Por: Turista Profissional - Atualizado em 10/06/2020

Quando estamos assistindo a algum filme, é comum ver cenas de pessoas entregando gorjetas para garçons, camareiras, taxistas, dentre outros prestadores de serviços. Não é à toa, já que dar gorjeta em viagem é um hábito comum e quase obrigatório em diversos países.

Mas quanto dar de gorjeta? Como fazer isso? Devo dar gorjeta sempre?

Para que as gorjetas não pesem no seu orçamento, é importante contar com elas no seu planejamento financeiro.

Em alguns países é considerado como ofensa o ato de oferecer gorjetas, então deve-se ter cuidado para não cometer gafes. Vem com a gente descobrir como dar (ou não dar) gorjeta em cada viagem!

Economia => Seguro Viagem Mais Barato (dicas práticas)

Como dar gorjeta em viagem

Gorjeta em Viagem - Dicas de onde e como dar gorjeta em viagem

Gorjeta em viagem para os EUA

Nos EUA, a gorjeta, também conhecida como “tips”, é essencial em praticamente todos os serviços prestados.

Por padrão, os garçons de restaurantes recebem 20% de gorjeta. O dinheiro extra ajuda a complementar seus salários, que não são muito altos.

Para os carregadores de mala em hotéis, o ideal é que se dê 1 ou 2 dólares por mala carregada. Caso ele chame um táxi para você pode incluir mais 1 dólar. J

á para o serviço de limpeza de quarto, 5 dólares por noite de estadia são suficientes. 5 dólares também é uma boa quantia para entregadores e manobristas.

Nos bares, 1 dólar por bebida ou drink é o valor comum de gorjeta. Sempre que tiver dúvidas do quanto dar de gorjeta, faça o cálculo dos 20% e não haverá erros. E

se tiver dúvidas sobre quando dar gorjeta, é só seguir a regra: se alguém te ajudou ou te serviu, dê gorjeta.

Confira => Passeios e ingressos nos Estados Unidos

cruzeiro em nova york - Dicas de onde e como dar gorjeta em viagem

Gorjeta em viagem para Portugal e Espanha

Em Portugal e na Espanha, o hábito de dar gorjetas não é tão comum, então não há um valor exato ou aproximado para o caso de você querer oferecer alguma quantia de dinheiro extra por um serviço prestado.

Em lugares turísticos, os funcionários esperam por gorjetas, mas ainda assim elas não são obrigatórias. Os estabelecimentos raramente incluem taxas de serviço nas contas (o valor marcado como IVA é um imposto, não gorjeta).

Em cafés e restaurantes mais simples, alguns trocadinhos de euro são suficientes para agradar o atendente. Em locais mais sofisticados, 10% são uma boa quantia para agradecer pelo serviço prestado.

Em bares, 20 centavos de euro por drink consumido ou deixar o troco são boas opções. Para os carregadores de mala e serviço de quarto em hotéis, alguns euros de gorjeta são uma boa forma de agradecer.

Nos demais locais, a gorjeta não é esperada, mas também não é ofensiva, então fica ao seu critério.

Confira passeios em Portugal

vista de lisboa portugal - Dicas de onde e como dar gorjeta em viagem

Gorjeta em viagem para a Itália

A gorjeta na Itália não é obrigatória, mas é normal retribuir gentilezas ou demonstrar satisfação com o serviço prestado através dela.

Em Roma, Florença e Veneza, o costume americano de dar gorjetas está se tornando cada vez mais comum.

Quando a conta vem acompanhada do termo “servizio” é o serviço, que não costuma passar de 10%. Nesse caso não há necessidade de dar gorjetas, apenas caso seja do eu desejo.

Apesar de não ser rude não dar gorjetas para prestadores de serviços como taxistas, camareiras, guias de turismo e atendentes, eles a esperam como forma de reconhecimento pelo bom atendimento e trabalho realizado. Nesses casos, 5 euros é a quantia normalmente oferecida.

Dúvida => Seguro Viagem Itália (tem que fazer?)

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR + 5% DE DESCONTO

Chip de viagem - Dicas de onde e como dar gorjeta em viagemQue tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da American Chip tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 200 países. Bom, né?! Use o cupom TURISTAPROFISSIONAL quando for fechar o pagamento e ganhe 5% de desconto

COMPRE SEU CHIP AQUI!


Gorjeta em viagem para a França

Assim como na Itália, a gorjeta não é obrigatória na França. Em restaurantes e bares com atendimento na mesa, alguns trocados, o troco da conta ou a conta arredondada para cima são suficientes para agradar os atendentes, caso seja de sua vontade.

Se sua opção for deixar o troco, basta dizer “gardez la monnaie” quando for pagar. Se na conta vier escrito “service compris” significa que o serviço já está incluído, mas fica ao seu critério acrescentar gorjeta ou não. E se quiser deixar uma gorjeta em forma de agradecimento ao bom atendimento, 5 ou 10% bastam.

Prestadores de serviço de quarto e carregadores de mala costumam esperar alguns euros. Os taxistas também esperam por alguma gorjeta, nem que seja o valor da corrida arredondado. Caso ele te ajude a carregar malas, é de bom grado oferecer 1 ou 2 euros por mala.

Vale a pena => Passeios pela França 

roteiro em paris - Dicas de onde e como dar gorjeta em viagem

Gorjeta na Holanda

Por aqui, a gorjeta, ou “fooi”, não é obrigatória, mas também não é mal vista. Normalmente a gorjeta na Holanda é dada como recompensa por um bom atendimento. Algumas contas incluem 5% de serviço, mas você pode acrescentar mais um pouco, caso sinta vontade.

Em alguns estabelecimentos, como cafés, existem os “fooienpot”, que nada mais são do que uma caixinha em cima do balcão onde você pode deixar algumas moedas.

Nos bares, não é comum oferecer gorjeta, a menos que haja atendimento na mesa e você queira oferecer alguns trocados para o atendente em agradecimento.

Moedas também são suficientes para o carregador de malas do hotel. O taxista não esperar por gorjetas, mas certamente ficará feliz caso você arredonde o valor da corrida para cima.

Leia também: O que fazer em Amsterdam

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços garantidos, pague no boleto ou em até 12 vezes no cartão. Aproveite e ganhe até 20% de desconto com o cupom TRANQUILO, é só clicar no botão abaixo.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI! >>>


Gorjeta em viagem para Hong Kong

Apesar de não fazer parte da cultura dos habitantes locais, quem trabalha com turismo em Hong Kong sempre estará aguardando a gorjeta, os guias turísticos principalmente. Procure oferecer a gorjeta de bom grado, porque reclamar de ter que dar dinheiro a mais pelo serviço recebido é considerada uma atitude rude.

Normalmente os restaurantes já incluem a taxa de 10% nas contas, mas não há garantia de que esse dinheiro vá para o garçom. Então, caso deseje agradecer o bom atendimento, adicione um pouco mais de dinheiro para se certificar de que o atendente receba a gorjeta.

Para serviços de quarto e carregadores de mala, separe 20 dólares de Hong Kong. Já para os taxistas, alguns trocados são suficientes para deixá-los felizes.

Confira => Passeios em Hong Kong

show de cores hong kong - Dicas de onde e como dar gorjeta em viagem

Gorjeta no Japão

Sabemos que o Japão possui cultura e hábitos bem peculiares, e quando se trata de gorjetas não é diferente. O ato que para nós soa como cortesia, para eles pode ser considerado um insulto.

A lógica japonesa é que você já paga por um bom serviço, então não há necessidade de pagar a mais por ele. Caso você dê gorjeta, não espere por sorrisos ou agradecimentos.

Em algumas ocasiões turísticas e ryokans (hospedaria típica japonesa) sofisticados, há maneiras de dar gorjeta discretamente ou deixá-las em envelopes. Mas, para se assegurar de que não vá cometer gafes ou ofender alguém sem ter a intenção, é melhor evitar as gorjetas em viagem ao Japão.

Leia também: Roteiro de 12 dias no Japão

roteiro japao - Dicas de onde e como dar gorjeta em viagem

Gorjeta em viagem para a Argentina

Pode parecer estranho, mas a gorjeta na Argentina é chamada de propina. Assim como em muitos países, ela não é obrigatória, mas é vista com bons olhos.

Nos restaurantes, o costume é pagar 10% de gorjeta, que deve ser paga em dinheiro. A melhor maneira de fazer isso é pagar a conta, seja em dinheiro ou cartão, esperar o troco, se for o caso e só depois dar a gorjeta. Ela pode ser entregue diretamente ao garçom ou deixada na mesa, e provavelmente o atendente só irá recolhê-la quando você for embora.

No hotel, algo entre 70 e 140 pesos argentinos é uma boa quantia para oferecer ao carregador de malas. Para os guias turísticos, dependendo de quanto você gostou do passeio, pode oferecer entre 280 e 700 pesos. A

gorjeta, ou propina, não é obrigatória nos táxis, mas será bem recebida caso você queira arredondar para cima ou dar algum dinheiro a mais.

Leia: Qual a melhor época para viajar ara Buenos Aires

tango em buenos aires - Dicas de onde e como dar gorjeta em viagem

Gorjeta no Chile

Os costumes para gorjeta no Chile são bem parecidos com os da Argentina, tendo até o mesmo nome de propina. Nos restaurantes, são sugeridos 10% de gorjeta.

Para os funcionários do hotel e taxistas, algum valor entre 1000 e 2000 pesos chilenos é o bastante. Os guias turísticos podem receber uma quantia entre 2000 e 5000 pesos chilenos.

No geral, a gorjeta não é obrigatória no Chile e será vista de boa maneira como agradecimento pelos bons serviços prestados.

Leia também: Viagem para o Chile (tudo o que você precisa saber)

Como NÃO dar gorjeta em viagem

De uma maneira geral, oferecer gorjetas às escondidas para qualquer prestador de serviço, como em um aperto de mão ou colocando no bolso de sua roupa, não é um ato educado e, muitas vezes, pode ter o efeito contrário do que se deseja.

A melhor maneira de dar gorjeta em viagem, seja onde for, é de maneira cordial, entregando em mãos acompanhada ou deixando na mesa ou no local reservado para o dinheiro extra.

O simples, geralmente, é o caminho mais seguro para evitar constrangimentos. E lembre-se que a gorjeta é uma forma de agradecimento ao serviço recebido, então o ideal é que ela venha acompanhada de um sorriso!

Conclusão

Por último, fica a dica: tenha sempre uma calculadora em punho (pode ser a do celular mesmo) para facilitar o cálculo das porcentagens das contas de cada gorjeta.

Contas feitas? Gorjetas contabilizadas? Dicas anotadas? Então chegou a hora de fazer as malas e seguir nossas dicas para viajar sem medo de errar ou cometer gafes ao dar gorjeta em viagens!

Texto de Carolina Peixoto

-----------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitor do blog tem 5% de desconto. Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Autor
Turista Profissional
Este texto foi escrito por mais de um ou mais membros da equipe do Turista Profissional, com supervisão e edição final de Ana Catarina Portugal e Declev Reynier.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *