Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Flandres é uma região da Bélgica localizada ao norte do país. Muito conhecida por sua herança cultural e preservação histórica, é uma das regiões europeias com maior concentração de prédios com séculos de existência.

A atmosfera medieval é tão grande que, ao caminhar pelas ruas, a sensação que dá é que se voltou no tempo – e se você não encontrar um indício de que está no século XXI, como um celular, por exemplo, é capaz de acreditar que voltou mesmo! 🙂

Flandres: uma região da Bélgica especial

Flandres é dividido em províncias, cada uma com uma cidade principal. São elas: Antuérpia (Antuérpia), Limburgo (Hasselt), Flandres Oriental (Gent), Flandres Ocidental (Bruges) e Brabante Flamengo (Leuven). A capital Bruxelas é uma região autônoma, mas se localiza em Flandres também.

mapa de flandres

Flandres fica bem no meio das rotas comerciais da Europa e tem um dos maiores portos do continente. Sendo assim, sua história é marcada por mudanças de poder, conquistas e casamentos com intuitos políticos.

Atualmente, a maioria da população é composta por flamengos, o que influencia bastante a arte local. Rendas de altíssima qualidade (e bons preços!), grandes pintores renascentistas, cerveja artesanal, chocolate e a famosa Folha-de-Flandres são algumas das atrações do norte da Bélgica.

Essa região da Bélgica é famosíssima por sua arte flamenga e os grandes artistas do estilo. Os chamados primitivos flamengos são os pintores que deram início a esse novo modo de ver a arte, que começou aproximadamente no século XV e foi até o século XVI. Muitas das obras flamengas têm cunho religioso por conta dessa época de transição, quando o Renascimento surgia, mas a arte religiosa ainda era muito forte. Entre os principais pintores flamengos podemos citar: Jan van Eyck, Rogier van der Weyden, Peter Paul Rubens, Hans Memling, Hugo van der Goes, Hieronymus Bosch e Pieter Bruegel.

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 10% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços, pague em até 12 vezes no cartão ou com 5% de desconto no boleto. Use o cupom TURISTAPRO5 e ganhe mais 5%.


Arte e viagem

Por que não associar arte e viagem? Esta região da Bélgica é perfeita para isso e aqui neste post você conhece um pouquinho de cada província e alguns dos talentosos pintores flamengos. Vamos?! 😉

Antuérpia

Conhecida por sua cultura da moda e como o centro mundial dos diamantes, a Antuérpia fica a 46 km da capital Bruxelas e é a cidade do pintor Peter Paul Rubens.

Os principais pontos turísticos da região são a Estação Central (Antwerpen Centraal Station), construída no século XIX e considerada a mais bonita da Europa; o Castelo Het Steen, considerada a construção mais antiga da Antuérpia; a Catedral de Nossa Senhora (Onze Lieve Vrouwekathedraal); o Forte Steen; Grote Markt, entre outras.

o que fazer em antuérpia

[highlight color=”yellow”]Peter Paul Rubens[/highlight]

Rubens foi um pintor que passou a maior parte de sua vida na região de Antuérpia e foi um dos grandes famosos artistas flamengos de Flandres. Sua arte barroca enfatizava as formas humanas, como o movimento e a sensualidade. Suas obras podem ser encontradas nas atrações a seguir:

Catedral de Nossa Senhora (Onze Lieve Vrouwekathedraal)

Foi construída no século XIV e possui uma torre de 123 metros de altura, o que a tornou durante muitos séculos a mais alta construção em todos os Países Baixos. Lá dentro é possível encontrar várias obras do artista Rubens como o quadro “Descida da Cruz”, obra prima do pintor.

  • Endereço: Groenplaats 21, 2000 Antwerpen
  • Funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 17h. Sábado, das 10h às 15h. Domingos e feriados, das 13h às 16h

Descida da Cruz Rubens Catedral da Antuerpia - Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Igreja St. Charles Borromeo

É uma igreja onde se pode observar o toque da arte de Rubens na decoração e na torre.

  • Endereço: Hendrik Conscienceplein 12, Antwerpen
  • Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h às 12:30h/14h às 17h

Museu do Peter Paul Rubens (Rubenshuis Museum)

O museu é a própria residência onde o pintor morou até sua morte, em 1640. Com inspirações renascentistas e barrocas, a residência foi projetada por ele mesmo. Além de obras do artista, é possível ver sua coleção particular, que incluem livros e gravuras.

flandres - Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Bruxelas

Capital do país e sede da União Europeia, Bruxelas é o coração político da Bélgica e de Flandres. É uma cidade de contrastes e bem mista: a maioria da população é estrangeira e as línguas faladas na região são oficialmente o holandês e francês, mas se você só souber o inglês está tudo certo.

Os principais pontos turísticos são a Igreja St. Michel (Cathédrale Sts-Michel et Sainte Gudule), a praça Grand Place, o Museu da Cerveja Belga (Belgian Brewers’ Museum), a Igreja de Nossa Senhora de Laeken (Notre-Dame du Sablon), o Comics Art Museum, o Museu Magritte, Bozar, Parlamento Europeu, entre tantas outras.

Leia também: 

roteiro bruxelas

[highlight color=”yellow”]Pieter Bruegel “O velho”[/highlight]

Pieter Bruegel “O velho” foi, além de pintor, escultor e arquiteto. A denominação de “o velho” é para distingui-lo de seu filho, que possuía o mesmo nome e também era artista.

Apesar de não ter nascido na Bélgica, foi em Bruxelas onde se fixou e atualmente encontram-se suas obras. Suas pinturas representam a vida no campo e paisagens, mas também têm outras características de destaque, como cenas fortes retratando a loucura humana e o horror. Grande parte de suas obras pode ser encontrada nos Museus Reais de Belas Artes da Bélgica.

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR

Que tal já chegar no seu destino já conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países e ainda planos que incluem telefone, no caso de viagem para o EUA. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e receba o seu chip em casa com frete grátisCompre aqui


Museus Reais de Belas Artes da Bélgica (Les Musées Royaux des Beaux-Arts de Belgique)

É um conjunto de quatro museus importantes situados em diferentes partes da cidade de Bruxelas: Museu de Arte Antiga, Museu de Arte Moderna, Museu Constantin Meunier e o Museu Antoine Wiertz. Além dos quadros de Bruegel, também é possível encontrar obras de Jan Van Eyck e Rubens.

  • Endereços:  Rua de la Régence 3/ Rua de l’Abbaye 59/ Rua Vautier 62
  • Funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 17h; e fins de semana, das 11h às 18h

Pieter Bruegel Bruxelas - Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Bruges

Cidade do grande pintor Jan Van Eyck. Foi lá onde o artista viveu grande parte de sua vida, tendo ganhado até uma estátua em sua homenagem, que se encontra em uma das principais praças da cidade.

Bruges é uma cidade muito turística e medieval (não tinha como não ser, não é mesmo?). Seu centro histórico foi tombado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Algumas atrações em Bruges são o Museu do Diamante, o Museu da Renda e as maravilhosas lojas de chocolate e bares que você encontra com facilidade pelas ruas. Não deixe também de fazer um passeio pelo canal.

o que visitar em bruges

[highlight color=”yellow”]Jan Van Eyck[/highlight]

Um dos mais famosos e talentosos pintores do Renascimento é oriundo da Bruges, onde instalou sua oficina.

Jan Van Eyck é conhecido por sua técnica de pintura realista de altíssima qualidade, sendo capaz de reproduzir em pinturas a óleo sobre tela detalhes como o brilho do ouro, reflexos no espelho e até as fibras de um tapete. Entre suas obras mais famosas podemos destacar “O Casal Arnolfini” (que se encontra atualmente na Nacional Gallery, em Londres), O homem do turbante vermelho e a participação no painel “O Cordeiro Místico”.

Van Eyck tinha um irmão mais velho, que também era um excelente pintor, chamado Hubert Van Eyck. Ambos fizeram a famosa obra “Adoração do Cordeiro Místico”.

Groeninge Museum Bruges

Este museu se destaca por sua enorme coleção de pintores flamengos. O local abriga obras de Jan Van Eyck, Hans Memling, Hugo van der Goes e Gerard David. Além das coleções fixas, o museu também costuma trazer exposições temporárias. É um ótimo passeio obrigatório em Bruges se o seu foco for arte flamenga. Lá você encontra, por exemplo, o quadro “A Madonna com Van Der Paele”.

  • Endereço: Dijver 12, B-8000 Bruges
  • Funcionamento: todos os dias, das 9:30h às 17:00h

Jan van Eyck The Madonna with Canon van der Paele - Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Igreja de Nossa Senhora  

É o único local fora da Itália a abrigar uma obra do escultor Michelangelo. A escultura de mármore “Madonna e Criança” encontra-se nesta igreja, que vale a visita também por sua história e arquitetura gótica.

  • Endereço: Mariastraat, 8000 Brugge

Madonna e crianca Michelangelo Brugge - Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Ghent

É uma cidade universitária, o que faz com que Gent seja alegre, movimentada e muito charmosa.

No centro histórico bem preservado é possível encontrar marcos do período flamengo como as fábricas de tecido e o Castelo dos Condes de Flandres. Outras atrações dessa região da Bélgica são: Mercado de Flores (Kouter), Mercado de Frutas e Vegetais (Groentenmarkt), Graslei, Torre da Cidade, Campanário Belfort (com sua torre datada do século XIV) e a Igreja de St Nicholas (Sint Niklaaskerk). É lá também que está exposta uma grande obra artística, o Retábulo de Ghent.

o que fazer em gent

[highlight color=”yellow”]O Retábulo de Ghent[/highlight]

É provavelmente uma das obras de arte mais famosas e disputadas da história. Roubos, incêndios, vendas, acidentes… essa obra, feita pelos irmãos Van Eyck, passou por tanta coisa que só a sua história daria um livro. Conhecida oficialmente pelo nome “Adoração do Cordeiro Místico”, foi encomendada para compor o altar da Igreja de Saint Bavo, em Ghent, no ano de 1492.

Não é um quadro qualquer. O retábulo de Ghent é na verdade um grande painel dobrável onde cada “pedaço” é uma pintura diferente contendo símbolos religiosos. As pinturas são feitas nas duas faces do painel, ou seja, quando está fechado também há imagens. São 24 figuras diferentes, 12 na frente e 12 na parte de trás. A obra só era acessível ao público nos momentos de culto, o que fazia com que a igreja ficasse cheia, pois muitos iam para assistir o grande momento da abertura dos painéis. Lembrando que naquela época não existia TV, celular e etc., portanto, um painel deste porte era a atração da vez.

Como já dito anteriormente, a história do “Cordeiro Místico” é bem turbulenta e, justamente por conta dessas idas e vindas, um dos pedaços do retábulo encontra-se desaparecido até hoje! O pedaço foi roubado em 1934 e, apesar de a autoria do roubo ter sido descoberta, o ladrão fez questão de levar a localização da obra para o túmulo. O caso é tão intrigante que existe um departamento especial na polícia da Bélgica responsável pelas investigações para descobrir o paradeiro do tabuleiro faltante.

regiao da belgica - Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Hoje, o painel passa por um processo delicado de restauração, que tem previsão de término somente em 2020. Mas é possível ver algumas partes expostas na Igreja de Saint Bavo (atrás de vidros de proteção, claro).

  • Endereço: Sint-Baafsplein, 9000 Gent, Bélgica
  • Funcionamento: todos os dias, das 8:30h às 18h

Museu de Belas-Artes de Gent

É lá onde está sendo feita a restauração do Retábulo de Gent e você pode assisti-la presencialmente através de vidros que separam o público da sala de trabalho dos restauradores. Fora isso, o museu abriga muitas outras obras de outros artistas, como Jheronimus Bosch, por exemplo. Fica localizado dentro do parque da cidade, ou seja, além de ver obras de arte você ainda faz um passeio pelas belas paisagens naturais.

  • Endereço: Fernand Scribedreef 1, Citadelpark, 9000 Ghent
  • Funcionamento: terça a sexta, das 9:30 às 17:30h. Finais de semana, das 10h às 18h

Leuven

Conhecida como a capital belga da cerveja, Leuven é a sede da cervejaria Stella Artois e vizinha de outras fábricas da bebida.

É nesta região da Bélgica que também se encontra uma das universidades mais antigas do mundo, a Universidade Katholieke de Leuven, fundada em 1425. Principais atrações: Igreja de São Pedro (Sint-Pieterskerk, fundada em 986); Groot Begijnhof, uma vila medieval onde moravam somente mulheres; M-Museum Leuven; Towm Hall.

dicas da belgica - Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Mechelen

Antiga capital dos Países Baixos (durante os anos de 1506 a 1530), Mechelen é ótima para apreciar a arquitetura flamenga. É nesta cidade que fica a sede do arcebispado católico da Bélgica.

Uma das atrações mais famosas é a Catedral de São Romualdo (Saint Rumbold) e sua torre sineira, onde pessoas vêm de longe para aprender a tocar o sino de 8 toneladas! É nesta catedral que também podemos encontrar relíquias medievais e pinturas do século XVII e XVIII. O artista flamengo Anthony Van Dyck, discípulo de Rubens, tem um de seus famosos quadros expostos nesta catedral, o “Cristo na Cruz”, ao lado de obras de outros artistas.

região da Bélgica F;andres

Hasselt

Hasselt é a principal cidade da província de Limburgo, situada ao leste da Bélgica. É onde você vai poder provar o Jenever Gin, tão famoso por lá que tem até festival (ocorre em outubro).

Você também pode visitar o Museu do Gin (National Jenever Museum); o Jardim Japonês de Hasselt, o maior jardim japonês da Europa; Bokrijk, uma vila museu ao ar livre; Abbey Herkenrode, uma abadia do século XII; o museu Het Stadsmus; a Catedral Sint-Quintinus, onde as paredes são decoradas por pinturas do artista Godfried Guffens e, claro, passear pelas ruazinhas medievais.

Hasselt é uma cidade menos conhecida e, por consequência, com menos turistas, dá pra aproveitar a estadia por lá com sossego.

flandres belgica - Flandres: conheça essa região da Bélgica que transpira arte!

Agora que você já conhece um pouco desta região da Bélgica chamada Flandres, aproveite o passeio em meio à arte flamenga enquanto aprecia os maravilhosos chocolates belgas! E, por que não, uma cervejinha artesanal!

Boa viagem!

Texto de Luciana Console
Edição final Ana Catarina Portugal
Imagens Shutterstock e acervo do blog

 Continue sua viagem pela Bélgica aqui:

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:                                                                               x

reserve seu hotelSeguro viagemchios de internetingressos e passeiosguias de viagempassagens aéreas mais baratasGuia de viagem turista profissional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here