Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Como vocês sabem, somos loucos por Portugal. Sempre vamos ao país para matar a saudade da grande família que lá temos e, claro, passear um pouco mais, descobrindo cada recanto deste pequeno território, mas extremamente diverso e bonito.

E uma das coisas que nós mais gostamos de lá – e acho que todo mundo é assim – é a culinária.

Quando vamos, somos recebidos com “festa e comida”, muita comida, e das boas! Um dos pratos que mais gostamos é o “bacalhau com natas“.

Já é a segunda vez que nós fazemos este prato para jantar durante a passagem de ano.

Quando passamos o Ano Novo na Costa Amalfitana, numa cobertura em frente à praia de Maiori, fizemos. Colocamos todo mundo pra descascar batatas e desfiar o bacalhau. Foi um trabalho em equipe!

Como fazer bacalhau - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa
“Mãos à batata!”

Este réveillon, de 2014 para 2015, passamos em casa mesmo, com a família, por conta do nascimento da #TuristaProfBaby. E sabe o que fiemos para nossa “ceia”? Exatamente, Bacalhau com Natas!

Resolvemos contar pra vocês como se faz este prato. Quem sabe vocês não se animam e tentam em casa?

Pra começar, um porém: como o nome diz, o prato é bacalhau com “natas”. Mas não se acham natas facilmente na maior parte do Brasil, ao menos de forma corriqueira, nos supermercados comuns. Então, nós fazemos uma adaptação e utilizamos creme de leite. Não fica tão gostoso como o original, mas dá certo.

Outra coisa: a “receita” que passamos abaixo não é exata nem muito certinha. Isso não importa. Vamos mostrar o passo a passo para se fazer, mas as quantidades dos ingredientes podem mudar de acordo com o gosto, isso não influencia muito. Fique livre para tentar, criar, modificar, fazer ao seu paladar, vai ficar bom de qualquer modo. Divirta-se!!

=> Economia: Seguros Viagem Portugal (com descontos)

Receita de bacalhau com natas

Você vai precisar de:

  • Bacalhau
  • Batatas
  • Cebola e alho
  • Azeitonas
  • Azeite
  • Creme de leite
  • Queijo ralado

Quanto às quantidades, vou falar por alto, à medida que explico. Para servir quatro pessoas, nós utilizamos, por exemplo, uns 4 pedaços de bacalhau. Pode utilizar aqueles menos nobres, como a cauda, pois que tudo será desfiado. Guarde as postas grandes e gordas pra outros pratos.

Deixe de molho de um dia pro outro para tirar o sal. De vez em quando, troque a água.

receita de bacalhau - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Inicialmente, coloque o bacalhau para cozinhar um pouco. Retire a água em que ficou de molho, coloque nova e leve ao fogo para cozinhar por uns 30 minutos.

Enquanto isso, vamos às batatas. Corte-as em tiras ou em quadradinhos e frite. Nós fizemos em tiras, mas, talvez, em quadradinhos seja até melhor para misturar depois.

Nós utilizamos umas 8 ou 9 batatas médias (2 por pessoa).

culinária portuguesa - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

O tempo de descascar, cortar e começar a fritar a batata foi o tempo que cozinhamos o bacalhau. Depois de cozinhá-lo, coloque em água fria para esfriar um pouco e desfie. Meta a mão!

receita portuguesa - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Agora vamos às cebolas e alho. Corte-os em pedaços pequenos e coloque para refogar em bastante azeite. Se preferir, pode cortar a cebola em rodelas. Coloque primeiro as cebolas e deixe-as amolecer um pouco no azeite, antes de botar o alho. O alho queima muito rápido, então coloque-o bem depois.

Nós usamos umas duas cebolas grandes e “alguns” dentes de alho, uns 8 ou 9. Como eu AMO alho, poderia colocar umas duas cabeças!

comida Portugal - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Quando o refogado estiver no ponto, ficando douradinho, misture o bacalhau desfiado e continue misturando, deixando pegar o gostinho do refogado.

Nesta hora você pode colocar algumas azeitonas. Elas podem ir picadas, para dar mais gosto. Como eu de-tes-to azeitonas, nós as colocamos inteiras par que eu pudesse retirá-las do meu prato com mais facilidade. Use ao seu gosto, fique a vontade para colocar o quanto quiser. Mas lembre-se que o prato é de bacalhau, não de azeitonas!

o que comer em Portugal - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Agora que você já misturou tudo e já misturou bem o bacalhau no refogado, desligue o fogo e misture o creme de leite. Como eu disse antes, nesta hora seria a vez das “natas”, mas vamos usar creme de leite. Nós utilizamos duas latas de 300 g. As de caixinha costumam ter 200 g, então pode colocar umas 3 caixas.

Misture bem.

comida portuguesa - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Nós não colocamos sal porque o bacalhau, apesar de ter ficado no molho, é salgado. Mas é a hora de dar uma provada e ver se você acha que pode acrescentar um pouco de sal ao seu gosto.

Agora, lembra da batata que você estava fritando? Ela entra neste momento.

Coloque toda a batata frita dentro da panela e misture tudo, com vontade!

turista profissional1 - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Agora pegue esta mistura, coloque numa forma que possa ir ao forno, seja generoso com o queijo ralado que você vai colocar por cima e leve ao forno já pré-aquecido para dar uma gratinada.

Deixe uns 20 a 30 minutos até pegar cor e começar a borbulhar.

dicas de turismo - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Está pronto!

Ok, ok… não é a comida mais light do mundo, mas, posso afirmar: é dos deuses! Vale a pena fazer em ocasiões especiais.

Prepare aquela mesa, escolha seu vinho preferido (tinto ou branco, os dois vão bem com bacalhau) e delicie-se!

vinho e bacalhau - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

A nossa, como podem ver, ainda teve pratos de típica e tradicional porcelana portuguesa, a Vista Alegre.

culinária de Portugal - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

bacalhau com natas - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa

Espero que tenham gostado e consigam fazer em casa. Quando fizerem, conta pra gente!

Seguro Viagem Portugal com até 20% de desconto

Pesquisando viagem para Portugal?! Então, saiba que é preciso fazer um bom seguro viagem para lá e nossos leitores tem desconto especial comprando através do nosso link

FAÇA SUA COTAÇÃO AQUI

 

E, antes de embarcar, veja as diversas opções de excursões (os famosos day tours) que poderá fazer no país e leia todas as nossas dicas de Portugal já publicadas por aqui: são mais de 100 textos!

guia de lisboa - Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesaAproveite para conhecer também o nosso guia, o “Roteiro de 7 dias em Lisboa e arredores“,  que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia-a-dia.

COMPRE SEU GUIA AQUI

Boa viagem!

-----------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitor do blog tem até 20% de desconto. Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO15.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser em quase todos os casos e ainda consegue os melhores preços.

4 comentários em “Bacalhau com Natas: delícia da culinária portuguesa”

  1. Esse é meu bacalhau preferido. Aqui em Miami o Old Lisbon faz um que é de comer de joelhos!! É um pouco pesado, mas o sabor é indescritível.

    Responder

Deixe um comentário