Que moeda levar para a Argentina?

A moeda argentina barata faz com que muitos brasileiros resolvam viajar para o país, por ser uma viagem internacional mais barata, em termos gerais, do que outros destinos concorridos.

Então, você também pretende visitar nossos hermanos da América do Sul?

Pois bem, com certeza você vai se deparar com a dúvida de que moeda levar para a Argentina durante o planejamento da viagem. E a resposta não é tão óbvia assim.

Importante => Seguro viagem Argentina (com 20% de desconto)

peso argentino
A moeda argentina é o peso argentino – Foto: Diego Torres

Moeda argentina

O país aceita dólares e até reais no comércio e nos locais turísticos, principalmente nas grandes cidades turísticas como Buenos Aires e Bariloche, mas é preciso também avaliar as vantagens e desvantagens de cada opção. 

Questões como quanto levar, as melhores cotações e onde trocar a moeda argentina são informações importantes que você deve ter antes de começar a sua viagem.

Nós vamos ajudar você a se decidir. Veja abaixo o que abordaremos aqui.

Índice:

Qual a moeda da Argentina?

A moeda da Argentina é o peso argentino (ARS). O peso argentino entrou em circulação em 1992, quando substituiu o Austral, a antiga moeda argentina.

Na época, em 1992, assim que entrou em vigor e passou a circular, a cotação do peso argentino era bem próxima a do dólar, baseado em uma lei que mantinha essa paridade. Somente em 2002 essa lei foi revogada e o peso argentino começou a ser desvalorizado.

O peso argentino é composto de cédulas de 2, 5, 10, 20, 50, 100, 200, 500, 1.000 e 2.000 pesos.

As moedas praticamente acabaram na Argentina, pois, com a desvalorização massiva da moeda, elas não são mais usadas. Ah, as cédulas menores também estão caindo em desuso, pelo baixo valor perante os preços.

Leia mais

Índice – TOPO

Como é o câmbio na Argentina?

A resposta a esta pergunta não é tão simples do tipo “vá a um banco ou a uma casa de câmbio”, como é aqui no Brasil.

Porque, se aqui o Real tem um valor “real”, independente de onde você trocar (a variação de um lugar a outro é bem pequena), na Argentina existem diversos tipos de câmbio, cada um com sua finalidade específica, atendendo a cada setor da sociedade (turismo, empresas, setor financeiro, exportadores…).

Essa complexa rede de câmbio na Argentina reflete a difícil situação econômica do país e as medidas governamentais adotadas para gerenciá-la.

Para aqueles que planejam visitar ou fazer negócios na Argentina, é crucial estar ciente dessas diferenças cambiais e acompanhar as atualizações para tomar decisões financeiras bem informadas.

Então, vamos entender melhor.

Câmbio Oficial

É o que teoricamente vale o peso argentino em relação a outras moedas, como o dólar e o real,  determinado pelo governo.

Por esta taxa, o peso argentino é super valorizado, ou seja, tem um valor maior do que o que se faz no dia a dia, sendo prejudicial para os turistas utilizar este câmbio.

Câmbio Blue – Câmbio Paralelo

O câmbio paralelo (conhecido como Câmbio Blue) nasceu da necessidade da população em poupar dinheiro sem as perdas inflacionárias. Neste sentido, ao invés de guardar dinheiro em pesos argentinos, os argentinos guardam em dólar.

Acontece que a aquisição de dólar pelos cidadãos argentinos, oficial e legalmente , é limitada pelo governo. Com isso, nasceu esse câmbio paralelo, no qual as moedas estrangeiras são mais fortes e mais caras.

Não é um câmbio “legal”, mas é amplamente utilizado pela população e encontrado facilmente em diversas casas de câmbio na Argentina (conhecidas como Cuevas).

Câmbio MEP

O câmbio MEP foi instituído para atender às necessidades do mercado financeiro.

Ele tende a acompanhar as flutuações do câmbio blue e é considerado o câmbio mais próximo do valor real do dólar. No entanto, nem sempre segue a mesma trajetória do câmbio blue, o que pode criar variações.

Câmbio Tarjeta (cartão)

Por fim, o câmbio tarjeta (tarjeta = cartão de crédito) foi criado especificamente para transações com cartões de crédito e débito estrangeiros.

Quando você utilizar cartão na Argentina, é este o câmbio calculado, que é parecido com o MEP.

seguro do cartão de credito Índice – TOPO

Quanto vale o peso argentino?

Como deu pra perceber, é até difícil afirmar com certeza o valor do peso argentino, porque a moeda argentina infelizmente está se desvalorizando rapidamente.

Além do mais, com os diversos tipos de câmbio na Argentina, conforme você viu acima, a cotação da moeda argentina varia conforme cada um deles.

Oficial:

No câmbio oficial, por exemplo, hoje em dia (14/10/2023) com 1 real você compra praticamente 70 pesos argentinos e com 1 dólar você compra 350 pesos argentinos.

Para ver este câmbio, você pode utilizar, por exemplo, o conversor de moedas do site do Banco Central, que é muito confiável.

Blue:

No câmbio que a população utiliza (o Câmbio Blue, ou Câmbio Paralelo), no entanto, com 1 real a gente pode comprar, hoje, cerca de 191 pesos argentinos. e com 1 dólar, 970 pesos.

Para ver a cotação diário deste câmbio, você pode utilizar o site CUEX, que te dará a cotação máxima do dia.

Tarejta:

E no Câmbio Tarjeta, como dissemos, é parecido com o MEP, mas um pouco abaixo. Você pode verificar no site El Cronista (no topo, assim como os outros câmbios também aparecem lá),

câmbio na Argentina
O valor da moeda argentina no alto do site El Cronista

Índice – TOPO

Vale a pena levar peso argentino daqui do Brasil?

Não vale a pena! Essa é a sua última opção.

O câmbio que fariam aqui no Brasil é o câmbio oficial e, como você pode ver, é o que paga pior entre todos.

Não precisa ter aqueles pesos argentinos “para chegar no país”. As primeiras despesas podem ser pagam em cartão ou mesmo em real ou em dólar, que são aceitos por lá.

Índice – TOPO

SEGURO VIAGEM COM ATÉ 20% DE DESCONTO

Não esqueça de fazer um bom Seguro Viagem, afinal, você não vai querer ficar desprotegido longe de casa, né?! Clique aqui para encontrar os melhores preços garantidos, pague no boleto, pix ou em até 12 vezes no cartão. Aproveite e ganhe até 20% de desconto, é só apertar no botão abaixo.

COTAÇÃO DE SEGURO AQUI! >>>


Que moedas são aceitas na Argentina?

Se você já tiver dólares americanos guardados em casa, leve-os.

O dólar é uma moeda forte e bem aceita na Argentina e não te trará prejuízo caso sobrem algumas notinhas e tenha que trocar por reais na volta da viagem.

Além da força da moeda em si – inclusive pelo atual momento político da Argentina -, a cotação do dólar para o peso argentino geralmente é muito boa.

Então, o dólar é uma moeda utilizada e aceita em diversos estabelecimentos comerciais como restaurantes, bares, hotéis e atrações turísticas da Argentina.

Já no caso dos reais, o nosso dinheiro também é aceito diretamente em alguns estabelecimentos. Pode-se levar reais no intuito de trocar nas casas de câmbio assim que chegar ao país.

+++ Confira alguns passeios que poderá fazer em Buenos Aires +++

moeda Argentina Índice – TOPO

Onde trocar dinheiro na Argentina?

Bom, já deu para perceber que o dinheiro que você levar, seja dólar ou reais, você deve trocar pelo câmbio paralelo, ou seja, o Blue.

Para fazer isso, antigamente você deveria ir às famosas casas de câmbio conhecidas como cuevas, meio que escondidas dentro de pequenas galerias. Você ainda tem essa opção, que paga bem.

Mas, hoje em dia dá pra conseguir a mesma taxa em quase todas as casas de câmbio. Mesmo que, na entrada, o valor esteja pelo câmbio oficial, vá ao balcão e pergunte a quanto estão comprando seus dólares. Veja se está perto da cotação do dólar Blue. Se não estiver, tente negociar. Se não conseguir, vá para outra, mas não compre na taxa oficial, pois perde muito.

Tome cuidado em seu planejamento de viagem porque as casas de câmbio, em geral, fecham no sábado à tarde e não abrem no domingo.

Se for o caso de necessidade, dá para usar reais e dólares direto no comércio, alguns lugares aceitam, mas não fique dependendo só disso.

Além disso, hoje em dia existe a opção dos cartões de débito globais, como o Cartão Wise (sugiro sempre viajar com ele e uma graninha disponível).

A vantagem de usar real ou dólar direto é não perder dinheiro nas transações de câmbio; a desvantagem é que nem todos os lugares aceitam real e dólar nos pagamentos e você teria que ficar negociando o câmbio com os comerciantes no momento da compra.

Imperdível => Passeio de um dia para Tigre com passeio de barco

EMBARQUE JÁ COM INTERNET NO SEU CELULAR + 10% DE DESCONTO

Que tal já chegar ao seu destino já conectado? O chip da America Chip tem planos de dados ilimitados, que funcionam em mais de 200 países. Bom, né?!

COMPRE SEU CHIP AQUI! >>>


Índice – TOPO

Western Union vale a pena?

Sim, vale a pena. Todo mundo conhece a Western Union, certo?

É uma empresa de transferência de valores. Você, aqui do Brasil, envia dinheiro e recebe lá na Argentina, quando chegar.

A grande vantagem da Western Union é que esta empresa está utilizando o Câmbio Blue, ou seja, o câmbio paralelo, em um valor muito bom.

Com ele você não precisa ir em casas de câmbio. Mas… terá que procurar as agências físicas da empresa lá na Argentina para retirar o seu dinheiro.

Ache aqui uma agência da Western Union em Buenos Aires.

Índice – TOPO

Vale a pena usar cartão de crédito ou de débito na Argentina?

Antigamente, em qualquer pagamento no cartão você seria cobrado pelo câmbio oficial, que é bem desvantajoso para o turista.

Com a criação do câmbio MEP, em dezembro de 2022, porém, passou a ser vantajoso o uso de cartão internacional para pagamento de contas na Argentina, seja com crédito ou com débito em cartões Visa e Mastercard internacionais.

Só que o câmbio do MEP ainda é uns 20% abaixo do Blue, então, você deve ter em mente que ainda é mais vantajoso trocar seus reais ou dólares nas casas de câmbio pelo Blue.

Mas, por uma questão de comodidade, você pode usar direto o seu cartão de crédito na viagem, mesmo sabendo que o câmbio é menor do que se trocasse dinheiro no câmbio Blue, porque, com a economia bem desvalorizada, você tem que andar com bolos e bolos de dinheiro, para pagar tudo em espécie.

Ah, no caso dos cartões brasileiros, ainda incide o IOF de 6,38%. No entanto, há momentos em que o uso do cartão de crédito pode ser vantajoso, tais como:

Nas compras online de ingressos e passeios

Especialmente quando se trata de eventos ou atividades que podem esgotar rapidamente antes da sua chegada, usar o cartão de crédito é conveniente e seguro.

Você pode escolher e comprar online os passseios, tours e excursões na Argentina nestes dois sites

Nas suas primeiras despesas ao chegar

Ao chegar na Argentina, pode ser útil usar o cartão para as primeiras despesas antes de realizar a troca de dinheiro.

