma verdadeira febre na Europa durante aquele período.

Tulipas

Tulip Mania

A história da Tulip Mania remonta justamente a essa paixão dos europeus pela flor. Associada a um status de luxo e sofisticação, a espécie logo caiu nas graças da corte e da nobreza da época.

Elas serviram também de tema para muitas obras artísticas, sendo pintadas em quadros, colecionadas e disputadas por mercadores e aristocratas. A competição incluía membro das altas classes e as mais raras eram cobiçadas principalmente pelos nobres mais ricos e prestigiados.

Mais do que entrar simplesmente na moda, as tulipas viraram uma verdadeira obsessão entre a população. Por seu exotismo e distinção entre as espécies comuns da Europa, ela provocou uma verdadeira euforia ao chegar no porto da Antuérpia.

O nome tulipa vem da palavra turca “tülbent”, que significa literalmente “turbante”, por sua semelhança na aparência. Isso fez com que um simples bulbo de tulipas custasse uma fortuna.

o que ver na Holanda

Essa grande comoção pública movimentou também o comércio da época. Nesse período, muitos proprietários de terra passaram a comercializar a flor, com a visão de terem nela uma atividade mais lucrativa e simples. O entusiasmo gerou um surto especulativo imenso, principalmente tendo em vista que o capitalismo estava iniciando sua jornada logo após o feudalismo. O preço delas atingia níveis exorbitantes e pessoas se endividavam para adquiri-las.

Essa correria fez com que as plantas fossem vendidas antes mesmo de sua florada. Ou seja, através de papéis e contratos era possível adquirir um certo número de flores mesmo antes de ter a certeza de que floresceriam durante seu cultivo. Os contratos futuros só fizeram aumentar ainda mais a especulação, que culminou em 1637 na perda de confiança dos títulos ofertados e na queda repentina dos preços. Isso fez com que houvesse também uma grande crise e correria para resgatar os investimentos anteriores nas plantações.

Os negociantes foram à falência, assim como as diversas pessoas que tinham se endividado, vendido propriedades e colocado todo seu dinheiro na compra das tulipas. Essa grande crise que afetou a Holanda é conhecida até hoje e usada no mercado financeiro para servir de referência a grandes especulações. A flor foi eternizada como símbolo desse elemento que fez a cabeça da população da época e chegou a custar mais do que obras de arte ou joias.

tulipas da Holanda

Tulipas hoje

A “Mania das Tulipas” pode ter se passado há séculos atrás, mas a paixão em Amsterdã pela beleza da flor permanece quase a mesma. Afinal, em cada canto da cidade é possível avistar a beleza da espécie em pequenos vasos ou adornando sacadas. O cultivo e comercialização delas ainda são fortes nos Países Baixos, com tradição nesse ramo.

Atualmente, é possível adquiri-las e surpreender-se com os leilões feitos no período de floradas. Além disso, os campos de tulipa estampam cartões postais em todo o país. Vale a pena visitar a Holanda e desfrutar da bela visão durante a primavera.

Uma boa dica é conhecer os pontos turísticos de Amsterdã, que podem ser conferidos aqui, e aproveitar para visitar a capital holandesa na época em que o parque Keukenhof está aberto, visita esta que é super concorrida. Em 2018, o período é de 22 de março a 13 de maio.

Compre o seu ingresso antecipado aqui!

A oportunidade é única, já que o parque que possui lindos campos de flores que foram paisagens coloridas e incríveis só fica aberto por cerca de 2 meses em todo o ano. Nesse período é possível conhecer as mais belas e raras espécies e cores de tulipas, principalmente se o período casar com a melhor época da florada. Além disso, o parque fica a menos de 40 minutos de ônibus partindo de Amsterdã e é possível fazer um bate e volta para os turistas que não querem perder nada da capital.

E na hora de começar a organizar a sua viagem, não deixe de ler todas as nossas outras dicas de Amsterdam e da Holanda e nem de verificar os ingressos e passeios que poderá comprar com desconto antes de embarcar para lá.

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here