O Turista Profissional vai ao Japão (e aceita pitacos!)

Hoje o Turista Profissional está embarcando para mais uma aventura e, desta vez, será bem longe de casa: Japão!

Organizar um roteiro de viagem sempre é difícil, pois envolve muitas variáveis, mas este foi particularmente trabalhoso e demandou alguns bons meses de pesquisa.

Além da dificuldade natural desse tipo de planejamento, escolher onde ir foi a pior parte, pois quanto mais líamos sobre o país, mais lugares bacanas descobríamos e, como não dá para ira a todos, ter que abrir mão de alguns foi penoso (bom, acho que já temos aí uma boa desculpa para voltar em uma outra oportunidade!). Por outro lado, estamos indo com uma bebê de 10 meses, então, temos que ter tudo muito amarradinho.

dicas de tóquioShutterstock.com

Para construir a nossa viagem, além do guia da Lonely Planet, alguns sites foram grandes fontes, em especial o Japan Guide (perfeito!) e os ótimos blogs Colagem, da Luciana Misura, e Mikix no Mundo, da Mirella.

A viagem vai durar 17 dias, desde o embarque até o retorno, mas no Japão mesmo serão 14 dias (sim, “perdemos” mais de 3 dias indo e vindo), sendo 12 dias realmente inteiros.

tokyo dicasShutterstock.com

Nosso vôo será via Atlanta (EUA). Serão quase 10 horas até lá, 6 horas esperando a conexão e depois mais 14 horas voando até Tóquio! No total, desde a hora que sairemos de casa até chegar à cama do nosso hotel serão aproximadamente 36 horas (isso tudo com a #TuristaProfBaby junto, lembra?).

Na prática, nosso passeio pelo Japão só vai começar mesmo na quinta-feira pela manhã, hora local (quarta-feira a noite por aqui). Ufa!

As cidades que iremos visitar serão: Tóquio (com Disney Sea), Nikko, Quioto, Nara, Hiroshima, a ilha Miyajima, Takayama e Shirakawa-go. 

floresta dos bambusShutterstock.com

dicas do japãoShutterstock.com

Dentro do Japão nos deslocaremos apenas de trem, usando o nosso Japan Rail Pass, uma super dica! É uma passe que te dá direito a usar livremente os transportes da empresa JR (a do trem bala) por um tempo determinado (7, 14 ou 21 dias corridos). Apesar de não ser baratinho, ele acaba sendo uma grande economia, pois podemos usar não apenas para pegar trens, mas também para várias linhas de metrô em Tóquio, alguns ônibus em Quioto, o trem que vai para o aeroporto de Narita, o barco que nos leva para Miyajima, entre outros.

dicas de quiotoShutterstock.com

As malas estão prontas, mas ainda há tempo para pitacos na nossa viagem. Você já foi ao Japão? Conhece alguém que foi e te contou coisas bacanas de lá? Então, estamos aceitando dicas: pode ser a sugestão de um restaurante, um museu, uma loja, uma atração pouco explorada (mas que vale muito a pena), um bairro legal, uma experiência que temos que ter… Vale (quase) tudo!

Por outro lado, se você morre de vontade de ir para lá e tem dúvidas, deixa ela aqui também, pois podemos tentar verificar e te ajudar depois.

Deixe suas sugestões e dúvidas aqui nos comentários, pois com certeza vai não só nos ajudar muito, como também a outros futuros viajantes. E nos desejem boa viagem!

Fiquem de olho nas postagens do Instagram e nos vídeos que postaremos no Snapchat (turistaprof), pois estaremos conectados direto. E, em breve, muitos artigos sobre a viagem!

Sayōnara – さようなら

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here