Home / Portugal / Coimbra / Turistando por Lisboa, Coimbra, Dublin e, de quebra, um dia em Amsterdam!
Comparar

Turistando por Lisboa, Coimbra, Dublin e, de quebra, um dia em Amsterdam!

Viajar é sempre muito bom, especialmente turistando por Lisboa e outras cidades em uma viagem que cai, direto do trenó do papai Noel, no seu colo.

E assim aconteceu enquanto eu planejava, para daqui a alguns meses, um tour pela Itália. Sim, Itália… mas como é comum acontecer comigo, planejo ir a um lugar e acabo indo parar em outro 🙂

Dessa vez, um telefonema às vésperas do Natal levou-me a Lisboa e Coimbra, em Portugal, e a Dublin, na Irlanda. De quebra, ganhei um dia em Amsterdam, já que viajei pela KLM.

Eu estava participando do voo inaugural entre Rio de Janeiro e Amsterdam na sua aeronave mais moderna, o Boeing 787-9 Dreamliner.

Turistando por Lisboa e outras cidades

Então, minha viagem acabou ficando desta forma: uma escala de 8h em Amsterdam, 2 dias em Lisboa, 3 dias em Coimbra e 6 dias em Dublin.

Amsterdam

dicas de Amsterdam

Quando soube que poderia, ao menos por uma tarde, conhecer Amsterdã, é claro que fui pesquisar o que fazer!

Mesmo de posse das inúmeras dicas obtidas aqui no blog Turista Profissional, terminei optando por um City Sightseeing pela cidade, por achar que seria mais proveitoso, menos corrido e ainda me sobraria tempo para um petit-déjeuner.

Seguindo as orientações de como sair do aeroporto, cheguei à Central Station e lá mesmo tomei o ônibus para rodar a cidade. Mesmo do ônibus, percebi a beleza e o charme de Amsterdã. Fiquei com aquele gostinho de quero mais e decidida a voltar!

amsterdam

Nesse e em vários momentos da minha viagem lembrei-me de uma amiga que, sabiamente, costuma dizer: “Viajo com os olhos!” Trouxe comigo tudo o que os meus puderam captar: os prédios e os jardins, alguns ilhados pelos canais, as pessoa, a estação, o trem…

Duas horas e meia depois já estava de volta no aeroporto. No aeroporto, como eu voava de classe executiva (que é tudo de bom!), pude aproveitar a Sala VIP da KLM até chegar o outro voo. A sala é confortável, com três ambientes, você é colocada bem à vontade, podendo servir-se de uma sopinha, quiche, pão de queijo, porções de massas, sobremesas em geral, bebidas, água, refrigerantes, sucos…

Lisboa

Um segundo voo tranquilo me deixou em Lisboa, noite alta, ruas vazias e um friozinho gostoso. A essa altura, mesmo com o conforto de uma classe executiva, só conseguia pensar em um bom banho e cama. Afinal, cheguei ao hotel mais de vinte e quatro horas depois de ter decolado do Rio de Janeiro, com um passeio em Amsterdã no meio da viagem!

Pela manhã, finalmente turistando por Lisboa, quando vislumbrei a Praça do Comércio e o Terreiro do Paço, percebi que, ali, um pouco do que veria me seria muito familiar. Mas naquele imenso largo, olhando na direção do rio Tejo, antes mesmo de me lembrar do Fernando Pessoa, lembrei-me do Carlos Drummond com o seu ‘mundo vasto, vasto mundo…’.

dicas de lisboaTuristando por Lisboa: detalhe da Praça do Comércio

Não preciso dizer que adorei Lisboa com suas construções antigas e coloridas vistas em cada rua, larga ou estreita, na parte baixa ou alta da cidade. Lisboa é linda e pode ser bem observada, sob vários ângulos, a partir dos muitos miradouros da cidade. Tive a oportunidade de visitar o miradouro do Castelo de São Jorge e admirar a vista do alto da Torre de Belém.

Em Belém, visitei o Museu de Arqueologia, o Mosteiro dos Jerónimos e a famosa Torre. Devo dizer que quase desisti de conhecer esses pontos turísticos, pois as filas para compra de ingressos e para a entrada, nos principais locais de visitação, eram imensas.

Não fosse a curiosidade de conhecer uma parte da história de Portugal, através dos seus traços culturais encontrados em escombros e escavações, não teria entrado no museu de arqueologia e descoberto que poderia comprar, ali, os ingressos com direito a conhecer os três lugares sem ter que entrar em mais fila alguma! Adorei: Além de pagar mais barato pelo pacote, não perdi tempo. Fica a boa dica!

atrações de Lisboa

Mas, se você quiser ir para Portugal já com seus ingressos na mão, antecipadamente, e não enfrentar fila alguma, você pode comprar aqui no blog.

Então, conheci o acervo de coleções de arqueologia portuguesa dos diversos períodos da História. O museu possui também um núcleo de ourivesaria com peças bem interessantes.

E, pelo que observei, infelizmente esse espaço não parece ser muito visitado, talvez pelo fato de não saberem que o prédio faz parte do Mosteiro de Santa Maria de Belém, mais conhecido pelo nome de Mosteiro dos Jerónimos, por terem lá vivido, até 1833, monges da Ordem dos Jerónimos.

onde ir em lisboa

No prédio, de arquitetura própria do reinado de D. Manuel l, podemos visitar também os túmulos de Vasco da Gama, de Luis de Camões, Fernando Pessoa, do rei D Manuel e sua família e do escritor Alexandre Herculano.

A Torre de São Vicente, mais conhecida como Torre de Belém, que já foi defesa da cidade, farol e prisão, não é tão alta quanto os mirantes de Lisboa, mas oferece uma boa vista de parte da cidade e sua arquitetura, como a do mosteiro e de muitas outras construções.

Além de conhecer mais de perto esses três pontos turísticos, caminhei pelas margens do Tejo e pude ver o Padrão dos descobrimentos, o Centro Cultural, até chegar, como não poderia deixar de ser, aos Pastéis de Belém.

pasteis de belem

Tinha que provar e aprovar essas guloseimas! E foi ainda em Belém que provei também – e adorei – as famosas castanhas portuguesas assadas, uma ótima pedida para repor as energias durante as grandes caminhadas. Foram dois dias muito bem proveitosos.

No terceiro dia, pela manhã, subi até o Castelo de São Jorge não só para conhece-lo mas, também, para avistar a cidade, já que de lá podemos ver quase toda Lisboa através de suas diversas torres. Suas muralhas abrigaram reis e testemunharam invasões e conquistas. Ele sofreu com o desgaste do tempo e com o terremoto de 1755, mas foi reconstruído e reina majestoso no alto da colina da freguesia de Santa Maria Maior.

o que fazer em lisboaUm pedaço da linda vista que temos do Castelo de São Jorge

Depois de tantos “sobes e desces” e uma longa caminhada, só mesmo um delicioso bacalhau com uma taça de vinho para relaxar, preparar as malas e pegar o trem rumo a mais uma cidade encantadora: Coimbra.

Coimbra

Considerei a biblioteca da Universidade de Coimbra, conhecida como Biblioteca Joanina, em homenagem a D João V, que patrocinou a sua obra, o ponto alto da minha visita à cidade. Imponente, além dos cerca de 40.000 livros, tem um valoroso mobiliário e tem também uma curiosidade: a prisão acadêmica. A universidade possuía regimentos rígidos com um Conselho para garantir o seu cumprimento e até um juiz. Os universitários que não respeitassem as leis da instituição, inclusive em relação aos estudos, eram julgados e, se condenados, presos.

Outra curiosidade da biblioteca são os guardiões do seu acervo: os morcegos que protegem os livros dos insetos que atacam, especialmente, papéis. Desses guardiões, não vi nenhum. Ainda bem!

dicas de coimbraPátio interno da Universidade de Coimbra

Coimbra, no entanto, não tem apenas uma das universidades mais antigas do mundo com sua biblioteca magnífica; tem igrejas e conventos, parques, uma intensa vida noturna e, claro, uma magnífica gastronomia. Não bastasse isso tudo, há muitas opções de passeios nos arredores da cidade, que se podem fazer facilmente em um bate e volta.