Pagamento do hotel sem dinheiro em espécie

Este é o principal uso dos cartões internacionais na Argentina. Pagando seu hotel com cartão, você tem a isenção de um imposto, o IVA, que é de 21%.

Além disso, o câmbio utilizado no pagamento do hotel costuma se assemelhar ao câmbio blue (câmbio paralelo) em termos de vantagens financeiras.

Não se esqueça de, ao pagar as despesas com o seu cartão internacional, escolher a máquina a opção de pagamento em pesos argentinos. Caso contrário, a transação será processada usando a taxa de câmbio oficial, e não a vantajosa taxa do dólar blue.

Para os demais gastos diários, é recomendável utilizar dinheiro em espécie, que pode ser obtido através de casas de câmbio ou da Western Union.

Índice – TOPO

Qual cartão usar na Argentina?

Embora aconselhamos levar o seu cartão de crédito internacional “normal”, este, como dissemos, incide o IOF em qualquer uso, apesar do câmbio ser pela Tarjeta.

Mas, a melhor forma de economizar nos casos de uso de cartão é utilizando algum cartão de débito global, como os mais famosos Wise e Nomad.

Com eles você deposita dinheiro e ele faz a conversão para dólar (no caso de Nomad) ou para 50 moedas diferentes, dependendo da sua escolha (no caso da Wise), com câmbio sempre mais favorável que um cartão de crédito comum.

Mas a grande vantagem é que você paga um IOF de somente 1,1%.

Ah, e entre eles, os cartões Visa ainda têm uma vantagem a mais, pois convertem a compra diretamente pelo câmbio Tarjeta no momento da compra, enquanto o Masterdard cobra o câmbio oficial e depois fazem o estorno da diferença em  3 a 5 dias.

Índice – TOPO

Afinal, que moeda levar para a Argentina?

Caso não tenha dólares guardados, é preciso checar o câmbio do dia e ver o que é melhor fazer na época da sua viagem.

Faça uma cotação no Brasil de quanto está do real para o dólar e do dólar para o peso argentino (procure ver os valores em sites oficiais). Depois, verifique quanto fica trocar o real direto para o peso argentino, faça as contas e veja o que vale mais a pena.

Isso é importante porque, se trocar para dólar e depois para o peso, você perde duas vezes no câmbio. Se trocar de real para peso direto, apenas uma vez.

Mas, atenção, trocá-los no Brasil geralmente não é uma boa opção, pois o peso argentino não é uma moeda forte, então a cotação encontrada aqui dificilmente será favorável.

Ao se pensar em que moeda levar para a Argentina, é importante ficar ciente destes pontos: vantagens e desvantagens, onde trocar, que cuidados ter. Dessa forma, você conseguirá avaliar o que será melhor para você.

O menos arriscado é levar um pouco de dólar e de real, assim as duas possibilidades se abrem na hora da troca do dinheiro por pesos na Argentina, já que a variação é grande.

Nas nossas viagens para lá, por exemplo, nunca compramos pesos aqui no Brasil, sempre levamos reais e dólares (às vezes até euros, se tivermos em mãos).

Confira passeios e ingressos de atrações em Buenos Aires

dicas de buenos aires
As esculturas da turma da Mafalda em San Telmo, Buenos Aires

Índice – TOPO

Dicas gerais sobre moeda da Argenina e Câmbio

Algumas dicas rápidas e práticas para sua viagem à Argentina:

1. Economize na compra de moeda estrangeira: evite comprar pesos argentinos no Brasil, pois a cotação costuma ser desvantajosa.

2. Utilize cartão de débito global Nomad ou Wise para pagar seu hotel, pois assim você evitará o IVA de 21% aplicado a pagamentos em dinheiro e será cobrado somente em 1,1% de IOF. Mesmo com os cartões de débito ou crédito internacionais na Argentina, nos quais a taxa de IOF é 6,38%, essa opção ainda se torna vantajosa.

3. Ao pagar com cartão, escolha a moeda argentina na maquininha. Caso contrário, você será cobrado pela taxa de câmbio oficial e não pela cotação do dólar Tarjeta.

4. Use pesos argentinos no dia a dia: para despesas cotidianas, como alimentação e ingressos, utilize pesos em espécie. Você pode transferi-los para você mesmo via Western Union ou trocar reais ou dólares em casas de câmbio locais.

Índice – TOPO

Dica extra: Cuidado com as notas falsas na Argentina

Fique de olho, pois na Argentina existe o risco de pegar uma nota falsa.

E isso não é só na troca de câmbio não: preste atenção ao receber o troco em estabelecimentos e nos transportes, para não cair em golpe.

Para evitar ser enganado, fique atento às características das notas verdadeiras. Elas têm todas as mesmas medidas, que são 155 mm de largura e 65 mm de altura e são feitas de um papel com relevo bem fininho, mas que dá para sentir.

Observe também a marca d’água quando colocar a nota contra a luz: a nota verdadeira mostra o personagem representativo daquele valor de moeda.

Vale a pena => Show de tango no Señor Tango com jantar opcional

Com essas dicas, acho que vai ficar um pouco mais fácil decidir que moeda levar para a Argentina, não é?!

Índice – TOPO

Passagem aérea para Argentina

Além de agora você saber tudo sobre a moeda Argentina, o próximo passo é ver as passagens aéreas para a Argentina e continuar o planejamento de sua viagem.

Uma dica para encontrar passagens aéreas com o melhor custo-benefício é utilizar um buscador de passagens, um site que apresenta os preços mais baixos, descontos e promoções de diversas companhias aéreas ao mesmo tempo.

Busque aqui a sua passagem aérea para a Argentina

Índice – TOPO

Seguro Viagem Argentina

Outro aspecto importantíssimo do planejamento de sua viagem para a Argentina é o seguro viagem.

Nós aconselhamos fortemente a ninguém viajar sem um bom seguro viagem. E como conseguir o melhor e mais barato?

De forma parecida com as passagens aéreas, você pode utilizar um comparador de seguros, um site que faz a busca em diversas seguradoras e te apresenta aquele seguro com o melhor custo-benefício para a sua idade, o local e a época de sua viagem.

No link abaixo, você ainda terá 15% de desconto, exclusivo para nossos leitores!

Busque aqui o seu seguro viagem – com desconto!

Dicas extras para organizar a sua viagem para Buenos Aires

Não vá sem o nosso "Roteiro de 7 dias em Buenos Aires e Arredores", pois é um roteiro completo pela cidade, com muitas informações importantes.

guia de buenos aires turista profissional

Outra coisa: não vá sem um bom Seguro Viagem, não dê espaço para os incidentes. Aqui a gente te dá desconto:

Compre o seu SEGURO VIAGEM para a Argentina com até 20% de desconto aqui!

Não deixe também de ler todas as nossas dicas de viagem para a Argentina e nem de conferir ingressos de atrações e passeios que poderá comprar antes de embarcar para lá.

Em matéria de hospedagem, antes de decidir leia o texto onde ficar em Buenos Aires (dicas de hotéis e os melhores bairros), que vai te ajudar bastante. 😉

Confira aqui passagens aéreas baratas para Buenos Aires 

Boa viagem!

Índice – TOPO

Continue sua viagem para a Argentina aqui:

17 comentários em “Que moeda levar para a Argentina?”

  1. Olá fui agora em dez/21 levamos alguns pesos aqui do Brasil pois fomos de carro e tem pedágios e abastecimento no caminho… levamos real para fazer o câmbio lá, o que compensa muito mais mesmo… alguns locais (florida, caminito,…) que aceitava real preferiamos pagar com real mesmo e deixar o pesos para usar onde só aceitava os pesos, que engana bem vc acha que tem muito dinheiro e acaba gastando rapidinho pq em pesos são muitos pesos pra pagar rsrsrs

    Responder

Deixe um comentário