Pude constatar isso visitando a Serra do Bussaco, um exemplo da generosidade da natureza e muito bem aproveitada pela Ordem dos Carmelitas Descalços que, além da construção de um convento (meados do séc XVII a meados do séc XIX), ampliou e enriqueceu a flora local com espécimes de outras partes do mundo.

Mais tarde, a família real portuguesa mandou construir ali um palácio de verão, que hoje é o Hotel Palace Bussaco.

onde ir em coimbra

O Miradouro da Cruz Alta, no ponto mais alto da mata, oferece ao visitante uma vista, dizem, deslumbrante. Eu, no entanto, não pude desfrutar dessa paisagem pois, no dia em que lá estive, estava muito nublado 🙁

Finalizando com chave de ouro a minha estada em Coimbra, tivemos um almoço tipicamente português em família. Foi um dos mais deliciosos cozidos que comi!

Dublin

Dublin, especialmente às margens do Rio Liffey, é uma verdadeira obra de arte, sempre pronta para ser fotografada. Se com o meu humilde celular consegui fazer fotos bonitas, imagina o que uma boa câmera não faz!!

Algumas pontes bem antigas e outras bem modernas atravessam o rio, servindo de passagens para carros e pedestres. Destacam-se O’Connell Bridge; Ha’Penny Bridge; Mellows Bridge; Samuel Beckett Bridge (em forma de harpa, símbolo de Dublin), e James Joyce Bridge. Essas pontes dão o toque final na beleza da paisagem e o reflexo dos prédios no rio, especialmente em dias de céu azul, um espetáculo à parte, permitindo as fotos incríveis que mencionei acima.

dicas de dublin

Além de caminhar pelas ruas, que é o que mais gosto de fazer, visitei a Trinity College, a universidade mais antiga da Irlanda, que vale ser visitada por seus pátios e calçadas de pedras, instalações e pelo prédio da biblioteca velha. Nesta biblioteca, a exposição do Livro de Kells, o mais famoso manuscrito medieval, uma cópia ricamente decorada dos quatro Evangelhos da vida de Cristo, é um tesouro cultural da Irlanda. Imperdível!

Visitei também o Museu de História Natural, o Castelo de Dublin (belíssimo), o Phoenix Park, o maior parque da Europa, onde fica o Zoológico…. feiras livres, mercados e andar à esmo pelas ruas também fizeram parte das minhas incursões pela cidade.

onde ir em dublin

Caminhar pelas ruas de Lisboa, Coimbra e Dublin observando seus prédios, suas cores tão peculiares e seus monumentos já seria muito bom para uma pequena viagem. Mas, ser muito bem recebida e encontrar pessoas tão acolhedoras e dispostas a ajudarem fornecendo-me informações tornou essa viagem uma das melhores!

turistando por LisboaDirce turistando por Lisboa, ops!, nesta foto, por Dublin! 🙂

Boa viagem!

Por Dirce Lima, enviada especial

O blog Turista Profissional voou a convite da KLM

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                         

Sobre Turista Profissional

Este texto foi escrito por mais de um membro da equipe do Turista Profissional, ou pela nossa estagiária Luciana Console, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.

Leia também

queijo Serra da Estrela

Queijo Serra da Estrela, uma delícia da gastronomia portuguesa

A gastronomia portuguesa é responsável por muitas delícias que fazem sucesso além de suas fronteiras, …

3 Comentários

  1. Marinês Castro

    Dirce,
    Adorei ler o seu relato de viagem! Parece que esse coração saiu do “chão” e ampliou o seu “olhar” para novos horizontes…
    O mundo é vasto e vale a pena se a coragem não é pequena. Bons voos, sempre.
    Obrigada por me oferecer o texto para leitura.❤️
    ??

  2. Maria Cecy Pereira Rodrigues

    Que texto maravilhosa, descrevendo com muita clareza, me deu vontade de viajar para Dublin, não conheço a Irlanda . O conforto do vôo pela KLM, contribuiu para que tudo fosse favorável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *